Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Huanchaco Repalsa Longboard Pro no Peru

12 de fevereiro de 2015 1

O Huanchaco Repalsa Longboard Pro apresentado pela Claro e Samsung abre o calendário 2015 da WSL South America nesta quinta-feira no Peru. A sexta edição de um dos eventos mais tradicionais dos pranchões no mundo, prossegue até sábado na Playa El Elio de Huanchaco, em La Libertad, no litoral norte do país andino. As grandes estrelas da modalidade vão disputar uma premiação total de 12,5 mil dólares, sendo 10 mil dólares para a categoria masculina e 2,5 mil dólares para a feminina. Esta etapa também abre a disputa pelos títulos sul-americanos de longboard profissional, que neste ano serão decididos no Rip Curl Longboard Pro, nos dias 24 a 26 de julho no balneário de San Bartolo, também no Peru. Além disso, o ranking dos dois eventos classifica os dois primeiros colocados de cada categoria para disputar o título mundial de Longboard da World Surf League.

cartazHuanchaco-600Os grandes astros nas competições da modalidade na América do Sul são o peruano Piccolo Clemente e o brasileiro Rodrigo Sphaier. Ambos já conquistaram duas vitórias nos cinco anos da história do Huanchaco Longboard Pro e têm dois títulos sul-americanos em seus currículos. Campeão mundial de 2013, Piccolo Clemente passou a liderar todos os recordes de participação no evento quando igualou o bicampeonato de Rodrigo Sphaier na final contra o carioca Phil Rajzman no ano passado. A novidade em 2014 foi a inclusão da categoria feminina e a pernambucana Atalanta Batista festejou o seu primeiro título sul-americano na decisão brasileira contra Thiara Mandelli.

Já entre os homens, as atuações do local de Huanchaco, Piccolo Clemente, na Playa El Elio são impressionantes. Ele foi finalista em quatro das cinco edições do Huanchaco Longboard Pro, vencendo vinte das 23 baterias que disputou com um incrível índice de 87,0% de aproveitamento. O brasileiro Rodrigo Sphaier, que parou nas semifinais do ano passado, apresenta 81,8% de vitórias, ganhando dezoito das 22 baterias que participou no Peru. O saquaremense venceu a primeira edição do evento em 2010 na única final envolvendo os dois protagonistas. No ano seguinte foi a vez de Piccolo Clemente festejar sua primeira vitória, mas em 2012 voltou a ser derrotado por outro brasileiro de Saquarema, Jeferson da Silva.

A pior participação do peruano foi em 2013, quando não passou da terceira fase e terminou em nono lugar, mas, para compensar, foi neste ano que Piccolo Clemente conquistou o título mundial da extinta Association of Surfing Professionals (ASP), que mudou o seu nome para World Surf League (WSL) agora em 2015. E a decisão deste título mundial na China foi novamente contra Rodrigo Sphaier, que no começo do ano tinha conseguido o bicampeonato inédito na história do Huanchaco Longboard Pro. Piccolo Clemente igualou o feito no ano passado, na segunda final consecutiva perdida pelo campeão mundial de 2007, Phil Rajzman. Em 2014, o carioca ainda decidiu pela segunda vez o título mundial na China, sendo derrotado na final pelo australiano Harley Ingleby.

O sexto capítulo da história da etapa peruana começa nesta quinta-feira com a abertura do Huanchaco Repalsa Longboard Pro apresentado pela Claro e Samsung. O evento vai reunir novamente as grandes estrelas dos pranchões na América do Sul e também de outros países. Uma das atrações será o norte-americano Tony Silvagni, que foi semifinalista em sua única participação no ano de 2013, com Phil Rajzman acabando com a sua invencibilidade nas baterias que tinha disputado até ali na Playa El Elio.

Fonte: – Assessoria de Imprensa da WSL South America

Comentários (1)

  • cicero figueiredo diz: 12 de fevereiro de 2015

    Valeu galera!!!!!!!

    Faltou no blog os nomes dos participantes do Pro Peru 2015, mas o restante está muito legal.
    Espero ver o nome do Rodrigo de Sousa ( saci ) como novo campeão.

Envie seu Comentário