Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aparados da Serra: aprecie sem moderação

30 de setembro de 2015 6

Nosso chamado está dando frutos!

Recebemos este post maravilhoso de nosso leitor Luciano Leoneti. Na verdade um relato super completo sobre a região dos Aparados da Serra com fotos que transmitem toda a força da natureza local, uma ótima dica para o próximo feriado que se aproxima!

O que você vai fazer no próximo feriadão? Se sua resposta for: quero ir para um local calmo, isolado (porém perto de Porto Alegre), quero natureza em toda sua plenitude, quero mato, quero água e cachoeira. Também quero conforto, boa comida, momentos de deleite e até mesmo de aventura, creio que você deveria conhecer São José dos Ausentes nos campos de cima da serra do Rio Grande do Sul.

A mais de 1000 m de altitude, São José dos Ausentes é um daqueles lugares onde você é integrado imediatamente a sua magia e atmosfera. Imagine um lugar onde o silêncio só é interrompido pelo chacoalhar das folhas que insistem em se manter em seus galhos mesmo com a impaciência de um vento que não para de passar e seguir seu caminho. Um vento que pode vir do litoral ou do oeste, que pode ser suave porém que muitas vezes assola e gela essas terras de tanta história. Os campos de cima da serra são mágicos. Lá você sente que está mais próximo do céu, as nuvens passam e parece que você consegue tocá-las. Nessa região os declives e aclives não são tão intensos como em outras regiões de serra, porém não se engane, você está no “topo de tudo.”

O tempo em Ausentes é temperamental como em qualquer região do sul do país, aqui um dia pode estar um calorzinho gostoso, porém entra uma frente fria, chove e logo o frio invade essas terras. Então venha preparado para enfrentar fortes emoções, venha preparado para se deixar levar por uma natureza forte e delicada. Deixe seus olhos absorverem toda essa beleza e deixe seu coração repousar nas suas paisagens. Aqui você só não pode vir com receio de se apaixonar, de se entregar! O silêncio tem que ser externo e interno, deixe suas preocupações e dia a dia “lá embaixo”. Suba a serra até o topo e de lá zarpe por um mundo de dimensões gigantescas, de canions monumentais e de vistas estonteantes! Deixe-se levar por essa atmosfera e, ao final de sua jornada, desça para sua rotina com total energia e pronto para seguir a vida no mundo real. Porém jamais esqueça: Ausentes estará sempre lá lhe esperando com sua hospitalidade, sua beleza e sua energia. Quando der, dê outra “subidinha”.

 

 

A HISTÓRIA

A região de São José dos Ausentes está ligada a muitos fatos históricos do século 18 e lá se encontrava o maior latifúndio do Rio Grande do Sul. Com mais de 1.000 Km2 a Fazenda dos Ausentes compreendia uma grande parte dos campos de cima da serra. Segundo alguns

registros da época esse nome se deve a que seus primeiros proprietários nunca assumiram essas terras e as mesmas foram enfim leiloadas. Sendo assim, a região passou a ser chamada de Ausentes.

A CIDADE

Por muitos anos Ausentes perteceu a Bom Jesus, cidade que fica hoje a 40 Km de distância, e apenas em 1992 se emancipou. O maior status dessa cidade, e por isso conhecida nacionalmente, é de ser a cidade mais fria do Rio Grande do Sul e uma das mais frias do país.

Com aproximadamente 3.100 habitantes em seus 1.156,78 Km2 São José dos Ausentes fica a 1200 metros de altitude e nela se encontra o

  ponto mais alto do estado do Rio Grande do Sul: o pico do Monte Negro. Nessa cidade você irá encontrar aquele jeito pacato de uma cidade pequena e longe dos grandes centros. Se você procura por agitação, baladas, compras e todo um mundo consumista, não vá para lá. Porém, se você procura tranquilidade, boa conversa, amizade e hospitalidade, um final de tarde com um cair do sol tranquilo e silencioso, um cheiro de mato e natureza que há muito você não sente, então corra para lá e deixe-se seduzir por essa cidade e seu povo.

CLIMA (VESTUÁRIO):

Se você for no inverno leve MUITO agasalho, já que São José dos Ausentes é uma das cidades mais frias do Brasil. Porém se for em estações mais amenas não ache que vai encontrar um calor tropical. Em Ausentes sempre faz um friozinho gostoso, mesmo no verão, então leve um agasalho para as noites frias e estreladas. Você irá caminhar muito, e muitas vezes por leito de rios e campos que podem estar molhados, então não deixe de levar mais de 01 par de calçados. Com uma roupa confortável e uma mochila com alguns lanchinhos e água você irá poder aproveitar tudo o que Ausentes tem a lhe oferecer; muita natureza, aventura e contemplação.

 

O QUE FAZER EM UM FERIADÃO

 

Final de tarde em um dos riachos de São José dos Ausentes.

Umas das atrações deste roteiro é a viagem até o destino por si só. Sendo assim, o ideal é ir por uma rota e voltar pela outra, com isso você poderá apreciar paisagens distintas e se deliciar com essa diversidade de vistas de tirar o fôlego. Para melhor aprecia-las você tem que viajar durante o dia, já que à noite você não poderá curtir as montanhas ao longe, ou até mesmo a vista de cima da serra em direção ao litoral. Então, durma cedo no dia anterior e acorde ao amanhecer do outro dia já com as malas prontas e o carro pronto para partir. Se você sair bem cedo, poderá aproveitar todo o trajeto e ainda chegar a Ausentes para o almoço. Se quiser almoçar na sua pousada é só avisar com antecedência que eles o esperarão com tudo pronto! Porém se preferir poderá almoçar na cidade e depois já aproveitar o caminho até a pousada (que geralmente fica no interior do município) para fazer o seu primeiro passeio.

Por outro lado, se você estiver vindo de outras localidades que não sejam próximas, o ideal é começar a viagem um dia antes, seja de avião até Porto Alegre, ou de carro até uma das cidades ao pé da serra, dormir em uma delas e começar a sua viagem de carro no outro dia cedo conforme já comentado.

Em São José dos Ausentes, como em qualquer destino de natureza e aventura, planejar os seus passeios é fundamental, porém se dê o direito de ir conforme sua vontade o levar. Tire esses dias de descanso para sair da rotina e isto inclui não planejar o dia a dia, e sim escolher o passeio na noite anterior e sair sem destino. A beleza dos campos, das montanhas, dos cânions, riachos, cachoeiras, vão fazer com que você queira ir com calma e apreciando cada detalhe, sentindo a força da natureza e suas belezas. Lembre: o silêncio tem que ser exterior e interior, ou seja, não adianta estar no paraíso, rodeado de lugares fantásticos, calmos e deliciosos, se seus sentimentos estiverem tumultuados e você estressado com o próximo passeio, a próxima parada, o dia seguinte! Permita-se mergulhar na magia de Ausentes sem amarras e sem estresse, deixe-se levar pelo dia, pelas horas, fluindo em harmonia com a natureza ao seu redor e com a sua própria natureza. Chegue à hora que der e a partir daí entregue-se até o último dia à tarde apenas à contemplação, ao deleite e à magia de estar no topo da serra, rodeado de trilhas ao longo de riachos, que por sua vez estarão repletos de cachoeiras e corredeiras. Faça tudo no seu ritmo e sem pressa, apenas curta esses dias e harmonize-se interiormente. Tenho certeza que na volta você irá agradecer esse tempo “fora da realidade”.

Para que você possa começar a entrar na realidade de São José de Ausentes a seguir algumas sugestões de lugares que você poderá aproveitar algumas horas do seu final de semana prolongado:

  

CACHOEIRÃO DOS RODRIGUES –

Situado a 33 Km da cidade fica dentro da propriedade da Pousada de mesmo nome (Cachoeirão dos Rodrigues – 54-3237-2337) é formado por uma sucessão de grandes quedas, sendo que a maior tem 28 m de altura. A trilha que leva até o pé da cachoeira é fácil e a maioria das pessoas pode fazê-la. A mesma incluir passar por dentro do rio, então vá preparado para molhar os pés! Se estiver quente o banho de cachoeira é  permitido e delicioso.

 

  

PICO  E CÂNION DO MONTE NEGRO

 

Cânion do Monte Negro – veja que no alto há uma “minúscula pessoa” na borda

O Pico do Monte Negro é o ponto mais alto do Rio Grande do Sul (1.403 metros) e fica no borda do Cânion Monte Negro, a 45 Km do centro da cidade. O acesso é fácil e você pode chegar bem perto de carro através da estrada municipal Silveira e passando por dentro de uma fazenda. A partir desse ponto a caminhada é curta e plana.

Um dica para este passeio é ir bem cedo da manhã. A luz é muito mais bonita e você encontrará o mesmo deserto. Por outro lado muito cuidado já que não há infraestrutura no local e com isso é tudo por sua conta e risco. A caminhada pela borda do Cânion é de tirar o fôlego e tenho certeza que você irá fazer excelentes fotos.

Algumas pousadas têm passeios a cavalo até o local, porém o passeio a pé tem o seu valor e para um bom aventureiro não há melhor maneira de desbravar um novo local.

O acesso ao topo do Monte Negro exige um pouco mais do aventureiro, mas nada demais. Vá com calma, leve uma água e siga em frente. A subida é íngreme e a trilha não é muito sinalizada, mas é só ir subindo que não tem erro. A vista lá de cima é de tirar o fôlego e você poderá ver o cânion em sua total plenitude.

 

 Cânion Monte Negro visto do topo do Pico do Monte Negro

DESNíVEL DOS RIOS

Uma das mais interessantes curiosidades de São José dos Ausentes é este local inusitado. Aqui os rios Divisa e Silveira transportam suas águas juntos, porém com uma diferença de 18 metros de altura. Quando há fortes chuvas, que fazem com que o rio “mais alto” transborde, há formação de corredeiras entre um e outro aumentando ainda mais o espetáculo. Se você for um pouco aventureiro, poderá subir até o topo do morro próximo e ter uma das vistas mais bonitas dos campos de cima da serra. O final de tarde aqui é de tirar o fôlego. Se você estiver hospedado em uma das pousadas próximas, pode ir caminhando até o local (fica dentro da propriedade da Pousada Fazenda Potreirinhos).

 

Desnível dos Rios

 

Vista dos campos de cima da Serra  a partir do morro do Desnível dos Rios

 

OUTRAS ATRAÇÕES;

- Parque de Rodeios de São José dos Ausentes

- Pesca esportiva de Truta

- Museu Waldemar dos Santos Boeira

- Passeios a cavalo e mula

- Passeios a pé sem destino pré fixado.

 

POUSADAS

As pousadas de Ausentes são um espetáculo a parte. A hospitalidade de seus donos, a comida caseira preparada com carinho de mãe, o chimarrão ao pé do fogão à lenha, a lareira sempre acesa e todo o charme de fazendas transformadas em hotéis de uma forma simples mas confortável. Escolha a sua e aproveite cada momento de sua permanência.

Algumas pousadas ficam mais próximas dos cânions e outras mais para o lado das cachoeiras. Você poderá circular por todas elas sem estresse e todas as propriedades estão abertas à visitação. Umas têm uma vista mais grandiosa, porém outras ficam à beira de um riacho e o barulhinho das corredeiras durante à noite tem o seu valor. O ideal seria poder experimentar uma de cada vez, porém se você não for esse felizardo, escolha a que mais vier de encontro às suas necessidades.

 

Segue a lista de algumas delas:

POUSADA FAZENDA CACHOEIRÃO DOS RODRIGUES

Reservas e informações:
Telefones: (54) 9905.9522 / (54) 9905.9520
Endereço: Fazenda Lajeadinho, s/n
Bairro / Localidade: Distrito de Silveira
Cidade: São José dos Ausentes – RS

POUSADA FAZENDA POTREIRINHOS

Reservas e informações:
Telefone: (54) 9977.3482
Coordenadas geográficas: S 28.59577° W 49.97864°
Endereço: Estrada Fazenda Potreirinhos
Bairro / Localidade: Distrito de Silveira
Cidade: São José dos Ausentes – RS
Email:
potreirinhos@hotmail.com

POUSADA FLOR DE AÇUCENA

Reservas e informações:
Telefone: (54) 3504.5365
Endereço: Encruzilhada das Antas s/n – Fazenda São Gonçalo
Cidade: São José dos Ausentes – RS
Email:
reservas@flordeacucena.com.br
Site: www.flordeacucena.com.br

 

POUSADA FAZENDA MONTE NEGRO

Reservas e informações:
Telefones: (54) 9978.2299 / 9905.6456

Endereço: Estrada Monte Negro, 100

(Distrito de Silveira)

Cidade: São José dos Ausentes – RS

Email: fazendamontenegro@gmail.com

Site: www.fazendamontenegro.com.br

POUSADA FAZ. MORRO DA CRUZINHA

Reservas e informações:
Telefones: (54) 3234.1291 / (49) 9118.1901
Endereço: Estrada Chapadão, 1900
Cidade: São José dos Ausentes – RS

POUSADA FAZ. APARADOS DA SERRA

Reservas e informações:
Telefone: (54) 3504.5478 / (54) 9614.0952
Endereço: Estrada do Monte Negro
Cidade: São José dos Ausentes – RS
Email:
pousadaaparadosdaserra@yahoo.com.br

POUSADA FAZENDA DAS ARAUCÁRIAS

Reservas e informações:
Telefone: (54) 9977.1871
Endereço: 2º Distrito Silveira
Bairro / Localidade: Distrito de Silveira
Cidade: São José dos Ausentes – RS

 

 

APRECIE SEM MODERAÇÃO

            Agora que você têm várias dicas de como chegar, ficar, comer, passear em São José dos Ausentes, é tudo com você. A mais valiosa dica que pode-se dar sobre esse lugar encantador é: DEIXE-SE ENCANTAR por essa região magnífica e de uma força descomunal. A beleza e a energia desse lugar são maravilhosas, você irá sentir por dentro a força da natureza. Porém novamente, se você não se deixar encantar, não se abrir para o novo, para o que Ausentes tem para lhe oferecer, poderá voltar de lá totalmente frustrado, mas se você respirar fundo e deixar que o ar puro, a água cristalina, o friozinho e os campos sem fim penetrem nas suas entranhas, voltará de lá reabastecido, saciado, em estado de êxtase.

COMO CHEGAR

Partindo de Porto Alegre você pode tomar dois caminhos principais: indo em direção a São Francisco de Paula e depois indo por Cambará do Sul ou por Bom Jesus, ou ainda indo pelo litoral e subindo a serra da Rocinha já em Santa Catarina. Aconselho ir por um dos caminhos da serra gaúcha e voltar pela Serra da Rocinha. A vista é maravilhosa e você poderá conhecer um pouco mais dessa região do Sul de Santa Catarina.

 

 

Placa de orientação na BR 285

As rotas são as seguintes:

Porto Alegre / Ausentes
Saindo de Porto Alegre pela BR 116 passe por Canoas e continue em direção a Novo Hamburgo. Logo adiante entre a direita na RS 239, e vá até a cidade de Taquara, lá troque de estrada e entre na RS 020 até a São Franscisco de Paula e vá pela mesma RS 020 até a localidade de Tainhas. Lá pegue à direita, na RS 453, e logo à frente entre à esquerda, na RS 020, em direção a Cambará do Sul. Chegando em Cambará siga mais 50 Km de estrada de chão até chegar a São José dos Ausentes.
Distância: 250 km .

Outra opção é seguir a mesma rota acima até São Franscico de Paula e lá deixar a RS 020 e tomar a RS 110 em direção a Bom Jesus. Após aproximadamente 97 km (deixe a entrada de Jaquirana à direita e siga sempre pela RS 110) você chegará no entroncamento com a BR 285 em Bom Jesus. Lá tome à direita e rode mais 42 Km até São José dos Ausentes.

Porto Alegre / Ausentes (Via BR 101 / Litoral)
Saindo de Porto Alegre pegue a BR 290 no sentido de Osório. Até lá são quase 100 Km de pista tripla. Passando Osório siga na mesma estrada, mas com outro nome: BR 101 e aí é só seguir em frente até a fronteira do RS com SC (outra opção é virar a esquerda no final da BR 290 e tomar a estrada do mar, que é praticamente paralela à BR 101. Tem diversos pardais, porém não há caminhões e isso torna a sua viagem bem mais segura. No final dessa rodovia, tome à esquerda no acesso a Torres e em poucos quilômetros você encontrará novamente a BR 101 quase em SC). Após cruzar a divisa do RS com SC  vá até o acesso da cidade catarinense de Ermo. Da BR 101 até Ermo são 7 Km. O acesso fica à esquerda, no km 427. De lá rode mais 8 Km até chegar em Turvo. Siga por mais 21 Km até Timbé do Sul, ainda território catarinense. Daí para frente o percurso é feito por estrada de chão subindo a Serra da Rocinha. Serão mais 36 Km até  a cidade gaúcha de São José dos Ausentes.
Distância: 313 Km

 

Florianópolis / São José dos Ausentes
De Florianópolis pegue a BR 101 Sul e rode até o acesso da cidade catarinense de Ermo. Passe por Turvo e Timbé do sul. Até São José dos Ausentes serão 36 Km de estrada de chão.
Distância: 350 Km

Lages (SC) e São Joaquim (SC) / São José dos Ausentes
De Lages, um caminho bastante utilizado, segundo a Secretaria Municipal de Turismo, é via São Joaquim, pela localidade de Luizinho/SC. Atravessa-se o Rio Pelotas, passa-se pelas localidades gaúchas de Palheiro, Faxinal Preto e Silveira. Até São Joaquim tem asfalto, depois o percurso é feito por estrada de chão.
Distância: 138 Km .

Lages / São José dos Ausentes (Via Vacaria)
Um outro caminho é pela BR 116 no sentido para Vacaria. Rode até a RS 285. Lá dobre a esquerda, no sentido de Bom Jesus. Seguindo na RS 285 tem-se mais 45 Km de estrada, agora, asfaltada até Ausentes.
Distância: 197 Km

Bom Jardim da Serra (SC) / São José dos Ausentes
Partindo de Bom Jardim da Serra o caminho usado é via Várzea, atravessando o Estado no Rio das Contas. O trajeto é feito em 80 Km de estrada de chão.

Gramado e Canela / São José dos Ausentes
Saindo de Gramado pela RS-235 passe por Canela e siga até São Francisco de Paula aí pegue a RS 020 no sentido de Tainhas. Ao chegar em Tainhas pegue à direita e logo em frente à esquerda, pela RS-020, em direção a Cambara do Sul. De Cambará a Ausentes são 50 Km de estrada de chão, sempre pela RS 020.
Distância: 166 Km

Caxias do Sul / São José dos Ausentes
Partindo de Caxias pegue a RS 453, a Rota do sol, no sentido do litoral. Passe pela localidade de Lajeado grande e Tainhas. Logo em frente pegue, à esquerda, a RS 020, rumo a Cambará do Sul. De lá até Ausentes são 50 Km de estrada de chão.
Distância: 160 Km

 

Para saber sobre roteiros em grupo ou assessoria particular do Viajando com Arte visite nosso site www.viajandocomarte.com.br

 

Comentários (6)

  • Paulo Roberto diz: 16 de abril de 2011

    PAULO ALEXANDRE diz:

    É incrível como para o grande público não nos é apresentado muito mais estes locais lindos do RS. Ficou marcado que o nosso Estado só tem como bonito Gramado, Canela, a serra tradiconal Gaúcha(e mesmo assim nunca vejo fotos como estas do post), as Missões,e o quê mais?
    Não sou da Área do Turismo, mas vejo um potencial ENORME em nosso Estado em locais que parecem escondidos, mas LINDOS, o que faz nós perdermos um fluxo muito maior de Turistas.
    Não sei e as Agências de Turismo fazem este trabalho de Divulgação diretamente com o seu próprio Público Cliente, mas na mídia em geral raramente vemos a apresentação destes ditos recantos MÁGICOS do RS.
    Falo isso porque mesmo em Porto Alegre se diz que não há lugares bonitos, mas quem conhece a região Sul (ex: bairro Lajeado, Chapado do Sol, etc.) há sítios, uma Natureza LINDA, pouca explorada pelo Turismo (é proibido termos pousadas na região Sul de Porto Alegre?).
    Parabéns pela matéria, e espero que abra mais espaços para outros locais LINDOS do nosso RS.
    Antes de terminar gostaria de deixar claro que a cidade de São José dos Ausentes(região) já conhecia, mas não por fotos, apenas por saber que era fria.
    É preciso que o Governo do Estado em conjunto com as Agências de Turismo e Empresários façam um maior e melhor trabalho voltado para o nosso Turismo, saindo da mesmice de sempre..Gramado, Canela, etc.
    São cidades LINDAS, mas temos outros locais também MÁGICOS!

    pauloalex61@hotmail.com

  • Jeandro diz: 16 de abril de 2011

    Nossa super post!! parabens ao Luciano Leoneti!

    ainda quero conhece este lugar!

    Abraços

    jeandro Garcia

    http://www.turismoNOsul.com.br

  • Douglas J. Silva diz: 31 de julho de 2011

    Muito bom o post!!! Parabéns ao Luciano por descrever tão minuciosamente as maravilhas dos Campos de Cima da Serra.
    Pra quem quer aproveitar estas maravilhas, uma boa é se hospedar na Fazenda Potrerinhos da Sra. Nilda e do Sr. Chico que tratam muito bem os seus hospedes. Segue ai o site pra quem quer conferir melhor a pousada http://www.fazendapotreirinhos.com.br!
    Abraço!

  • Michel Seikan diz: 28 de janeiro de 2014

    NÃO RECOMENDO a Fazenda Cachoeirão dos Rodrigues, pior lugar do Brasil para cicloturista, cheguei cansado após um dia inteiro de pedal, me negaram hospedagem, jantar e um simples copo d’água.

    https://www.facebook.com/michelseikan/activity/587530181327642?comment_id=3869356&notif_t=like

  • Maria H. de Oliveira diz: 12 de abril de 2016

    Por que o Michel diz que não foi bem tratado na Fazenda Cachoeirão dos Rodrigues – sabe-se lá o motivo – não há razão para dizer que o local recebe mal seus hóspedes. Eu mesma já estive lá, e posso garantir que minha família foi muito bem tratada. Além do mais, o lugar é lindo, imperdível. São tantas as qualidades que um incidente isolado não é uma justa recomendação.
    Um abraço!

  • Marilza Seiler Voltz diz: 15 de agosto de 2017

    Boa Noite, parabéns e obrigado por se dar ao trabalho de descrever de forma tão completa e detalhada sobre São José dos Ausentes e as rotas para chegar até lá. Sou de Joinville – SC e em 2015 estivemos em Cambará do Sul, amamos a região. Simplesmente lindo, bucólico, tranquilo. Fomos pela Rota do Sol e retornamos pela Rota dos Campos de Cima. Viagem maravilhosa. Gostaria muito de conhecer São José dos Ausentes, o que me preocupa um pouco são as serras em estrada de chão para chegar/voltar. Poderia me informar se a serra da Rocinha na BR 285 e a RS 020 são seguras? Abraço

Envie seu Comentário