Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Uruguaio Marco Giorgi brilha no mar clássico do sábado em El Gringo no Chile

09 de agosto de 2014 0

O uruguaio Marco Giorgi brilhou no mar clássico do sábado em Arica, com tubos perfeitos de 6-8 pés em El Gringo. Ele ganhou a primeira nota 10 deste ano no ASP 3-Star Maui and Sons Arica World Star Tour e ainda surfou outra onda de forma sensacional para totalizar incríveis 19,50 pontos de 20 possíveis contra o francês Paul Cesar Distinguin. Marco Giorgi agora vai disputar a primeira vaga para a grande final com Paulo Moura, que ganhou um duelo brasileiro de big riders com Marcos Monteiro. Quem também já se classificou para as semifinais foi o havaiano Danny Fuller e seu adversário sairá do confronto entre o chileno Cristian Merello e o brasileiro Jessé Mendes, que ficou para abrir o domingo decisivo do Desafio de Arica no Chile.

Marco Giorgi batendo todos os recordes em El Gringo (Foto: Rommel Gonzales)

“Caramba, estou muito, mas muito feliz mesmo com este dia que será inesquecível para mim”, disse Marco Giorgi. “Eu fiz dois tubaços e consegui avançar para as semifinais, mas ainda quero chegar à final este ano. No segundo tubo, que valeu nota 10, eu pensei que não ia conseguir sair, pois fiquei muito deep lá dentro. Mas dei um gás, passei a sessão e consegui sair já quase em cima das pedras. Estou amarradão, o tubo foi incrível mesmo”.

Antes de despachar o francês Paul Cesar Distinguin por massacrantes 19,50 a 12,50 pontos, Marco Giorgi já havia vencido a outra bateria que disputou nos tubos fantásticos do sábado em El Gringo. O seu adversário na semifinal, Paulo Moura, passou em segundo lugar, com ambos eliminando o havaiano Hank Gaskell e o chileno Leonardo Acevedo no segundo confronto do dia. Depois, o pernambucano que por muitos anos defendeu o Brasil na elite mundial do WCT, ganhou o duelo de “big riders” com Marcos Monteiro na abertura das quartas de final.

“Apesar da minha bateria com o Marquinhos (Marco Monteiro) ter sido uma das mais fracas porque não entrou muitas ondas, estou bem feliz por ter passado para as semifinais”, disse Paulo Moura. “Já fazia tempo que eu estava correndo atrás de um bom resultado. Na verdade, eu queria muito me classificar para continuar pegando estes tubos fantásticos que rolam aqui em El Gringo e consegui. Agora, é focar total para amanhã (domingo)”.

NOVO CAMPEÃO – O sábado começou com Marcos Monteiro e Paul Cesar Distinguin barrando um dos surfistas que tentavam um inédito bicampeonato no ASP 3-Star do Chile, o peruano Gabriel Villarán, que foi o Rei dos tubos de El Gringo em 2009. O outro concorrente ao segundo troféu de campeão da etapa mais desafiadora da América do Sul era o surfista local de Arica, Guillermo Satt, eliminado na disputa pelas duas últimas vagas para as quartas de final. Com isso, um novo campeão do Maui and Sons Arica World Star Tour será conhecido neste domingo.

Danny Fuller garantiu o Havaí no domingo decisivo (Foto: Rommel Gonzales)

O brasileiro Jessé Mendes e o havaiano Danny Fuller acabaram com a chance do bicampeonato acontecer esse ano, quando superaram o chileno Guillermo Satt. O havaiano depois despachou o melhor surfista nas grandes ondas da sexta-feira em El Gringo, o brasileiro Robson Santos, no último confronto do dia. Por causa do forte vento que entrou em Arica, o duelo entre o chileno Cristian Merello e Jessé Mendes foi transferido para o domingo.

“Estou bem contente por conseguir avançar às semifinais, mas não foi fácil porque na minha bateria já não tinha tantos tubos porque o vento já tinha entrado”, disse Danny Fuller. “Mesmo assim, eu consegui fazer uma boa onda no final para virar em cima do Robson (Santos), que para mim vinha sendo um dos grandes nomes do evento. Estou feliz por colocar o Havaí nas semifinais deste grande evento e vamos ver como vão estar as ondas amanhã (domingo)”.

CHAMADA ÀS 7 HORAS – Assim como vem acontecendo todos os dias, a primeira chamada do domingo também foi marcada para as 7 horas no Chile, 8 horas pelo fuso de Brasília. A primeira bateria a entrar no mar será a que faltou para fechar as quartas de final, entre Jessé Mendes e Cristian Merello, última esperança de uma vitória chilena esse ano em El Gringo.

———————————————————————————-

SEMIFINAIS DO ASP 3-STAR MAUI AND SONS ARICA WORLD STAR TOUR:

1.a: Paulo Moura (BRA) x Marco Giorgi (URU)

2.a: Danny Fuller (HAV) x vencedor da última quarta de final

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 1.500 e 316 pontos:

1.a: Paulo Moura (BRA) 6.00 x 5.95 Marcos Monteiro (BRA)

2.a: Marco Giorgi (URU) 19.50 x 12.50 Paul Cesar Distinguin (FRA)

3.a: Danny Fuller (HAV) 9.25 x 7.75 Robson Santos (BRA)

————ficou para abrir o domingo:

4.a: Cristian Merello (CHL) x Jessé Mendes (BRA)

TERCEIRA FASE – 3.o=9.o lugar (US$ 1.000 e 237 pontos) / 4.o=13.o lugar (US$ 900 e 208 pontos):

1.a: 1-Marcos Monteiro (BRA), 2-Paul Cesar Distinguin (FRA), 3-Gabriel Villarán (PER), 4-Johnny Noris (EUA)

2.a: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Paulo Moura (BRA), 3-Hank Gaskell (HAV), 4-Leonardo Acevedo (CHL)

3.a: 1-Robson Santos (BRA), 2-Cristian Merello (CHL), 3-Cristobal de Col (PER), 4-Brent Symes (AUS)

4.a: 1-Jessé Mendes (BRA), 2-Danny Fuller (HAV), 3-Guillermo Satt (CHL), 4-Joaquin del Castillo (PER)

Fonte: Assessoria de Imprensa da ASP South America

 

Envie seu Comentário