Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Puglia - Um dos segredos mais bem guardados da Itália.

18 de junho de 2018 2

Pois se você não tiver a sorte de ter um amigo italiano para te dar umas barbadas, não se aflija, estou aqui para dividir com você um dos lugares mais lindos ainda não descoberto pelo turismo mundial.

Este lugar é a Puglia, uma região da Itália que fica ao sul no que seria bem o “salto da bota”. A capital da Puglia é Bari, e ao longo da sua costa estão dois mares, o Adriático e o Jônico.

IMG_0343

IMG_4043

Estradas da Puglia no verão, cobertas de campos de Girassol.

Eu diria que  em 10 dias você pode conhecer bem a região, a Puglia tem uma grande diversidade, tem muito para oferecer, praias com águas cristalinas, uma gastronomia fantástica, você sabia que a grande maioria do óleo de oliva produzido na Itália vem da Puglia? A famosa Burrata ( aquela mussarela em bolinha que você abre e ela quase derrete, especial para fazer  uma Salada Caprese de comer ajoelhado.

IMG_9046

Um roteiro pela Puglia pode começar em Vieste, um lugar especial, uma antiga vila de pescadores, com menos de 15 mil habitantes, que se ergue sobre um promontório espetacular na península de Gargano. Ruas estreitas de paralelepípedos, todos sorriem para você,  casinhas de pedra  com janelas floridas,a vida escorre lenta e tranquila. Restaurantes onde a estrela é sempre o mar, pratos com polvo, camarão, peixe, são um must.

IMG_4067

Praia de Vieste

Fizemos um passeio de barco para visitar as grutas marinhas, você não acredita na beleza, no azul da água, e quando o sol reflete o azul no interior das grutas é de tirar o fõlego, beleza para todos os lados.

À noite muitas opções de bons restaurantes no centrinho histórico, nós seguimos a dica de uma amigo nativo, Il Dragone, um restaurante familiar  e comida deliciosa.

IMG_4051

centrinho animado de Vieste.

IMG_4053

Il Dragone

IMG_4055

De Vieste descemos de carro até o Parque Nacional do Gargano, na costa paisagens deslumbrantes do mar, e no continente a Floresta Umbra, onde se pode fazer trilhas, caminhar no Canyon do Gargano, pelo  leito de um antigo rio, que há milhares de anos atrás formou  uma grande cratera.

IMG_4095

Peninsula de Gargano

IMG_9057

Nosso próximo destino foi Polignano A Mare, outro lugar imperdível em um roteiro a Puglia, Polignano é lindo e você vai me desculpar, mas é absolutamente fundamental ficar no Hotel Grotta Palazzese, uma das condições geográficas mais especias da Itália, as imagens falam por sí, mas me acredite,reza a lenda que ficar neste hotel salva até casamento! :) , brincadeiras à parte o lugar é único, só jantar lá já vale uma ida a Puglia.

IMG_4114

Polignano A Mare

IMG_0032

  Este é o incrível Hotel/Restaurante Grotta Palazzese

italian-cave-restaurant-grotta-palazzese-polignano-mare-31-ITALY0116 (1)

Polignano é quase um vilarejo, ainda guarda muito o carater de cidade do interior, a antiga e boa religiosidade italiana, durante a nossa estadia pegamos uma procissão a tardinha, e minha ideia foi de ter entrado na máquina do tempo, padres, sinhorinhas vestidas de preto, mas nem por isso taciturnas, de jeito nenhum, todas olhavam na nossa direção e sorriam, convidavam a participação, meu coração italiano se encheu de nostalgia por uma Itália que eu nem sabia que ainda existia. Em Polignano também fizemos um passeio de lancha pelas cavernas marinhas, lindíssimo, mas aqui a atração principal é o Dorino Contento, uma figuraça! Ele é o dono da lancha e conta muitas estórias da cidade, você pode procura-lo no Facebook, é diversão garantida, a parte que os lugares são lindos, banho de mar nota 10.

IMG_4107

IMG_9084

IMG_4104

IMG_4140

Procissão em Polignanno A Mare

IMG_4224

Restaurante Antiche Mura a Polignano

IMG_0219

Saida de lancha para ver as grutas e a cidade do mar com Dorino Contento.

IMG_0246

IMG_4267

Dorino, uma figura inesquecível, o italiano típico.

De Polignano fizemos um bate e volta até Alberobello, cidadezinha dos famosos Truli, que vem do grego Tholos que significa cúpula. A cidadezinha é formada por centenas destas casinhas brancas com uma cúpula de pedra cônica. O efeito do conjunto é mágico, parece um cenário encantado, flores de todas as cores contrastam com o branco das casas. Lojinhas, souvenires, restaurantes, museu do óleo de oliva, programa completo para passar o dia, e a estrada é linda, pontilhada por grandes olivais e plantações de girassol.

IMG_0293

Paisagens de Oliveiras por todos os lados.

IMG_9129

Os Trulli de Alberobello.

IMG_9151

IMG_0070

cena italiana.

IMG_9153

Outra cidadezinha que amei de paixão foi Locorotondo, ruas estreitas, mas a cada esquina parecia que eu estava olhando um cartão postal, floreiras de gerânios muito vermelhos, sacadas de ferro cheios de arabescos, vespas, que para nós é vintage para eles faz parte do dia a dia, tudo compunha um quadro muito, muito pitoresco. Sentamos em um pequeno restaurante embaixo de uma parreira, quer mais Itália que isto?

IMG_0173

Locorotondo.

IMG_9167

IMG_9168

Segundo meu amigo italiano nenhuma viagem a Puglia é completa sem conhecer  uma Masseria, que são antigas propriedades rurais que hoje são hotéis de luxo, muitas eram antigos frantoios, ou seja, fazendas que plantavam oliveiras e processavam óleo de oliva. Ele nos indicou uma maravilhosa, fazenda de campanha desde 1500 (!) imersa em uma atmosfera de outra época, mistura de cultura e tradição com conforto contemporâneo – um sonho, uma legítima travel experience.

Você já deve ter ouvido falar de Matera,  o que nunca ouviu falar? Hiii você está mesmo por fora…  Matera é uma jóia, fica há 80Km de Polignano A Mare, e verdade verdadeira, não fica mais na Puglia, mas na região lindeira de Basilicata. E já que você veio até aqui não pode deixar de conhecê-la. Uma cidade com muita história, classificada como patrimônio da humanidade pela Unesco. Mas como o post é sobre a Puglia, não se zangue, mas já sabe: Matera = imperdível.

Cidades que tem que contar do seu roteiro, talvez não para dormir, mas ao menos para conhecer são:  Ostuni, Otranto, eu não perderia tempo entrando em Brindisi, mas isto é pessoal, evito as cidades grandes que para mim já perderam a inocência e a originalidade.

IMG_0309

Ostuni.

IMG_0313

IMG_0170

Você vai me perguntar sobre Lecce, e ai vou ter que confessar meu crime – não conheci, um horror, pois todo o planeta fala bem de Lecce, mas tudo na vida são escolhas e aqui escolhi ir para um refúgio a beira mar – Galipolli.

Nosso último destino na Puglia foi Gallipoli, esta cidadezinha na beira do mar Jônico, pequenina, um antigo  feudo rodeado por altas muralhas que descem até o mar, com um antigo castelo que domina a paisagem. Muitas igrejas barrocas, palácios, mas Gallipoli é sobretudo sobre descanso, pores do sol, praia, happy hour no antigo porto. Repor as energias, acalmar a mente e organizar a memória que irão me abastecer de alegria interna por muito tempo.

IMG_0343

Praia de Gallipoli.

IMG_0342

Porto.

IMG_4277

que tal o Viagra salentino?

IMG_4314

IMG_4295

IMG_4302

Eu não poderia acabar este post sem dizer um grazie mile ao Roberto, mio amico italiano!     

 

Se você gostou deste poste quer saber mais dicas de viagem, palestras culturais siga nossa página Viajando com Arte no Facebook, ou dê uma passada no nosso site:

www.viajandocomarte.com.br 

Comentários (2)

  • Telma Sousa diz: 23 de dezembro de 2018

    Olá, achei muito interessante e amando as dicas do blog de vcs! Dicas valiosas para planejar a viagem para Puglia e evitar os erros de principiante. Parabéns pelo site e por este post quer ajudará muita gente!!!

  • mylene_rizzo diz: 8 de janeiro de 2019

    Ola Telma,

    Muito obrigada pelo retorno!
    Estamos sempre buscando novidades, e agora com novo endereço
    http://www.viajandocomarte.com.br

    Abraço
    Mylene

Envie seu Comentário