Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Chileno Manuel Selman ganha a segunda nota 10 nos tubos de El Gringo

15 de junho de 2013 0

Os chilenos continuam mostrando como surfar os melhores tubos nas ondas desafiadoras de El Gringo. Na sexta-feira de séries de 4-6 pés, Manuel Selman ganhou a segunda nota 10 do Monster Energy apresenta Maui and Sons Arica Pro by Sony no Chile. Mas, ele foi o único chileno a passar para as quartas de final que vão abrir o sábado decisivo da etapa do ASP 3-Star de Arica. Os peruanos são maioria entre os finalistas com três surfistas, superando os dois classificados do Brasil, com um uruguaio e um australiano completando a lista dos candidatos ao título no Chile.

Manuel Selman no tubo nota 10 (Foto: Pablo Jiménez)

O único representante da Austrália é Anthony Walsh, que venceu o Maui and Sons em Arica no ano passado e vai disputar a primeira bateria do sábado com o brasileiro Yan Daberkow. A segunda quarta de final será entre dois peruanos, Gabriel Villaran e Martin Jeri. Na terceira, o chileno Manuel Selman enfrenta o uruguaio Marco Giorgi. E a última vaga para as semifinais será disputada pelo peruano Alvaro Malpartida e o brasileiro Igor Moraes.

Com apenas 16 anos de idade, Igor Moraes é a maior surpresa nas grandes ondas de El Gringo. Ele fez o maior placar do dia com as notas 8,50 e 7,73 da vitória por 16,23 pontos no confronto que fechou a sexta-feira de apenas quatro baterias disputadas no Chile. Até ali, o nota 10 Manuel Selman era o recordista da quarta fase com 15,60 pontos.

O outro único surfista que tinha recebido nota máxima nos tubos de El Gringo esse ano era outro chileno, Guillermo Satt, que acabou eliminado pelo peruano Alvaro Malpartida neste confronto vencido por Manuel Selman. Os chilenos dominam a lista de recordes do campeonato. Na quinta-feira, Camilo Hernandez atingiu incríveis 19,15 pontos de 20 possíveis, mas também foi barrado na sexta-feira, pelo brasileiro Yan Daberkow e o peruano Martin Jeri.

Os dois conseguiram nota 8 nos melhores tubos que surfaram na bateria, para conquistar as duas primeiras vagas para as quartas de final do Monster Energy apresenta Maui and Sons Arica Pro by Sony. A segunda disputa foi a mais acirrada, com os quatro competidores pegando boas ondas em El Gringo. A melhor foi o tubaço surfado pelo peruano Gabriel Villaran, que valeu nota 9 e praticamente lhe garantiu a vitória por 15,17 pontos.

A briga pela segunda vaga foi intensa e definida por menos de meio ponto de diferença. Quase que o equatoriano Carlos Gonçalves barra o defensor do título do Desafio de Arica, mas Antony Walsh levou a melhor por 14,34 a 13,97 pontos. O australiano computou duas notas 7,17, contra 7,07 e 6,90 do único surfista do Equador no ASP 3-Star do Chile.

Na terceira bateria, Manuel Selman surfou a segunda onda perfeita do ano em El Gringo. Mostrando todo o seu conhecimento do pico, ele pegou uma esquerda da série, ficou entocado no tubo de quase dois metros de altura e saiu para receber nota 10 dos juízes. O peruano Alvaro Malpartida também pegou um belo canudo para passar em segundo lugar com a nota 8,43 dessa onda, impedindo uma dobradinha chilena de Selman com Guillermo Satt.

Já na última bateria quem se destacou foi o jovem brasileiro Igor Moraes. Ele pegou dois bons tubos para fazer o maior placar da sexta-feira com notas 8,50 e 7,73. Os 16,23 pontos que totalizou superaram os 15,60 do nota 10, Manuel Selman, na bateria anterior. Na briga pela última vaga nas quartas de final, o uruguaio Marco Giorgi fez 12,50 pontos para despachar o brasileiro Thiago Guimarães e o havaiano Landon McNamara.

Depois das quatro baterias da quarta fase, foi realizada uma Expression Session nos tubos de El Gringo e o vencedor desta bateria especial foi o big rider Marcos Monteiro, que é bombeiro salva-vidas em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Neste sábado será conhecido o campeão do desafio nas grandes ondas de Arica.

O início das quartas de final que vão abrir o último dia do Monster Energy apresenta Maui and Sons Arica Pro by Sony foi marcado para as 8h00 em El Gringo. Depois, serão realizadas as semifinais e a grande final, tudo ao vivo pela internet, com o link da transmissão podendo ser acessado clicando-se no banner do evento na capa do www.aspsouthamerica.com

QUARTAS DE FINAL DO MAUI AND SONS ARICA WORLD STAR TOUR:

1.a: Anthony Walsh (AUS) x Yan Daberkow (BRA)

2.a: Gabriel Villaran (PER) x Martin Jeri (PER)

3.a: Manuel Selman (CHL) x Marco Giorgi (URU)

4.a: Alvaro Malpartida (PER) x Igor Moraes (BRA)

QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Quartas de Final / 3.o=9.o lugar (US$ 1.000 e 237 pts) / 4.o=13.o lugar (US$ 900 e 208 pts):

1.a: 1-Yan Daberkow (BRA), 2-Martin Jeri (PER), 3-Yuri Gonçalves (BRA), 4-Camilo Hernandez (CHL)

2.a: 1-Gabriel Villaran (PER), 2-Anthony Walsh (AUS), 3-Carlos Gonçalves (EQU), 4-Matt Pagan (EUA)

3.a: 1-Manuel Selman (CHL), 2-Alvaro Malpartida (PER), 3-Guillermo Satt (CHL), 4-Myles Laine-Toner (EUA)

4.a: 1-Igor Moraes (BRA), 2-Marco Giorgi (URU), 3-Thiago Guimarães (BRA), 4-Landon McNamara (HAV)

Fonte: Assessoria de Imprensa da ASP South America

Envie seu Comentário