Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cultura e gastronomia inusitada, a China por Christiane Petry

26 de abril de 2012 1

Espetinho inusitados

O Templo Lama é um dos maiores e mais importantes templos budistas tibetanos do mundo. O complexo, que também segue o estilo arquitetônico da China Imperial, é formado por cinco prédios principais e várias galerias laterais. Originalmente, o local serviu como residência de um príncipe da dinastia Qing até ele tornar-se imperador. O templo é inteiramente decorado com imagens do Buda no seu interior, sendo que o maior deles mede 16 metros e é feito de uma única peça em madeira. Ele é tão grande que não deu para fotografar.

Na entrada dos templos, praticantes do budismo fazem suas oferendas e queimam incenso.

Figuras de animais e senhor que decoram o telhado do templo. Quanto mais importante a construção, maior era o número de figuras.

Mas Beijing não é apenas a cidade de espetaculares monumentos históricos, também é a cidade da comida de rua, das compras e dos mercados locais.

Além de shoppings modernos com lojas de grifes internacionais como o famoso Oriental Plaza, que fica localizado na principal rua de comércio de Beijing, a Wangfujing Dajie, o que mais chama atenção são os mercados locais. Nestes mercados, temos acesso a produtos típicos, antiguidades e artesanato, bem como podemos exercitar as técnicas chinesas de negociação.


Há vários mercados locais em Beijing e, como o tempo é curto, acabamos por optar pelo de antiguidades, o Panjiayuan Market, e pelo Hongqiao Market, que fica próximo ao Templo do Céu e que possui dois andares de lojas especializadas em pérolas.

O Panjiayuan Market, de antiguidades, é imperdível. Há peças chinesas de todos os tipos: esculturas, cerâmicas, bronzes, peças em jade, material para caligrafia, arte tibetana, bijouterias de enlouquecer, etc. ..

Vendedora montando um colar de pérolas na tradicional loja de pérolas Fanghua no Hongqiao Market.


Outro local muito charmoso em que estivemos foi em uma rua chamada Nanluogu Xiang, que fica em um Hutong. Nessa rua, muitas das antigas casas residenciais foram transformadas em boutiques, lojas de design, cafés e bares.

E falando em hutong, os hutongs são ruelas de bairros antigos da cidade, onde costumavam morar as famílias abastadas e funcionários do governo.  Hoje, muitas dessas casas são do governo e várias famílias habitam uma mesma residência.

Embora tudo seja muito simples, dá para se ter uma boa idéia de como era a Beijing de antigamente e também de como vivem parte da população da cidade hoje em dia.

Nos hutongs, você pode contratar um riquixá e dar um passeio pelo bairro. Vale a pena!

Como não há muito espaço nesses bairros, cada pedacinho de terra é aproveitado ao máximo.

Uma peculiaridade do local é de que essas casas antigas não possuem banheiros. Os banheiros são públicos e você encontra um a cada quadra. É muito estranho.

A comida é um capítulo a parte. Beijing é famosa por sua comida de rua. Ao lado da rua Wangfujing fica o Mercado Noturno, onde podemos provar uma infindável variedade de especialidades tradicionais chinesas como espetinhos de escorpião, bicho-da-seda ou gafanhotos. Confesso que não tive coragem!

Alguns dos espetinhos eram indecifráveis. Já outros……

Comentários (1)

  • THESS diz: 27 de abril de 2012

    VISITE O BLOG: LIVROCIBERCELULAS.WORDPRESS.COM
    ou busque no google: LIVRO CIBERCÉLULAS
    Este livro irá te surpreender!!
    A princípio pode parecer um livro sem sentido; porém, trata-se de uma viagem à sabedoria subconsciente que existe dentro de nós mesmos. Permita-se conhecer a existência humana de forma mais ampla possível.

Envie seu Comentário