Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sete brasileiros e um venezuelano entre os 24 finalistas no 6-Star do México

19 de junho de 2014 0

Os brasileiros se destacaram mais uma vez nas ondas do México e sete já estão entre os 24 finalistas do ASP 6-Star Los Cabos Open of Surf, que começou com 144 competidores na segunda-feira em San Jose Del Cabo. O potiguar Italo Ferreira fez imbatíveis 16,80 pontos logo no segundo confronto da quarta-feira nas direitas de Zippers Beach, como as da sua cidade em Baía Formosa (RN). O vice-líder no ranking do ASP Qualifying Series, Wiggolly Dantas, criado nas direitas de Itamambuca, em Ubatuba (SP), também achou boas ondas para vencer a dobradinha verde-amarela com Willian Cardoso. Além do Brasil, da América do Sul só a Venezuela com Francisco Bellorin ficou na lista dos nove países classificados na última rodada de confrontos formados por quatro competidores no México.

Jessé Mendes vai abrir o Round of 24 no México (Foto: Bobby Shadley / ASP North America)

Os 24 que passaram pela terceira fase nas séries de 3-4 pés da quarta-feira em Zippers Beach, foram agora divididos em oito baterias de três atletas. Os dois primeiros colocados de cada avançam para os duelos homem a homem das oitavas de final, sistema de disputa que prossegue até a grande final nas etapas do ASP 6-Star. A vitória no Los Cabos Open of Surf do México vale um prêmio de 25 mil dólares e importantes 3.500 pontos na batalha pelas dez vagas do ranking mundial do Qualifying Series para a elite dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour.

O recordista do dia, Italo Ferreira, bateu o número 3 do ranking encabeçado por Adriano de Souza e Wiggolly Dantas, mas o neozelandês Billy Stairmand passou em segundo lugar superando o francês Maxime Huscenot e o japonês Kaito Ohashi. O potiguar de Baía Formosa vai agora disputar as duas primeiras vagas para as oitavas de final junto com outro brasileiro, o paulista Jessé Mendes, contra o australiano Davey Cathels. Dois brasileiros também enfrentam um australiano na quarta bateria, o catarinense Willian Cardoso e o paranaense Peterson Crisanto com Matt Banting, que defende a sexta posição no G-10 do QS para o WCT do ano que vem. Peterson é o mais próximo de ganhar a última vaga na lista de outro australiano, o veterano Nathan Hedge que foi barrado logo em sua estreia no México.

Também na chave de cima do Los Cabos Open of Surf, que vai apontar o primeiro finalista, está Wiggolly Dantas na terceira bateria, com o costa-ricense Carlos Munoz e o australiano Thomas Woods. Na chave de baixo, o jovem cearense Michael Rodrigues terá um duro desafio na quinta bateria contra dois ex-tops do WCT, os irmãos Patrick e Tanner Gudauskas, dos Estados Unidos. Ele já derrotou um atual integrante da elite e também norte-americano, Brett Simpson, que acabou tirando dois países da América do Sul na briga pela segunda vaga da bateria, Marco Giorgi do Uruguai e Santiago Muniz da Argentina.

Brett Simpson entra no confronto seguinte com outro brasileiro, o paulista Flavio Nakagima, além do australiano Mitch Coleborn que quase entrou no seleto grupo dos 34 melhores do mundo no ano passado. Depois dos sete brasileiros, número só superado pelos oito da Austrália que se classificaram na quarta-feira, o venezuelano Francisco Bellorin fecha a participação da América do Sul na quarta fase disputando as últimas vagas para as oitavas de final com mais dois australianos, Dion Atkinson e Connor O´Leary.

ASP 6-STAR FEMININO – Na quarta-feira o Los Cabos Open of Surf ainda abriu a batalha pelos 3.500 pontos no ranking feminino do ASP Qualifying Series, que também é liderado pelo Brasil com a cearense Silvana Lima. Só foram realizadas as seis baterias da primeira fase e a única sul-americana que competiu foi a brasileira Carol Fernandes. A carioca despachou a norte-americana Shelby Detmers e a inglesa Keshia Seelow Eyre para passar em segundo na bateria vencida pela australiana Holly-Sue Coffey. Ela completou o oitavo confronto da segunda fase e vai enfrentar uma top do WCT feminino, Lakey Peterson, dos Estados Unidos, além da sul-africana Sarah Baum e a australiana Felicity Palmateer.

Além de Carol Fernandes, a outra única participante do Brasil no Los Cabos Open of Surf é Silvana Lima, que vai defender a liderança do ranking pela primeira vez no México na terceira bateria, contra a havaiana Alana Blanchard, a norte-americana Chandler Parr e a mexicana Ayasa Brusa. Na disputa seguinte, é América do Sul contra Austrália, com a argentina Ornella Pellizzari e a peruana Anali Gomez enfrentando Philippa Anderson e Codie Klein. E a equatoriana Dominic Barona completa a participação sul-americana no Mèxico na sétima bateria, contra as australianas Nikki Van Dijk e Holly-Sue Coffey e a havaiana Tatiana Weston-Webb.

———————————————————————————-

Fonte – Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

QUARTA FASE – Round of 24 – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com US$ 2.000 e 625 pontos:

1.a: Jessé Mendes (BRA), Davey Cathels (AUS), Italo Ferreira (BRA)

2.a: Josh Kerr (AUS), Billy Stairmand (NZL), Frederico Morais (PRT)

3.a: Wiggolly Dantas (BRA), Carlos Munoz (CRI), Thomas Woods (AUS)

4.a: Matt Banting (AUS), Peterson Crisanto (BRA), Willian Cardoso (BRA)

5.a: Patrick Gudauskas (EUA), Tanner Gudauskas (EUA), Michael Rodrigues (BRA)

6.a: Brett Simpson (EUA), Mitch Coleborn (AUS), Flavio Nakagima (BRA)

7.a: Ryan Callinan (AUS), Medi Veminardi (REU), Kaimana Jaquias (HAV)

8.a: Dion Atkinson (AUS), Connor O´Leary (AUS), Francisco Bellorin (VEN)

TERCEIRA FASE – Round of 48 – 3.o=25.o lugar (US$ 1.500 e 410 pts) / 4.o=37.o lugar ($ 1.200 e 380 pts):

1.a: 1-Davey Cathels (AUS), 2-Josh Kerr (AUS), 3-Tanner Hendrickson (HAV), 4-Hiroto Arai (JPN)

2.a: 1-Italo Ferreira (BRA), 2-Billy Stairmand (NZL), 3-Maxime Huscenot (FRA), 4-Kaito Ohashi (JPN)

3.a: 1-Frederico Morais (PRT), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Thiago Camarão (BRA), 4-Cooper Chapman (AUS)

4.a: 1-Thomas Woods (AUS), 2-Matt Banting (AUS), 3-Jack Freestone (AUS), 4-Guillermo Satt (CHL)

5.a: 1-Wiggolly Dantas (BRA), 2-Willian Cardoso (BRA), 3-Ian Gouveia (BRA), 4-Dylan Goodale (HAV)

6.a: 1-Peterson Crisanto (BRA), 2-Carlos Munoz (CRI), 3-Dale Staples (AFR), 4-Miguel Tudela (PER)

7.a: 1-Tanner Gudauskas (EUA), 2-Flavio Nakagima (BRA), 3-Wade Carmichael (AUS), 4-Granger Larsen (HAV)

8.a: 1-Michael Rodrigues (BRA), 2-Brett Simpson (EUA), 3-Marco Giorgi (URU), 4-Santiago Muniz (ARG)

9.a: 1-Mitch Coleborn (AUS), 2-Patrick Gudauskas (EUA), 3-Nic Von Rupp (PRT), 4-David do Carmo (BRA)

10: 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Connor O´Leary (AUS), 3-Cory Arrambide (EUA), 4-Jay Thompson (AUS)

11: 1-Medi Veminardi (REU), 2-Francisco Bellorin (VEN), 3-Steven Pierson (TAH), 4-Conner Coffin (EUA)

12: 1-Dion Atkinson (AUS), 2-Kaimana Jaquias (HAV), 3-Tim Reyes (EUA), 4-Messias Felix (BRA)

BATERIAS DAS SUL-AMERICANAS NO ASP-6 STAR FEMININO DO MÉXICO:

PRIMEIRA FASE – 3.a=49.o lugar (250 pontos) / 4.a=55.o lugar (228 pontos):

4.a bateria: 1-Holly-Sue Coffey (AUS), 2-Carol Fernandes (BRA), 3-Shelby Detmers (EUA), 4-Keshia Seelow Eyre (ING)

SEGUNDA FASE – 3.a=25.o lugar (US$ 450 e 410 pontos) / 4.a=37.o lugar ($ 150 e 380 pontos):

3.a: Alana Blanchard (HAV), Silvana Lima (BRA), Ayasa Brusa (MEX), Chandler Parr (EUA)

4.a: Ornella Pellizzari (ARG), Philippa Anderson (AUS), Anali Gomez (PER), Codie Klein (AUS)

7.a: Nikki Van Dijk (AUS), Tatiana Weston-Webb (HAV), Dominic Barona (EQU), Holly-Sue Coffey (AUS)

8.a: Lakey Peterson (EUA), Sarah Baum (AFR), Felicity Palmateer (AUS), Carol Fernandes (BRA)

 

 

Envie seu Comentário