Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Filipe tira outra nota 10 e Jadson também avança para as quartas na África

05 de julho de 2014 0

Dois brasileiros seguem na disputa do título do ASP Prime da África do Sul, que vale 40 mil dólares e importantes 6.500 pontos na corrida pelas dez vagas do ASP Qualifying Series para a elite dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour. O paulista Filipe Toledo usou os aéreos de novo para arrancar sua segunda nota 10 no Mr. Price Pro Ballito no duelo verde-amarelo com Caio Ibelli. E o potiguar Jadson André também avançou para as quartas de final despachando o australiano Tom Whitaker nas ondas de Willard´s Beach, na sexta-feira em KwaZulu-Natal.

Filipe Toledo colecionando notas 10 com seus aéreos (Foto: Kelly Cestari / ASP)

O recordista absoluto do campeonato, Filipe Toledo, vai disputar a primeira bateria contra o português Tiago Pires e quem passar enfrentará o vencedor do duelo norte-americano entre Tim Reyes e Dillon Perillo na batalha pela primeira classificação para a grande final do ASP Prime da África do Sul. Na chave de baixo, que vai definir o segundo finalista, Jadson André briga pela terceira vaga nas semifinais contra um top da elite atual do WCT como ele, Adam Melling, com mais dois australianos fechando as quartas de final, Matt Wilkinson e Jack Freestone.

A sexta-feira foi mais longa com a realização dos quatro últimos confrontos da repescagem e os oito das oitavas de final, ou seja, doze baterias contra oito disputadas nos dois dias anteriores. O único brasileiro que ainda poderia passar para as oitavas de final era o paulista David do Carmo, mas ele se contundiu durante sua bateria na quinta-feira e nem entrou no mar, perdendo por w.o para o norte-americano Michael Dunphy o último duelo da repescagem.

Com isso, a primeira participação do Brasil foi em dose dupla na oitava de final verde-amarela entre Filipe Toledo e Caio Ibelli. Mesmo partindo a sua prancha mágica logo na primeira onda que surfou, Filipe pegou outra que mostrou ser muito boa também e acertou os aéreos para arrancar a sua segunda nota 10 no Mr. Price Pro Ballito esse ano. Caio Ibelli surfou bem e totalizou 14,94 pontos, mas Filipe comandou o show com vôos incríveis e aterrisagens perfeitas para somar uma nota 9 na vitória por exatos 19 pontos, que só não superaram o seu próprio recorde de 19,83 pontos de 20 possíveis conseguidos na quarta-feira em Willard´s Beach.

O segundo brasileiro a tentar classificação para as quartas de final foi o capixaba Krystian Kymerson, que acabou sendo barrado pelo norte-americano Tim Reyes por uma pequena diferença no placar encerrado em 15,43 a 14,26 pontos. O potiguar Jadson André entrou no duelo seguinte e só precisou de 13,17 pontos para despachar o veterano australiano Tom Whitaker, que foi eliminado com o menor placar do dia, 8,17 nas duas notas computadas.

G-10 PARA O WCT – Os resultados da sexta-feira na África do Sul não provocaram nenhuma mudança de nomes entre os dez surfistas indicados pelo ASP Qualifying Series para completar o grupo dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour. Mas, o potiguar Jadson André ganhou mais uma posição no ranking e já é o sexto no G-10. Filipe Toledo está logo abaixo, mas ele dispensa a vaga do QS porque é um dos 22 primeiros colocados no ranking do WCT que são mantidos na divisão de elite para o ano que vem.

O outro surfista que entrou na zona de classificação do ranking de acesso no Mr. Price Pro Ballito foi o francês Jeremy Flores, que no momento está fechando o G-10 do ASP Qualifying Series. Só que ele perdeu nas oitavas de final para o australiano Adam Melling e deve sair da lista porque outros surfistas que continuam na disputa do título do Mr. Price Pro Ballito estão bem próximos dele. Principalmente o australiano Jack Freestone e o norte-americano Dillon Perillo, que ultrapassam o francês se passarem para as semifinais e ambos vão enfrentar adversários do seu próprio país, Perillo contra Tim Reyes e Freestone contra Matt Wilkinson.

O Mr. Price Pro Ballito está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado pelo www.mrpricepro.com

———————————————————————————-

Fonte – Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

QUARTAS DE FINAL DO ASP PRIME MR. PRICE PRO BALLITO – 5.o lugar com US$ 7.000 e 3.320 pontos:

1.a: Filipe Toledo (BRA) x Tiago Pires (PRT)

2.a: Tim Reyes (EUA) x Dillon Perillo (EUA)

3.a: Adam Melling (AUS) x Jadson André (BRA)

4.a: Matt Wilkinson (AUS) x Jack Freestone (AUS)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 4.300 e 2.400 pontos:

1.a: Tiago Pires (PRT) 11.84 x 10.50 Davey Cathels (AUS)

2.a: Filipe Toledo (BRA) 19.00 x 14.94 Caio Ibelli (BRA)

3.a: Dillon Perillo (EUA) 14.17 x 12.67 Torrey Meister (HAV)

4.a: Tim Reyes (EUA) 15.43 x 14.26 Krystian Kymerson (BRA)

5.a: Jadson André (BRA) 13.17 x 8.17 Tom Whitaker (AUS)

6.a: Adam Melling (AUS) 15.83 x 15.03 Jeremy Flores (FRA)

7.a: Matt Wilkinson (AUS) 14.86 x 12.17 Adrian Buchan (AUS)

8.a: Jack Freestone (AUS) 15.60 x 15.10 Michael Dunphy (EUA)

 

Envie seu Comentário