Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Viagem Sri Lanka com opcional Maldivas - novembro 2017

12 de maio de 2017 0

unspecified4

Uma síntese de culturas e religiões   portugueses e holandeses , hindus e budistas, ingleses e indianos .
Uma Índia mais tranquila, limpa e silenciosa. Mas igualmente apimentada e colorida.

O aroma de curry está no ar, nos mercados coloridos pelos sarongs usados pelos homens como os escoceses e os sáris das belas e sorridentes meninas, com suas tranças grossas e negras caindo nas costas.

Sobrevoar seu pequeno território e como entrar num filme da National Geographic, nos pouco mais de 200km de largura vê-se planícies pontilhadas de vilarejos, montanhas e rios, mas principalmente lagos onde manadas de elefantes selvagens margeiam em seu andar despreocupado numa dança cadenciada.

E por fim o mar onipresente nesta ilha de diversidade.

Quando se entra no coração da ilha, a selva toma conta. Tudo é verde , mesmo o litoral não estando nunca a mais de 100km de distância.

 

unspecified5

Sigiriya é uma fortaleza perdida na selva, um elo perdido que nos lembra muito a cidadela de Machu Picchu. A subida é um desafio, mais de mil degraus nos separam de um visual estonteante de mata por todos os lados.

Dambulla está fora de qualquer proporção! Quatro cavernas totalmente adornadas com motivos budistas, como as igrejas ortodoxas russas que remontam ao sec I aC. Um sincretismo religioso reina por aqui. Mas as dimensões e o preciosismo são impressionantes.

Quanto mais para o interior se vai , mais a paisagem fica tropical e luxuriante. Alamedas de castanheiras sombreiam os caminhos

   unspecified1

Galle é o pedaço mais cosmopolita do país!  Um forte que abriga um microcosmos onde viveram portuguêses, holandeses e burgers, uma mistura de locais com seus colonizadores. Os britânicos tomaram parte no final do século XVIII. Lojinhas diversificadas e charmosas, as ramparts do forte e o mar cristalino são ingredientes para uma mistura ideal.

unspecified7

Gostaria de nos acompanhar nesta aventura de descobertas e sabores!

Informações e reservas : (51) 3025.2626

acosta@portobrasil.com.br

unspecified2

 

Sri Lanka incrível descoberta

23 de março de 2017 2
O Sri Lanka é uma síntese de culturas que vem desde 
Alexandre Magno , passando por portugueses, 
holandeses e ingleses.
Tem traços de uma Índia só que mais tranquila, 
limpa e silenciosa. 
Mas igualmente apimentada e colorida. 
Uma ilha pequena onde convivem  pacificamente 
hindus, budistas, cristãos e muçulmanos, 
cada um respeitando e admirando a cultura do outro 
como parte intrínseca de sua própria. 

IMG_2775                                              
 Dambulla - cavernas com pinturas budistas
IMG_3369                                 

Colombo , a capital fundada pelos ingleses, é uma mistura de Delhi e Hanoi, com herança colonial  e tuk tuks por todos os lados. Cidade cosmopolita que cresce e se desenvolve com investimento chinês, guarda sua herança em bairros recentemente restaurados.

IMG_2018

Colombo , Hotel Taj

IMG_3782

O cheiro de mar no calçadão em frente ao charmoso hotel Galle Fort, nos lembra que a independência dos ingleses não vai muito longe, pouco mais de 50 anos.

O país busca se reconstruir como unidade após 30 anos de guerra civil no norte, mas que deixou cicatrizes por todos os lados. 

Imagem relacionada

Singaleses, etnia originária e majoritária e os tamil grupo originário do sul da India  que foi importada pelos ingleses, para trabalhar nas plantações de chá,  entraram em um conflito que só foi controlado em 2008.

IMG_2148

Templo hindu em Colombo

O aroma de curry está no ar, nos mercados coloridos pelos sarongs usados pelos homens como saias como os escoceses e os sáris das belas e sorridentes meninas, com suas tranças grossas e negras caindo nas costas.

IMG_2715

Prato típico de peixe com leite de coco e curry

Colegiais vestidas de uniforme imaculadamente branco circulam pelas ruas e acenam para os estrangeiros, ainda em numero reduzido. Mas a tônica é a simpatia e o bom humor em todas as situações.

 IMG_2454

Sobrevoar seu pequeno território é como entrar num filme da National Geographic, nos pouco mais de 200km de largura vê-se planícies pontilhadas de vilarejos, montanhas e rios, mas principalmente lagos onde manadas de elefantes selvagens margeiam em seu andar despreocupado numa dança cadenciada. E por fim sempre está o mar onipresente nesta ilha de diversidade.

 IMG_3969

Em Pasikuda , no litoral leste, o clima é de preguiça , exotismo e beleza infinita! Praia perfeita, areia fina e branca , mar tépido e  calmo e temperatura amena. Junte a isto uma região quase intocada , está criado o paraíso! 

Para complementar a infraestrutura geral do país com estradas adequadas, cobertura de sinal telefônico e internet e hotéis maravilhosos no clima de floresta ou praia, dependendo da localização.

IMG_2319

IMG_2283

Uga Bay Hotel

Quando se entra no coração da ilha, a selva toma conta. Tudo é verde , mesmo o litoral não estando nunca há mais de100km de distância. Santuários e parques nacionais são reservados para o mamífero símbolo do país, o elefante. São mais de 3 mil elefantes selvagens nestes redutos de alimentação abundante. Passando em uma estrada estreita no meio da floresta as cercas elétricas servem para impedir os elefantes de invadir vilas em tempo de seca.

IMG_3023

IMG_3038

 

Sigiriya é uma fortaleza elevada na selva, um elo perdido que nos lembra muito a cidadela de Machu Picchu.  A subida é um desafio, mais de mil degraus nos separam de um visual estonteante de mata por todos os lados. 

IMG_2605

Sigiriya

Feita por proteção ficou perdida até o sec XVIII quando foi descoberta por britânicos. Ruínas do antigo palácio, cisternas e até os vestígios do harém do imperador ainda são vistas por lá , impressionante!

 IMG_2642

Sigiriya cidadela

Dambulla é fora de qualquer proporção! Quatro cavernas totalmente adornadas com motivos budistas, como as igrejas ortodoxas russas do piso ao teto. que remontam ao sec I a.C. quando era a morada de monges ascetas. Um sincretismo de budismo e hinduísmo reina por aqui. Mas as dimensões e o preciosismo são impactantes.

IMG_2909

Dambulla Caves

 IMG_2881

Dambulla

IMG_2813

Quanto mais para o interior se vai , mais a paisagem é tropical e luxuriante. Alamedas de castanheiras sombreiam os caminhos, palmeiras gigantescas, uma vegetação que parece nos abraçar. A natureza é prolífica, abundante e verdejante. Viajar de trem pelo pais é uma experiência única.

IMG_3436

O coração da ilha tem a única parte montanhosa do país, é onde estão instaladas as famosas plantações de chá pelo qual o Ceilão , antigo nome do Sri Lanka , é mais conhecido. O processo é orgulhosamente mostrado nas antigas fábricas herdadas dos ingleses.

IMG_3555

IMG_3441

O chá preto com leite e bem adoçado é a bebida nacional e as plantações são cenários interessantes nas cercanias de Nwara Eliya, uma cidade que poderia estar nas montanhas de algum país europeu.

IMG_3494

IMG_3558

IMG_3231

Galle é o pedaço mais cosmopolita do país! Uma síntese de culturas, influências e religiões! Uma península que abriga um forte transformado em microcosmos onde viveram portugueses, holandeses e burgers, uma mistura de locais com seus colonizadores.

IMG_3711

IMG_3677

IMG_3986

Muralhas de Galle

Os britânicos tomaram parte no final do século XVIII . Lojinhas diversificadas e charmosas, as muralhas do forte e o mar cristalino são ingredientes para uma gran finale. Nas praias de Galle e seu entorno os turistas aproveitam uma miríade de praias espalhadas pelos seus quilômetros de litoral.

IMG_3840

Praias de Galle

IMG_3873Pescadores de estacas

Para saber mais sobre roteiros Viajando com Arte: www.viajandocomarte.com.br

 

Viagem "Russia com Arte" - Agosto de 2017

14 de fevereiro de 2017 8

Russia

 http://www.portobrasil.com.br/russia

A paixão pela cultura russa tornou este destino obrigatório. Criar intimidade com os cenários de Tolstoy e Dostoievsky nas noites brancas de São Petersburgo, descobrir os bosques do Anel de Ouro com suas dachas de verão e finalizar na pulsante e cosmopolita Moscou.

Roteiro

Moscou, Yaroslavl, Suzdal, São Petersburgo
17 a 28 de Agosto de 2017

* Acompanhamento especializado de Clarisse Linhares
* Acompanhamento técnico de Ana Claudia Costa
* Visita privada ao Hermitage
* 11 refeições inclusas, entre elas os restaurantes Turandot, Clube dos Escritores, Literary Cafe entre outros.
* Passeio de barco pelo Volga, vendo as cúpulas de Yaroslavl.
* Hospedagem nos incríveis Ararat Park Hyatt  em Moscou e  Belmond Grand Hotel Europe em San Petersburgo

 

miniaturas6

Vindima no Vale dos Vinhedos

31 de janeiro de 2017 0

Programa completo na Serra Gaúcha , o verão no Vale dos Vinhedos é incrível.

IMG_0970

A paisagem fica verdejante , por todos os lados parreirais e muitas opções de degustação em vinícolas. Mas nossa pegada é mais esportiva e de experiências então optei por um dia de bicicleta e uma cantina/vinícola pequena para a experiência da colheita e pisa da uva.

IMG_1180

Chegamos na sexta-feira a noite e fomos direto para o que seria a grande surpresa gastronômica do fim de semana, o restaurante Valle Rustico na Estrada do Sabor em direção a Garibaldi . Um espetáculo de criatividade num menu degustação somente com produtos da terra. Indico e reforço , atendimento correto e comida deliciosa num ambiente rústico mas de muito bom gosto.

IMG_0953

IMG_0962IMG_0961

Mesmo sem reserva , e o restaurante estava cheio, nos colocaram numa mesa na varanda e foram atenciosos e impecáveis no serviço.

No fim de tarde ainda conseguimos ver o por do sol em Monte Belo , uma cidadezinha no alto da colina! Quase um cenário de novela da seis.

IMG_0989

IMG_0950

No dia seguinte uma passeio mais turístico pelos caminhos, visitamos Garibaldi que para mim é a cidade mais bonitinha da região.

IMG_1002

IMG_1004

A tarde a experiência da vindima propriamente dita na pequena vinícola Cainelli. Esta possibilidade é oferecida em varias vinícolas locais, mas minha escolha foi por ser algo mais legitimo num negocio familiar e autêntico. Acho que acertei na mosca. Desde a emoção da Bete contando a historia da família que se mistura a imigração italiana no RS até o bom humor e alegria dos velhinhos que trabalham nos parreirais. (Telefone: (54) 3458-1441)

IMG_1017

IMG_1022

 

Partimos do casarão para colher a uva numa caminhada curta e acompanhados por um grupo de senhoras com gaitas e cantando musicas italianas. Me transportei para uma Itália que já não existe mais no continente europeu , de colonização e genuíno orgulho pela tradição . Emocionante.

IMG_0976

Era um grupo grande de pessoas e logo uma grande mesa foi porta embaixo do parreiral : cucas, suco de uva, salame e queijo, os grostoli (as famosas calças-viradas) e muita polenta brustolada na hora. Lindo demais.

IMG_1081

IMG_1066

Voltamos em cima dos pequenos tratores ate o casarão onde as tinas esperavam a uva recém colhida para a cerimonia da pisa, primeiro passo (assim mesmo) no processo de fabricação do vinho . Um experiência imperdível que vai ate inicio de marco , ou enquanto tiver uva no parreiral!

IMG_1097

Para o domingo uma atividade mais radical, mas não menos incrível e emocionante. Só precisa de um pouco mais de preparo físico. Uma bicicletada pelo Vale do Vinhedos oferecida pelo Dall´Onder Hotel de Bento Gonçalves, no programa Que tal de Bike.( http://www.dallonder.com.br/quetaldebikecicloturismo/)

IMG_1137

São várias opções de roteiro , pelo Caminho das Pedras, Vale do Rio das Antas ou Vale dos Vinhedos, em programas de 4h a 8h de duração. Optamos pelo Vale em caminhos alternativos, algumas estradinhas de chão batido e muitas colinas, afinal estamos na Toscana brasileira, não tem escapatória.

IMG_1143

O Eduardo, nosso guia super experiente e atencioso, deu as dicas e entregou o segredo! Caso ficasse muito difícil tinha a opção de bicicleta elétrica para as subidas mais íngremes. Além disto o carro de apoio segue todo o tempo bem pertinho , com provisão de água, sucos e frutas e o plano B para os mais sedentários.

IMG_1153

Tudo perfeito , e ao final uma degustação na simpática e premiada Vinícola Pizzato com direito a picnic montado pelo pessoal da Que tal de Bike.

IMG_1171

IMG_1173

O programa foi mais do que perfeito, digno de constar como uma das experiências mais legais e completas para um fim de semana em qualquer lugar do mundo,  e ainda ficamos com créditos para o tradicional galeto no almoço.

Para saber mais sobre Roteiros Viajando com Arte acesse: www.viajandocomarte.com.br

 

 

da série programa diferente no verão : Urubici e a delicia de explorar a serra catarinense

17 de janeiro de 2017 1

Se você for um tipo inquieto como eu vai entender bem quando falo que depois de vários dias de praia, sol forte e muitos banhos de mar, vai me dando uma comichão de inventar alguma coisa diferente para fazer nas férias, conhecer outros lugares, trocar a paisagem. E foi exatamente o que fiz logo depois do ano novo este ano. Depois de 10 dias de dolce far niente no paraíso das praias de Santa Catarina, decidimos mudar de canal.

IMG_2147

A gente começa a subir e a paisagem vai mudando.

Partimos da Barrinha em direção Floripa, saímos em Santo Amaro da Imperatriz, almoçamos num posto em Águas Mornas e começamos a subir, a paisagem foi se transformando, montanhas e araucárias dominando a paisagem. Entramos em Lomba Alta para conhecer o museu de arqueologia, feliz iniciativa de um ex morador local muito dedicado, cheio de pontas de flechas, objetos indígenas, todos coletados no município.

IMG_0136

Museu de arqueologia de Lomba Alta, uma réplica da casa do fundador do municipio de Alfredo Wagner em estilo suiço/germãnico.

IMG_0132

detalhe de janela em Lomba Alta.

IMG_0163

tipo diferente de Hortênsia.

Fomos visitar uma cachoeira ali perto que tinha uma capela em uma gruta, com uma cachoeira formando uma cortina, uma verdadeira comunhão com a natureza, muito interessante.

IMG_0148

Capela na gruta com cachoeira, municipio de Lomba Alta.

Chegando em Urubici, pit stop para um café no posto Serra Azul que é o point do motociclistas que povoam as estradas da serra, um lugar muito transado, todo dedicado aos amantes das motos.

22

Posto Serra Azul em Urubici.

23

Detalhe dos mictórios : )  !

Depois passamos no posto do Ibama para pegar a autorização necessária para subir o famoso morro da Igreja e dali fomos conhecer a cachoeira do Avencal, que tem mirantes, pousada e tirolesa.

IMG_0174

cachoeira do Avencal em Urubici.

21

Cachoeira Véu de Noiva.

Corremos a tempo de pegar o por do sol no magnífico Morro do Campestre, que tem uma formação gigante de pedra furada nas montanhas, lindo.

IMG_0183

Morro do Campestre.

Chegamos no nosso hotel perto do centrinho o hotel do professor Verto e jantamos truta com vinho  branco gelado no restaurante Muller, bem charmoso.

restaurante-la-fondue

Trutas no Restaurante Muller La fondue em Urubici.

No dia seguinte, saímos do hotel direto para o morro da igreja, uma visão incrível de  360 graus dos cânions e da majestosa pedra furada.

11

Pedra furada no Morro da Igreja em Urubici.

14

Curtindo um verão diferente.

12

Me senti no Jurassic Park.

Voltamos ao posto para café e estudo do itinerário até o o oeste catarinense onde vamos dormir e amanhã e depois seguir até Foz do Iguaçu.

Seguimos pela estrada até Chapecó, que foi uma cidade que surpreendeu, a praça principal toda muito enfeitada para o Natal e alegre cheia de gente, crianças. Passamos pelo principal hotel da cidade e lá estavam alguns jogadores do Chapecoense chamei o Thomas ( meu genro francês) para tirar uma foto com Douglas Grolli. Ele adorou! E ficou com a foto de troféu, a tragédia do time do Chapecoense teve muita repercussão mundo afora.

15

Centro de Chapecó.

16

caixas de remédios enviando mensagens aos moradores.

17

Thomas e sua foto troféu com o craque do Chapecoense, Douglas Grolli.

19

Entrada do estádio Arena Condá, reparem  acima cartazes com os nomes dos jogadores que faleceram na tragédia.

Estava uma noite agradável, sentamos na rua para tomar um vinho geladinho e jantar uns espetinhos de xixo muito bons.

Na manhã seguinte foi dia de cruzar a fronteira com a Argentina, em direção ao uma das 7 maravilhas do mundo – As cataratas do Iguaçu,  mas isto eu conto no outro post.