Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Indonésia"

Indonésia , terra de superlativos

06 de fevereiro de 2018 1

A Indonésia evoca superlativos, o maior arquipélago da terra com mais de 17 mil ilhas, o mais populoso país muçulmano , uma nação transcontinental , com terras na Ásia e Oceania.

IMG_3125

Não precisava muito mais para aguçar o desejo, mas o melhor estava por vir. No convite estava incluída a estadia no Nihi Sumba Island, que ganhou por dois anos seguidos (2016 e 2017) o prêmio de melhor hotel do mundo pela renomada publicação turística Travel and Leisure, a aventura estava coroada .

IMG_3838

Chegar à Indonésia e como emergir em um mar de culturas que, misturadas criaram um melting pot único e saboroso. .

São tantas ilhas formando um petit pois de pontos escuros num oceano profundamente azul e tépido, assim é o Oceano Índico. E no interior cursos de água abertos em meio à plantações de arroz, como veias numa mata tropicalmente verdejante que seguem o traçado da linha do Equador.

IMG_3692

IMG_3696

Um país de diversidade , ao mesmo tempo o maior país muçulmano do mundo , com seu núcleo em Java , convive com o universo hinduísta e espiritualizado de Bali e com o animismo primitivo de Sumba.

IMG_3892

Sumba traz sua verdade, e não se entrega em luzes cristalinas. Surpreendentemente revela uma comunidade cristã em meio a construções tribais de torres chamadas Menara , onde eles acreditam viver seus antepassados. Criam búfalos e pequenos cavalos que são o troféu dado como iniciação aos meninos na puberdade. O artesanato tem uma riqueza única, em objetos rituais feitos de ossos e conchas, peitorais quase como cocares invertidos.

A vida mantém intacta sua vocação em um sistema de castas ancestral que identifica mas não descrimina.

IMG_3959

IMG_3778

É nesta comunidade que está o Nihi Sumba Island , numa ilha duas vezes maior do que Bali um único complexo que além de oferecer todo o conceito de sustentabilidade em sua construção e funcionamento , ainda prepara a população local para trabalhar em quase todas as funções no hotel , mantém uma fundação que abre poços artesianos , alimenta as crianças da região e está erradicando a malária na ilha.

IMG_4357

Tudo aqui fala sobre luxo despretensioso, pés descalços mesmo, focado na experiência e no serviço, sem nenhuma ostentação. Cada vila é decorada com o artesanato local e prima pela privacidade total.

IMG_3932

Cada cantinho é pensado nos mínimos detalhes, os banheiros tem duchas ao céu aberto e banheiras com vistas estonteantes. Tudo convida ao romance e não é à toa que o Nihi Sumba é um dos hot spots para lua de mel no mundo.

IMG_3853

E as experiências!! Nihiwatu é famosa pelas suas ondas perfeitas para o surf e este é um dos pontos altos da estadia, mas cavalgar em uma praia virgem de águas cristalinas ao por do sol , fazer um safári SPA com todos os tratamentos de frente para o mar em total privacidade não deixa ninguém triste por não saber surfar!

IMG_4264

Para além de praias intocadas está a floresta rica e densa, macacos espiam com curiosidade, aldeãos copiam motivos naturais em panos e sarongs. E no mar golfinhos que nadam livres num mar tépido e cristalino, junto com seu maior competidor, o surfista.

IMG_4102

 

Um idioma nacional congrega, e os dialetos de cada ilha mantém viva a tradição e as diferenças.

IMG_3560

Em Bali, em todos os dias do ano se está celebrando algum deus, de algum templo e as festas abundam . A religiosidade é uma espécie de inscrição de pertinência. E a responsabilidade de manter a tradição cabe ao homem da família, que também recebe toda a herança. Meninas são “dadas” à família do marido e não tem direito ao patrimônio paterno .

Bali alimenta seu legado, e em Ubud chega a ser proibida a construção de qualquer Igreja cristã ou mesquita islâmica , para não macular o hinduísmo vigente.

IMG_3482IMG_3493

Todos têm templos em casa, na comunidade e na confraria profissional. Sustentam e oferecem seu tempo à manutenção da espiritualidade.

IMG_3235

 

A natureza é profícua, flores são usadas em oferendas e se oferecem belas e perfeitas. Frangipani é a flor onipresente, mas não faltam bouganvilies, flamboyants, jasmins e todas as espécies de tumbérgias azuis e brancas, formando cortinados pendentes.

Apesar do trânsito caótico, com motorbikes cruzando em todas direções a natureza parece desdenhar e se manter virgem e exuberante.

É uma terra tão rica em diversidade quanto em sensações , cores, reflexos e aromas.

IMG_4375

A gastronomia é tão diversificada quanto a mistura de raças e religiões, mas a pimenta reina soberana junto com o arroz! Patos , porcos e peixes complementam o cardápio, misturando sempre sabores ácidos e adocicados! Coco e tamarindo , são ingredientes que dão o toque inusitado criando uma nova paleta de sabores.

IMG_4385

A selva se oferece abundante, jacas, mangas, mangostins e lichias, o paladar também vai aprender.

IMG_3220

Bali leva nosso pensamento para a beira da praia, mas é no interior que está sua maior beleza, em Ubud desbravamos cachoeiras , terraços de arroz e alcançamos vulcões que ameaçam e encantam ao mesmo tempo. A atenção com o corpo faz parte da cultura e a delícia de um SPA que nos cuida por inteiro encontramos no Como Shambala Estate.

IMG_3563

As praias são a parte mais desenvolvida e cosmopolita da ilha.

IMG_4485

A história da Indonésia tem sido influenciada por poderes estrangeiros atraídos por seus vastos recursos naturais. Na Era dos Descobrimentos vieram os ocidentais, em busca das famosas especiarias. Portugueses, ingleses e por fim os holandeses que colonizaram batizaram Jakarta como Batavia e custaram até o século XX para sair.

Hoje as influências são de povos diversos, australianos, chinêses e até brasileiros figuram numa longa lista! Mas são assimilados como parte de um país que se orgulha de sua diversidade.

Terimakasih!

IMG_3839

Agradecer de uma forma suave e acolhedora em barassa significa :recebe meu amor.

 

 

 

Bali - Por Luciano Zanetello

23 de novembro de 2011 1


Pura Ulun Batur

  Antes de o mundo virar esta aldeia global de hoje, a minha geração tinha um lugar mágico para conhecer: Bali. 

 Fomos e ainda somos influenciados por tendências vindas da Ilha. 

As cangas, a  arquitetura e decoração que se espalharam mundo afora, nomes como Uluwatu e Padang que embalaram muitos sonhos de surfistas.

Uluwatu

Padang

 surf em Suluban  

           A Bali de hoje recebe mais de 2 milhões de turistas por ano. Ao fazermos a pergunta “por que visitar Bali?”, teremos várias respostas, graças à sua diversidade de atrativos.

 Por outro lado, a ilha já foi alvo do terrorismo  e não cabe mais no ideal de paraíso.

            Fizemos nossa base em Nusa Dua; um oásis, quase uma utopia encravada na ilha. Os preços em Bali são irrisórios comparados com o nosso turismo: para termos um comparativo, pagamos em um hotel cinco estrelas top o preço de um duas estrelas aqui. Um jantar para duas pessoas, com vinho pagando caro, não sai mais de dez dólares.

 Bali Melia Nusa Dua

           A ilha, diferentemente da população muçulmana da Indonésia, é uma mistura de Hinduísmo e Budismo. A enorme quantidade de templos e cerimônias atesta sua religiosidade.

 Oferendas   

           Como Bali é relativamente grande, alugamos um carro para os deslocamentos. Quando o destino era as praias próximas (Uluwatu / Padang), a mão contrária, as estradas estreitas compartilhadas com pedestres, scooters, carros e tudo que rodasse era um problema suportável. Porém, quando nos dirigíamos ao interior era  estressante e uma viagem de 100 km podia durar 3/4 hs. 

Suluban

 Balangan  

          Os templos familiares estão por toda a parte e sempre alguma cerimônia está acontecendo. Procuramos mesclar a praia com outros atrativos, entre eles Ubud - a cidade que é sinônimo de artesanato na ilha e,  onde parte das locações de “Comer , rezar e amar foram rodadas, a linda arquitetura dos terraços de arroz, o vulcão Kintamani,  o templo do lago Batur  (Pura Ulun) e o Tanah Lot, um templo à beira mar que na maré cheia vira uma ilha.

 

terraços de arroz

vulcão Kintamani e lago Danau

Tanah Lot 

             A região de Uluwatu vale uma visita à parte, tanto por suas praias famosas quanto por seu templo onde os macacos são exímios ladrões. Kuta é o coração turístico da ilha, destino obrigatório para os que gostam de agitação.

templo dos macacos / Uluwatu

Kuta   

         O maior custo para lá com certeza é a passagem, mas os preços locais compensam muito. Ou seja: A Bali dos dias de hoje pode não ser mais aquele lugar paradisíaco, mas ainda é uma ótima opção para visitar, independente do tipo de turismo que você busca. 

Novos amigos

modelo balines

 hora do rush