Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Estrasburgo"

Dicas de Estrasburgo- Por Luciano Zanetello

17 de abril de 2013 2


 Petite – France à noite


Capital e principal cidade da região da Alsacia, a cidade atrai milhares de turistas que acorrem para visitar seu preservado centro histórico, circundado por vários canais abrangendo ali a Petite – France, bairro medieval da cidade.

 

Grande Île

Petite – France

 Ao mesmo tempo, é uma das capitais da Europa devido as várias instituições ali sediadas, entre elas o Parlamento Europeu ( parte dele está em Bruxelas), a comissão Europeia de direitos humanos bem como a cadeia de televisão Franco – Germânica / Arte.

Parlamento Europeu

 Já era citada nos tempos da Roma Antiga ( Argentorum ) e era um dos principais entrepostos comerciais da Europa antiga, por conta da passagem ali do Reno por um dos seus afluentes A navegação nos seus canais é assegurada por diversas eclusas.

Eclusa

 O centro histórico é relativamente pequeno e podemos num dia percorrer as principais atrações.

O canal

A catedral de Strasbourg,  durante muitos anos ( 1625 – 1874 ) foi o prédio mais alto do mundo e uma as joias góticas da Europa. Em seu interior, uma atração à parte é o relógio astronômico com seus três andares. Inaugurado em 1352, foi totalmente restaurado em 1547 e colocado na sua posição atual. Desde o século XVI conta com um globo celeste que dá a posição do sol,  lua e estrelas. Tem um calendário perpétuo e um dispositivo que marca os eclipses futuros. Em 1842, foi instalado nele o comptus eclesiástico, que permite calcular as datas das festas móveis da religião católica. 

A catedral

O relógio Astronômico

Visão noturna da catedral

Nada chama tanto a atenção quanto as figuras de madeira que começam a se mexer exatamente as 12:30 hs, transmitindo no movimento todo um simbolismo de vida / morte e passagem do tempo. O bairro da Petite – France com seu casario medieval é outra das atrações da cidade.

As Pontes cobertas ( não tem mais cobertura ), antigas fortificações da cidade também chamam bastante a atenção

Pontes cobertas

Fortificações

As atrações são variadas e podemos citar a Praça Gutemberg, a Praça Kleber, a Maison Kammerzell ( referência arquitetônica da cidade, a Ópera bem como o Palácio Rohan.

A Ópera

A Praça da catedral com Maison Kammerzell ao fundo

Em Estrasburgo nasceram ou moraram várias figuras importantes da história, entre eles Gutemberg, Erasmo, Calvino, Goethe, Pasteur e Kleber.

Para uma visita aos bairros mais modernos e mais distantes, a dica é pegar o tour de barco que percorre vários canais dando uma panorâmica geral da cidade permitindo também que visualizemos o funcionamento das eclusas que cobrem desníveis de até 1,80 m. Como na nossa visita a temperatura girava próxima de zero, não existia a opção de barcos abertos, por isto algumas fotos ficaram prejudicadas.

 A cidade é famosa por seus biscoitos amanteigadose e a culinária tem forte influência alemã . É uma cidade a ser visitada, tanto por sua beleza própria quanto por ser a porta de entrada para a região da Alsácia e seus vilarejos .

Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:

https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

Cafés Literários - Estrasburgo

06 de março de 2013 12


Oi pessoal, estou inaugurando aqui no blog uma nova categoria – a dos cafés literários!

Eu particularmente sou apaixonada por esta modalidade de bares e cafés que incluem livrarias ou simplesmente disponibilizam livros para os seus clientes.

Uma vez pensamos em editar um guia só com cafés literários legais que descobrimos nas nossas andanças, mas enquanto o guia nao sai, resolvi abrir a nossa caixa de Pandora e mostrar para vocês que existe muita coisa incrível além de Starbucks ! :)))

Estive em Paris em fevereiro deste ano, e junto com a Magda ( outra amiga de grandes indiadas) tá gente eu sei, Paris não é, e nem nunca foi, própriamente uma indiada, mas se você for um ser humano que tem horror de frio, que prefere arder no mármore do inferno a passar frio como eu, pode entender porque sair do Brasil em pleno verão de fevereiro e se jogar numa cidade gélida como Paris nesta época, pode quase (heresia mor) ser uma indiada.

Na verdade o café que vou apresentar aqui hoje não é em Paris, mas numa cidade  mais a nordeste, mais fria e linda que é Estrasburgo.

Estrasburgo é a capital da região da Alsácia, que históricamente foi objeto de muitas disputas entre franceses e alemães. Ela trocou de mãos várias vezes até passar definitivamente para a França no final da segunda guerra mundial em 1945.

Como estávamos em Paris há uma semana e queríamos fazer um programa diferente,  eu sugeri irmos passar 2 dias lá, pois não conhecia a Alsácia.A Magda topou, e lá fomos nós de TGV ( o trem rápido francês) e 2horas e 20minutos depois, estávamos chegando em Estrasburgo.

Chegando na cidade o clima era este….

A arquitetura é de forte influência germânica, muito linda. E fomos caminhando, reconhecendo a cidade, cujo centro histórico não muito grande e que facilmente pode ser recorrido a pé.

 

Só que depois de 1 hora caminhando nesta friaca, estávamos congelando e foi neste momento que deparamos com esta pérola – o café La Tinta!

 

 

 

Todo transadinho e pensado nos seus mínimos detalhes, reparem nas mantinhas para a gente colocar no colo!

 

O andar de baixo era pequeno, destinado a cafés, tortas e outras ameaças sérias a qualquer tentativa de dieta.

 

E para espantar o frio foi necessário aditivar nossos cafés com Mirabelle, que é um tipo de aguardente de ameixa, bem popular por lá, uma delicia!

 

E subindo esta escada com fotos de diversos escritores, chega-se ao segundo andar onde servem refeições leves como quiches, saladas, sopas.

 

 

Fica aqui então minha dica cult se você um dia for visitar esta linda cidade da Alsácia!

 

Ah! Eu quase ia esquecendo! Está ai da foto é a Magda!!

 

La Tinta

36 rue du Bain aux Plantes

Estrasburgo