Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Anel de Ouro na Rússia: um mundo a ser descoberto

08 de outubro de 2010 4

Um roteiro inusitado pelo interior da Rússia é o Anel de Ouro. Um circuito que pode ser feito em três dias e que revela uma faceta muito autêntica do país, sem se distanciar muito da capital, Moscou.

Uma das visitas mais interessantes do roteiro, que em caso de tempo restrito pode ser feita num day-trip saindo de Moscou é Sergiev Posad.

arquivo particular

Mosteiro de Sergiev Posad, capital da fé ortodoxa russa (quase o Vaticano deles) é um local de peregrinação e que guarda os restos mortais do mais popular santo local , São Sérgio. A cidade toda gira em torno do complexo religioso que é um explendor arquitetônico.

Aqui pode-se ver exemplos de construções de vários grandes czares russos desde Ivan, o terrível até Pedro, o grande , além ouvir histórias sobre as destruições realizadas pelos soviéticos, no seu afã de abafar a religiosidade da população.  Atualmente pode-se dizer que a religião está em alta no país, vários jóvens criados dentro do ateísmo socialista estão buscando batizar-se e os casamentos nas igrejas são muito prestigiados.

Em Sergiev Posad o conservadorismo religioso é completo , como atesta a imagem abaixo!

Seguindo nosso roteiro pelo interior da Rússia, chegamos a Suzdal, a mais delicada e original cidade do Anel de Ouro,  quase um museu a céu aberto.

Além de uma infindável série de Igrejas e Mosteiros a cidade é famosa pelas casas de madeira colorida que tem janelas emolduradas por rendilhados esculpidos.

A tradição local diz que esta molduras serviam para expulsar os maus espíritos.

Suzdal foi declarada  Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1992, e o seu Kremlin, espécie de cidadela-fortaleza que data do século X, é um dos mais antigos conjuntos arquitetônicos do país. 

Contando com menos de treze mil habitantes a cidade procura preservar seu  patrimônio, impedindo o crescimento desordenado e construíndo hotéis de madeira no velho estilo russo.

Aqui acontece anualmente, no dia 15 de julho, uma festa no mínimo curiosa: a Festa do Pepino. Considerada uma iguaria pelos russos, o pepino de Suzdal é o mais valorizado da região. Os habitantes da cidade costumam vender pepinos em conserva, retirados de suas hortas, como forma de reforçar o orçamento familiar.

Quando visitamos Suzdal, estava montado ali o set de filmagem de Ivan , o Terrível. Do mesmo realizador de Taxi-Blues, Pavel Louguine  aproveitava o clima medieval do local para remontar o século XVI , período onde se passa a história deste perverso czar. Ivan é reconhecido por ter unificado a Rússia após a era das invasões mongóis e era uma das inspiração de Josef Stálin. O filme tem previsão de estrear na Europa em 2009.

Mas é o ambiente idílico que mais encanta em Suzdal, é quando olhamos em volta e  sentimos uma atmosfera banhada em nostalgia, onde o tempo de sofrimento do período soviético parece não ter tocado.

arquivo particular

Comentários (4)

  • Victoria diz: 20 de outubro de 2009

    Ta lindo parabéns!!!

  • christinakessler diz: 21 de outubro de 2009

    Gurias!!!
    Adoreiii
    Só podia ser trabalho de voces…
    saudades

    Oi Guili,
    Saudades tuas!
    Só estamos esperando a Guina para marcarmos nossa visita !
    Beijo

  • Viagem » Arquivo » Anel de Ouro na Rússia: um mundo a ser descoberto diz: 8 de outubro de 2010

    [...] Leia o post completo no blog Viajando com Arte: Anel de Ouro na Rússia: um mundo a ser descoberto [...]

  • lizete maestri diz: 11 de outubro de 2010

    Oi Mylene

    Mas que roteiro diferente e super motivante para quem gosta de sair da mesmice dos roteiros turísticos.
    Foi para a minha listinha.

    Até

    Oi Lizete,

    Quem sabe não colocamos na nossa lista para o próximo Viajando com Arte.
    Beijo

    Mylene

Envie seu Comentário