Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cinco brasileiros vão disputar vagas para as oitavas de final do US Open

31 de julho de 2014 0

As ondas melhoraram na quarta-feira com séries de 2-4 pés em Huntington Beach para rolar duas rodadas completas da etapa do WCT feminino e as seis baterias que restavam para fechar a lista dos 24 melhores do ASP Prime na Vans US Open of Surfing na Califórnia. Mais três brasileiros se classificaram para se juntar ao catarinense Willian Cardoso e ao baiano Bino Lopes na disputa pelas vagas nas oitavas de final, o paulista Filipe Toledo, o potiguar Jadson André e o paranaense Peterson Crisanto.

Os três passaram em segundo lugar nas suas baterias. Na primeira bateria masculina da quarta-feira, Filipe Toledo despachou os norte-americanos Dane Reynolds e Cory Arrambide na vitória australiana de Matt Banting, que assumiu a liderança do ASP Qualifying Series com os 1.300 pontos que já garantiu no ranking. Ele tirou a ponta do brasileiro Adriano de Souza, que não competiu no US Open of Surfing esse ano. Os americanos deram o troco no Brasil no confronto seguinte, com Michael Dunphy barrando o paulista Alex Ribeiro, que se passasse para a terceira fase entraria na lista dos dez surfistas do ASP Qualifying Series para a elite dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour.

Peterson Crisanto (Foto: Sean Rowland / ASP North America)

Ele não conseguiu, mas o paranaense Peterson Crisanto ingressou no G-10 quando superou o havaiano Mason Ho e o argentino Santiago Muniz na bateria vencida pelo australiano Ryan Callinan. Ele tirou a última posição do norte-americano Patrick Gudauskas, mas precisa continuar avançando para não sair de novo, pois qualquer um pode entrar na zona de classificação com os 6.500 pontos da vitória nas etapas do ASP World Prime. O potiguar Jadson André é um dos três brasileiros que já estavam no G-10 antes do US Open e avançou junto com o jovem norte-americano Kanoa Igarashi. Os outros são o paulista Wiggolly Dantas e o catarinense Tomas Hermes.

VAGAS NAS OITAVAS DE FINAL – Os 24 classificados nas duas rodadas de baterias formadas por quatro competidores, agora têm duas chances de alcançar as oitavas de final no ASP Prime dos Estados Unidos. Eles foram divididos em oito confrontos de três atletas e os vencedores já garantem suas vagas, mas os perdedores têm uma segunda chance na repescagem, quando os duelos passam para o sistema homem a homem que prossegue até a grande final.

O primeiro brasileiro a disputar classificação será o catarinense Willian Cardoso na segunda bateria, contra o norte-americano Tim Reyes e o sul-africano Beyrick De Vries. Depois, tem o baiano Bino Lopes na quarta com o espanhol Aritz Aranburu e o havaiano Keanu Asing, o potiguar Jadson André na quinta com o novo líder do ASP QS, Matt Banting, e o americano Michael Dunphy, o paulista Filipe Toledo entra na seguinte com o americano Kanoa Igarashi e Jonathan Gonzalez das Ilhas Canárias, enquanto o paranaense Peterson Crisanto fecha a terceira rodada contra mais um norte-americano, Kolohe Andino, e o australiano Garrett Parkes.

WCT FEMININO – Na sexta etapa do Samsung Galaxy ASP Womens World Tour, que também está sendo disputada nesta semana em Huntington Beach, a havaiana Carissa Moore e a australiana Sally Fitzgibbons mostraram mais uma vez porque são as principais concorrentes ao título mundial da temporada. Elas aproveitaram a primeira chance de avançar direto para as quartas de final, assim como a terceira do ranking, a australiana pentacampeã mundial Stephanie Gilmore.

Mas, o grande destaque do dia entre as meninas foi a havaiana Malia Manuel, que conquistou a primeira vaga para as quartas de final com o maior placar da quarta-feira na Califórnia, 18,13 pontos de 20 possíveis. Ela agora aguarda a vencedora do duelo que abre a repescagem, entre a australiana Nikki Van Dijk e a havaiana Tatiana Weston-Webb, para saber qual será a sua adversária na disputa pela primeira vaga nas semifinais do US Open of Surfing.

———————————————————————————-

Fonte– Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

TERCEIRA FASE DO ASP PRIME NO US OPEN – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Josh Kerr (AUS), Mitch Crews (AUS), Maxime Huscenot (FRA)

2.a: Tim Reyes (EUA), Willian Cardoso (BRA), Beyrick De Vries (AFR)

3.a: Jordy Smith (AFR), Adam Melling (AUS), Charles Martin (GLP)

4.a: Aritz Aranburu (ESP), Keanu Asing (HAV), Bino Lopes (BRA)

5.a: Jadson André (BRA), Matt Banting (AUS), Michael Dunphy (EUA)

6.a: Filipe Toledo (BRA), Jonathan Gonzalez (CNY), Kanoa Igarashi (EUA)

7.a: Bede Durbidge (AUS), Brett Simpson (EUA), Ryan Callinan (AUS)

8.a: Kolohe Andino (EUA), Peterson Crisanto (BRA), Garrett Parkes (AUS)

SEGUNDA FASE – Round of 48 – 3.o=25.o lugar (US$ 1.900 e 700 pontos / 4.o=37.o lugar ($ 1.600 e 650 pts):

—————-baterias realizadas na quarta-feira:

7.a: 1-Matt Banting (AUS), 2-Filipe Toledo (BRA), 3-Dane Reynolds (EUA), 4-Cory Arrambide (EUA)

8.a: 1-Jonathan Gonzalez (CNY), 2-Michael Dunphy (EUA), 3-Alex Ribeiro (BRA), 4-Carlos Munoz (CRI)

9.a: 1-Kanoa Igarashi (EUA), 2-Jadson André (BRA), 3-Travis Logie (AFR), 4-Jake Halstead (EUA)

10: 1-Bede Durbidge (AUS), 2-Garrett Parkes (AUS), 3-Julian Wilson (AUS), 4-Granger Larsen (HAV)

11: 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Peterson Crisanto (BRA), 3-Mason Ho (HAV), 4-Santiago Muniz (ARG)

12: 1-Kolohe Andino (EUA), 2-Brett Simpson (EUA), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Sebastian Zietz (HAV)

 

Envie seu Comentário