Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Roteiro gastronômico pela Champagne, Alsácia e Borgonha

30 de janeiro de 2012 6

Nossa amiga e colaboradora Magda Garcia participa do projeto “A Vida é para ser compartilhada” com um relato de dar água na boca,

acompanhem e se deliciem com as fotos do Rodrigo Garcia!

 

 

Em novembro de 2010 eu e meu esposo, Rodrigo, fomos conhecer na França as regiões da Champanhe, Alsácia – Lorena eBorgonha.

Regiões famosas por seus vinhos e champanhe e de belezas naturais espantosas. Os bosques nestes meses ficam com um colorido alaranjado maravilhoso. Foi uma viagem tranqüila e pode-se dizer dedicada a boa gastronomia.

 

 

Em fins de novembro começam os Mercados de Natal (Marché du Noël) na maioria das cidades da região. Estes mercados estão cheios de barraquinhas onde se pode beber um vinho quente (vin chaud) para espantar o frio e comer bolos de amêndoas, churros com chocolate e comprar decorações e presentes de natal. São lugares alegres com música e onde as pessoas se encontram para aquecer as noites geladas do início do inverno .

 

Começamos nosso tour no  Chateau d’Ermenonville, que é um hotel localizada há uns 45 km de Paris, na pequenina cidade de Ermenonville. O Chateau fica a beira de um lago e é um lugar lindo, romântico e com um restaurante imperdível, a carta de vinhos é completa. (Route A1 saida Ermenonville, N2 direção Paris Soisson)

 

 

Seguimos em direção a Reims que fica na região de Champanhe onde se encontram as mais famosas caves da França. O caminho estava lindo com os bosques outonais e o chão tapado de folhas, uma visão só possível nesta época do ano.

Perto de Reims fica a cidadezinha de Chalons-en-champagne, destaco um restaurante, perto da catedral, que é muito conhecido pelasua comida francesa com toques de modernidade: “Au Carrillon Gourmand” ( 15,bis Place Monseigneur Tissier ). É um local muito procurado, portanto sugiro que façam reserva, mesmo nesta época do ano.

É imprescindível visitar uma das caves onde nos mostram como se produz o champanhe e se pode degustar o produto ao final da visita.

Eu conheci a cave Pommery, muito interessante com suas várias galerias.

 

 

Fomos de Reims para Verdun, emblemática cenário da 1ª  Guerra Mundial onde os soldados franceses resistiram nas trincheiras tentando impedir o avanço alemão. A batalha de Verdun durou mais de 1 ano e centenas de milhares de soldados morreram, tanto franceses como alemães.

Almoçamos no Hotel Prunellia, na zona peatonal no centro de Verdun. O lugar é muito charmoso e aconchegante, cheio de móveis de época e além de um cardápio apetitoso.

 

 

Seguimos para Wissembourg cidade que fica na fronteira com a Alemanha com forte influência alemã, casas com enxaimel, e onde está a segunda maior igreja da França. No caminho passamos por Lembach onde fica o restaurante “Auberge du Cheval Blanc” (4,rue de Wissembourg – Tel: 00 33 3 88 94 41 86 ).  Fantástico, a casa é antiga e foi um antigo posto de trocas de cavalo para o serviço de correio. É fácil de ser encontrado pois a cidade é minúscula e o Auberge se encontra no centro. Algumas especialidades são:  robalo com molho de trufas, panache de foie gras, etc

 

 

 

Estrasburgo estava muito decorada e iluminada, e a oferta de restaurantes é grande. Uma boa sugestão é o L’Ancienne Douane,  um restaurante tipicamente alemão e, apesar de estarmos na França, se come muito joelho de porco e chucrute e se bebe mirabelle, um licor digestivo que espanta o frio , Mirabeille.

 

 

 

 

 

Em Colmar, a “Hostellerie Le Marechal” foi a opção para hospedagem, o restaurante do hotel é ótimo criando um ambiente aconchegante à beira de um dos canais da cidade.

 

 

 

E para finalizar a Borgonha, região conhecida como o estômago da França.

Em Beaune sugiro o Hotel Le Cep e o restaurante “Loiseau des Vignes”. Este é um restaurante especial e um dos melhores de nossa  viagem gastronômica. Tem um diferencial na forma como serve os vinhos, eles possuem uma adega onde oferecem 70 tipos de vinhos que são servidos em taças de acordo com a escolha gastronômica do cliente, um espécie de jantar harmonizado onde os vinhos estão guardados  e conservados como se acabados de ser abertos. (31, rue des Maufoux)

 

 

Hotel Le Cep

 

Outra boa sugestão em Beaune é o Jardin De Remparts (10, rue de l’hotel Dieu ). O restaurante tem uma cozinha muito criativa com

Tartar de Boeuf com Ostras ou Foie gras de canard poché , gellé aromatizada com hydromel.

 

 

 

 

Em Beaune sugiro visitar os Hospices de Beaune com suas telhas vitrificadas e sua farmácia e cozinhas muito bem conservados, foi  construído pelos duques de Borgonha para servir como hospital e a farmácia funcionou até algumas décadas atrás.

 

 

 

Ainda na Borgonha a Abadia de Fontenay foi fundada em 1118 por São Bernardo de Clairvaux e incluída no Patrimônio Mundial da Unesco desde 1981. Fontenay é um dos exemplos mais completos e mais bem preservados da arte românica cisterciense, caracterizada  por uma arquitetura austera e sem adornos, tanto nos edifícios dedicados à oração quanto nos edifícios consagrados ao trabalho dos  monges.

 

 

Também na Borgonha , Vezelay é conhecida com a “eterna colina” onde se encontra a Basílica de Saint Madeleine. A subida até a Basílica é muito bonita, estacionamos na base da colina e antes de subirmos almoçamos em um pequeno restaurante digno de nota “Le Cheval Blanc”, é uma hospedaria além de restaurante.

Boa comida, excelente vinho e românticas paisagens!

O que poderíamos querer mais!!!!

 

Se você gostou deste post, curta nossa página no facebook para estar sempre em contato:


Comentários (6)

  • Ana Celia Furtado diz: 4 de março de 2012

    Estou indo para Paris com meu esposo no início de Abril e gostaria de saber quanto tempo gastaram neste roteiro. Imagino que tenham ido de carro…seria nossa opção.

  • chris diz: 17 de março de 2012

    Estarei em Paris por cinco dias e gostaria de esticar a viagem por mais 12 dias, adorei o roteiro de vcs. Como foi o deslocamento ? Quantos dias vc sugere ? Agradeço desde já as suas dicas, obrigada

  • ariana diz: 12 de abril de 2012

    ola, sou estudante de turismo em fpolis sc, adorei seu roteiro, e estamos tendo que fazer um roteiro gastronomico da franca e encontrei o seu, achei belissimo! parabens, gostaria de saber se posso utilizar seu roteiro como base, se posso utilizar as fotos dos locais, que sao lindas demais e se voce pode me fornecer mais ou menos o custo desse roteiro, muito obrigada e parabens!!!

  • ganhar seguidores no instagram diz: 27 de janeiro de 2014

    Muito bom o post amei !

Envie seu Comentário