Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

São Petersburgo e o Palácio de Verão de Catarina: Tsarskoe Selo

01 de junho de 2012 0

 

 

 

Construído na aldeia Pushkin e também conhecido por esta denominação, Tsarskoe Selo (Aldeia do Czar) é dos mais grandiosos palácios das cercanias de São Petersburgo. Esta região é muito tranqüila e usada pelos moradores de São Petersburgo como sítios de finais de semana, com suas famosas dachas, casas com pequenos jardins onde os russos plantam hortaliças e cuidam dos jardins no verão.

 

 

 

 

 

Um primor do Barroco Russo foi criado como residência de verão da imperatriz Catarina , a grande, e de seus incontáveis amantes. Usada como quartel general pelos alemães durante o cerco de Leningrado na II Guerra Mundial , foi quase totalmente destruído nesta época, sendo sua restauração um trabalho levado a cabo por mais de 50 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Este palácio é especialmente famoso pela Sala de Âmbar, um aposento quase totalmente revestido pelo valioso mineral presente de Frederico I, Imperador da Prússia, para Pedro, o Grande, da Rússia, esses fabulosos painéis, com 55 metros quadrados, em âmbar e pedras preciosas, teriam sido pilhados quando os nazistas invadiram Stalingrado em 1941. Encontrados num castelo da costa do Báltico, sumiram. Foram enterrados em solo alemão? Naufragaram a bordo de um navio? A investigação desse mistério compõe uma trama de espionagem e contra-espionagem envolvendo nazistas, pistas de arquivos soviéticos e a polícia secreta germânica. Muito já foi escrito sobre o assunto , inclusive um romance histórico chamado

A SALA DE AMBAR: A HISTóRIA DESCONHECIDA DA GRANDE TRAPAÇA DO SECULO XX de Adrian Levy

Como nada foi comprovado o governo alemão assumiu a responsabilidade e mandou construir uma cópia da antiga sala que hoje pode ser visitada no mesmo local.

 

 

As salas de Tsaskoe Selo seguem o estilo Barroco mas algumas já se destacam pela novidade do Neoclássico, reparem o contraste do rebuscado barroco com o mais tranqüilo Neoclássico.

  

 

 

 

 

 

 

No salão principal acontecem concertos algumas vezes por dia. Reparem na estufa de cerâmica azul ao fundo, é um legítimo exemplar holandês, uma obra de arte.

Os espelhos com suas molduras douradas fazem o salão parecer ainda mais grandioso e o famoso “salão dos espelhos” de Versailles de uma simplicidade franciscana. 

  

 

 

 

 

 

O palácio é cercado por construções de outras épocas e estilos e por um lago que é muito usado  como cenário para os casais de noivos.

 

 

Nossa guia nos mostrou todo o complexo equilibrada sobre este salto e neste modelito completamente branco, a moda russa muitas vezes nos surpreende.

 

 

 

Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:

 https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

Envie seu Comentário