Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Filipe Toledo tira nota 10 e comanda o Brasil no ASP Prime da África do Sul

02 de julho de 2014 0

Com uma apresentação impecável, Filipe Toledo bateu todos os recordes do ASP Prime Mr. Price Pro Ballito com a primeira nota 10 nas ondas de Willard´s Beach, em KwaZulu-Natal, na África do Sul. Além dele, mais cinco brasileiros já passaram para a rodada das duas chances de classificação para as oitavas de final na terça-feira, Jadson André, Tomas Hermes, Heitor Alves, Caio Ibelli e Krystian Kymerson. E mais dois estão nas últimas baterias da segunda fase que ficaram para abrira a quarta-feira em Ballito, David do Carmo e Marco Fernandez.

Os dois conquistaram as primeiras vitórias verde-amarelas do segundo dia, em suas estreias no segundo ASP Prime de 6.500 pontos do ano no ASP Qualifying Series, os mais importantes na corrida pelas dez vagas para a elite dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour. O baiano Marco Fernandez desbancou duas estrelas dos Estados Unidos, o top da atual elite do WCT, Brett Simpson, e Damien Hobgood, que fez parte deste grupo até o ano passado e ganhou a briga pela segunda vaga da bateria. Já o atual campeão brasileiro David do Carmo despachou o irmão gêmeo de Damien, o ex-campeão mundial C. J. Hobgood, no confronto que fechou a primeira rodada iniciada na segunda-feira em Willard´s Beach.

Filipe Toledo comandou o ataque brasileiro na terça-feira (Foto: Kelly Cestari / ASP)

A segunda fase começou em seguida já com Brasil em dose tripla contra outro top do WCT, o espanhol Aritz Aranburu, que foi eliminado junto com Alex Ribeiro na dobradinha do também paulista Caio Ibelli com o catarinense Tomas Hermes. Eles foram os primeiros a passar para a única rodada de baterias formadas por três competidores, com a vitória valendo classificação para as oitavas de final. Mas, esta fase não é eliminatória e os perdedores têm uma segunda chance na repescagem, quando as baterias passam a ser homem a homem, sistema de disputa que prossegue até a grande final.

Além disso, passar para a terceira fase quase dobra a pontuação no ranking nas etapas do ASP World Prime, de 700 para 1.300 pontos se não conseguir vencer as duas baterias das rodadas classificatórias para as oitavas de final. A segunda disputa por vagas foi confronto direto entre Brasil e Portugal, que terminou empatado em 1 a 1. Filipe Toledo deu um show com os seus aéreos incríveis e arrancou a primeira nota 10 do campeonato, ainda somando com 9,83 de outra onda sensacional para fechar o placar em 19,83 pontos, de 20 possíveis. Na briga pela segunda vaga, o também top do WCT, Tiago Pires, superou o paranaense Peterson Crisanto e o português Nic Von Rupp.

As vitórias brasileiras continuaram na terceira bateria com Heitor Alves surfando boas ondas para despachar dois sul-africanos numa tacada só, David Van Zyl e o top da elite mundial, Travis Logie, com o australiano Davey Cathels passando em segundo lugar. Aí o português Frederico Morais acabou com a invencibilidade verde-amarela na segunda fase e o norte-americano Dillon Perillo ficou com a outra vaga, barrando o vice-líder do ASP Qualifying Series, Wiggolly Dantas. E na bateria seguinte, o australiano Matt Banting lhe tirou a segunda posição no ranking com vitória e o capixaba Krystian Kymerson surpreendeu ao passar em segundo, superando o neozelandês Billy Stairmand que estava em quarto no ranking e um brasileiro do WCT, o catarinense Alejo Muniz.

Ainda aconteceram mais três baterias e o Brasil só voltou ao mar na penúltima do dia, para mais uma vitória da seleção verde-amarela com o potiguar Jadson André, sobre os australianos Tom Whitaker e Stu Kennedy e o francês Joan Duru. Os outros dois que ainda vão buscar classificação para a terceira fase estão nos primeiros confrontos da quarta-feira na África do Sul. O baiano Marco Fernandez entra na segunda bateria do dia junto com o australiano Adrian Buchan, o americano Michael Dunphy e o japonês Hiroto Ohhara. E o paulista David do Carmo fecha a segunda fase com o espanhol Gony Zubizarreta e os australianos Ryan Callinan e Jack Freestone.

DUAS CHANCES PARA AS OITAVAS – Em seguida será iniciada a terceira fase e o Brasil já tem um nome garantido nas oitavas de final do Mr. Price Pro Ballito, pois a segunda bateria ficou 100% brasileira, com Filipe Toledo, Tomas Hermes e Heitor Alves. Quem vencer passa direto, mas quem perder tem uma segunda chance de classificação na repescagem. A disputa pela primeira vaga já tem Brasil na água, com Caio Ibelli enfrentando o português Tiago Pires e o australiano Davey Cathels. Na quarta bateria, entra Krystian Kymerson contra dois norte-americanos, Tim Reyes e Dillon Perillo. E na quinta, o potiguar Jadson André já sabe que vai enfrentar o português Marlon Lipke, mas aguarda o resultado do primeiro confronto da quarta-feira para conhecer o seu outro adversário.

O Mr. Price Pro Ballito está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado pelo www.aspsouthamerica.com

———————————————————————————-

Fonte – Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

BATERIAS JÁ FORMADAS DA TERCEIRA FASE – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Tiago Pires (PRT), Caio Ibelli (BRA), Davey Cathels (AUS)

2.a: Filipe Toledo (BRA), Tomas Hermes (BRA), Heitor Alves (BRA)

3.a: Matt Banting (AUS), Torrey Meister (HAV), Frederico Morais (PRT)

4.a: Krystian Kymerson (BRA), Tim Reyes (EUA), Dillon Perillo (EUA)

5.a: Jadson André (BRA), Marlon Lipke (PRT) e 2.o da 9.a bateria da 3.a fase

6.a: Adam Melling (AUS), Tom Whitaker (AUS) e 1.o da 9.a bateria da 3.a fase

SEGUNDA FASE – Round of 48 – 3.o=25.o lugar (US$ 1.900 e 700 pts) / 4.o=37.o lugar (US$ 1.660 e 650 pts):

————-realizada até a 8.a bateria na terça-feira:

1.a: 1-Caio Ibelli (BRA), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Aritz Aranburu (ESP), 4-Alex Ribeiro (BRA)

2.a: 1-Filipe Toledo (BRA), 2-Tiago Pires (PRT), 3-Peterson Crisanto (BRA), 4-Nic Von Rupp (PRT)

3.a: 1-Heitor Alves (BRA), 2-Davey Cathels (AUS), 3-David Van Zyl (AFR), 4-Travis Logie (AFR)

4.a: 1-Frederico Morais (PRT), 2-Dillon Perillo (EUA), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Tanner Gudauskas (EUA)

5.a: 1-Matt Banting (AUS), 2-Krystian Kymerson (BRA), 3-Billy Stairmand (NZL), 4-Alejo Muniz (BRA)

6.a: 1-Tim Reyes (EUA), 2-Torrey Meister (HAV), 3-Jordy Smith (AFR), 4-Thomas Woods (AUS)

7.a: 1-Jadson André (BRA), 2-Tom Whitaker (AUS), 3-Stu Kennedy (AUS), 4-Joan Duru (FRA)

8.a: 1-Adam Melling (AUS), 2-Marlon Lipke (PRT), 3-Kai Otton (AUS), 4-Granger Larsen (HAV)

————-baterias que vão abrir a quarta-feira:

9.a: Jeremy Flores (FRA), Damien Hobgood (EUA), Marc Lacomare (FRA), Ramzi Boukhiam (MAR)

10: Adrian Buchan (AUS), Marco Fernandez (BRA), Michael Dunphy (EUA), Hiroto Ohhara (JPN)

11: Matt Wilkinson (AUS), Yadin Nicol (AUS), Mitch Coleborn (AUS), Jonathan Gonzalez (CNY)

12: Gony Zubizarreta (ESP), David do Carmo (BRA), Ryan Callinan (AUS), Jack Freestone (AUS)

BATERIAS DOS SUL-AMERICANOS NA PRIMEIRA FASE DO ASP PRIME DA ÁFRICA DO SUL:

ROUND OF 96 – 3.o=49.o lugar (US$ 1.000 e 400 pontos) / 4.o=73.o lugar (US$ 750 e 380 pontos):

————-17.a bateria abriu a terça-feira:

19: 1-Marco Fernandez (BRA), 2-Damien Hobgood (EUA), 3-Brett Simpson (EUA), 4-Gavin Gillette (HAV)

23: 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Mitch Coleborn (AUS), 3-Conner Coffin (EUA), 4-Hizunomê Bettero (BRA)

24: 1-David do Carmo (BRA), 2-Jonathan Gonzalez (CNY), 3-Slade Prestwich (AFR), 4-C. J. Hobgood (EUA)

————-realizada até a 16.a bateria na segunda-feira:

1.a: 1-Caio Ibelli (BRA), 2-Filipe Toledo (BRA), 3-Ricardo Christie (NZL), 4-Michael February (AFR)

2.a: 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Nic Von Rupp (PRT), 3-Messias Felix (BRA), 4-Charles Martin (GLP)

3.a: 1-Tiago Pires (PRT), 2-Aritz Aranburu (ESP), 3-Santiago Muniz (ARG), 4-Dale Staples (AFR)

4.a: 1-Peterson Crisanto (BRA), 2-Alex Ribeiro (BRA), 3-Steven Pierson (TAH), 4-Bino Lopes (BRA)

5.a: 1-Heitor Alves (BRA), 2-Tanner Gudauskas (EUA), 3-Fredrick Patacchia (HAV), 4-Thiago Camarão (BRA)

7.a: 1-Wiggolly Dantas (BRA), 2-Davey Cathels (AUS), 3-Keanu Asing (HAV), 4-Evan Geiselman (EUA)

9.a: 1-Billy Stairmand (NZL), 2-Tim Reyes (EUA), 3-Cory Arrambide (EUA), 4-Halley Batista (BRA)

10: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Thomas Woods (AUS), 3-Perth Standlick (AUS), 4-Beyrick De Vries (AFR)

11: 1-Torrey Meister (HAV), 2-Matt Banting (AUS), 3-Garrett Parkes (AUS), 4-Willian Cardoso (BRA)

12: 1-Jordy Smith (AFR), 2-Krystian Kymerson (BRA), 3-Brandon Jackson (AFR), 4-Mason Ho (HAV)

13: 1-Stu Kennedy (AUS), 2-Kai Otton (AUS), 3-Shane Sykes (AFR), 4-Jessé Mendes (BRA)

14: 1-Tom Whitaker (AUS), 2-Granger Larsen (HAV), 3-Patrick Gudauskas (EUA), 4-Jean da Silva (BRA)

15: 1-Marlon Lipke (PRT), 2-Jadson André (BRA), 3-Chris Ward (EUA), 4-Masatoshi Ohno (JPN)

 

Envie seu Comentário