Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mineirinho e Medina vão abrir o Billabong Rio Pro no Postinho da Barra

30 de abril de 2014 0

Os brasileiros Adriano de Souza, Gabriel Medina e Raoni Monteiro, foram escalados nas primeiras baterias do Billabong Rio Pro, cujo prazo começa na próxima quarta-feira e vai até o dia 18 de maio no Postinho da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Mineirinho vai abrir a etapa brasileira do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour com o havaiano Sebastian Zietz e o português Tiago Pires. E na segunda bateria, Gabriel Medina começa a defender a liderança do ranking mundial contra o australiano Adrian Buchan e o carioca Raoni Monteiro. Nesta primeira fase, os vencedores das baterias avançam direto para a terceira fase, mas os perdedores têm uma nova chance de classificação na repescagem.

Gabriel Medina começa a defender a liderança do ranking na segunda bateria do Billabong Rio Pro (Foto: Kirstin Scholtz / ASP)

Gabriel Medina começa a defender a liderança do ranking na segunda bateria do Billabong Rio Pro (Foto: Kirstin Scholtz / ASP)

Pela primeira vez em muitos anos, nenhum integrante do seleto grupo dos top-34 da ASP está contundido. A única ausência no Billabong Rio Pro será a do australiano Kai Otton, que ficou na Austrália para acompanhar o nascimento do seu primeiro filho e será substituído pelo irlandês Glenn Hall. Com isso, sobraram apenas duas vagas de convidados dos organizadores para completar a lista dos 36 concorrentes ao prêmio de 100 mil dólares da vitória na etapa brasileira do WCT. Os escolhidos para reforçar a equipe verde-amarela são o atual campeão brasileiro David do Carmo e o jovem atleta da equipe Billabong, Peterson Crisanto.

Eles serão os próximos a se apresentar nas ondas do Postinho, depois das baterias de Adriano de Souza, Gabriel Medina e Raoni Monteiro, que vão abrir o primeiro dia do Billabong Rio Pro. O paranaense Peterson Crisanto foi escalado junto com o australiano Mitch Crews na quinta bateria, encabeçada pelo maior ídolo do esporte, Kelly Slater. E o paulista David do Carmo estreia em etapas do WCT no confronto seguinte, contra o norte-americano Kolohe Andino e o atual campeão mundial Mick Fanning, que chega ao Brasil embalado pela vitória na etapa passada em Bells Beach, que fechou a “perna australiana” do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour 2014.

Depois vêm mais três confrontos seguidos para fechar a participação brasileira na rodada de apresentação dos melhores surfistas do mundo no Billabong Rio Pro 2014. O paulista Filipe Toledo enfrenta o australiano Julian Wilson e o espanhol do país basco, Aritz Aranburu, na nona bateria. Na décima, o norte-americano Nat Young vai encarar dois brasileiros de uma vez só, o paulista Miguel Pupo e o catarinense Alejo Muniz, que não competiu nas duas últimas provas da “perna australiana” por causa de uma contusão no tornozelo, mas confirmou presença no Rio de Janeiro. E na 11.a e penúltima da primeira fase, tem o potiguar Jadson André com o taitiano Michel Bourez e o australiano Owen Wright.

O Billabong Rio Pro é a quarta das onze etapas da corrida pelo título mundial da temporada 2014 do Samsung Galaxy ASP World Tour e o Brasil está na frente com Gabriel Medina. Ele lidera o ranking desde a vitória na primeira etapa em Snapper Rocks, na Gold Coast. O fenômeno de Maresias manteve a ponta nas outras duas provas da “perna australiana” em Margaret River e Bells Beach, para chegar no Brasil ainda na dianteira, mas seguido de perto pelos campeões mundiais Joel Parkinson (vice-líder), Mick Fanning (terceiro lugar) e Kelly Slater (quarto).

Outro brasileiro que começou bem o ano e lidera o ranking do ASP Qualifying Series 2014 igualmente com vitória na Austrália, na etapa do ASP 6-Star em Sydney, é Adriano de Souza. Mineirinho foi semifinalista na Gold Coast e ocupa o sexto lugar no Samsung Galaxy ASP World Championship Tour 2014, mas pode ganhar posições no Billabong Rio Pro pelo bom retrospecto nas ondas da Barra da Tijuca. Ele já decidiu o título da etapa brasileira no Rio de Janeiro duas vezes, sendo campeão em 2011 e vice na final do ano passado contra o sul-africano Jordy Smith. Nas duas ocasiões, saiu do Brasil liderando a corrida do título mundial.

Além de Medina e Mineirinho, o paulista Miguel Pupo também conseguiu bons resultados na Austrália e divide a nona posição no ranking com o norte-americano Nat Young. Os dois vão estrear na mesma bateria da primeira fase no Billabong Rio Pro, completada por outro brasileiro, Alejo Muniz. Ou seja, um deles ou ambos terão que encarar a primeira repescagem do campeonato, já que apenas o vencedor se classifica direto para a terceira fase.

COLETIVA DE IMPRENSA – Na véspera do início do prazo da etapa brasileira do Samsung Galaxy ASP World Tour, os grandes destaques da temporada vão atender os jornalistas na coletiva de imprensa programada para as 12h00 do dia 6 de maio no Royalty Hotel, localizado na Av. do Pepê na Barra da Tijuca. Foram convocados para compor a mesa, os brasileiros Gabriel Medina e Adriano de Souza e os campeões mundiais Kelly Slater, Mick Fanning e Joel Parkinson.

 

———————————————————————————-

PRIMEIRA FASE DO BILLABONG RIO PRO – Vitória=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Adriano de Souza (BRA), Sebastian Zietz (HAV), Tiago Pires (PRT)

2.a: Gabriel Medina (BRA), Adrian Buchan (AUS), Raoni Monteiro (BRA)

3.a: Taj Burrow (AUS), Adam Melling (AUS), Brett Simpson (EUA)

4.a: Joel Parkinson (AUS), Jeremy Flores (FRA), Glenn Hall (IRL)

5.a: Kelly Slater (EUA), Mitch Crews (AUS), Peterson Crisanto (BRA)

6.a: Mick Fanning (AUS), Kolohe Andino (EUA), David do Carmo (BRA)

7.a: Josh Kerr (AUS), Bede Durbidge (AUS), Dion Atkinson (AUS)

8.a: Jordy Smith (AFR), Fredrick Patacchia (HAV), Travis Logie (AFR)

9.a: Julian Wilson (AUS), Filipe Toledo (BRA), Aritz Aranburu (ESP)

10: Nat Young (EUA), Miguel Pupo (BRA), Alejo Muniz (BRA)

11: Michel Bourez (TAH), Owen Wright (AUS), Jadson André (BRA)

12: John John Florence (HAV), C. J. Hobgood (EUA), Matt Wilkinson (AUS)

Envie seu Comentário