Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Oriente Médio"

A conciliadora e surpreendente Jordânia

28 de novembro de 2019 0
Começando mais uma jornada de prospecção! Desta vez e o Oriente Médio é o nosso destino, vamos buscar o que há de mais interessante , as experiências mais legais na Jordânia !

DSC05665

A Jordânia é um país quase sem litoral e relativamente pequeno com uma população de pouco mais de 9,5 milhões de pessoas. São muçulmanos e predominantemente sunitas. O país é considerado um dos lugares mais seguros do do Oriente Médio, tendo se submetido a políticas de paz tanto americanas e israelenses, quanto da Arábia Saudita. Em 1920, a antiga Jordânia tinha uma população de 200 mil pessoas, sendo que deste total mais da metade era nômade, vivendo nas terras áridas do comércio e pastoreio. Em 100 anos , o pais recebeu migrantes de todas as regiões vizinhas.

DSC05995

A Jordânia tem sido muito hospitaleira mesmo em meio ao tumulto dos países circundantes, aceitando refugiados de praticamente todos os conflitos desde 1948, com estimativas dizendo que quase 70% de sua população é proveniente de refugiados palestinos  e  atualmente 1,4 milhões de sírios vivem no país. Os iraquianos trouxeram muito dinheiro, os sírios vivem em campos refugiados em situação mais precária, os palestinos com passaporte da Jordânia que vieram depois da guerra 1967 foram praticamente incorporados à população . E , apesar dos tratados de paz, muitos jordanianos continuam considerando o Estado hebreu como um “inimigo”. Continuar lendo …

Filmes que humanizam os conflitos no Oriente Médio

04 de maio de 2016 0

A questão do Oriente Médio entra em nossas casas diariamente em noticiários que nem sempre esclarecem os conflitos.

São anos de guerras que já se perde o motivo e as razões de cada lado .

Pensando nisto tenho visto muitos filmes que tratam destas questões e posso dizer que humaniza-las é uma forma singela de tentar evitar que se perpetuem.

Aqui vão algumas sugestões para quem gosta do tema e quer tentar entender melhor os tantos fatores envolvidos, povos e países que formam a região.

oriente-medio-jovens-pedem-paz

Os Árabes também dançam (2015)

Eyad (Razi Gabareen), um jovem árabe e orgulho de seus pais, vive com a família em Tira. Ele é aprovado em uma grande universidade em Jerusalém. Quando se muda, parece não se enquadrar no novo ambiente, pois é tímido e não é fluente em hebraico. Naomi (Danielle Kitzis), uma colega de classe, é a única a se aproximar. Eles se envolvem o que complica a situação . Bem apropriado para sentir as intrincadas relações de árabes e judeus em Israel.

images

 

Uma garrafa no mar de Gaza (2013)

Tanto Tal (Agathe Bonitzer) quanto Naïm (Mahmud Shalaby) nasceram na mesma região. Entretanto, as vidas deles são bem diferentes. Tal tem 17 anos, é judia e mora em Jerusalém, enquanto que Naim tem 20 anos, é palestino e mora em Gaza. Apenas 60 milhas os separam em relação à distância, mas o histórico de guerra entre os povos é um grande complicador. Uma garrafa jogada ao mar pode mudar a situação entre eles, trazendo forças para que suportem esta dura realidade. Uma história de conflitos, que fala de segregação mas também de caminhos.

20224656

Andando sobre as águas (2004)

Após o suicídio de sua esposa, agente secreto israelense recebe a tarefa de capturar o criminoso nazista Alfred Himmelman, supostamente vivo. Sua pista é o neto de Alfred, que está em Israel para visitar a irmã. O israelense torna-se amigo do rapaz e da moça, o que gera uma crise de consciência no agente. Istambul , Jerusalém , Mar Morto fazem parte da paisegem deste Thriller .

b8f7110a3da7fd51a168dc38237c0ba6_jpg_290x478_upscale_q90

Caramelo (2007)

Beirute. Cinco mulheres costumam se encontrar regularmente no salão de beleza Sibelle: Layale (Nadine Labaki), amante de um homem casado e que sonha com o dia em que ele se separará; Nisrine (Yasmine Elmasri), que está prestes a se casar mas não é mais virgem e não sabe como contar isto ao noivo; Rima (Joanna Moukarzel), que sente atração por mulheres; Jamale (Gisèle Aouad), que tem medo de envelhecer; e Rose (Sihame Haddad), que abriu mão de sua vida para cuidar da irmã mais velha. Temas da vida , religião, politica são tratados no dia a dia das mulheres

19962592_jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

A noiva Siria (2004)

Colinas de Golam, na fronteira entre Israel e Síria. Está em andamento a preparação das bodas de uma jovem drusa, que mora no lado israelense, com um astro de TV também druso, mas que mora do lado sírio. A noiva precisa atravessar a fronteira, mas a burocracia do procedimento atrapalha a realização do casamento. Além disto   ela sabe que corre o risco de nunca mais poder voltar para sua cidade em Israel.  Com isto os conflitos se apresentam , mas é leve e divertido mesmo assim.

a-noiva-siria_t2088_K1Ag7b9_jpg_290x478_upscale_q90

Para saber mais sobre o Viajando com Arte entre no site : www.viajandocomarte.com.br

 

 

 

 

 

 

PRA LÁ DE MARRAKESH : DUBAI .... Por Luciano Zanetello

17 de outubro de 2010 2

               MUITO SE FALA DE DUBAI  POR CONTA DOS MEGA PROJETOS E ATRATIVOS  MAS POUCO SE CONHECE DA SUA  HISTÓRIA

.             EM DEZEMBRO / 71, SEIS EMIRADOS ( ESTADOS ) PROCLAMARAM SUA INDEPENDÊNCIA DEIXANDO DE SER UM PROTETORADO BRITÂNICO .

 EM FEV. DO ANO SEGUINTE O ÚLTIMO EMIRADO JUNTOU – SE AOS SEIS PRIMEIROS FORMANDO O QUE É HOJE OS EMIRADOS ARABES UNIDOS

( EAU ) CUJA CAPITAL É ABU DABHI E DUBAI A CIDADE  MAIS CONHECIDA .

            A CIDADE É CONSTRUÍDA NUMA  OUTRA ESCALA.

            A SURPRESA INICIA NO  AEROPORTO QUE É GIGANTESCO COM UM MOVIMENTO ALUCINANTE.

 

 

 

 

 

 

 

         O GRANDE MOTE DA CIDADE É SUA ARQUITETURA COM OS PRÉDIOS OUSANDO MAIS E MAIS EM SUAS CONCEPÇÕES .

 

 

 

 

 

 

 

 

           PARA TERMOS UMA EXATA NOÇÃO DO RITMO FRENÉTICO DA CONSTRUÇÃO , UM BOM PERCENTUAL DE GUINDASTES E GRUAS DO MUNDO INTEIRO ESTÁ AQUI .

           O CALOR BEIRA OS 50 °C E É QUASE IMPOSSÍVEL CAMINHAR NA RUA . A CIDADE É TODA AJARDINADA COM LARGAS AVENIDAS , TÚNEIS , VIADUTOS , O METRÔ FUTURISTA ( TUDO QUE EU SONHARIA P/ POA UM DIA … ) .

 

 

 

 

 

            TODA A AGUA É RETIRADA DO MAR ( DESSALINIZADA ) E A IRRIGAÇÃO DE SEUS JARDINS  É COM AGUA RECICLADA .

 

 

 

 

 

 

          Passageiros típicos dos táxis no Creek

 

 

 

 

   ALGUNS PROJETOS SÃO TÃO MEGA QUE SÓ SÃO VISUALIZADOS DO CÉU ( THE PALM QUE É UM CONJUNTO DE ILHAS ARTIFICIAIS IMITANDO UMA PALMEIRA E THE WORLD OUTRO CONJUNTO QUE REPRESENTA O GLOBO TERRESTRE ) .

         O EDIFÍCIO MAIS ALTO DO MUNDO NÃO CABE NO ENQUADRAMENTO DAS MÁQUINAS FOTOGRÁFICAS ( NAKHEEL TOWER ), FOI INAUGURADO EM JAN. DESTE ANO MAS  AINDA ESTÁ EM CONSTRUÇÃO.

          OUTRO ÍCONE DA CIDADE É O BURJ AL ARAB, HOTEL EM FORMA DE VELA DE BARCO.

 

 

 

 

 

 

            APESAR DE TODA A “ABERTURA”  P/  O TURISMO E OCIDENTALIZAÇÃO , AS MULHERES SÃO BASTANTE DISCRIMINADAS PARA O BANHO DE MAR , EXISTE  UM CLUBE EXCLUSIVO TODO CERCADO DE ALTOS MUROS SÓ PARA ELAS EVITAREM A EXPOSIÇÃO .

 

 

       Mesquita liberada para visitação, desde que com trajes apropriados

 

 

 

   A MAIORIA ADOTA OS TRAJES TRADICIONAIS  E ALGUMAS “BURKA” SÃO VISTAS. 

        PODEMOS OLHAR DUBAI SOB DUAS ÓTICAS DIFERENTES.,A PRIMEIRA COMO  A CONJUNÇÃO DO QUE O DINHEIRO PODE FAZER : MODERNIDADE , CONFORTO , INOVAÇÕES ETC…….

 

 

 

 

 

 

 O OUTRO LADO É CONSIDERARMOS A CIDADE COMO UM GRANDE OÁSIS ARTIFICIAL  ,  FORJADO POR UMA MÃO DE OBRA QUE VIVE A MARGEM DISTO TUDO EM CONTAINERS SEM AR CONDICIONADO , QUE PARA CÁ ACORREM  NA ESPERANÇA DE AMEALHAR UM PATRIMÔNIO QUE PERMITA O RETORNO P/ UMA VIDA MENOS MISERÁVEL EM SEUS PAÍSES DE ORIGEM .