Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Chapada dos Veadeiros - Roteiro para três dias.

25 de julho de 2016 0

                 Uma comemoração inesquecível! Um roteiro surpresa elaborado nos mínimos detalhes pelo Renato Rizzo foi o meu presente de aniversário. O roteiro foi feito por ele nos moldes do trabalho de ” Roteiros sob Medida” que realizo para clientes do Viajando com Arte . Deem uma espiada no resultado, fiquei até com medo da concorrência!

IMG_4587

Chapada dos Veadeiros

”  Mesmo com poucos dias para curtir umas férias , penso que a comemoração do aniversário da minha esposa , valeu muito a pena e recomendo a todos casais que gostam de curtir  natureza sem muito luxo,  com opções de ótima gastronomia e boa hospedagem .

Seria também um bom programa para fazer com a família , desde que os filhos não sejam mais crianças muito pequenas e nem adolescentes sedentários . Acho que peguei pesado !

Saída de Porto Alegre as 10:05  – Chegada Brasília as 12:35

Direto para locadora ; importante locar carro alto com tração nas 4 rodas . Depois vão entender porque este comentário .

Saindo do aeroporto , parada para almoço no restaurante Rubayat , ótima carne em um ambiente agradável com vista para o lago sul .

IMG_4447

Restaurante Rubayat

Estrada para Cavalcante / direção Norte / BR 450 / BR 010 .

Até Alto do Paraíso levamos aproximadamente 2 horas e 30 minutos , rodando por uma boa estrada e com pouco trânsito nesta época .

IMG_4465

Estradas de Goiás

Chegada a Pousada Casa da Lua no final da tarde .

Fomos gentilmente recebidos  pelo gerente Rafael e pelo Douglas que nos apresentaram os ambientes de convivência e as regras da casa .

Um lugar que mistura natureza , misticismo e conforto .

Para nossa surpresa , viemos a saber que a dona da pousada é uma grande amiga gaucha , Tatiana Mandeli .

Após uma ótima ducha e um  bom descanso da viagem , fomos jantar no centrinho de Alto Paraíso .

Restaurante La Vitta é Bella, indicação da blogueira Carol Teixeira .

Um ambiente agradável com ótimo serviço, onde  compartimos uma maravilhosa Pizza e um ótimo vinho.

Acordamos cedinho , tomamos um  excelente café na  pousadas , com tapiocas feitas na hora e muitas frutas frescas .

O dia começou com um presente da nossa querida Tatiana , uma massagem para aniversariante pós trilha .

Passamos no CAT ( Centro de Atendimento ao turista ) e apanhamos nossa guia ; Aurati , uma gaúcha que se apaixonou pela região e abandonou os pampas há mais de dez anos . Importante fazer as trilhas com guias , pois as trilhas localizadas fora do parque da Chapada , são de difícil acesso e  pouca sinalização .

Saímos então para o primeiro dia de trilha na direção da serra de São Vicente .

IMG_4520

 

Cataratas dos Couros

Distante 53km de Alto do Paraíso .

Este é um trecho do Rio dos Couros em área particular – um dos mais impressionantes complexos, com várias cachoeiras, quedas, corredeiras e maravilhosos poços para natação.

Essa formidável sucessão de quedas com nomes tais como “Muralha, Franja, Bujão e Parafuso”.

IMG_4997

Catarata dos Couros

Cerca de 2km de caminhada, margeando o Rio dos Couros. Grau de dificuldade: médio.

Tomamos vários banhos e lanchamos em uma ótima sombra vislumbrando a foto acima . Importante levar lanche , tênis ou bota para trilha e roupa de banho .

IMG_4511

Retornamos no final da tarde e fomos direto para Jacuzi da Pousada; ao lado de uma fogueira de chão desfrutamos uma excelente caipira de côco.

Para finalizar o grande dia , fomos Jantar no Bistrô da Horta recém  inaugurado pelo chef holandês, que antes comandava a cozinha do Vinte e dois na rua central.

No segundo dia , mesmo ritual ; pós café , apanhamos nossa simpática guia no CAT e fomos conhecer o Kalunga, antigo quilombo de escravos, onde está localizada a Cachoeira Santa Bárbara .

Aurati , além de nos informar muito sobre a história do Cerrado ainda nos presenteou  com informações adicionais  sobre nossos signos no percurso de aproximadamente 120 km , sendo 30 km de estrada de chão .

IMG_4588

Depois de curtir bem estas maravilhas , um contratempo .

Nosso carro ficou atolado na travessia de um pequeno riacho e depois de inúmeras tentativas ,  tivemos que abandonar o carro e retornar de carona para Alto Paraíso com um casal de Goianos . Embora tivesse locado um carro com tração nas 4 rodas , a locadora  me “presenteou” com um up grade de um BMW, me informando que o carro solicitado não estava  disponível. Presente Grego.

IMG_4999

Banho na Cachoeira da Capivara

No terceiro e último dia visitamos o Parque Nacional que fica a apenas 35km de Alto Paraíso por asfalto  . Fomos acompanhado de outro guia , Márcio , que nos foi indicado pela Dona Rosa da Pousada Casa da Lua , pois após o incidente com o carro precisamos de um guia motorizado. Outro bom exemplo do  preparo do turismo local .

Optamos por visitar o Canion e a Cachoeira Carioquinhas.  Caminhada de 12 km ida e volta de grau médio com direito a muitos banhos de águas cristalinas .

IMG_4674

Canion

IMG_4683

A  outra trilha do parque onde está o cartão postal da chapada , a cachoeira  Saltos do Rio Preto com 120m de queda , precisou ficar para próxima vinda a região , pois são mais 13 km de trilha de grau forte .

No início  da tarde, almoçamos em São Jorge , no fabuloso restaurante da Nenzinha e fomos  visitar o Vale da Lua. O atrativo mais visitado da Chapada.

IMG_4643

São Jorge Capela

IMG_4730

Vale da Lua

 

Ao anoitecer retorno à Brasília fomos presenteados com um por do sol espetacular

Chegada à noite em Brasília

Hotel Melia Brasil 21 , indicação do meu amigo Brasiliense Paulo

Fomos jantar no Pontão / lago sul : Vários restaurantes legais . Optamos por uma cozinha Japonesa , Soho , indicação de outra amiga .

Na segunda feira só tem voo direto  para Porto Alegre a noite , ótima oportunidade para conhecer um pouco da capital onde nossos destinos são traçados e o esforço do nosso trabalho é concentrado .

Depois do café da manhã , Caminhada até a Praça dos Três Poderes .

Visita à Torre de Televisão , Catedral , ao Congresso Nacional , Palácio Itamaraty e  Palácio do Alvorada .

IMG_4996

Interior da Catedral de Brasília

Próximo a região , almoçamos no Mangai , muito bom , mas me arrependi de não ter seguido a indicação do Nao , ao lado .

À tarde , visita ao Memorial  JK e Santuário Dom Bosco

Retorno POA as 20:00 horas LATAM  / chegada às 22:45″

Para quem gostou deste roteiro e quer saber mais sobre nossos “Roteiros sob Medida

www.viajandocomarte.com.br

 

Indochina Experience - Viagem em novembro de 2016

20 de julho de 2016 0

13624929_1043734299028538_375938452_n

Convidamos você a embarcar conosco nesta aventura para descobrirmos o coração da Indochina, neste tour por 3 países diferentes: Laos, Vietnã e a Tailândia.

Teremos um encontro com a história antiga e moderna, onde poderemos testemunhar o esplendor inacreditável dos templos budistas  e navegar pelas águas deste continente cheio de atrações e mistérios.

Queremos que você sinta com toda intensidade a riqueza da cultura do sudeste asiático, seja desfrutando de uma deliciosa refeição Khmer em uma pequena aldeia, seja deslumbrando-se na cidade imperial da última dinastia do Vietnã. Vamos levar você as praias douradas de Krabi, aos mais incríveis e coloridos mercados, a um cruzeiro mágico por Halong Bay, ao garimpo de souvenires pelo antigo bairro francês em Hanói e a um cruzeiro pelo poderoso rio Mekong Uma viagem que oferece a combinação perfeita de experiências tão imperdíveis quanto exclusivas. Tão inspiradoras quanto energizantes. Junte-se a nós.

Informações e roteiro

(51) 3025.2626

 

Islandia , uma ilha de natureza e solidão

12 de julho de 2016 4

Inspirada pelo livro “Desumanização” do português Valter Hugo Mãe escrevo este relato na volta de uma viagem que foi além do turismo, foi uma experiência de convivência e comunhão com a natureza.                    IMG_8334

Partindo da ideia de que o pais é vasto , repleto de vazios com uma população de pouco mais de trezentas mil almas concentradas em duas cidades, programei uma aventura de motorhome, para sair do conforto em todos os sentidos e aproveitar a paisagem ao máximo. Marinheiros de primeira viagem no quesito camping não nos apertamos e soubemos tirar proveito de todas as possibilidades da nossa casa/carro, que nos permitia  viajar até que o cansaço nos vencesse e  um camping surgisse no horizonte.

CDKQ3036

 

Quando fomos retirar o motorhome, qualquer um via que éramos totalmente crus no tema. Não sabíamos como colocar água limpa, retirar água usada, limpar o banheiro e evidentemente nunca tínhamos dirigido um motor home. Oito dias de plena convivência nos aguardavam. Dormíamos muito próximos, apesar de terem três camas separadas. Usamos banheiros coletivos dos campings, esquecemos calcinhas e shampoos pelos caminhos mas sobretudo exercitamos o coletivo , o companheirismo e a generosidade. Nos emprestaram churrasqueira elétrica e nos ensinaram que acampar é interação e parceria acima de tudo.

IMG_3323

IMG_2925

 

Em menos de sete dias demos a volta inteira na ilha , exploramos todos os tipos de paisagens e perto de uma centena de cachoeiras nos 1500km rodados. Muitas vezes não são além de fios de água que correm para onde quer que olhemos, como se fosse o lamento da terra, um choro profundo que umedece os campos e o olhar. Outras vezes são águas caudalosas que causam temor , a proximidade pode nos sugar com sua força telúrica.

IMG_3247

Godafoss

IMG_7749

Seljalandfoss

A Islândia tem temperamento, as intempéries vem sem avisar, o tempo muda e a temperatura oscila em poucas horas. No verão o sol se põe depois da meia-noite mas a claridade nunca desaparece. Um dia eterno que nos rodeia com por do sol prolongado por horas! Hipnótico.

IMG_3322

IMG_3154

As águas das geleiras e o fogo dos vulcões brotam de dentro da terra. Geyser foi uma palavra originada aqui. As pessoas respeitam a natureza como um ser superior que determina seus destinos. Os fiordes longínquos só são alcançados em veículos especiais , assim como o interior da ilha. Nos mantivemos no círculo da estrada principal , mas me encantou especialmente a costa sul , com uma variedade de paisagens que vai de enormes glaciares e lagoas de icebergs desaguando no mar, até praias de areias negras.

IMG_7974

Fizemos uma bela caipirinha com o gelo deste iceberg!

Os animais são a antítese da terra, são dóceis as ovelhas espalhadas pelos campos, belíssimos os cavalos fortes e crinudos , o mar é como um aquário de cada morador e o tubarão uma iguaria para ser degustada com pão doce. Os campos de lupinas, flor estrangeira que se adaptou ao solo duro e aos ventos gelados, hoje tinge de azul  as pradarias no início do verão, um privilégio que nós tivemos durante todo o percurso , nos obrigando a parar diversas vezes para fotos.

IMG_2883

A Islândia é um sonho , uma terra por cumprir seu destino, como se nada houvesse além! Esvaziada de árvores ela é vasta e devastada pelos ventos do norte. Na segunda maior cidade Akurery, capital do norte, os fiordes captam as mensagens e enterram a cabeça no mar.

FSUH6024

IMG_7850

Dyholaey

Próximo dali está o Lago Myvatn, que quer dizer mosquito e faz jus ao nome. Enxames de insetos nos espantaram de descobrir mais de sua região vulcânica e cenário lunar. Mas o que vimos já foi suficiente para deixar uma imagem indelével.

IMG_3232

IMG_3148

Lago Myvatn

A tristeza abnegada de ali viver deixa os islandeses benzidos de paisagens. Uma gente sozinha por valentia, que cria as memórias de poucas almas. No final, já na capital Reykjavík tentamos sintetizar nossa vivência e para mim fica uma sensação de que com este povo há uma verdade intrínseca que não é atingida pelos de fora. Eu voltaria muitas vezes , até para sentir a profunda força do inverno e ver a aurora boreal , que poderia quem sabe , desvendar mais dos segredos deste povo.

IMG_3569

Reykjavik

Se você gostou deste post , visita nossa pagina para saber mais sobre roteiros personalizados e viagens em grupo!

www.viajandocomarte.com.br

Palestra : Paris dos Impressionistas ao Século XXI (nova edição dia 11 de julho)

21 de junho de 2016 0

Caros amigos,

Devido ao grande sucesso e a falta de vagas para todos os interessados, resolvemos reeditar a palestra.

Dia 11 de julho, próxima segunda-feira, vamos estar falando do que mais gostamos: arte e Paris!

Uma deliciosa caminhada que vai trazer à tona a Paris vista pelos Impressionistas em plena reurbanização em contraste com as novidades do século XXI.

Será uma noite de descobertas e reencontros, esperamos todos lá!

Onde : Felix da Cunha 1009 (anfiteatro)   Estacionamento no local

Quando : 11 de julho (segunda-feira) 19h

Reservas : mgdegarcia@terra.com.br

Valor : R$ 60,00

Edouard_Manet_-_Le_Chemin_de_fer_-_Google_Art_Project

 

 

Uzbequistão - na trilha da antiga Rota da Seda

17 de maio de 2016 0

A primeira vez que ouvi falar no Uzbequistão foi quando estive na Russia pela primeira vez, e nossa guia mencionou nomes como Samarkand, Caravanserai, rota da seda, falou de noites estreladas no deserto, dormindo em Yurts. Na época aquilo me pareceu um mundo muito remoto e distante, mas ficou impresso na minha mente, naqueles lugares reservados para o sonho. Lugares onde nomes como Alexandre, o grande, Genghis Khan, Timur e Marco Polo, dançavam e davam a ideia de grandiosidade.

E foi agora em setembro que finalmente realizei o sonho de conhecer a Asia Central, fui explorar os 5 “Stãos” os cinco países que estão incluídos que terminam com o sufixo persa “stan” que significa, terra de – são o Cazaquistão, Kirguistão, Uzbequistão, Tajiquistão e Turcomenistão. Historicamente ligados a antiga Rota da Seda, tiveram um papel importante  no intercâmbio da cultura, bens e ideias entre a Europa, China e India. A Asia central era habitada por tribos nômades, também chamadas de Turkic e foram islamizadas no século VIII, mas o Budismo e o Zoroastrismo também deixaram um legado importante.

De todos os “stâos”, o Uzbequistão é  o coração pulsante da antiga Rota da Seda. Seu passado é bem mais antigo, berço de diferentes culturas há mais de 2000 anos, fez parte do grande império Persa de Aquemênidas , foi ocupada por Alexandre, o grande em 327 ac, casou-se por lá com Roxana, uma princesa Sogdiana.

Em 1220 foi invadida por Genguis Khan e suas hordas mongóis.

Timur e Baboor são seus heróis nacionais.

No século XIX foi  absorvido pelo império russo e mais tarde se tornou parte da União Soviética,  até 1991 quando conquistou sua independência.
Depois desta brevíssima introdução vocês concluem o quanto de história e de camadas de raças e etnias é formada a jovem República do Uzbequistão.

Para mim o Uzbequistão captura a imaginação como quase nenhum outro lugar. Se orgulha de possuir sozinho as cidades mais importantes da Rota da Seda. Sua história fascinante está intimamente ligada a um importante encontro e intercâmbio de múltiplas culturas, troca de idéias, bens materiais, que viajavam do Ocidente para o Oriente, e,também de oeste para leste,este intenso intercâmbio  deixou marcas indeléveis na paisagem do Uzbequistão, na sua cultura e na composição genética do seu povo, enfim, o lugar mais arrebatador de toda a Asia central.

IMG_1098

Regestan Plaza, em Samarkand, um complexo religioso com 3 madrassas em forma de U, das maravilhas para se ver à noite.

 

FullSizeRender5

Subindo uma das torres em Regestan Plaza, em Samarkand, vista das famosas cúpulas de mosaico azul.

Samarkand, Bukhara e Khiva, são nomes que evocam as caravan sarais que paravam nestas cidades/oásis no deserto e que este comércio intenso, trouxe riquezas e culturas de todos os cantos do planeta.  Durante a viagem percebi que os seus maiores tesouros começam com a letra M – Mesquitas, Mausoléus, Minaretes e Madrassas, todos cobertos com mosaicos azuis simplesmente deslumbrantes.

 

IMG_1043

Visitando a impressionante necrópole de Samarkand – Avenida dos reis viventes.

FullSizeRender7

Cúpulas e mosaicos belíssimos em todos os lugares.

FullSizeRender8

Dia terminando em Samarkand, como não sonhar com as antigas caravanas que faziam o comércio entre o ocidente e o oriente e por aqui paravam.

Caminhar pelas ruas da cidade murada de Khiva é como se transportar no tempo, turistas são raros por lá e quem aprecia aquela sensação de estar desbravando lugares remotos, sabe do prazer que traz esta experiência.

FullSizeRender3

Antigas muralhas da cidade oásis de Khiva.

FullSizeRender14

passeando pelo centro antigo de Khiva.

Você já deve ter ouvido falar de Bukhara, mas nem imagina o tesouro que está por traz deste nome de padrão de tapete. Com uma história de 5 mil anos, seu centro histórico é considerado patrimônio da humanidade pela Unesco, e faz jus a este título.

Andar por suas ruas estreitas cheias de tapetes pelo chão,  vendedores de peças antigas vindas do Afeganistão, India , é como estar em algum cenário de filmes das mil e uma noites.

IMG_4935

Os mercados de tapetes a céu aberto de Bukhara são como uma viagem no tempo.

FullSizeRender10

A Madrassa de Chor Minor ( quatro minaretes) é outra atração imperdível para conhecer em Bukhara.

O turismo esta em pleno desenvolvimento, a internet está por todos os lugares e pode-se beber bons vinhos da Georgia e cervejas russas. O islã por lá é muito light, as mulheres não andam cobertas, trabalham e graças aos russos o índice de analfabetismo é baixíssimo.

FullSizeRender2

happy hour de frente para uma das praças mais bonitas de Bukhara.

Sei que não posso me estender, mas não poderia deixar registrado aqui que um dos maiores tesouros desta parte do mundo é o seu povo, todas as pessoas recebem os turistas sorrindo, mesmo sem falar inglês se esforçam para ajudar, pedem para tirar fotos, enfim me senti muito acolhida por aquele povo com sua recente autonomia que ainda está buscando seu próprio caminho.

IMG_4623

Estação de Romãs – Bazar Syob em Samarkand

IMG_1198

Camelos pela estrada quando atravessamos o deserto de Kyzil-Khum

IMG_4491

Eu , Clarisse, em Regestan Plza em Samarkand, completamente arrebatada por tanta beleza.

Nós do Viajando com Arte estamos partindo nesta jornada com um grupo de 14 aventureiros. Vai ser uma viagem incrível, completa, com trechos de trem, de ônibus, com muitas travel experiences  inesquecíveis. Quem já viajou conosco conhece, quem não conhece pode acompanhar pelo instagram #viajandocomarte ou facebook @viajandocomarte

Se você se interessou e quer receber nossos próximos roteiros, liga pra Porto Brasil , nossa agencia parceira  (51) 30252607 ou acompanha pelo site www.viajandocomarte.com.br.

Abração,

Clarisse Linhares e Mylene Rizzo