Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2009

Guarulhos: quando o bom humor acompanha .....

31 de outubro de 2009 2

Partimos!

Animadas com tudo que nos espera no Marrocos, estava previsto um  dia em Madri, em função da conexão para Casablanca. Mas nosso voo atrasou e como o que vale é o bom humor, já fizemos uma prévia na Devassa, bar da cervejaria carioca dentro do embarque internacional de Guarulhos.

 

Mas nosso santo é forte e logo outro avião foi destacado, inclusive dentro do esp’ririto de festa e de arte , um avião totalmente pixado! Assinado por funcionários em comemoração pelo aniversário da TAM.

Nos vemos em Madri!

Roteiro no Marrocos

29 de outubro de 2009 3

Estamos de malas prontas! Para aqueles que pretendem acompanhar nossas andanças, partimos dia 30 de outubro e vamos deixar aqui registrado um pequeno roteiro! Durante a viagem estaremos postando belas fotos, boas dicas e história inusitadas.

” Marrocos com Arte”

 

 

 

O Marrocos é um país cuja população se divide entre árabes e bérberes e que em sua grande maioria segue a religião muçulmana. Mas diferentemente do que se imagina por aqui é muito seguro e fácil de viajar. Para quem nunca foi a um país muçulmanos é uma boa porta de entrada. Nossa experiência foi muito tranquila e o encantamento superou qualquer incômodo.

 

  

fonte : clicrbs.com.br/blog

O mapa acima marca os principais destinos de nosso roteiro.

 

Casablanca é a cidade mais ocidentalizada do Marrocos. Aqui a juventude marroquina mostra a influência da dominação francesa de mais de 40 anos, e muitas vezes isto se revela numa contradição entre os costumes islãmicos e o comportamento ocidental, muitos jovens da classe alta estudam na França e demonstram dificuldade em se adaptar ao seu país na volta. Passeando pelo calçadão à beira mar, recentemente remodelado, me senti como numa cidade praiana européia.

A principal atração da cidade é a Mesquita Hassan II , construída à beira mar , está entre as três maiores do mundo. Na parte reservada à família real tem piso de vidro que permite ver o mar . É uma das poucas mesquitas abertas a não muçulmanos ,em visitas guiadas.

arquivo particular

 

Marrakech representa o lado exótico e sustenta o imaginário ocidental, com uma Medina pulsante a a Praça Djeem el Fnaa repleta de figuras interessantes. Aqui exploraremos o souk (mercado árabe), palácios, jardins e até uma aula de culinária esta incluída no programa. 

 

 

 

 

 

Seguiremos para o deserto pela sua “Porta de Entrada”, Ouarzazate. Cidade que tem uma paisagem meio pré-histórica e por isto já serviu de cenário para filmes de época, com suas Kashbas, fortalezas em terracota . Tem no seu currículo produções como Gladiador e Ramsés II. Oferece um clima parecido com Las Vegas , uma miragem no deserto, mas bem mais autêntica.

 

 

Daqui seguimos para o ápice de nossa aventura,Merzouga, onde seguiremos em lombo de dromedário para o acampamento nas dunas de Erg Chebbi em noite de lua cheia. Claro que todos bem protegidos em lenços de tuareg!

 

 

Nosso destino seguinte é Fezpor uma rota panorâmica. Onde você diria que foi tirada esta foto? Pois é, o Marrocos é um mosaico diversificado de paisagens. 

 

 

 

Fez é uma das cidades mais antigas do país  e sua medina nos faz voltar no tempo à época medieval. Tudo é muito típico e os curtumes , apesar do odor desagradável, tem um visual encantador.

 

 

Méknes , Volubilis e Chefchaouen farão parte de nosso roteiro para o norte. As ruínas romanas de Volubilis são valorizadas por uma perspectiva que lhes dá a sua real dimensão, dois mil anos de História!

Cruzando o Estreito de Gibraltar, a Andaluzia nos aguarda com sua mística de último bastião árabe na Europa, mas esta fica para o próximo capítulo.

 

Para quem fica e quiser entrar no clima, deixamos umas dicas de filmes:

 

O céu que nos protege (1990): Baseado no livro autobiográfico de Paul Bowles, “O Céu Que Nos Protege” é um grande filme do cineasta italiano Bernardo Bertolucci.  A trama gira em torno de um casal americano que decide viajar para a África do Norte, sem data para voltar, na esperança de que o novo que encontrarão pela frente, os leve ao revigoramento da relação de 10 anos que existe entre eles e que se acha desgastada, com Debra Winger, John Malkovich e Campbell Scott no elenco.

 

- Expresso de Marrakech (2003): Baseado no livro de Esther Freud, “O Expresso de Marrakesh” trata da saga de uma inglesa ‘hippie’ que larga tudo em Londres e vai com suas duas filhas para o Marrocos, numa viagem de autoconhecimento. Com Kate Winslett bem jovem e já brilhante.

 

 

 

- MaRock (2005): Retrato da juventude em Casablanca, com todos os seus conflitos e excessos: carros velozes, música, amizades, álcool. Marock mostra um Marrocos desconhecido, à imagem de sua protagonista de 17 anos, que se rebela contra as tradições de sua cultura.

 

Aqui deixamos registrado um obrigada para a Magda Garcia, que participou da montagem deste roteiro conosco!

 

 

Mandem notícias do Brasil !

Mega exposição de Renoir em Paris

23 de outubro de 2009 0

 

 

Uma boa pedida para quem for a Paris é ir conferir a exposição - Renoir au XX siècle que estará no Grand Palais do dia 23 de setembro até o dia 4 de janeiro 2010.

Esta promete ser uma exposição muito completa pois reune obras da Réunion des Musées Nationaux,  Musée d’Orsay,  Los Angeles Conty Museum of Art e  Philadelphia Museum of Art. 

Aberto todos os dias das 11 às 23hs. Ingressos a 12 euros.

Super pub em Toronto

22 de outubro de 2009 0

Para aqueles que vão para Toronto aí vai uma dica quentíssima da Fernanda Seligman que morou em Toronto o ano passado, eu não conheço, mas ela garante que o lugar é show! 

 


Dica:
Um lugar imperdível na cidade de Toronto é o Madison Avenue Pub, que fica perto da Universidade de Toronto. Esse pub que foi inaugurado em 1983, é formado por 3 casas no estilo vitoriano interligadas por passagens bem loucas e muito interessantes. Muito conhecido por todo o Canadá, e norte dos Estados Unidos,  o pub é ótimo para sentirmos um pouco da verdadeira cultura local.

O Maddy (como os torontonianos chamam) é considerado um dos melhores bares do mundo,  tendo capacidade para duas mil pessoas em 6 andares, com o total de 12 bares (5 deles nos pátios – que no inverno são aquecidos e cobertos). Cada ambiente tem um estilo próprio para atrair diferentes clientes,  alguns deles são equipados com televisões grandes para assistir aos jogos (em geral de hóquei), mesas de sinuca, palcos de música ao vivo e mesas para saborear os aperitivos e o vasto cardápio de cervejas.

O ambiente mais interessante do pub durante a noite é o Piano Bar, onde os pianistas embalam os jovens que frequentam a casa com hits dos Oasis, Green Day, Beatles, Bob Dylan, etc. Já no horário do happy hour os pátios são uma boa pedida.


Endereço:
14, Madison Avenue. (Entre as avenidas Bloor e a Spadina) A estação de metrô mais próxima é a Spadina (linha verde).


Site:
www.madisonavenuepub.com

Marrocos vem aí!!

20 de outubro de 2009 4

Foto de Mylene Rizzo

Pois é com muita alegria que anunciamos aqui que estamos de partida no dia 30 de outubro para mais uma aventura com Arte. Desta vez nosso destino é o Marrocos, país que desperta nossos sentidos seja pela lindas paisagens, seja pela culinária que com aquele toque francês faz nosso paladar delirar ou seja simplesmente por andar pelas suas medinas movimentadas observando as pessoas.

Na verdade a idéia de termos um blog aqui no clicrbs surgiu com esta viagem ao Marrocos, achamos que relatá-la on-line seria mais dinâmico e poderíamos passar nossas impressões com mais fidelidade.

Nosso roteiro começa em Casablanca, pois a maioria dos vôos vindos da Europa chega nesta cidade, que é a maior e mais ocidentalizada do Marrocos. Como estamos atrás de lugares mais exóticos, vamos direto para Marrakech.

Mas isto é tudo que vou adiantar, senão vai estragar a surpresa não é mesmo?

Florença e Leonardo Da Vinci

19 de outubro de 2009 3

O Dr. Maurizio Seracini, professor da Universidade de San Diego, Califórnia, vem agitando o meio das artes no mundo inteiro, pois  está conduzindo uma pesquisa, em que acredita  que a maior pintura realizada por Leonardo Da Vinci, estaria oculta na câmara cerimonial do Palazzo Vechio em Florença.

A hipótese de Seracini é que a pintura de Leonardo, conhecida como a Batalha de Anghiari teria desaparecido no curso do século XVI atrás de outro mural pintado por Giorgio Vasari.

A Zero-Hora de hoje relata que uma nova tecnologia está sendo utilizada para mapear toda a sala com lasers, radares e outras parafernálias modernas.

Seracini espera concluir sua pesquisa dentro de um ano e esta otimista de encontrar a pintura em bom estado, afinal ela esteve protegida do tempo por cinco séculos!

Ele está otimista e eu também, pois está seria uma ótima razão para voltar à Florença, não é mesmo? ;-)

Lugar especial no Cairo

13 de outubro de 2009 0
Pois foi com surpresa que descobri no Cairo uma “ilha” de modernidade, literalmente uma ilha chamada Zemalek, onde mora a elite abastada, com características bem ocidentais, onde as jovens egípcias desfilam pela rua sem o tradicional véu. Foi neste lugar que descobri o Sequoia, um dos restaurantes mais descolados do Cairo, situado nas margens do rio Nilo, o Sequoia não é só bonito, mas é um lugar vibrante, frequentado pela tribo fashion da cidade. Com música comandada por vários Djs. O menu é variado, desde comida árabe, mediterranêa, pode-se comer frutos do mar, cuscuz, e mais uma grande variedade de pratos. Ou simplesmente sentar sob uma tenda branca, fumar um shisha ( a maneira árabe de fumar nos narquilés, fumos de sabores como morango, maçã, baunilha e pedir uma cerveja, Sakhara ou Stella, feitas no Egito.

Sequoia : Abdu El Feda , Zemalek, Cairo – Egito.

Quem somos: Clarisse Zanetello Linhares

07 de outubro de 2009 19

 

Portoalegrense, publicitária, professora de História da Arte, viajante e sonhadora contumaz.

Nossa idéia neste blog é compartilhar experiências, imagens e emoções.

Estamos sempre inventando alguma coisa, roteiros para destinos inusitados, e com este espírito já exploramos o Egito, andamos pela Rússia, Marrocos, e também privilegiamos destinos mais clássicos como Paris, Roma e Toscana.

O importante é ter um olhar atento e sensível, pois, como disse Henry Miller, “nosso destino nunca é um novo lugar, senão uma nova forma de ver as coisas”.

Vamos estar aqui contando nossas andanças, estimulando aqueles que, como nós, amam a arte, a cultura, a gastronomia, a liberdade de desfrutar dos prazeres que se oferecem aos sentidos quando nos dispomos a viajar.

 

 

 

Quem somos: Mylene Friedrich Rizzo

07 de outubro de 2009 32

Psicóloga, historiadora mas acima de tudo curiosa, gosto de qualquer maquina de viagem que me leve em busca do sonho. E se o destino tiver uma história milenar , tanto melhor.

Se não, me inspira a natureza, a experiência sensorial, o novo, o exótico. Tenho uma nostalgia inusitada daquilo que não conheço. As telas dos aeroportos funcionam para mim como cardápios de sedução.

A vivência de um destino, com as expectativas de onde tudo é possível, fazem o imaginário decolar antes. As viagens são berçários de criatividade, sair de nossa zona de conforto nos ajuda a desvendar nossa verdadeira essência.Transformar a realidade da experiência concreta na mais próxima versão do imaginado é o que me move.

Assim, voltar a minha terra é estar aconchegada para poder voar, afinal a melhor viagem é sempre a próxima, a que estou planejando.

Não sou mais moderna do que sou antiga, mais brasileira do que chinesa , é isto que a are e a história me dão, a incomensurável condição de viver outras vidas e outras épocas. Minha curiosidade é guiada pelo interesse de outras pessoas, me sinto uma desbravadora que aproxima o desconhecido de quem quer absorvê-lo.

As “descobertas” além de alimentarem a minha sede de conhecimento são justificadas pelo interesse de outros viajantes. Segundo Nietzsche, coletar fatos é uma atividade estéril, o desafio é usar fatos para enriquecer a vida.Para saber mais:

http://www.encontroscomarte.com/