Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Provence nos passos de Cézanne e Picasso

28 de abril de 2012 0

Depois de muita chuva, quase um dilúvio noite passada, amanheceu um lindo dia de sol, temperatura agradável. Os moradores daqui dizem que a esta época do ano normalmente já estaria bem mais quente, realmente ano passado, estávamos por esta região nesta mesma época e estava em torno de 28, 30 graus. Saímos de Aix en Provence em direção a Vauvernagues ( onde Picasso comprou um castelo, dizia ele na “terra de Cezanne” ). Ainda vou fazer um post somente da cidade de Aix, que é uma cidade muito legal, não é muito grande, uma cidade universitária com bastante vida, animada à noite, centrinho histórico cheio de referências ao pintor Paul Cezanne, considerado o pai da arte moderna. Hoje vamos passear um pouco no interior, nos campos e petites villages do interior da Provence. Logo depois de sair do centro de Aix, seguimos as trilhas de Cézanne , de onde ele retratava o Monte Saint Victoire , hoje é um parque nacional, com muitas opções de trilhas, a pé e de bicicleta. Começamos pelos caminhos de Bibemus , onde o pintor mantinha uma cabana, e de onde pintou várias telas nas antigas pedreiras romanas. Fizemos uma trilha na floresta, de 1 hora mais ou menos, e depois chegamos num ponto onde existe uma grande barragem construída logo depois da guerra em 1946, a água é de um verde esmeralda impressionante. Seguimos pela pequena estradinha até Vauvernagues , lá onde Picasso comprou este castelo no final dos anos 60, mas na verdade morou muito pouco aqui. Ele e sua última esposa, Jacqueline Roque , estão enterrados aqui. A curiosidade a respeito do funeral de  Picasso , é que na época, Jacqueline não permitiu aos filhos de Picasso , com Françoise Gillot , que assistissem ao funeral do pai.   Claude e Paloma tiveram que assistir de longe, na pequena village. O castelo foi aberto a visitação pela primeira vez no ano passado, hoje ele pertence a filha de Jacqueline, e estará aberto de 30 de junho até final de julho. Continuamos nosso passeio por estradinhas mínimas, passamos por vários ciclistas, mas não é uma trilha para iniciantes, pois é cheio de subidas e descidas. Como havia chovido horrores na noite anterior ( vocês devem ter visto nos jornais, aqui ontem choveu demais e teve vários incidentes de inundações e mortes) a força da água era incrível nesta cachoeira passando Vauvernagues .  Chegamos na cidadezinha de Riens , bonitinha, nada especial, a verdade é que já passava das 2h da tarde e estávamos com fome. Paramos num restaurante, creio que o único da cidade, e comemos divinamente bem, os homens escolheram o menu du jour , ou o prato do dia, que era um entrecôte com salada e fritas, e nós comemos uma salada com queijo de cabra quente, e uma brusquetta de presunto de parma, especialidade da casa, foi perfeito! Seguimos na direção de Apt , famosa por seus campos de lavanda, mas já aviso: se você quiser ver os campos em plena floração a data certa é da segunda quinzena de julho até meados de agosto. Vimos muitas plantações de lavanda, em torno das cidades de Apt, Saint Saturnin, Reillannes , mas elas estão apenas querendo começar a florir. Aqui perto de Roussillon elas já estavam mais maduras e reparem os campos dourados de trigo ao fundo… Com o sol se pondo perto das 10h da noite, o dia é super aproveitado, pegamos o fim de tarde em Gordes , que é considerada uma das cidades mais lindas e típicas da Provence.  Suas casinhas  de pedra com janelas pintadas de um azul um pouco lilás  lembram os campos de lavanda. No caminho aproveitei pra visitar a Victoria nas plantações de cereja que são lindas e para nós uma coisa totalmente nova. Cerejas colhidas diretamente do pé, uma delícia….   Para terminar com chave de ouro este dia decidimos jantar em Fontaine – de- Vaucluse , um lugar lindo que fica nas margens do rio Sorgue.   Já estava anoitecendo, mas ainda consegui captar o bom astral de Fontaine de Vaucluse , onde se pode alugar caiaques para descer o rio. Sentamos neste restaurante da foto acima e vai a dica: outra truta com amêndoas maravilhosa, acompanhada por um vinho rosé da Provence.     Até a próxima! Bonne Journée!!  

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Provence nos passos de Cézanne e Picasso

Envie seu Comentário