Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Chiado e Bairro Alto - onde tudo acontece em Lisboa

23 de julho de 2015 7

Lisboa está na moda em toda a Europa e por aqui não há quem não tenha colocado Portugal em sua mais nova lista de desejos.

Pois é , e em Lisboa o que mais bomba em termos de restaurantes , lojas transadas e muita gente bonita é o Chiado e sua extensão mais acima , comumente chamado de Bairro Alto.

20150509_010839

A região mais artística e cosmopolita de da cidade foi devastada por um incêndio em 1988. Embora tenha perdido na tragédia parte dos edifícios Art Nouveau do século 18, o Chiado foi reconstruído e remodelado com maestria do arquiteto português Álvaro Siza Vieira.

20150517_174618

IMG_8445

Seguindo nosso itinerário , partindo da Baixa pode-se subir à parte alta da cidade de várias maneiras.

Numa transversal da rua Augusta, na rua de Santa Justa,  está o Elevador de Santa Justa , que desemboca no Largo do Carmo , uma dos mais simpáticos recantos da região.

20150517_012341

Elevador Santa Justa

Aproveitem para entrar nas ruínas mais emocionantes de Lisboa na minha modesta opinião, o Convento do Carmo , uma igreja parcialmente destruída mas que foi conservada em ruínas e é um monumento forte e importante para a memória portuguesa. A Igreja e Convento do Carmo foram construídos no século 14, mas devastados no grande terremoto de 1755, a tragédia que quase varreu Lisboa do mapa.

20150510_003811  20150510_003637

Convento do Carmo

No entorno está um dos bons hotéis do Chiado , e olha que aqui são muitos. O Hotel do Carmo , com um budget mais alto e para quem quer economizar o  Teatro Bed & Breakfast fica logo na próxima esquina e é bem simpático, confortável  e mais simples.

20150516_194737

Hotel Teatro Bed & Breakfast

Para quem vem do Rossio a subida para o Bairro Alto pode ser feita pelas escadarias da Calçada do Carmo e depois emendar na Calçada do Duque. Uma subida cenográfica , com restaurantes e bandeirinhas nas escadarias. Encantador principalmente ao cair da noite.

20150510_002745

Calçada do Duque

Já no Bairro Alto, considerado a zona boemia da cidade, é quase uma  extensão do Chiado. É frequentado por intelectuais, artistas, designers e oferece um clima vanguardista. Lá em cima , rumar para o Miradouro de Santa Catarina que oferece uma das mais lindas vistas da cidade em meio a um jardim bem cuidado e aprazível.

20150509_005648

Ao longe o Castelo de São Jorge emoldurado pelo casario colorido, parece uma montagem de tão lindo. Aproveitem para visitar o Museu da Farmácia que fica logo em frente e traz 5 mil anos de história da Saúde!

20150509_005529

A terceira opção para alcançar esta região é tomar um dos vários elétricos que sobem as ladeiras com seu charme pitoresco.

20150509_005334

Não deixem de passear pela rua Garrett, o coração do Chiado onde está o famoso café A Brasileira , os Armazéns do Chiado , uma espécie de shopping com várias lojas que continuam a vocação comercia da rua. Daqui a descida para o Tejo é especialmente  impactante.

20150517_015100

Rua Serpa Pinto

São muitos endereços interessantes de lojas e designers legais por aqui. Perambulem pelas rua da Misericórdia, rua da Rosa, rua das Gáveas e muitas surpresas estarão no caminho. Desde lojas de roupas de estilistas locais até produtos inusitados como flores , perfumes , charutos e chocolates.

IMG_8455

Para um happy hour o bar do Hotel Bairro Alto (Praça Luís de Camões 2) é um must , oferece uma paisagem única. Para jantar eu indico o bistrô 100 Maneiras (Largo Trindade 9 ), super moderno e avant garde na apresentação dos pratos. Para um jantar mais refinado o Tágide (Largo da Academia Nacional de Belas Artes 18-20) ou o Largo (Serpa Pinto 1200) podem ser  excelentes opções  também. Para um endereço moderninho o Sacramento na Calçada do Sacramento vale a visita. E para provar que Lisboa está sintonizada com as tendências de qualquer outro país pipocam hamburguerias transadas pela cidade. Curtimos o visual da Honorato Hamburgueria Artesanal na esquina da Tv. do Carmo com a Serpa Pinto.

IMG_8480

Sacramento

IMG_8475

Prato de bacalhau do Bistrô 100 Maneiras

IMG_8461

Hamburgueria Honorato

Mas para além de tudo isto , a região conserva sua alma genuína , com as fachadas cheias de roupas penduradas e um clima nostálgico e original. As tradições são preservadas e ainda passam de geração em geração, na religiosidade e na postura  e seriedade de comportamentos.

 20150516_195935                Meninas comemorando a Primeira Comunhão

 20150509_011304

Para saber sobre roteiros em grupo ou assessoria particulare do Viajando com Arte visite nosso site www.viajandocomarte.com.br

Posts Relacionados

Lisboa renovada: Cais Sodré , Alfama e Rua Augusta

Lisboa mais perto de Porto Alegre

Comentários (7)

  • Guina diz: 23 de julho de 2015

    Gurias,amo Lisboa!
    Adorei as dicas!
    O olhar de vocês é sempre muito legal!
    Beijos

  • Liége J diz: 25 de julho de 2015

    Lisboa é fantástica. Parabéns pelo blog!

  • Henrique diz: 9 de agosto de 2015

    Olá,
    Gostei muito do seu post, que já partilhei no Face, Lisboa agradece, de facto a cidade está em franco desenvolvimento criativo e fica sempre algo por descobrir, temos pena que não tivesse oportunidade de conhecer este local, onde lhe escrevo agora, mas fica a dica e quem sabe, noutra ocasião,
    Cumprimentos de Pessoa(s) de Lisboa

  • [Lisboa é POESIA] diz: 9 de setembro de 2015

    Uma correcção: A vossa fotografia que tem a indicação de “Rua do Alecrim” não é na Rua do Alecrim, mas sim na Rua Serpa Pinto.

    (De seguida poderão apagar este comentário)

    Obrigada e continuação de bom trabalho

Envie seu Comentário