Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "França"

5 razões para amar Paris

05 de setembro de 2018 0

Paris é uma das cidades mais lindas do mundo, o que já razão suficiente para você visita-la, mas se só este argumento não te convenceu, vou listar 5 razões para que você ame Paris tanto quanto eu.

5 motivos porque eu AMO Paris

Paris é uma cidade plana, perfeita para percorrer de bicicleta. Os motoristas estão super acostumados a dividir o trânsito com bicicletas o que aliado com todas as ciclovias e sinalizações, torna pedalar muito seguro. E se você já pedalou em alguma cidade, sabe como é gostoso, pois a gente tem a oportunidade de vivenciar, experimentar mais a vida da cidade e não cansa tanto quanto andar à pé. E algo que me dá extremo prazer é voar as tranças pelas ruas e parques de Paris de bicicleta.

IMG_0229

IMG_2086

IMG_1143

inverno ou verão, o tempo estando bom, bicicleta em uma cidade plana, cheia de ciclovias é a maneira mais lúdica de se conhecer uma cidade.

Qualquer pessoa com um cartão de crédito pode alugar uma Velib, aquelas bicicletas disponibilizadas em todos os lugares da cidade.

Experimente, garanto que você nunca mais vai querer ficar andando de metro para cima e para baixo  outra vez.

Uma das regiões mais legais de Paris na minha opinião, é a vizinhança do Canal Saint Martin. É um bairro descolado e jovem. Todos os finais de tarde a margem do canal se enche de gente bonita fazendo happy hour, saindo do trabalho, sentando na murada do canal e armando grandes pic nics. Um astral ótimo, tem uma pizzaria inclusive onde você faz o seu pedido e eles te dão um balão cor de rosa, quando a pizza fica pronta eles vêem o seu balão de longe e vão lá entregar a pizza em mãos!

IMG_1576

Com suas eclusas, o Canal Saint Martin é um lugar lindo e super romântico

IMG_1364

No verão é ponto certo para happy hour.

40586952_230121784326033_5460971361184776192_n

adoro brincar com os reflexos, aqui viraram o mundo de cabeça para baixo!

Caminhar pelas margens do Sena especialmente à tardinha quando a cidade se cobre de um colorido sépia, a visão do por do sol a partir da Pont des Arts  amolece até os corações mais duros.

IMG_1444

Olha só para este por do sol com a Pont des Arts, aliás é um lugar super bacana para vir à tardinha com os amigos fazer um brinde.

Parques e jardins incríveis

Os parques de Paris tem uma beleza diferente em cada estação do ano, um dos meus preferidos é o Buttes-Chaumont, que fica no 19º arrondissement, perto de Belleville, é enorme, com  25 hectares de um terreno acidentado, com colinas verdes, uma ponte gigante, o parque é cheio de cerejeiras, o que torna sua visita em abril um espetáculo, pois as cerejeiras rosas e brancas estão no auge da floração.

IMG_6602

Buttes Chaumont, um dos meus lugares preferidos em Paris.

IMG_6604

Para quem gosta de parques e jardins tem infinitas opções, aqui em cima o Parque de Belleville

IMG_1414

Ufa demorou, mas agora em alguns (poucos) lugares a gente pode deitar na grama em Paris, aqui a galera descansando no Jardim de Luxemburgo.

IMG_1565

a chiquérrima e nobre Place des Voges, no Marais

40544376_2132703367001462_641748013299007488_n

Que tal apreciar a instalação gigante de Claes Oldenbergh, a bicicleta enterrada, no Parque de La Villette?

Outro lugar muito legal é o Parc Floral, um jardim botânico que fica dentro do Parque Bois de Vincennes. É um lugar para fugir do barulho da cidade. Tem 31 hectares e várias estufas para a gente visitar. Tem um bar/restaurante onde se pode sentar na rua pegando sol e tomando um bom vinho rose.

Parc-Floral

1474550431_1413289203pano

O lugar é imenso. Crédito da foto acima: Parc Floral

Boulangeries e mercados

Tem coisa melhor do que pão crocante com queijo e vinho?

Em Paris nem precisa gastar muito, você pode entrar em qualquer boulangerie ( padaria) que a baguette vai ser crocante e deliciosa. Passe em algum dos muitos mercados da cidade, tem um bárbaro aos sábados na Bastilha, na Rua Richard Lenoir, os pequenos produtores dos arredores de Paris trazem seus produtos frescos direto da fazenda. A gente come com os olhos, tudo lindo, as frutas, ostras, queijos, presuntos, tudo convida a um grande pic nic, em algum parque ou jardim da cidade.

s

Fora que somente andar pelas ruas de Paris e observar os detalhes dos prédios, as portas, a influência clássica da arquitetura já me deixa levitando. E a todo momento fico perdida nos meus pensamentos e digo baixinho “ como estou feliz, estou em Paris”

Provence - Sabores e Cores. Viagem em maio / 2017

11 de dezembro de 2016 20

template ppt provence

A simples menção da palavra “Provence” nosso imaginário se enche de

fantasias, nossa mente divaga por campos de lavanda, nossos olhos se

iluminam com os amarelos dos girassóis – os mesmos que van Gogh tanto

pintou, nossa boca comeca a salivar só de lembrar dos seus vinhos rosés e

da doçura de suas frutas.

Suas paisagens, o seu estilo de vida descontraído

e seu clima convidam ao prazer puro e simples, mas o que encanta mesmo

na Provence e a sua diversidade.

A Provence é como um imã que a todos

atrai, uns vão em busca do seu sol, que brilha a maior parte do ano, outros

procuram seu estilo de vida e sua gastronomia, mas também seus sítios

romanos, sua riqueza cultural, suas paisagens de tirar o fôlego. As águas

cristalinas do Mediterrâneo em Cassis, as estradinhas de alamedas de

plátanos, suas cidadezinhas medievais, suas flores, seus perfumes e uma

atmosfera encantadora faz da Provence um destino perfeito.

Informações acosta@portobrasil.com.br ou (51) 3025.2626

banner-site-provence

 

Mostiers Sainte Marie, um lugar para amar!

30 de novembro de 2016 0

Moustiers Sainte Marie, uma da cidadezinhas mais lindas no caminho entre a Provence e a Cote d’azur.

alpes-de-haute-provence-15075_w800.ch


Fica ao lado do belíssimo Lago St Croix, nas impressionantes Gorges du Verdon.

blog13

b8

Gorges du Verdon


Envolta em mitos uma pequena aldeia encravada entre penhascos com uma estrela instalada no alto. Reza a lenda que a estrela, foi pendurada por um cavaleiro capturado pelos sarracenos no século XII. Ele teria prometido que, se voltasse vivo à sua cidade natal, Moustiers, penduraria uma estrela e suas correntes em homenagem à Virgem Maria.

blog22

b10


A cidade é perfeita para servir de base para explorar as Gorges du Verdon e descobrir a grande beleza da região. É a cidade da faiança, com vários atieliers e galerias.

blog19

 

Uma aldeia muito pitoresca e com bons restaurantes.


Moustiers está no roteiro Provence que o Viajando com Arte fará em maio/2017

 

Carrières de Lumières - arte rupestre do século XXI

04 de outubro de 2016 1

 

A Catedral das Imagens mudou de nome e se transformou em Carrières de Lumières. Uma antiga pedreira abandonada transformou-se em show multimidia. Esta maravilha fica em  LES BAUX DE PROVENCE, nos Alpilles Franceses.

A “catedral”, o antigo nome ainda me parece mais adequado, fica numa imensa pedreira de rochas de cor amarelada e oferece um espetáculo audio/visual extremamente impactante. Há mais de três décadas os organizadores propõem um novo mundo de imagens e de música, vários artistas já foram lá homenageados  como Michelangelo, Cezánne, Bosch, Brueguel, Van Gogh.

Em 2009 a Catedral rendeu homenagem a um dos maiores gênios da pintura do século XX, o espanhol Pablo Picasso, com uma apresentação retrospectiva da sua obra passando do neoclacissismo ao cubismo,  pelos períodos azul e rosa.

Nos anos seguintes algumas montagens renderem homenagens a países e sua diversidade: China , Austrália e Nova Zelândia.

O show de 2012 foi Gauguin e Van Gogh – pintores das cores. A experiência é um mergulho na história destes artistas, emocionante e completa , alia cor , som e movimento num espetáculo arrebatador.

Os dois pintores tiveram uma rápida passagem juntos pela Provence , quando Van Gogh convidou Gauguin para que  juntos montassem uma colônia de artintas em Arles. O projeto foi logo abortado por desentendimentos entre os dois artistas e foi como resultado deste episódio que Van Gogh se mutilou, cortando a própria orelha. Logo após Van Gogh foi internado em Saint Remy , num sanatório muito próximo a Le Baux en Provence.

As trajetórias dos dois pintores foi contada com imagens gigantes que nos permitem um mergulho encantador e completo! A cronologia é respeitada e os traços de obras feitas pelos pincéis simultaneamente aparecem de forma poética!

Pra entender melhor do se trata, dá uma olhada video: http://www.youtube.com/watch?v=WFBlGItNhEw

banner-site-provence

 

Além disto Le Baux é uma gracinha, localizada numa antiga mina de bauxita , tem uma feição meio idade da pedra, parece a vila dos Flinstones. Sua história é longa e a vila se jacta de ser habitada desde 6000 a.C.

Le Baux – Wikipedia

Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:

 https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

 

Da série : Eu amo Paris - Pavillon des Canaux, um lugar que você vai querer conhecer.

26 de agosto de 2016 0

Localizado no coração do Bassin de la Villette, no 19º arrondissement de Paris, o Le Pavillon des Canaux, reinaugurado em 2015, é um espaço de intensa atividade.

petit2


Por trás das paredes desta grande maison, cujas fachadas exteriores e interiores foram pintadas pelo artista, grafiteiro – Alexone Supakitch, descobre-se um mundo em movimento.
um café, um lugar onde se pode (realmente) trabalhar em coworking.

Um ponto de encontro amigável para usuários de Internet, mídia de Internet e áreas públicas.

petit5

Onde você pode discutir o mais recente filme em voga ou última conferência TED, até o último episódio do game of Thrones.
A casa tem vista para o Canal de l’Ourq e suas casas flutuantes, Le Pavillon é bonito, colorido e pacífico.

petit4

Os funcionários te recebem com um sorriso em uma grande sala que parece uma casa de bonecas – Na decoração eclética, poltronas petit pois, móveis diferentes e coloridos, louças charmosas, plantas e até uma gaiola.

Grandes mesas de madeira para um grande grupo, ou você pode subir e jantar na sala de estar, no quarto-de-rosa ou até mesmo no banheiro.

pavillondescanaux-brunch-paris

O brunch servido aos domingos é uma delicia.

Em um dia ensolarado, a pedida é sentar na rua.

 

Se você curtiu este post, pode também visitar nossa página no Facebook – Viajando com Arte ou conhecer mais do nosso trabalho através do site : www.viajandocomarte.com.br.

Palestra - A Provence e os Pós Impressionistas

16 de agosto de 2016 0

Dia 23 de agosto, às 19h

A beleza incomparável da Provence sempre atraiu muitos artistas, que vinham atrás da sua luminosidade especial….

Vincent Van Gogh se instalou em Arles para fundar sua tão sonhada colônia de artistas com Paul Gauguin, Aix en Provence era a terra de Paul Cézanne que continuou pintando por lá até o dia de sua morte. Henri Matisse , Marc Chagall e Pablo Picasso também foram em busca do sol do Midi.

O tema da nossa próxima palestra é a Provence e como estes artistas se relacionaram com este lugar encantado.

Quando : 23 de agosto (terça-feira) às 19h

Onde : Rua Félix da Cunha 1009 (anfiteatro) com estacionamento no local

Valor : R$ 70,00

Inscrições : encontroscomarte@terra.com.br com Magda

10 11

 

 

La Recyclerie , um lugar novíssimo e original em Paris

16 de agosto de 2016 2

Da Série: Eu amo Paris

Demorou, mas a equipe que já comanda os super hypes – Comptoir General e Divan du Monde, assumiram a antiga estação de trem Ornano, que estava fechada desde 1939. Localizada perto da saída do metro Porte de Clignancourt no 18 ème, há apenas 5 minutos do famoso mercado de pulgas, o La Recyclerie é uma das novidades mais surpreendentes de Paris.

la recy 2
Um lugar que a gente queria que tivesse muitos outros iguais na cidade, aparte de todos os clichês BoBo – bourgeois-bohème ou burguês-boêmio ( produtos biô, orgânicos e ecológicos bla bla bla), o La Recyclerie criou vários espaços interativos e uma atmosfera super bacana, bar, restaurante, hortas, a oficina do René ( tipo faça você mesmo) enormes aberturas, pé direito altíssimo, terraço, e verde, muito verde.

la recy 3
Um lugar absolutamente único, garotada bonita.

la recy 1
Pode ser até que você não curta lugares e refeições mais alternativas, mas tem que conhecer o La Recyclerie, opção ideal para ver novos conceitos e fugir um pouco do óbvio.

la recy capa 2

Endereço: Parisgioll, 83 Boulevard Ornano, 75018 Paris

Pariscope, o guia cultural de Paris.

04 de agosto de 2016 0

Você já ouviu falar da Pariscope?

Pois esta revista, que chega nas bancas de Paris todas as quartas-feiras pode ser sua grande parceira na cidade.
Metade do tamanho de uma revista normal, fácil de botar na bolsa, a Pariscope traz toda a programação cultural de Paris, reviews de restaurantes, os últimos festivais, teatro, musicais, conferências e feiras, exposições em museus e galerias , atividades infantis e shows de música e festivais de todos os gêneros .

É completa e sucinta.


Dica: sente em um café e passeie por suas folhas e escolha com prazer seu próximo programa cultural em Paris

 

pariscope

Palestra : Paris dos Impressionistas ao Século XXI (nova edição dia 11 de julho)

21 de junho de 2016 0

Caros amigos,

Devido ao grande sucesso e a falta de vagas para todos os interessados, resolvemos reeditar a palestra.

Dia 11 de julho, próxima segunda-feira, vamos estar falando do que mais gostamos: arte e Paris!

Uma deliciosa caminhada que vai trazer à tona a Paris vista pelos Impressionistas em plena reurbanização em contraste com as novidades do século XXI.

Será uma noite de descobertas e reencontros, esperamos todos lá!

Onde : Felix da Cunha 1009 (anfiteatro)   Estacionamento no local

Quando : 11 de julho (segunda-feira) 19h

Reservas : mgdegarcia@terra.com.br

Valor : R$ 60,00

Edouard_Manet_-_Le_Chemin_de_fer_-_Google_Art_Project

 

 

Val Thorens - França -Lugar fantástico para quem curte esquiar e fugir do calor

17 de fevereiro de 2016 0

Se você quiser passar um carnaval literalmente nas alturas e com zero stress, meu conselho se você ainda não conhece e se já foi certamente vai querer repetir a estadia em Val Thorens.
Val Thorens fica na região de Les Trois Vallées – literalmente os três vales – é o nome da maior área esquiável interligada do mundo no departamento francês da Savoia, nos Alpes franceses. Um lugar fantástico para quem gosta de se divertir na neve e na beleza das paisagens alpinas. Não é a toa que esta estação de esqui foi considerada como a melhor estação de esqui da França e do mundo, título dado pela World Ski Awards, em 2013/2014 e 2014/2015.

Val thorens

Val Thorens não é tão conhecida dos brasileiros, sua vizinha Courchevel leva toda a fama. Courchevel é mais chique, tem restaurantes estrelados, mas Val Thorens é mais jovem, além de possuir um dos melhores spots de aprés esqui que existe – o La Folie Douce , um bar com mesas ao ar livre, onde as pessoas de todas as gerações começam a chegar e dançam ao som turbinado por 2 djs que ficam até o por do sol.
mas voltando ao esqui, é um paraíso para todos os níveis, pois possui 600 quilômetros de pistas, que se dividem entre pretas, vermelhas, azuis e verdes.

La Folie Douce

la Folie Douce

Em um dia é possível fazer um roteiro saindo da vila, passar por Méribel-Mottaret outro lugar com pistas incríveis e chegar até Courchevel-Le Praz.

IMG_0650
Possui muitos meios de elevação expressos, e mesmo na alta estação são poucas filas. Em dia de sol é obrigatório subir no pico mais alto da região – entre Courchevel e Meribel – o Saulire e de lá ter a visão deslumbrante de mais de 100 picos nevados e do majestoso Mont Blanc.

IMG_0521

IMG_0584

IMG_0580
Tem hotéis, pousadas e alojamentos de todos os tipos e para todos os bolsos, é claro que esquiar não é um esporte barato, na verdade o custo maior é o passe para os meios de elevação na montanha.
Há muitos anos atrás em Val d”Isere eu havia me hospedado no Club Méditerranée e tinha gostado muito da experiência, quando fiquei sabendo que o Club Med de Val Thorens tinha sido completamente renovado e estava reabrindo na temporada 2014/2015 com preços muito atraentes, bateu aqueles 5 minutos, sabe? Aqueles que a gente pensa – a vida é curta, afinal eu mereço, aquele frio na barriga que a gente sente quando faz pequenas loucuras e que trazem grandes memórias. E me fui.

IMG_8136

Club Mediterranée de Val Thorens

Parede de escalada no Club Med

Parede interna de escalada do Club Med

todas as delicias regionais, entre elas o famoso queijo Reblochon.

Todas as delicias regionais, entre elas o famoso queijo Reblochon

A experiência gastronômica é demais, o prédio tem um paredão de escalada interno onde adultos e crianças podem aprender, ski in e ski out sem falar que fizemos vários amigos, colegas das aulas de esqui. E surpresa – o chef do village é um brasileiro, o Daniel Guimarães, que foi super gentil e atencioso conosco.
Adoramos reviver a experiência.

Val Thorens
Val Thorens

Como chegar:
São 4 horas de TGV desde Paris Para que vem com o TGV, o acesso é feito através de Moutiers. Para quem utiliza outra forma de transporte, e/ou vem de outros destinos que não Paris, Genève / Suíça está a 150km, Lyon / França está a 210 km e Turin / Itália está a 255 km.

Se você gostou deste post e gostaria de um Roteiro sob Medida, entre em contato conosco pelo site www.viajandocomarte.com.br