Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Parque das 8 cachoeiras - um lugar mágico em São Francisco de Paula

04 de abril de 2012 16

Cachoeira da Ravina

Nestes finais de semana lindos que tem feito eu ficava imaginando quantos lugares bonitos por perto que ainda não conheço… então resolvi ligar para uma amiga  que é a rainha das indiadas, ela já fez todas as programações roots possíveis: cachoeiras, bóia cross, rafting, serra, trilhas, tudo o que você possa imaginar a Ane já fez. Eu falo indiada de brincadeira, pois eu AMO uma indiada, e pensando nisso liguei para ela, que nem pestanejou ” Clarisse você tem que conhecer o Parque das 8 cachoeiras em São Francisco!!! É lindo demais! ” E foi assim que neste final de semana saimos de Porto Alegre sábado de manhã rumo a São Francisco de Paula, depois de Taquara a estrada tem bem menos movimento e começa a ficar muito linda.

Lago São bernardo em São Francisco de Paula, com o Hotel Cavalinho Branco ao fundo

As árvores no lago já assinalam a chegada do outono

Chegamos no parque em torno das 11h da manhã. O parque tem umas 8 cabanas para a gente pernoitar, são bem legais, uma cama ótima, lareira, banho bom, e uma sacada com uma vista da mais pura mata atlântica, à noite  um luar e um céu coberto de estrelas… imaginem o silêncio, a gente só ouvia aquele barulhinho dos grilos, uma delicia.

Pousada do Parque 8 cachoeiras

Nossa cabana com sacada que tinha esta vista aqui de baixo ó

O interior das cabanas bem transadinho

Na chegada, munidos de sanduiches, vinho, bikini, Autan, e água, saimos para explorar as trilhas que levam as cachoeiras. Nossa primeira opção foi fazer a trilha do Quatrilho, que  leva em torno de 1h e meia de caminhada pelo mato. E aqui mérito para o parque, tudo é muito bem sinalizado, não tem risco de você se perder. A gente vai todo o tempo ouvindo o barulho das águas e muitas vezes margeando o rio. A paisagem é maravilhosa, eu me sentia dentro do filme Avatar, córregos, xaxins gigantes, muitas bromélias, escadinha do céu, e o perfume no ar? Espetáculo. Como é bom saber que ainda existem lugares assim, onde você pode encher a garrafinha de água ali mesmo! A água é cristalina, e gelada!

Ponto de partida para as várias trilhas e cachoeiras

E em poucos minutos somos totalmente envolvidos pelo ambiente encantador

Cruzando pontes, descendo escadas

Amoras silvestres e outras frutinhas do bosque

Chegamos na Cachoeira do Quatrilho, linda  e estávamos só nós e as borboletas que pareciam domesticadas pois vinham pousar na gente, vinham nos dar as boas vindas!

 

Cachoeira do Quatrilho

A gente desce esta pequena escada para chegar na base da cachoeira

E agora? Bueno, vir até aqui e não cair na água? nem pensar! Mas gente, quando mergulhei quase fiquei sem ar! A água é geladérrima!! mas valeu! Missão cumprida, montamos nossa “mesa de pic nic” e ficamos ali curtindo aquele lugar abençoado, tomando um bom malbec com sanduiches de presunto de parma.

As borboletas como companhia

Na volta fomos conhecer a Cachoeira da Ravina, esta, a gente caminha um pouco sobre as pedras, um pouco dentro do rio, muito show.

Trilhas pelo rio para alcançar a cachoeira da Ravina

Até que ficamos frente a esta beleza

A impressão que a gente tem é que ligam um ar refrigerado, a pedida é ficar ali só curtindo a paz do lugar

Chegamos na pousada que fica bem na saida das trilhas lá pelas 5 e meia da tarde, bem cansados. Depois de uma banho e um descando saimos para jantar em São Francisco. Vocês podem imaginar que não são muuuitas opções de restaurantes, mas acabamos em uma galeteria que foi bem boa, galeto não tem erro né? Começamos com uma sopa de Capeletti ( à noite estava bem friozinho) não achei muito barato, R$ 36 por pessoa mais um vinho argentino, ficamos aí pelos R$ 130.  Na volta catamos umas lenhas pelo caminho e dormimos com o barulhinho do criptar do fogo.

Esta foi a galeteria escolhida para o nosso jantar em São Francisco

No domingo outro dia espetacular, depois do café da manhã fomos explorar as cachoeiras mais perto, a do Remanso que é muito linda com uma queda de uns 70metros e depois fizemos uma pequena trilha que vai até a Cachoeira escondida, foi das trilhas mais bonitas que já tive a oportunidade de fazer, acho que o horário é bem importante, pois o sol estava penetrando pela mata e a luminosidade na vegetação, nas árvores era muito especial mesmo. No caminho cruzamos com 2 israelenses, dá para acreditar? Eu moro aqui a vida inteira e não conhecia este lugar, os caras vem do outro lado do mundo e vem parar aqui?? Nem preciso dizer que eles estavam extasiados com a exuberância da natureza no Brasil.

No domingo saimos para explorar novas trilhas dentro do parque

 

Cachoeira Remanço, queda de 70m

trilha para chegar na cachoeira escondida

olhem só o que é este lugar….

Foi um final de semana perfeito, depois de entregarmos a cabana fomos conhecer a charmosa livraria Miragem que fica na rua principal de São Francisco e vale com certeza uma visita.


Livraria Miragem, um lugar cheio de charme com muitos livros e objetos legais

Destaque para a grande coleção de relógios à venda

Esta casa de 1918 fica no pátio interno da livraria e contém um pequeno museu com objetos e fotos antigas da cidade.

Fica aqui  a minha dica se você é uma pessoa inquieta e gosta de uma boa indiada como a Ane, não perca esta oportunidade de conhecer um lugar abençoado pela natureza que fica tão pertinho da gente.

Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:

 https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

 

 

Comentários (16)

  • Marilia diz: 4 de abril de 2012

    Maravilha, Clarisse, que beleza de lugar!
    Tuas fotos estão lindas!
    Abraços
    Marília

  • Lizandra Moreira diz: 4 de abril de 2012

    Depois da previsão de catástrofe feita pelo prefeito de São Chico, nada melhor do que explorar a beleza do local!!!

  • sharon rossi diz: 5 de abril de 2012

    Clarisse, amei o lugar!! Eu que também adoro uma “indiada” , e que não conhecia estas cachoeiras, vou me organizar para ir assim que possível. Adorei a dica. Abraço Sharon.

  • Luciano diz: 5 de abril de 2012

    O bom do Brasil ser um país jovem é que hoje ainda estamos descobrindo coisas . Quando estive no parque ( 2001 ) eram só 05 cachoeiras e não tinha nenhuma infra . Na epoca dormimos no Veraneio Hampel , um lugar de veraneio das antigas .
    Com 05 ou 08 cachoeiras , o lugar é maravilhoso , Me lembrei do filme “Soylent Green” . Bjs

  • Luciana R diz: 7 de abril de 2012

    Tenho 36 anos e pela primeira vez resolvi ir a São Chico.Quanto tempo perdi!!Um lugar maravilhoso da nossa serra que não tem o consumismo de Gramado e Canela.A simplicidade é o ponto mais forte.Espero que nunca acabe. O parque das 8 cachoeiras é realmente lindo.

  • Hilda Pereira Feitosa diz: 2 de junho de 2013

    Eu tinha um sonho que era conhecer Gamado, em dezembro de 2013 Deus realizou e fui mas além porque conheci Nova Petrópolis, Canela, Bentos Gonçalves e outras, mas não imaginei que além das maravilhas que eu vi existia este Oasis presenteado pelo pai celeste para nós e que eu estava tão próxima e não sabia.
    Meu marido viu a reportagem pela televisão e ficou encantado com São Francisco de Paula, então resolvi olhar na net e encontrei seu blogs viajando com arte e amei o parque das 08 cachoeiras e é lindo e se o nosso bom Deus permitir breve retornarei ao Rio Grande do Sul.

  • leonice de carvalho diz: 7 de agosto de 2014

    querida clarisse quanta inpiração vc me deu com este espetaculo de natureza.viajo todos os anos estava a procura de uma aventura obrigada .por este presente. em janeiro 2015 sera o meu roteiro. abraços LEONICE

  • guilherme diz: 11 de janeiro de 2015

    O lugar é bonito e fomos visitar com muita expectativa. Porém, o que estragou nossa estadia foi o excesso de regras e taxas que algumas são explicadas na cartilha que é entregue na chegada, mas algumas não constavam na cartilha e mesmo assim fomos cobrados por estarem “escritas no site” como, por exemplo, os 50 reais de taxa que foram cobrados porque chegamos após as 23h, e também foi cobrada uma taxa pela utilização da louça (o que deveria ser gratuita já que alugamos uma cabana com cozinha) e, se não fosse entregue limpa, haveria mais uma taxa de limpeza, o mesmo para a cabana, e mais uma taxa para o empréstimo de produtos de limpeza como detergente e esponja.
    As cachoeiras são bonitas, porém as duas primeiras trilhas e mais fáceis são impróprias para banho. Para chegar as cachoeiras própias para isso há uma trilha de difícil acesso, não conseguimos chegar lá. Quando estava tomando café da manhã, ouvi um casal reclamar da acessibilidade das trilhas mais difíceis, falaram que sempre fazem trilhas e quase se perderam, o dono ouviu e não gostou da crítica, disse que revisava as trilhas 2x por ano, o que eu acho muito pouco.
    O café da manhã é bem pobre e de curta duração 8:00-9:30, minha namorada que é intolerante a lactose não pode comer quase nada, pois não haviam opções. Não há opção de almoço e jantar na pousada, o que dificulta pois não é muito próxima da cidade.
    Nos decepcionamos com essa visita e não recomendamos.

  • Mariana diz: 3 de fevereiro de 2015

    Olá eu gostaria de ir visitar mas gostaria de saber qual a diária para sábado e domingo uma cabana pra casal a mais barata que tiver só pra passar a noite mesmo.

  • mylene_rizzo diz: 3 de fevereiro de 2015

    Cara Mariana,
    Nós não fazemos reservas e nem temos nenhuma relação comercial com a pousada.
    Deves entrar no site para reservar.
    Abraços
    Mylene

  • Anna Mary diz: 11 de março de 2017

    Em abril deste ano iremos passar uns dias em Canela, e gostaríamos de conhecer o Parque das 8 Cachoeiras. Paga para entrar, quanto? E qual o horário de visita? Fica próximo ao centro da cidade?
    Agradecemos pelas informações.
    Anna Mary

  • bruna diz: 9 de maio de 2017

    Oi gostaria de saber se para entrar nas trilhas tem q pagar algum valor ?
    ou o acesso a elas é livre ?

Envie seu Comentário