Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts na categoria "Canela"

Cachoeiras e delícias na Linha 28 em Gramado

24 de abril de 2012 0

Temos recebido muitos comentários de leitores que nos dizem que nos acompanham no blog pois não podem viajar para longe.  Este post contempla quem gosta de natureza mas não quer ou não pode alçar voos mais distantes !   Cachoeira do Poço   Pomar Vou a Gramado muito seguido e apesar de estar sempre em busca de novidades não sabia que há três anos o Eco Parque Sperry está aberto na Linha 28 , descendo na estrada entre Canela e Gramado, no Vale do Quilombo. É uma propriedade de 20 hectares de Mata Atlântica aberta a visitação por míseros R$10,00 e onde  pode-se vivenciar, em uma trilha de uma hora de caminhada , o espetáculo de 4 cachoeiras. Tudo isto , a  menos de 8km do centro de Gramado. Vale do Quilombo – Gramado Magazine.com.br Bêrga Motta Restaurante Para completar o passeio , o restaurante Bêrga Motta oferece um buffet nada simplinho! Não é comida caseira e nem tem sagu e ambrosia de sobremesa, ufa! Não tenho nado contra este tipo de restaurante , mas já chega e o Bêrga Motta  saiu da linha  com delícias que vão além do trivial! “Baseada no conceito Comfort Food, um resgate da culinária dos antespassados, onde o aroma e o carinho no preparo dos pratos alimentavam a alma. Dentre as especialidades do fogão a lenha, destaque para o frango assado na cerveja com batatas coradas e alecrim, escondidinho de mandioca com costela desfiada, Macaroni ao molho carne de panela com cogumelos frescos e polenta recheada ao forno com ragú de calabresa. ” Adorei as saladas com molhos especiais e as sobremesas, tudo gostoso e muito bem apresentado. Quem vai ao restaurante não paga entrada no parque e o buffet sai por R$ 40,00, super justo para o que oferece. A trilha é totalmente demarcada , autoexplicativa e leve para caminhantes de final de semana. A cachoeira do Trombão é a primeira que se avista, linda , alta e distante. Vai dando o clima. Adorei ver as árvores demarcadas, inclusive encontramos o senhor Vitor Hugo Travi , o biólogo responsável pela preservação do parque. Uma pessoa apaixonada pelo que faz , transmite isto em poucas palavras: “conhecer para preservar”. Foi fundador do Projeto Lobo Guará em 1992, que agora também funciona no parque Sperry. Para mim foi uma descoberta o Gerivá , qual criança não chamou um amigo alto deste apelido , na época não existia bulling e ninguém nem sabia bem o que era isto! Descobri uma palmeira bem fininha e altaaaaa! A Cachoeria do Poço é perfeita para um banho, tem uma piscina natural com água cristalina e gelada como deve ser! Só não me atirei porque estava despreparada, na próxima não vou deixar de levar biquini e meus companheiros de indiada! A Cachoeira da Usina tem 45 metros de altura , com mirante e tudo. Pode-se descer os mais de 200 degraus até sua base, um passeio que já serve para queimar as calorias do almoço. Cachoeira da Usina Enfim , não precisa ir longe nem gastar muito para curtir uma bela viagem ! Basta sair do conforto habitual e estar aberto a novas descobertas. O sábado fora do “sofá” comum foi delicioso e o fim de semana rendeu quase como se fosse férias. Eco Parque Sperry http://www.ecoparquesperry.com.br/sperry/ Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:   https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Cachoeiras e delícias na Linha 28 em Gramado

Canela Foto Workshops

23 de fevereiro de 2012 0

Quem se atrasou foi o Viajando por Viajar . Sorry , para a 11ª edição, serei mais pontual. É que eu andava no Rio e, pela primeira vez nos últimos anos, voltei a ter alguma esperança na recuperação do Rio. Mas a minha opinião não deve ser levada a sério. Não me afastei de Ipanema e do Leblon. Mesmo com o meu atraso, ainda dá tempo. Como nos workshops anteriores, você verá boas fotos, terá contato com grandes fotógrafos e se divertirá bastante. O Carnaval já passou e a Páscoa ainda não veio. Portanto, a região estará tranquila – como precisa para que alguém se concentre e fotografe. Os experts sempre estarão ao seu lado. Sempre estarão por perto e com a melhor vontade de cooperar. Liliana e Fernando, felicidades no evento. Se algum de vocês não fotografa do mesmo jeito, um papo com o Peninha (Eduardo Bueno) já vale a ida. Boa viagem!

Leia o post original no blog Viajando por Viajar:
Canela Foto Workshops

Praça nova para cartão-postal de Canela

17 de fevereiro de 2012 0

Li hoje que foi apresentado um projeto para renovar a praça à volta da Catedral de CANELA , na serra gaúcha. E fui ao meu desktop, onde tinha separado uma foto da catedral. Por acaso estive ali há poucos dias, depois de uns 30 anos (!) só passando ao largo dela. Eu costumo ser do tipo da piada do cachorro: vejo uma porta de igreja aberta e estou dentro. Gosto da arquitetura e do clima de silêncio e respeito. É claro que a coisa se complica se você estiver na Itália, onde há uma igreja a cada esquina (no final de uma visita a Florença ou Roma, você nem saberá mais em qual entrou ou deixou de entrar). Mas voltando à catedral de Canela, gostei da ideia de revitalizar o templo que é imponente, nos seus 65 metros de altura e paredes de pedra, e uma marca da cidade. Não sei se o projeto é o melhor, deixo a opinião para os especialistas, mas tudo que puder ser feito para valorizá-la merece, no mínimo, atenção.

Confira o post completo no blog Recortes de Viagem:
Praça nova para cartão-postal de Canela

Teresópolis, RJ

14 de fevereiro de 2012 0

O Dedo de Deus é um dos principais atrativos turísticos de Teresópolis, na região serrana do Rio. No geral, a cidade não tem nada de especial. Algumas casas chamam a atenção por serem antigas. Como este hotel, o Palace, que parece estar bem acabadinho… Na verdade, os cariocas adoram Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. São cidades serranas, com clima mais ameno, em meio a montanhas. Bem diferente do Rio, que tem aquela loucura toda e o mar. Mas na verdade, em se tratando de serra, a gaúcha é insuperável, e só viajando e conhecendo os demais lugares a gente dá valor para Gramado e Canela…

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Teresópolis, RJ

Moda para ver no final de semana

07 de fevereiro de 2012 0

Mesmo que você não se interesse pelo mundo fashion e se sinta arrastado pela mulher, pela mãe, pela namorada, pela amiga, dê um crédito! Pense no passeio como uma viagem pela História e visite o MUSEU DA MODA , na estrada Gramado-Canela. Eu fui dias atrás, atraída mais pela construção que se destaca na paisagem de prédios faraônicos da rodovia e menos pelas informações de que já dispunha. Arrastei outras pessoas comigo e todos nós acabamos passeando com gosto pelos 4 mil de anos de História da moda que o museu conta, pelas 19 vitrines temáticas, pelos mais de 3 mil metros quadrados… São 150 modelos confeccionados especialmente para a mostra, aberta no final de 2011, mas que só terá inauguração oficial em 23 de março. Quem idealizou o museu foi a estilista porto-alegrense Milka Wolff, 69 anos e 53 anos de moda. As peças tentam reproduzir com fidelidade os tecidos e os modelos, da Antiguidade até os nossos dias. Entre as de maior destaque está um de Maria Antonieta , réplica de um vestido do final do século 18, em tafetá de seda pura e fios de ouro. Entre os que meus companheiros de jornada mais gostaram estão os 10 modelos recriados para o museu para lembrar o guarda-roupa da princesa Diana. Preste atenção também na música, que muda à medida em que se muda de época. Na entrada, mais três atrações: 1 – Uma cafeteria onde se destacam as mesas feitas com pés de máquinas de costura antigas, a coleção de miniaturas de máquinas de costura de Milka e, dizem, por que eu não experimentei, o pudim quente. 2 – Uma lojinha com suvenires, bijuterias, antiguidades… 3 – Um vestido à Maria Antonieta onde, com uma peruca apropriada, você pode ficar parecida com ela (custa R$ 5 para tirar a foto). Serviço Rodovia Gramado-Canela (ERS-235), 1.810 Aberto diariamente, das 9h às 18h R$ 30 (adultos) e R$ 15 (crianças e pessoas acima de 60 anos) Telefone: (54) 3282-1121

Confira o post completo no blog Recortes de Viagem:
Moda para ver no final de semana

Para ir no feriado (ou no final de semana)

01 de fevereiro de 2012 0

Nesta quinta é feriado em PORTO ALEGRE. É dia de Nossa Senhora dos Navegantes. Se você não for participar da festa, se não quiser colocar em dia o cinema e a leitura, se não quiser ficar de patas para o ar, eu tenho uma sugestão. Não que seja a sua última opção. Nem é a primeira vez que falo nisso, nem será a última delas… Minha dica é dar uma saidinha não muito longe da cidade. É ir até TRÊS COROAS  e visitar o Centro Budista , que fica a pouco mais de 90 quilômetros da Capital. Tenho ido até ali de dois em dois anos, me dei conta no domingo, quando estive lá. E sempre nesta época, quando é tempo de comemorar o Ano-Novo budista. O único senão de ir nestes tempos é que às vezes a visitação é limitada no templo durante as cerimônias. E, quando está aberto, não se pode circular por todo o interior. Mas ainda assim vale a pena. Sempre me impressiona ver aquelas construções coloridas em meio ao verde, contrastando com o céu azul, no alto do morro. E o silêncio que as pessoas se impõem estando ali, naquele lugar reservado à oração, à meditação. Algumas dicas pra quem vai: Pra mim, o caminho mais simples é ir pela BR-116, dobrar à direita na RS-239 e depois pegar a RS-115, dobrando à direita no primeiro trevo de Três Coroas (até o alto são mais 7 quilômetros, intercalando calçamento e estrada de chão). Nesta época, faz muito calor. Então, roupas e sapatos leves, boné ou chapéu e protetor solar. Desta vez, não percebi mosquitos, mas já tive de combatê-los em outra visita. Um repelente ajuda. Dá para fazer uma visita razoável em uma hora, dependendo do seu interesse, é claro. Se você estiver num grupo com mais de 10 pessoas, é preciso reservar com antecedência. Caso contrário, não tem mistério: é chegar, se identificar no interfone, dando a placa do carro. Há estacionamento muito próximo do templo. Não é permitido fumar em nenhuma das áreas, mesmo ao ar livre. Fotografar na área externa não tem limites, mas no interior do templo, não pode. Os horários: de quartas a sextas, das 9h30min às 11h30min e das 14h às 17h; aos sábados e domingos, das 9h às 16h30min. Não abre às segundas e terças. IMPORTANTE: não há nenhuma estrutura de hospedagem e restaurante, a não ser para quem está ali para retiro. Portanto, se você acha que vai sentir fome ou sede, leve seu lanche. De minha parte, sugiro dar uma estendida até GRAMADO/CANELA para almoçar e passar o resto do dia. Você estará muito próximo. Outra dica é o restaurante tibetano Tashi Ling, na RS-020 . Conjunto de estupas Templo Bandeiras de oração (faça silêncio e preste atenção no som que fazem!) Terra Pura de Guru Rinpoche (onde estão as cinzas do criador do centro budista) Detalhe

Confira o post completo no blog Recortes de Viagem:
Para ir no feriado (ou no final de semana)

Almoço campestre em Gramado: Sabor Rural

07 de dezembro de 2011 0

Um almoço de domingo para sair do lugar comum , experimentem o Sabor Rural . A propriedade do Sr. Henrique  fica uns 3km do centro de Gramado e é mantida com muito capricho pela família Fioreze. A estradinha para chegar até lá é um convite ao devaneio. São tobogãs de hortências azuis em vários tons, gerânios vermelhos em profusão e araucárias centenárias coroando o cenário.        O Sabor Rural faz parte de uma propriedade maior  que abriga os Chalés Fioreze, que oferece cabanas para fins de semana.   www.chalesfioreze.com.br   Logo na entrada de Gramado pela estrada de Nova Petrópolis o restaurante não oferece novidades em termos de cardápio , mas o visual é muito simpático e charmoso. Um buffet com pratos coloniais e carnes vindas da grelha compõe uma mesa mais colorida do que propriamente apetitosa. As sobremesas caseiras são complementadas com um fondue improvisado de chocolate derretido , onde as frutas frescas e saborosas são a melhor pedida.   Já fazia tempo que tínhamos esta recomendação, mas com o fechamento do Linha 28 entre Gramado e Canela acabamos conferindo somente agora. Vale muito o passeio! Entrar no clima campestre e curtir um belo dia de sol de verão, o que não foi o nosso caso. Para um almoço em família, principalmente com crianças , o local oferece um belo lago , brinquedos infantis para largar a gurizada, alguns animais domésticos e trilhas simples para caminhadas. Um boa opção para variar, mesmo com o mesmo cardápio. Sabor Rural Rua João Scur, 1890 – Pórtico  Gramado – RS, Telefone: (0xx)54 8141-3164

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Almoço campestre em Gramado: Sabor Rural

Já foi bom almoçar lá

21 de novembro de 2011 0

Há uns 5 ou 6 anos eu costumava ficar pelo menos uma vez por mês em Gramado. E sempre que estava na região almoçava no restaurante Dalla, em Canela. Pois agora em outubro voltei a almoçar lá e fiquei decepcionado. O restaurante piorou. O cardápio era ótimo, agora está fraco. Mas o pior de tudo é a falta de espaço. As mesas são muito próximas, não há espaço para se movimentar. O mais grave é que o restaurante de vez em quando recebe grupos, o que piora a situação. Hoje, não recomendo almoçar lá. Para quem quiser correr o risco, o Dalla fica numa das avenidas mais movimentadas de Canela, a Osvaldo Aranha. Nos fins de semana é difícil encontrar lugar para estacionar. À noite, o Dalla serve pizza, em sistema de rodízio.

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Já foi bom almoçar lá

A catedral de Pedra de Canela

11 de novembro de 2011 0

A catedral de pedra é o ponto mais conhecido de Canela. Ela é vista de longe. E não é para menos. Por fora o prédio é imponente. Na parte interna a catedral é comum. Não há nada que chame a atenção. Para fazer concorrência com o Natal Luz de Gramado, a cidade de Canela criou o sonho de Natal, cujo ponto alto é a descida do Papai Noel na Catedral. Aliás, neste fim de semana as duas cidades devem ferver de turistas, já que terça-feira é feriado e muita gente fará feriadão. Nesta época, hotéis de Gramado e Canela a preços impraticáveis…

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
A catedral de Pedra de Canela

Natal Luz sai ou não sai?

21 de outubro de 2011 0

O Natal Luz de Gramado é assim: quem viu uma vez já viu tudo. Não precisa ir de novo. Como a cidade está sempre recebendo turistas de fora do estado, a festa se sustenta. Depois das falcatruas descobertas, parece que novo problema se avizinha: O Natal Luz corre o risco de perder verba do Ministério da Cultura. O projeto foi indeferido por causa de alguns problemas mas a organização do evento ainda pode recorrer. Minha sugestão: hotéis e restaurantes de Gramado podiam se unir e ajudar a bancar a festa. Pelos preços exorbitantes que andam cobrando, ainda terão lucro. Fim de semana passado estive em Gramado e Canela. Vi propaganda de Fondue a 72 reais por pessoa. Isso mesmo: 72 pilas. Um roubo!

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Natal Luz sai ou não sai?

Trilha no Parque da Ferradura em Canela, um programa de índio ou um domingo perfeito?

18 de outubro de 2011 0

Um domingo que nasceu para ser igual a qualquer outro e esquecido na semana seguinte, acabou com um programa memorável!  Caminhada pelo centro de Gramado , almoço demorado em família e um filmezinho à tarde para esperar a hora de retornar a Porto Alegre, nada disto, quem sabe vamos encarar um programa de índio! Uma trilha de 3h no Parque da Ferradura em Canela. Só poderia ser coisa de sogra, foi o que pensaram filhos e agregados, mas a vantagem é que sendo ideia da sogra não dá para refugar de cara! Pedi um voto de confiança e acabei sendo acatada, meio a contra-gosto no princípio. Ainda mais que o pai  estava fazendo a trilha pela segunda vez no mesmo final de semana, tinha que ser muito boa! O Parque da Ferradura é um de mais de uma dezena de parques naturais que oferecem trilhas , mata nativa e muitas cachoerias entre São Francisco de Paula e Canela . O acesso é muito simples e bem sinalizado, fica 6 km depois do final da Estrada do Caracol em Canela , a míseros 15km do trevo na entrada da cidade. Logo que passamos o pórtico do Parque da Cascata do Caracol , a primeira surpresa, a pequena estrada do Rancho Grande é chamada de Caminho das Graças e toda serpenteada por pequenas grutas com santinhas, um mimo! Além disto a estrada é linda , de chão batido mas bem cuidada. A entrada no parque custa R$ 8,00 por pessoa , mas a trilha dispensa guias especializados pois é totalmente demarcada , sem perigo de se perder. É considerada de nível médio/avançado pois o trekking alcança um desnível de 420m desde o mirante até o fundo do cânion do Rio Caí  onde fica a cachoeira do Arroio Caçador . Uma trilha bem puxada de 1h de descida e quase 2h para subir, aconselho  pegar o desvio na volta pois torna a subida bem menos íngrime , apesar de um pouco mais longa. Para quem quer um programa mais light o parque oferece churrasqueiras e briquedos infantis e o mirante fica bem próximo da entrada. Antes de começar a descida não deixem de dar uma chegada até o Mirante da Ferradura , na passada o bar do Graxaim tem um exemplar do animalzinho que anda sempre por alí. A vista é incrível , não deixa dúvidas dos motivos da denominação do local. A descida é quase mais difícil do que o retorno, pois é uma região úmida e os caminhos bastante escorregadios. Aqui alguns instantâneos dos tombos da descida e marcas deixadas pela natureza! Mesmo em dias frescos vale levar uma roupa de banho pois é uma delícia se atirar no R io Caí quando alcançamos o fundo do vale. Sem falar na maravilhosa C achoeira do Arroio Caçador , mas preparem-se , a água parece que vem da Patagônia! Cenas de um pic-nic improvisado e de uma lagarteada ao sol! Não esqueçam de levar água e repelente para os mais sensíveis. Cada vez que conheço um novo destino de ecoturismo no Brasil me pergunto , por que não sabemos divulgar nossas belezas naturais? Quantos turistas poderiam transformar o Rio Grande do Sul , sem falar em outras partes do Brasil , numa meca de turismo ecológico . Nossa serra e região dos cânions são perfeitas para atrair um turismo que só cresce no mundo, olhem o exemplo da Costa Rica , um país minúsculo que recebe metade do número de  turistas do Brasil inteiro, somente divulgando turismo ecológico. E falta tão pouco a fazer , o mais difícil a natureza deixou pronto! Foi  um domingo delicioso , que cansou o corpo e descansou a alma. Voltamos sujos e famintos mas com uma sensação de desafio cumprido. Agradecemos a santinha por estarmos todos inteirinhos apesar de alguns arranhões e a certeza de várias dores musculares para contar a história segunda-feira.  E quanto a sogra , sobreviveu a mais este programa de índio!

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Trilha no Parque da Ferradura em Canela, um programa de índio ou um domingo perfeito?

As flores de Nova Petrópolis

18 de outubro de 2011 0

A Festa da Primavera de Nova Petrópolis já terminou mas a Praça das Flores continua honrando o nome. Está florida e colorida. Localizada bem no centro da cidade, a praça é um dos pontos turísticos de Nova Petrópolis, já que fica ao lado da rua coberta. Para sair um pouco da rotina da cidade grande, um passeio a Nova Petrópolis é sempre algo recomendável. A cidade fica perto de Porto Alegre e praticamente ao lado de Gramado e Canela. Há bons hotéis e pousadas a preços mais acessíveis. E o famoso labirinto já está tomando forma. Os arbustos cresceram. Falta somente fazer a poda. A média temporada da Serra está terminando. Lá pela metade de novembro começa o Natal Luz de Gramado, quando os hotéis da região passam a cobrar preços astronômicos.

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
As flores de Nova Petrópolis

Novo restaurante em Nova Pádua

14 de outubro de 2011 0

Que tal almoçar apreciando essa paisagem? Pois agora será possível. Inaugura domingo o restaurante do Belvedere dos Sonda em Nova Pádua. A vista é para o rio da Prata, que já foi assunto de vários posts aqui no Blog. Não vejo a hora de voltar para a região e testar o novo restaurante. Nova Pádua é uma pequena cidade localizada ao lado de Flores da Cunha. Neste fim de semana vou conferir Nova Petrópolis, Gramado e Canela. Assustado com os preços absurdos dos hotéis de Gramado, optei por ficar em Canela. Vou conferir as pousadas da Vila Suzana e escolher uma delas. Pelo que vi na Internet, há ótimas pousadas lá, a preços bem acessíveis. Ir a Gramado, agora, só a passeio. Os hotéis perderam a noção. Estão cobrando mais caro do que Nova Iorque…

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Novo restaurante em Nova Pádua

Festival de bonecos na Serra

29 de setembro de 2011 0

O Festival Internacional de Bonecos de Canela acompanha a primavera neste ano: o evento, tradicionalmente em junho, tem a edição 2011 na estação das flores. A abertura acontece no fim desta tarde, às 18h30min, na Praça João Correa, centro da cidade. No palco estará o grupo Cia Teatro Lumbra de Animação, de Porto Alegre, com o espetáculo  Bolha Luminosa. De sexta a domingo, espetáculos nacionais e internacionais – da Rússia, Espanha e Argentina – invadem a cidade. Confira aqui a programação. Os ingressos custam R$25 e podem ser adquiridos no site ou na Fundação Cultural de Canela. No sábado, às 18h30, tem desfile aberto, com saída da Catedral de Canela. Na sequência, a banda mineira Pato Fú faz show no Teatro Municipal. Para o show, o ingresso custa R$65.

Leia o post completo no blog Viaje mais com menos:
Festival de bonecos na Serra

Descobrindo novos caminhos até Gramado!

12 de setembro de 2011 0

Feriado de inverno chama uma subida à Serra. Mas atualmente estamos com a RS 15,  estrada mais curta, bloqueada não se sabe até quando! Então , que tal aproveitar para descobrir novos caminhos e também fazer um turismo no interior do Rio Grande? Nosso trajeto foi pela Rota Romântica , mas partimos do desvio de Ivoti , seguindo por Presidente Lucena e retornando a BR 116 em Picada Café . Daí seguimos o trajeto comum até Gramado. Partimos pela BR 116 em direção a Novo Hamburgo , logo em seguida tomamos o desvio em Ivoti e foi aí que começaram as descobertas. Ivoti é muito bonitinha, uma cidade alemã com casinhas do século XIX muito bem conservadas na na rua principal . É conhecida como a cidade das flores. Nossos companheiros paulistas só queriam mais frio para se sentirem na Europa, e nós bem orgulhosos de termos uma estrada bem cuidada em uma região de paisagens exuberantes e grandiosas.   A Igreja de São Pedro Apóstolo , que hoje é conhecida como Antiga Igreja Matriz ou Igreja Velha foi construída a partir de 1869. Em novembro de 1924, a igreja incendiou. Conta-se que foi devido a alguns meninos que quiseram ir ver os ninhos dos pássaros no alto da torre à noite, sendo que levaram consigo um lampião. O fogo do lampião teria incendiado a palha dos ninhos, provocando o incêndio acidentalmente. Atualmente está em restauração , mas as plantas que crescem dentro dão um ar meio lúgubre e misterioso. Logo passando Ivoti veio a maior surpresa, um desvio de alguns metros da estrada principal leva a Ponte do Imperador e o grupo de casas enxaimel que compõem o primeiro núcleo de imigração alemã da região. Eu já tinha passado por ali em outra ocasião, mas agora está muito mais bem cuidado e contando com um café para uma parada deliciosa! A Ponte do Imperador leva este nome pois o próprio D. Pedro II teria emprestado o dinheiro para a construção da ponte em estilo romano de três arcos. O conjunto arquitetônico de casas é composto por mais de 10 casas que datam desde 1826 a mais antiga até início do século XX as mais novas, formam um conjunto harmonioso que nos faz viajar no tempo. O melhor de tudo é que estão num lugar lindo e sem nenhuma interferência de construções modernas. Este local deu origem a Linha 48 , onde em 1826 as primeiras famílias de imigrantes alemães se instalaram e contruíram casas em estilo enxaimel , onde primeiro são montadas as estruturas de madeira que depois são preenchidas com barro e pedras. O café colonial , ou simplesmente um local para uma parada estratégica para um refresco ou chá, funciona num dos prédios construídos no início do século XX. Logo em frente , a antiga sede do Banco da Província , conforme informaram , é atual propriedade do Banco Santander e está em ruínas! Bem que poderia entrar num projeto de restauração para aumentar o parque e ajudar no crescimento do turismo na região. Seguimos passando por Presidente Lucena que não é mais do que uma única rua encantadora em sua simplicidade! Chegando em Picada Café o desvio acabou e voltamos para a BR 116 com a sensação de termos feito uma viagem diferente do que a tradicional subida até Gramado! A boa notícia é que este caminho ainda encurta o percurso até Nova Petrópolis em 10 km. Chegamos em Gramado e estava assim! Fotos de Maurício Colmenero Que venham mais descobertas! Quem tiver um desvio ou lugar desconhecido , mande para nós que publicamos aqui !

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Descobrindo novos caminhos até Gramado!

Descobrindo novos caminhos até Gramado!

11 de setembro de 2011 0

Feriado de inverno chama uma subida à Serra. Mas atualmente estamos com a RS 15,  estrada mais curta, bloqueada não se sabe até quando! Então , que tal aproveitar para descobrir novos caminhos e também fazer um turismo no interior do Rio Grande? Nosso trajeto foi pela Rota Romântica , mas partimos do desvio de Ivoti , seguindo por Presidente Lucena e retornando a BR 116 em Picada Café . Daí seguimos o trajeto comum até Gramado. Partimos pela BR 116 em direção a Novo Hamburgo , logo em seguida tomamos o desvio em Ivoti e foi aí que começaram as descobertas. Ivoti é muito bonitinha, uma cidade alemã com casinhas do século XIX muito bem conservadas na na rua principal . É conhecida como a cidade das flores. Nossos companheiros paulistas só queriam mais frio para se sentirem na Europa, e nós bem orgulhosos de termos uma estrada bem cuidada em uma região de paisagens exuberantes e grandiosas.   A Igreja de São Pedro Apóstolo , que hoje é conhecida como Antiga Igreja Matriz ou Igreja Velha foi construída a partir de 1869. Em novembro de 1924, a igreja incendiou. Conta-se que foi devido a alguns meninos que quiseram ir ver os ninhos dos pássaros no alto da torre à noite, sendo que levaram consigo um lampião. O fogo do lampião teria incendiado a palha dos ninhos, provocando o incêndio acidentalmente. Atualmente está em restauração , mas as plantas que crescem dentro dão um ar meio lúgubre e misterioso. Logo passando Ivoti veio a maior surpresa, um desvio de alguns metros da estrada principal leva a Ponte do Imperador e o grupo de casas enxaimel que compõem o primeiro núcleo de imigração alemã da região. Eu já tinha passado por ali em outra ocasião, mas agora está muito mais bem cuidado e contando com um café para uma parada deliciosa! A Ponte do Imperador leva este nome pois o próprio D. Pedro II teria emprestado o dinheiro para a construção da ponte em estilo romano de três arcos. O conjunto arquitetônico de casas é composto por mais de 10 casas que datam desde 1826 a mais antiga até início do século XX as mais novas, formam um conjunto harmonioso que nos faz viajar no tempo. O melhor de tudo é que estão num lugar lindo e sem nenhuma interferência de construções modernas. Este local deu origem a Linha 48 , onde em 1826 as primeiras famílias de imigrantes alemães se instalaram e contruíram casas em estilo enxaimel , onde primeiro são montadas as estruturas de madeira que depois são preenchidas com barro e pedras. O café colonial , ou simplesmente um local para uma parada estratégica para um refresco ou chá, funciona num dos prédios construídos no início do século XX. Logo em frente , a antiga sede do Banco da Província , conforme informaram , é atual propriedade do Banco Santander e está em ruínas! Bem que poderia entrar num projeto de restauração para aumentar o parque e ajudar no crescimento do turismo na região. Seguimos passando por Presidente Lucena que não é mais do que uma única rua encantadora em sua simplicidade! Chegando em Picada Café o desvio acabou e voltamos para a BR 116 com a sensação de termos feito uma viagem diferente do que a tradicional subida até Gramado! A boa notícia é que este caminho ainda encurta o percurso até Nova Petrópolis em 10 km. Chegamos em Gramado e estava assim! Fotos de Maurício Colmenero Que venham mais descobertas! Quem tiver um desvio ou lugar desconhecido , mande para nós que publicamos aqui !

Leia o post completo no blog Viajando com Arte:
Descobrindo novos caminhos até Gramado!

RS-115 será liberada hoje

10 de setembro de 2011 0

Ótima esta notícia. A RS-115 será liberada neste sábado às 17 horas no acesso a Gramado. O trecho com problemas foi recuperado antes do tempo, já que a previsão inicial era demorar três meses. Desde agosto que motoristas precisam usar a BR-116 ou a RS-020 para chegar a Gramado e Canela. Isso aumentou muito o movimento na RS-235 entre Nova Petrópolis e Gramado.

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
RS-115 será liberada hoje

Bloqueio da RS-115 vai demorar

22 de agosto de 2011 0

No fim de semana postei sobre o aumento do movimento na RS-235 entre Nova Petrópolis e Gramado por causa do bloqueio da RS-115 em Três Coroas. Aumentou muito a circulação de veículos – inclusive caminhões – em Nova Petrópolis, uma cidade conhecida por sua calma e tranquilidade. Agora vem a notícia que a situação da 115 piorou, com o desabamento de um muro de contenção. As rachaduras aumentaram e a previsão não é otimista, como mostra matéria do Jornal NH . Parece que a estrada dificilmente será totalmente liberada nos próximos 3 meses. O negócio é ter paciência. Para ir a Gramado e Canela, o motorista deve usar a BR-116 por Nova Petrópolis, e depois a RS-235, ou então a RS-020, por São Francisco de Paula.

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Bloqueio da RS-115 vai demorar

Imagens da Serra Gaúcha

13 de agosto de 2011 0

Algumas fotos de viagens à Serra que ficaram esquecidas em posts anteriores. A primeira é do vale da Ferradura, em Canela, logo após o Caracol. O acesso é feito por estrada de chão. E a famosa Cascata do caracol, também em Canela. Agora a cascata Véu de Noiva, que fica em Galópolis, distrito de Caxias. Quem pega a BR-116 entre Caxias e Nova Petrópolis pode ver a cascata de um belvedere à direita de quem sobe. fotos: arquivo pessoal Fim de semana é de trabalho, não de viagens. Quem vai para Gramado, é bom lembrar que a RS-115 está bloqueada. Use a BR-116, por Nova Petrópolis, ou a RS-020, por São Francisco de Paula. Outra informação: ocorreu queda de barreira no km 2 em Vacaria, na BR-116, nesta manhã de sábado. Trânsito em meia pista. Previsão do tempo é de chuva no RS a partir da tarde e no domingo.

Leia o post completo no blog Viajando de Carro:
Imagens da Serra Gaúcha

Fim de semana de chuva no RS

11 de agosto de 2011 0

A previsão de chuva para o fim de semana estraga os planos de viagem aqui no RS. Vai chover em todo o estado a partir de sábado.  E não vai parar de cair água até o meio da semana que vem. E aí vem a boa notícia: quando parar a chuva, vem o frio. Meteorologistas como o Cléo Kuhn, da RBS, avisam para não “guardar os casacos”, porque as temperaturas vão cair daqui a uma semana, mais ou menos. A serra gaúcha e a campanha serão ótimos destinos no fim de semana de 19 a 21 agosto. Em tempo: A RS-115 está bloqueada no  acesso a Gramado e Canela devido a rachaduras na pista. É na altura do quilômetro 28. Quem vai pra serra hoje deve pegar a BR-116, por Nova Petrópolis, e a RS-020 por São Francisco de Paula. Não tem previsão de liberação ainda.

Leia o post completo no blog Viaje mais com menos:
Fim de semana de chuva no RS