Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Willian Cardoso detona na Califa

30 de julho de 2014 0

O catarinense Willian Cardoso e o baiano Bino Lopes já estão entre os 24 melhores do US Open of Surfing e terão duas chances para alcançar as oitavas de final do ASP Prime dos Estados Unidos.  Willian fez o maior placar do dia na terça-feira de ondas de 2-3 pés em Huntington Beach, na Califórnia. Só foi realizada metade dos confrontos da segunda fase e mais cinco brasileiros ainda vão disputar classificação nas baterias que ficaram para a quarta-feira, Filipe Toledo, Jadson André, Alex Ribeiro, Peterson Crisanto e Hizunomê Bettero, além do argentino Santiago Muniz também defendendo a América do Sul no ASP Prime de 6.500 pontos dos Estados Unidos.

Jadson André estreando em Huntington Beach (Foto: Sean Rowland / ASP)

O potiguar Jadson André estreou no primeiro confronto do dia, ainda pela primeira fase iniciada na segunda-feira. Ele superou o norte-americano Damien Hobgood e o havaiano Torrey Meister para passar em segundo na vitória do jovem australiano Garrett Parkes. Duas baterias depois teve Brasil em dose dupla tirando uma das estrelas do WCT no US Open esse ano, o australiano Adrian Buchan, eliminado pelo paranaense Peterson Crisanto e o paulista Hizunomê Bettero. Já o argentino Santiago Muniz fechou a primeira fase ganhando a briga pela última vaga dos australianos Jay Thompson e Stu Kennedy. O vencedor da bateria foi o norte-americano Kolohe Andino, vice-campeão em Huntington Beach na final contra o brasileiro Alejo Muniz no ano passado.

MELHOR DO DIA – Em seguida começou a segunda fase e metade das doze baterias foi realizada na terça-feira. Cinco brasileiros já competiram, mas apenas dois conseguiram passar para a rodada dos 24 melhores da edição 2014 da Vans Us Open of Surfing. O catarinense Willian Cardoso achou boas ondas para mostrar o seu “power surf” e fazer o maior placar do dia, 17,20 pontos de 20 possíveis com notas 8,77 e 8,43. O ex-campeão mundial C. J. Hobgood estava na bateria e acabou eliminado junto com o também norte-americano Tanner Gudauskas na briga pela segunda vaga, contra o francês Maxime Huscenot.

Antes da vitória de Willian Cardoso, o Brasil já havia sofrido duas baixas nos primeiros confrontos da segunda fase, os paulistas Miguel Pupo e Thiago Camarão. Depois, dois brasileiros competiram juntos na quinta bateria e foram superados pelo surfista da Ilha Guadalupe, Charles Martin. Tiveram que ficar disputando a segunda vaga e a nota 8,00 do baiano Bino Lopes na melhor onda da bateria definiu a sua classificação. Pior para o paulista Wiggolly Dantas, que defendia a terceira colocação no ranking e foi barrado junto com o francês Vincent Duvignac.

WCT FEMININO INICIADO – Na terça-feira também foi dada a largada na sexta etapa do WCT feminino do US Open of Surfing. As principais concorrentes ao título mundial estrearam com vitórias em Huntington Beach e passaram direto para a terceira fase, mas ninguém foi eliminada no primeiro dia. As que não conseguiram vencer, terão uma nova chance para tentar a classificação na repescagem. A líder do ranking e defensora do título desta etapa, Carissa Moore, confirmou o favoritismo, mas a melhor da terça-feira foi a pentacampeã mundial Stephanie Gilmore.

———————————————————————————-

Fonte – Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

TERCEIRA FASE (baterias já formadas) – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Josh Kerr (AUS), Mitch Crews (AUS), Maxime Huscenot (FRA)

2.a: Tim Reyes (EUA), Willian Cardoso (BRA), Beyrick De Vries (AFR)

3.a: Jordy Smith (AFR), Adam Melling (AUS), Charles Martin (GLP)

4.a: Aritz Aranburu (ESP), Keanu Asing (HAV), Bino Lopes (BRA)

SEGUNDA FASE – Round of 48 – 3.o=25.o lugar (US$ 1.900 e 700 pontos / 4.o=37.o lugar ($ 1.600 e 650 pts):

—————-realizada até a 6.a bateria na terça-feira:

1.a: 1-Josh Kerr (AUS), 2-Tim Reyes (EUA), 3-Thiago Camarão (BRA), 4-Tom Whitaker (AUS)

2.a: 1-Beyrick De Vries (AFR), 2-Mitch Crews (AUS), 3-Nathan Yeomans (EUA), 4-Miguel Pupo (BRA)

3.a: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Maxime Huscenot (FRA), 3-C. J. Hobgood (EUA), 4-Tanner Gudauskas (EUA)

4.a: 1-Jordy Smith (AFR), 2-Aritz Aranburu (ESP), 3-Joan Duru (FRA), 4-Ezekiel Lau (HAV)

5.a: 1-Charles Martin (GLP), 2-Bino Lopes (BRA), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Vincent Duvignac (FRA)

6.a: 1-Keanu Asing (HAV), 2-Adam Melling (AUS), 3-Gavin Gillette (HAV). 4-Perth Standlick (AUS)

—————-ficaram para abrir a quarta-feira:

7.a: Filipe Toledo (BRA), Dane Reynolds (EUA), Matt Banting (AUS), Cory Arrambide (EUA)

8.a: Alex Ribeiro (BRA), Carlos Munoz (CRI), Jonathan Gonzalez (CNY), Michael Dunphy (EUA)

BATERIAS DOS SUL-AMERICANOS NA PRIMEIRA FASE DO ASP PRIME DOS ESTADOS UNIDOS:

3.o=49.o lugar com US$ 1.000 e 400 pontos / 4.o=73.o lugar com US$ 750 e 380 pontos:

—————-baterias que abriram a terça-feira:

19: 1-Garrett Parkes (AUS), 2-Jadson André (BRA), 3-Damien Hobgood (EUA), 4-Torrey Meister (HAV)

20: 1-Bede Durbidge (AUS), 2-Jake Halstead (EUA), 3-Caio Ibelli (BRA), 4-Nathan Hedge (AUS)

22: 1-Peterson Crisanto (BRA)2-Hizunomê Bettero (BRA), 3-Adrian Buchan (AUS), 4-Brian Toth (PRI)

24: 1-Kolohe Andino (EUA), 2-Santiago Muniz (ARG), 3-Stu Kennedy (AUS), 4-Jay Thompson (AUS)

 

Envie seu Comentário