Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Roteiro pela França e país Basco - St Jean de Luz - Hondarríbia e os Pirineus

04 de junho de 2013 8

 

Este é a última parte do roteiro que fiz agora em maio de 2013, se você não acompanhou os outros posts, aqui vão os lincks para você se situar melhor:

http://wp.clicrbs.com.br/viajandocomarte/2013/05/30/roteiro-pela-f…-basco-parte-i/

http://wp.clicrbs.com.br/viajandocomarte/2013/06/02/roteiro-pela-f…basco-parte-ii/

Nosso roteiro anterior terminou em San Sebastian ou se você preferir Donosti, em basco. Saímos de lá cedinho da manhã estava um dia lindo, decidimos seguir a dica de  um vendedor muito simpático da loja da Rip Curl, que nos falou de um lugarzinho que é uma pérola e pouco conhecido - Hondarríbia.
Como ficava a poucos kms de San Sebastian decidimos ir tomar café da manhã lá, e não poderia ser mais acertado, chegamos em uma pequenina cidade à beira mar que está exatamente na fronteira com a França, apenas separadas por um rio.

Hondarríbia parece uma cidade de bonecas tudo é lindinho, bem cuidado, a gente não consegue parar de fotografar.

Sentamos em um café neste calçadão e ficamos curtindo o sol e a paz do local.

Seguimos viagem até  Saint Jean de Luz, que já fica na França. Uma cidadezinha simpática, arrumadinha na beira da praia, na verdade um pouco parecida com Hondarríbia, mas bem maior. Estacionamos o carro e fomos caminhar um pouco, nosso objetivo era entrar num mercado para comprar tudo  que precisávamos, para almoçar nas montanhas que nos esperavam logo mais adiante - Os Pirineus.

Saint Jean de Luz

Parada estratégica antes de pegar a estrada para as montanhas, onde nos esperava um pic nic dos sonhos.

Coloquei este mapa para ficar mais fácil de entender nosso trajeto pelas montanhas, veja ali no mapa que saímos de Saint Jean de Luz, perto da 1h da tarde, e pegamos a auto estrada em direção a cidade de Pau, mas saímos na altura de Sauveterre de Béarm.

Foi só sair da auto estrada que a paisagem já era totalmente diferente, que lugares fantásticos, só mini cidades as petits villages que eu amo de paixão, estradinhas estreitas, vazias, a primavera no seu auge.

Começamos a procurar o lugar ideal para o nosso pic nic.

E achamos este antigo lavoir , anterior a água encanada era um lugar com água potável disponível a população. Perfeito.

Com água limpa, um tapete verde, era hora de “por a mesa”!

ao lado desta antiga ponte onde escutávamos o barulho forte da água correndo.

Olhando no mapa havíamos escolhido a cidadezinha de Laruns para passar 2 noites e explorar a região.

No caminho passamos por Oloron Sainte Marie, outro lugar lindo.

Oloron Sainte Marie

O dia já estava se despedindo quando chegamos ao nosso destino - Laruns, ahh que prazer, sem stress, sem trânsito, só beleza por todos os lados, nem tivemos trabalho para escolher hotel, pois só havia um, que estava no coração da village.  Hotel D´Ossau, simples né, mas novinho, wifi free, café da manhã, uma vista de tirar o fôlego, por 63 euros a diária, para que mais?

http://hotelossau.pagesperso-orange.fr/

E amanheceu este dia espetacular em Laruns, e esta era a nossa vista da janela.

Este da foto é o nosso hotel em Laruns.

Os Pirineus franceses é considerado como uma das regiões mais intocadas e selvagens da França, a gente passa por muitos viajantes de moto, aventureiros de bicicleta e alguns peregrinos indo para Santiago de Compostela. Tem 2 grandes vales para visitar aqui o Vale D´Ossau e o Vale D´Aspe.

Nesta casa da esquina é o Oficio de turismo, e foi só ele abrir que já estávamos querendo saber quais as trilhas mais bonitas, na redondeza para explorarmos. Eles são muito organizados e estruturados, dá gosto de ver, uma pena que a gente aqui no Brasil tem tantas belezas que não são aproveitadas.

de mapinha em punho lá fomos nós por estradinhas sinuosas montanha acima, eu adoro brincar de achar estradas de terra na Europa, são tão raras e só quando acho me sinto totalmente fora das rotas turisticas, sinto a adrenalina da descoberta.

Começando a subir, segundo o mapa tínhamos que achar uma capelinha no caminho que marca o inicio da trilha à pé.

Eba!! Estávamos no caminho certo.

Deixamos o carro e começamos a trilha, que era mais ou menos de 4h. As trilhas são todas sinalizadas e você nunca se afasta muito dos vilarejos então não precisa ter medo, não tem perdida.

Até um cajado eu arrumei pra mim, estava quase me sentindo uma andarilha de Compostela! :) !

Não tem coisa que me emocione mais do que isso, estar no meio da natureza intocada, em um dia esplendoroso de sol, caminhando, nosso você precisa experimentar é estado de graça total, é sentir a energia do lugar, uma experiência quase espiritual.

Nem preciso dizer que levamos comida e neste cenário fizemos o ritual do pic nic.

Eu tinha um desejo de fazer um vôo duplo de parapente, e achei que este era o momento. Quando passei por uma escola de saltos no meio da trilha achei que era o sinal. O instrutor nos indicou a escola que ficava no outro vale o Vale D´Aspe.Depois de terminada a trilha pegamos a estrada e fomos conhecer o Vale D´Aspe e quem sabe voar como no filme Os Intocáveis.

Muitos ciclistas pelo caminho.

Passamos por esta igrejinha do século XII que fica na rota de Santiago de Compostela, lá dentro um peregrino rezava.

Apenas para encurtar a estória, quando chegamos em Accous, que era o lugar da escola de Parapente, para a minha grande frustração, toda a torcida do Flamengo tinha tido a mesma ideia que nós :(  e não havia mais lugar para vôos duplos naquele dia! arghhhhhhhhhhhh!

Fiquei muuuuito frustrada, mas durou pouco,naquele cenário vamos combinar né? Eu sou da teoria que a gente nunca pode esgotar um lugar, sempre tem que sobrar alguma coisa para a próxima vez. então já sabem né?

 

www.air-altitude.com          me aguarde!!!

  

Pedimos um Rosê gelado e ficamos admirando os parapentes voando contra os picos nevados.

Chegamos no nosso refúgio super cansadas e famintas, depois de um banho e um papo com os locais descobrimos um restaurante que  fechou o dia com chave de ouro. Fica uns 5km de Laruns ou nem isso chama -se  L ´Ayguelade. Ótima comida em ambiente acolhedor, era tudo o que precisávamos.

Olha só para isso!

E isso!

Tá bom, não vou colocar a sobremesa, é muita tortura!

No dia seguinte ainda fizemos outra caminhada, paramos em um restaurante nas montanhas onde fizemos uma degustação do especialidade local o Fromage de Brebis, que é o queijo de ovelha, uma delicia.


Parecia uma viagem no tempo, para uma frança que não existe mais.

Já me alonguei demais como sempre né? :(( !

Eu espero ter conseguido transmitir um pouco do encantamento que senti durante estes dias viajando pela França e Espanha, sem muito roteiro definido, apenas nos deixando levar  pelos sentidos, brincando de possuir todo o tempo do mundo para fazer o que mais gosto nesta vida – viajar!

Endereços:

Restaurante L´Ayguelade

Bielle – 64260 – Arudy

Se você gostou deste post , e quer saber mais dicas de viagens, exposições roteiros e cultura curta nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187



Comentários (8)

  • Caldeira diz: 4 de junho de 2013

    Obrigado, obrigado, muito obrigado! Vocês são demais.

  • Osmar G.Reis diz: 5 de junho de 2013

    Maravilhosa descrição,com fotos impecáveis!Está ótimo colocar dicas de restaurantes, hotéis e mapas com os trajetos pois facilita entender os caminhos e planejar futuras viagens.
    É interessante como estas pequenas cidades e estradas lembram os lugarejos da Serra Gaúcha.Quem sabe vocês realizam uma visita por aqui com estes detalhes,os brasileiros de outros lugares agradeceriam.

  • Ana cláudia Üecker da Cunha diz: 6 de junho de 2013

    curto vcs demais!!!!!!!!!!!!

  • mylene_rizzo diz: 13 de junho de 2013

    Adoramos comentários assim estimulantes.
    Obrigada mesmo Ana Cláudia

  • Ronaldo Rosat diz: 16 de junho de 2013

    Clarisse, adorei o roteiro de vcs. Estou pensando em fazer um roteiro rodoviario pelo interior da França em setembro e gostaria de saber se ainda é uma época boa para fazer algo parecido com o de vcs. Ou, caso contrario, terias alguma sugestão para a época?
    Abs
    Ronaldo Rosat

  • Chris Petry diz: 17 de junho de 2013

    Clarisse, viajei com vocês….teu encantamento contagia. Os 3 posts estão muito legais. Beijo. Chris

Envie seu Comentário