Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dicas de albergues pelo mundo

05 de março de 2012 0

Os albergues estão cada vez mais populares entre viajantes de todos os tipos. É comum encontrar famílias, idosos, patricinhas. Mas, claro, a maioria ainda é de jovens mochileiros. Por que escolher um albergue , em vez de um hotel? 1) Você conhece gente do mundo inteiro, a fim de trocar ideias sobre roteiros, as barbadas e as roubadas da cidade, além de indicar destinos que você não planejava conhecer até então 2) Os viajantes de todas as idades estão alegres, de bem com a vida, com espírito de confraternização 3) Os melhores albergues têm bares anexos onde sempre rola uma festinha animada, um happy hour, uma sinuca de fim de tarde e aquele bate papo pra definir onde vai ser a balada 4)  A maioria dos albergues é equipada com cozinhas comunitárias, além de servir o café da manhã incluso na diária. Portanto, quando você chegar cansado no início da noite de tanto bater perna, vai poder preparar uma comidinha caseira, comprada no mercado por preços módicos (até 70% menores do que nos restaurantes). Por mais simples que seja a refeição, ajuda a matar a saudade de casa 5)  É, o preço da diária também é um atrativo. Mas, pra mim, os outros motivos acima são ainda mais determinantes. E hoje há albergues tão seguros e confortáveis quanto hotéis três ou quatro estrelas Hostel Wombats Naschmarkt Vienna, o melhor que já fiquei (Foto: Divulgação) Este quarto da foto acima é no melhor albergue que já fiquei na vida: o Wombats Naschmarkt de Viena, na Áustria. Fica bem localizado,  em frente ao Mercado Público (como o nome leva a concluir), perto das atrações principais e do transporte público. O atendimento é ótimo, a segurança surpreende. Os corredores que levam aos quartos só abrem se você portar o cartão de hóspede, que precisa ser lido por um decodificador localizado no hall do elevador. Assim que a porta abre, você tem alguns segundos pra entrar e ela fecha novamente. Os quartos são limpos, organizados, com móveis novos (o albergue abriu em março de 2011). O bar do hotel… ou melhor, do albergue , é a sensação, um lugar com cerveja, drinks e petiscos a preço justo, música animada, mesas de sinuca e sofás confortáveis, tudo com um design moderninho. Depois do cansaço do dia, nem precisa ir pra balada, ela veio até você! O preço varia de acordo com a período do ano. Bar do Hostel Wombats Naschmarkt, em Vienna (Foto: Divulgação) Outros albergues legais: – Nice Camélias, em Nice, na Riviera Francesa : ótimos atendimento e localização, preço bom, lugar limpo e confortável, com uma boa cozinha e um bar espaçoso de frente para o jardim. O único inconveniente é que os quartos coletivos não têm armários com chave, o que redobra a necessidade de cuidado – Roma Mágica , na capital da Itália: na verdade é um apartamento, bem pertinho do Coliseu. São dois quartos (um pra casal e outro pra três pessoas), banheiro e cozinha. Tem café da manhã e te faz sentir em casa. Limpinho e seguro. E tem aqueles elevadores beeeem antigos, divertidíssimo – Los Amigos Opera , em Madri, na Espanha: os banheiros são coletivos, mas limpos. A internet é de graça. O clima é dos melhores e a localização, perfeita, a poucos passos do metrô e no meio de caminho pra qualquer atração. Fica num prédio antigo e ocupa o quarto andar inteiro, mas os quartos são pequenos – Kabul é o melhor de Barcelona, na Espanha.  Conseguir reservar um quarto é quase impossível, principalmente no verão. Uma opção bem localizada, segura, com internet, lavação, café da manhã honesto e bom clima é o Center Ramblas . – O Mundo Hostel é boa opção em Cracóvia, na Polônia. Preço módico, quartos limpos com banheiro particular, cozinha bem equipada, staff simpático, lugar seguro. Existem outros mais centrais, mas este fica a no máximo 10 minutos a pé de todas as principais atrações – Saindo da Europa e indo para o Peru, a capital Lima tem um bom albergue, da rede Flying Dog Hostel . Há dois bons em Miraflores, que é o bairro dos restaurantes, mais seguro e arborizado do que o Centro. Um albergue que NÃO indico é o Auberge Internationale des Jeunes, em Paris . Úmido, staff confuso, cozinha pequena, quartos que não condizem com a reserva feita (e paga) antecipadamente. E você, tem albergues pra indicar no Brasil ou em qualquer lugar do mundo? E albergues que são uma roubada? Conte aqui no blog, ajude outros viajantes independentes a se planejar com segurança, conforto… afinal, um bom albergue é meio caminho para garantir que a viagem vai ser excelente!

Leia o post completo no blog Viajar eu preciso:
Dicas de albergues pelo mundo

Envie seu Comentário