Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Roteiros em grupos"

India Inspirations - Roteiro de Viagem Março /2020

17 de julho de 2019 0

India

O mais enigmático dos países, a Índia é um mergulho nos sentidos. Um dos grandes caldeirões culturais da humanidade, onde uma incrível variedade de religiões e etnias convivem em harmonia. Conhecer a Índia de verdade é poder vislumbrar o país além do exótico, perceber a espiritualidade cotidiana contida no olhar doce e alegre de seu povo. A Índia é única e você não sairá indiferente desta viagem. Uma experiência que vai acompanhar sua trajetória, dos aromas instigantes da culinária à riqueza do artesanato, um aprendizado baseado numa cultura milenar de cenários deslumbrantes.

IMG_2364

06 DE MARÇO | BRASIL – NOVA DELHI

07 DE MARÇO | NOVA DELHI – AGRA Pela manhã partiremos via terrestre para Agra. Capital do grande império Mughal, que teve seu apogeu no século XVI e sede do mais famoso monumento do país, o Taj Mahal aquele que representa o amor infinito. Você certamente não sairá imune desta experiência. Visita ao Forte de Agra conhecido como Forte Vermelho, um impressionante exemplo da arquitetura Mughal reconhecido como patrimônio da UNESCO. Foi construído por Akbar, um dos poderosos representantes desta dinastia muçulmana que dominou o norte da Índia.

66528069_324546568433790_255327520755286016_n

IMG_0300

08 DE MARÇO I AGRA – JAIPUR

Ao amanhecer, visita ao Taj Mahal, construído como um mausoléu, no século XVII, por Shah Jehan, em homenagem à sua amada esposa, Mumtaz Mahal. Projetado com proporções perfeitas e todo em mármore branco é uma vista magnífica. Reza a lenda que o próprio Shah Jehan ordenou cegar e cortar as mãos do arquiteto após a conclusão do mausoléu. Após a visita, partiremos, via terrestre, para Jaipur. No caminho passaremos por Fatehpur Sikri, a famosa “cidade-abandonada” que foi construída pelo imperador mongol Akbar, em 1571. Chegada em Jaipur, conhecida como a “cidade rosa”, capital do Rajastão e a terceira joia do triângulo dourado, famosa por seus palácios e seu passado grandioso. O encantamento começa na chegada ao Rambagh Palace, com jardins luxuriantes, um verdadeiro palácio dos antigos marajás.

agra

09 DE MARÇO I JAIPUR Sairemos para conhecer um dos cenários mais impactantes de Jaipur: o Forte Ambar. Subiremos até o pátio do forte montados em elefantes e lá faremos uma visita às várias salas decoradas com luxo e originalidade do estilo Rajput. À tarde, teremos um tempo para explorar o rico e colorido mercado de Jaipur, que recebe noivas de toda a Índia para a aquisição de luxuosos enxovais. Visita ao palácio do marajá de Jaipur, onde veremos exemplos da belíssima arte e arquitetura Rajastani. O Palácio é, até hoje, residência oficial do marajá. Após, veremos a fachada do Palácio dos Ventos, Hawa Mahal e, na sequência, o observatório astronômico Jantar Mantar, idealizado pelo próprio Jay Singh, no século XVIII. Passeio especial com a Pink City Rickshaw Co. uma iniciativa da Access Development Services (organização sem fins lucrativos), que visa obter resultados econômicos, ambientais e sociais. Enquanto os e-rickshaws não agridem ao meio ambiente, as mulheres motoristas ganham rendimentos por meio dessa profissão recém-introduzida. Todas as 200 mulheres motoristas tem participação na Pink City Rickshaw Co., ajudando a construir seu capital social.

66659338_2371310083111811_1987931466994024448_n

10 DE MARÇO I JAIPUR Hoje é o grande dia da Festa do Holi ou Festival das Cores, sem dúvidas a festa mais colorida de toda Índia! Esta festa anuncia a chegada da primavera e o fim do inverno, simbolizando a vitória do bem sobre o mal. As tintas invadem as ruas indianas, unindo pessoas de todos os cantos em uma só celebração. Assim, por apenas um dia, a única regra é se divertir, sem distinções de classe social, religião e raça. Fazendo com que toda a desigualdade desapareça entre as cores do festival.

img_b455f3e42733743b37ac11a022e3a530_1548675763534_processed_original

Após o café da manhã no hotel, faremos as celebrações do festival em Khasa Kothi com os moradores locais. Para a celebração colorida, levaremos para o seu quarto as cores naturais e o típico vestido branco (Kurta e pijama). Após a celebração, experimentaremos os pratos típicos deste festival com a família anfitriã. Restante do dia livre para aproveitar o hotel, curtir o SPA e a piscina.

11 DE MARÇO | JAIPUR / UDAIPUR

Pela manhã pegaremos o vôo direto de Jaipur para Udaipur. Onde nos hospedaremos no magnífico Taj Lake Palace, um antigo palácio de mármore, que surge como uma miragem no meio do lago Pichola. Prepare seu coração, pois Udaipur, é considerada uma das cidades mais românticas do Rajastão. Tarde livre para curtir a piscina e aproveitar o cenário. Ao final do dia teremos uma legítima e inesquecível travel experience: um cruzeiro através das águas mágicas do Lago Pichola em um barco cerimonial da casa de Mewar, a dinastia local. Iluminado por candelabros, ao som de cítaras e guiado por típicos barqueiros em resplandecentes costumes. É um cenário de esplendor, a medida que as luzes da cidade brilham e refletem nas águas tranquilas do lago. Se a cena lhe parecer familiar, talvez você já tenha chegado ao paraíso.

66756512_2287701607991822_8495058334934630400_n

66501447_1074335729622052_8477219828220821504_n

12 DE MARÇO I UDAIPUR

Visita ao grandioso palácio da cidade, o maior complexo palaciano do Rajastão, localizado às margens do lago. O lugar tem terraços com vista, salas projetadas nos mais diversos estilos que dominaram a cidade e ainda abriga a família real de Udaipur. Tempo livre para explorar o rico comércio local.

13 DE MARÇO | UDAIPUR / JODHPUR

Após o café da manhã, seguiremos para Jodhpur, via terrestre, visitando no caminho os Templos Ranakpur Jain. O renomado templo Jain, em Ranakpur, é dedicado a Adinatha. O templo, com suas cúpulas distintas, ergue-se majestosamente da encosta de uma colina. Mais de 1.400 pilares de mármore, esculpidos em detalhes requintados, sustentam o templo. Chegada ao Hotel RAAS, um oásis de verde e tranquilidade no coração de Jodhpur, de onde se avista o Forte Meharangarh. Jodhpur, a cidade azul, dominada por seu imponente forte, é o portão de entrada para o Deserto do Thar, que se estende até o Paquistão. Seus mercados, os marwares, são famosos desde o império britânico como exportadores das ricas pashminas de lã e seda.

IMG_0933

IMG_1329

14 DE MARÇO I JODHPUR

Visita ao forte de Jodhpur – Meharangarh: poderemos explorar seu interior luxuoso, adornado com veludos, espelhos e com cristais coloridos. De lá temos uma vista espetacular de toda a cidade com suas construções em tons de azul. Ao entardecer, faremos um passeio aos Jardins Mandore, antiga capital Marwar, que foi abandonada por razões estratégicas, e tem estátuas de mais de 300 deuses e heróis. Em seguida, visita ao pulsante mercado de Jodhpur.

IMG_0164

15 MARÇO | DELHI

Partiremos para o aeroporto para voar para Delhi com hospedagem no emblemático Hotel Imperial, no coração de Nova Delhi. Tarde livre para descobrir o entorno do hotel. Poderemos caminhar nas redondezas para explorar os pequenos mercados e os empórios do governo, que oferecem mercadorias de todas as partes da Índia.

IMG_0331

66397210_2398633386871042_6210060846412857344_n

16 MARÇO I DELHI

De manhã, visita à cidade de Old Delhi. Voltaremos no tempo através das ruelas antigas e caóticas. Vamos fazer um passeio de Rickshaw, passando pelo coração do comércio de especiarias, pelo Forte Vermelho e pela maior mesquita da Índia: Jama Masjid. Você vai ter todos os sentidos aguçados neste passeio. O colorido das ruas, das sedas e dos temperos vai marcar sua memória indelevelmente. No início da tarde, visitaremos Nova Delhi, passando por seus bulevares arborizados, herança do domínio britânico na Índia e o memorial de Gandhi – Raj Ghat. Tempo livre para as últimas compras.

IMG_1090

17 DE DE MARÇO | DELHI

Nova Delhi foi projetada e construída pelos britânicos na década de 1920 – é uma cidade de largos bulevares impressionantes edifícios governamentais, parques verdes e jardins. Em 1911, o rei George V anunciou a transferência da capital de Calcutá para Delhi. Uma “Cidade Imperial”, com prédios de tamanho palaciano, situados em meio a amplas avenidas arborizadas pontuadas por jardins de estilo mogol, além de com fontes e piscinas rasas. Levou 20 anos para completar este imenso empreendimento apenas para que os britânicos fizessem as malas e abandonassem o subcontinente em 1947. Visitaremos dois monumentos do passado de Delhi: Qutub Minar, um minarete para a mesquita adjacente e a Tumba de Humayun, construída pela esposa do imperador Humayun, que levou oito anos para ser concluída e é considerada um exemplo da antiga arquitetura mogol. A esposa do imperador, Begai Begum, foi enterrada no túmulo e a estrutura é a primeira de seu tipo construído no centro de um jardim bem planejado. É geralmente considerado como um protótipo do famoso Taj Mahal de Agra. O caminho nos levará ao longo da avenida cerimonial, Rajpath, passando pela imponente Porta da Índia. Acabamos o dia no Swaminarayan Akshardham, que simboliza 10.000 anos de cultura indiana em toda a sua grandeza. Ele brilhantemente mostra a essência da arquitetura antiga da Índia, as tradições e as mensagens espirituais atemporais. A experiência de Akshardham é uma jornada esclarecedora através da gloriosa arte, valores e contribuições da Índia para o progresso, felicidade e harmonia da humanidade. Akshardham significa a morada eterna e divina do Deus supremo, a morada dos valores e virtudes. À noite, teremos um jantar de despedida em um dos restaurantes mais lindos de Delhi: o Spice Route, listado entre os 10 melhores da cidade pela Condé Nast Traveller. Degustar seus pratos é como fazer uma jornada de especiarias através da costa da Índia, Sri Lanka, Myanmar e Malásia.

IMG_0560

O ROTEIRO BASE INCLUI: • Hospedagem nos hotéis indicados ou similares com café da manhã • Passagens aéreas Udaipur/Delhi e Delhi/Rishikesh/Delhi para quem fizer a extensão ao spa • Refeições mencionadas no programa (sem bebidas) • Visitas e passeios privativos para o grupo conforme programa

HOTÉIS Uma seleção de hotéis estrelados e luxuosos, onde a suntuosidade das acomodações, da decoração e da arquitetura, por si só, são uma viagem à parte. Delhi – Hyatt Andaaz Agra – ITC Mughal Jaipur – Rambagh Palace Udaipur – Taj Lake Palace Jodhpur – The Raas Delhi – The Imperial

 

INVESTIMENTO US$ 6.980, por pessoa em apartamento duplo. Consulte adicional para single.

Mais informações: 51 3025.2626 acosta@portobrasil.com.br www.portobrasil.com.br

 

IMG_0896

China com Arte - março 2019

12 de dezembro de 2018 0

 4 Shangai (356)

Em nosso grupo para China em março de 2019 houve uma desistência!

Uma super oportunidade para quem não conseguiu chegar a tempo de fechar a viagem em 2018.

48087988_2335120316562599_2520752817539383296_n

 1Beijing (210)

Este roteiro vai trilhar uma China plural. Um país onde as antigas tradições ainda estão presentes no dia a dia e a modernidade entra pelas ruelas das cidades milenares.

Vamos desbravar montanhas e arrozais em Yangshuo, circular de bicicleta pelas muralhas e emergir na história em meio aos guerreiros de Xian, viver o cosmopolitismo de Xangai alem de sentir a força da Cidade Proibida de Pequim.

User comments

User comments

User comments

Mais Informações:

acosta@portobrasil.com.br

(51) 3025.2626

Egito com Arte 2018

25 de novembro de 2018 0

Acabamos de realizar nossa terceira edição do Viajando com Arte no Egito, a última vez tinha sido a exatos 10 anos, infelizmente depois de 2008 o país entrou em um longo período de turbulência politica que nos manteve afastadas deste lugar fantástico por bem mais tempo do que gostaríamos.

IMG_0074

Templo de Philae em Aswan, dedicado a deusa Isis.

Nosso roteiro começou pelo sul do Egito, fizemos nossa base em Aswan, cidade famosa na antiguidade por suas pedreiras de granito de onde saíram muitos obeliscos que foram usados para decorar templos por todo o Egito. Aswan também estava associada com o lugar de nascimento do rio Nilo, (que nasce no centro da Africa) de lá se podia navegar até o delta do mediterrâneo, pois os egípcios faziam todo o transporte via fluvial, por esta razão a roda demorou a se tornar algo comum por lá.

46801434_284762228821288_590528647098531840_n

Mercado de especiarias de Aswan.

Nos instalamos no Hotel Old Cataract , este hotel data do período colonial inglês, é um hotel lendário, foi aqui que Ágatha Christie escreveu seu famoso livro – A morte no Nilo.

O hotel fica em um dos tantos oásis a beira do rio Nilo, o lugar é belíssimo, e da sacada do quarto podemos ver o deserto.

post (11)

Vista da sacada do quarto do Hotel Old Cataract.

post (4)

Passeio de camelo ao entardecer em Aswan.

46884366_2185329281511412_4535706582377299968_n

Por do sol em Aswan.

Visitamos os grandes templos construídos por Ramsés II, que ficam uns 300 Km ao sul de Aswan, conhecidos como Abu Simbel, a gente chega em um vôo curto de menos de 1 hora.

post (1)

Visitando Abu Simbel, os templos construidos pelo faraó Ramses II

IMG_0067
Os templos são grandiosos, e devido a construção da grande represa de Aswan, eles foram literalmente fatiados e trasladados cerca de 200 m do seu lugar original, para evitar que ficassem submersos pelas águas do lago Nasser, em um empreendimento caríssimo financiado por vários países para salvar este grande monumento reconhecido pela Unesco como patrimônio da humanidade.

Aswan tem um mercado bem típico com muitas especiarias, e lá fomos nós, conferir as padarias que assam o pão na hora, comprar o chá mais típico daqui chamado de karkadi, que é o chá de Hibiscus.

post (6)

Happy hour navegando em Feluca pelo rio Nilo.

IMG_0084

Vista do Hotel Old Cataract em Aswan.

De Aswan saem os cruzeiros que sobem o rio Nilo até a cidade de Luxor, são 3 dias de navegação, na minha opinião uma das experiências mais legais para se ter no Egito, pois do barco vamos observando as margens verdes e exuberantes das tamareiras, e logo ali já se vislumbra a imensidão do deserto. Ao longo do caminho vão surgindo templos que a gente visita. A tardinha, o horário mágico, o Egito nos brinda com um por do sol mais lindo a cada dia. Ouvir o chamado para a reza (que acontece 5 vezes por dia) é lindo, emocionante.

post (16)

Vista da cabine no barco navegando o rio Nilo.

IMG_0283

deck do barco.

Na segunda noite no barco tivemos uma festa egípcia, todas vestidas como Cleópatras, Nefertaris, Nefertitis, nos divertimos demais.

festa

Festa Egípcia.

46819114_1912783145507142_703251360862175232_n

Durante a navegação até Luxor a gente visita vários templos.

Chegando em Luxor fizemos o passeio de balão ao amanhecer, foi simplesmente espetacular, o dia estava perfeito, o ar límpido e levantar com o sol, junto com outros balões foi especial.
Nestes 10 anos eles se profissionalizaram muito, tudo melhorou, exceto que a gente sempre tem que madrugar, pois além de ser o horário mais bonito, é também o mais seguro, pois normalmente não tem vento.

46519972_275370506451774_2913648639001755648_n

Enchendo os balões para subir aos céus junto com o sol no Vale dos reis.

IMG_0547

46744437_2185329301511410_3783686864301457408_n

De cima se vê claramente o limite do vale irrigado e o inicio do deserto.

IMG_0429

O templo da faraó mulher Hatshepsut no vale das rainhas em Luxor.

Luxor é conhecida como o maior museu a céu aberto do mundo, você passeia pela cidade e vê o Egito antigo passando pelos seus olhos. Tem dois templos importantes Luxor e Karnac, este último dedicado ao todo poderoso deus Amon – Rá.
E foi no vale dos reis, na margem ocidental do rio Nilo, onde se fez um dos achados arqueológicos mais importantes da humanidade – o tesouro intocado do Faraó Tutankhamon, pelo inglês Howard Carter em 1922.
Hoje a gente visita várias tumbas incrivelmente bem preservadas com pinturas que conservam suas cores originais, mesmo depois de 3000 anos. Mas o tesouro do faraó Thut está conservado no Museu no Cairo.

post (8)

a Sala Hipostila do templo de Karnak, com sua floresta de colunas monumentais.

image00078

Templo de Karnak

46624976_1689352921170998_6341815165855465472_n

detalhe do templo de Hatshepsut

Nossa última parada foi o Cairo, que sim é uma cidade caótica, confusa, mas a gente tem que procurar ver a sua beleza. Nossa localização ajudou bastante, ficamos no Four Seasons, cujos quartos dão de frente para o por do sol no Nilo, um lugar privilegiado, perto das atrações mais importantes.

image00091

Vista do rio Nilo da sacada do Hotel Four Seasons no Cairo.

Fizemos muitas visitas legais na cidade, algumas fora do circuito normal dos roteiros, como é o caso do enorme Parque Al Azhar, um coração verde no meio da cidade, onde os casais vão para namorar e crianças fazer piquenique com suas classes.

post (15)

Parque Al Azhar, no Cairo.

cairo sky

Mesquita de Alabastro no Cairo.

image00087

Interagindo com as meninas locais, eles são super receptivos e adoram posar para foto com os turistas.

post (9)

Mercado Khan el Khalili, no Cairo

Ponto alto foi o Sitio de Gizé onde estão as famosas pirâmides e a esfinge, conseguimos um lugar especial para visitar com exclusividade a esfinge de pertinho sem outras pessoas, entramos na pirâmide de Kefrem, andamos de camelo próximo das pirâmides, almoçamos no Hotel Mena House, que tem vista única do sitio. Nos despedimos das pirâmides com o espetáculo de luz e som que conta de maneira bem didática um pouco da história desta civilização.

post (3)

post (10)

Super tranquilo de visitar o sitio de Gizé, nada de multidões.

IMG_0946

IMG_0983

IMG_1029

o famoso beijo na Esfinge.

IMG_0995

Para fechar com chave de ouro nossa imersão na cultura do Egito antigo, fizemos uma visita privada ao Museu do Cairo antes da sua abertura. Foram 2 horas inteiras com o nosso acompanhamento mais nosso guia egípcio. Ter aquele museu só para nós, foi um privilégio, pois o museu é pequeno e costuma ficar lotadíssimo.

46523871_186671198940208_2026107571567329280_n (1)

Final da visita ao Museu do Cairo, como boas brasileiras, cada uma com a sua sacolinha : ) !

Nosso grupo foi muito bacana, super astral e muito parceiro,  pois no Egito se acorda muito cedo, para poder aproveitar as horas mais frescas do dia, e todas enfrentaram as madrugadas  com muito bom humor.

Foram dias intensos de muito aprendizado e ótima convivência.

Egito com Arte – viagem à terra dos Faraós

26 de outubro de 2018 0

Depois de dez anos desde nosso último Egito com Arte , estamos voltando ao país dos Faraós!

egito com arte 032

Muita expectativa neste reencontro, é um país que nos marcou profundamente por ter sido nosso primeiro destino exótico nesta trajetória de quase quinze anos de estrada.

Vamos ao interior rever imagens de um país onde a vida parece seguir um ritmo do século passado ou em alguns momentos da própria civilização egípcia antiga.

Vamos retomar o roteiro dos sítios faraônicos com a Necrópole de Sakara , primeiro “cemitério”  de pedra do Antigo Egito, guarda nas suas muralhas o formato do antigo Palácio de Memphis. Foi aqui que o arquiteto Imhotep criou pela primeira vez uma pirâmide para abrigar os restos mortais do faraó e todo seu enxoval funerário, necessário para cumprir sua trajetória na vida eterna.

Pirâmide Escalonada ou Pirâmide de Degraus é a mais antiga construção neste formato que se tem notícia. Foi construída em blocos pequenos de pedra com estruturas sobrepostas. Guardava um estátua do faraó Djoser que hoje encontra-se no Museu do Cairo, na famosa Praça Tahrir centro da cidade.

Aqui a sensação de voltar no tempo é completa, bem menos turistas se aventuram a chegar até Sakara, principalmente ao entardecer.

Vamos para o sul do pais, seguindo o curso do Nilo em direção ao Alto Egito.

O Templo de Philae em Assuan  é primor histórico e um feito de engenharia. Ameaçado pelas águas do Lago Nasser , criado em decorrência da represa de Assuan construída na década de 60,  o templo ficava submerso boa parte do ano e estava entrando em deterioração. Um movimento internacional trabalhou na sua remoção e uma nova locação foi feita.Estivemos por lá em três ocasiões e posso dizer que este é meu templo favorito no país dos Faraós. Além do ótimo estado de conservação , Philae tem entorno especial pois a ilha para onde foi transferido não tem outra construção além do próprio templo.

Removido e reconstruído pedra a pedra, Philae é um passeio feito em pequenos barcos desde a cidade de Assuan. O passeio já é uma delícia, nesta região o Rio Nilo forma ilhas de pedra que criam um ambiente diversificado e encantador. O sol , sempre presente, reflete na água as pedras milenares que formam o templo.

Aqui aparece o Hotel Old Cataract , nosso alojamento na cidade, aqui  foi escrito o clássico de Agatha Christie, “Morte no Nilo”, ainda hoje o hotel mais luxuoso da região.
 As felucas compões a paisagem, embarcações típicas do país.

 

 Esta pequena construção na margem do Nilo é um quiosque , mandado construir pelo Imperador Romano , Trajano. Delicado e grandioso ao mesmo tempo, mostrava a força de dominação dos romanos no seu celeiro do mundo Antigo, o Egito.

Atualmente o povo egípcio é muçulmano e não guarda relação com a cultura do Antigo Egito , mas contribui com o exotismo e o colorido, criando uma mistura original presente em todos os momentos.

Muitas emoções nos aguardam , reeencontros e novas descobertas!

 
Vamos mandar relatos e fotos , nos acompanhem pelas redes sociais.

Croácia al mare - navegando pelo paraíso

31 de agosto de 2018 0

Nossa última viagem foi uma experiência inesquecível.

O Viajando com Arte montou um grupo de 9 mulheres a bordo de um veleiro nas belíssimas ilhas do sul da Dalmácia na Croácia . Nossa viadem começou em Split, onde ficamos 2 noites para conhecer um pouco do passado romano da Croácia, no muito bem preservado Palácio de Diocleciano, onde até hoje podemos ver as muralhas que delimitavam as fronteiras do palácio, contém hoje o centrinho histórico de Split, cheio de lojinhas, restaurantes e bares.

IMG_8178

IMG_8028

Detalhe da esfinge no Palácio de Diocleciano em Split.

No dia seguinte fomos conhecer um dos incríveis parques nacionais, a Croácia tem vários deles, todos lindos demais, o que visitamos fica a 1 hora de Split, é o Parque nacional de Krka, um lugar com uma beleza de tirar o fôlego, cachoeiras e passarelas sobre uma água verde esmeralda, cristalina. A grande vantagem de Krka é que é permitido tomar banho nas suas cachoeiras, o que já não acontece no Parque de Plitvice, seu irmão mais célebre.   IMG_8008

Parque Nacional de Krka.

Depois de 2 dias estávamos prontas para embarcar em nossa aventura pelas ilhas da Croácia.   IMG_8049 Este era nosso barco, onde passaríamos 1 semana, conhecendo lugares que eu nem imaginava existirem, fizemos um apanhado das ilhas mais lindas do sul da Dalmácia, Brac, Hvar, Kórcula, Mijet e finalmente Dubrovnik. Esta era minha segunda viagem a Croácia, e faze-la de barco foi uma experiência totalmente diferente, a comunhão com a natureza é total, apenas uma noite ancoramos em uma marina – em Vela Luka – na ilha de Korcula, as outras noites parávamos em baias, tranquilas, onde a gente só ouvia os sons da noite, grilos e o ondular do mar. Noites estreladas, com o melhor serviço de bordo que vocês podem imaginar, nosso jovem chef, o Viktor, tinha muito talento e saboreamos o melhor de frutos do mar e da culinária local. Longas conversas a bordo depois da  terceira noite já parecíamos amigas de infância. Conversar com nosso capitão Ante e sua esposa, Sandra, foi também muito enriquecedor, aprendemos muito do sofrimento e saga deste povo aguerrido que atravessou períodos dificeis de uma guerra sangrenta. IMG_8213 Nosso chefe a bordo, Viktor, o fato de estarmos lá durante a copa do mundo criou mais vinculos entre nós e a tripulação super atenciosa e carinhosa dos croatas. IMG_8317

Entardecer em Hvar.

IMG_8318

Nosso grupo em Hvar, antes da ilha ir a loucura no jogo que ganharam nos pênaltis da Dinamarca.

IMG_8424

Trilha que fizemos em Vela Luka na ilha de Korcula.

IMG_8552

E assim é o mar por lá, impressionante!

IMG_8553

Pic nic na praia.

IMG_8748

Pelas ruelas estreitas no centro histórico de Korcula

. IMG_8758

Pedalando pelo parque nacional na ilha de Mijet.

IMG_8985

Por do sol memorável na ilha de Sipan.

E finalmente chegamos em Dubrovnik, uma cidade saída dos contos de fadas, nosso barco ancorava um pouco para fora das muralhas antigas da cidade e pegávamos o bote em 10 minutos estávamos chegando no portinho antigo. Duas coisas imperdíveis para se fazer em Dubrovnik, caminhar pelas suas muralhas ao entardecer e subir no teleférico para ver a cidade de cima, uma visão que vai te acompanhar para sempre.

IMG_9262

nas muralhas de Dubrovnik

IMG_9323

IMG_9287

IMG_E9298

Hora da despedida, foram dia absolutamente inesquecíveis, uma experiência que super recomendo.

Parceria do Viajando com Arte + OP Turismo

21 de agosto de 2018 0

dd9027bd-9f5b-4b26-8f63-2589ab518b73

Croacia al Mare. Próxima Viagem Grupo - junho/2018

27 de maio de 2018 0

84f0e0c4-2b93-4494-a14a-5688f04319ba

 

Sri Lanka, uma viagem de experiências e aventuras

11 de dezembro de 2017 0

Voltar ao Sri Lanka e ser abraçada pela generosidade do povo cingalês é uma das primeiras sensações que nos toca!

A sua gente tem uma ingenuidade forjada pela sua longa história de miscigenação que salta aos olhos e aos ouvidos.

Aqui todas as culturas, raças e religiões convivem em harmonia! E voce se sente acolhido e bem vindo desde o primeiro instante.

IMG_E5931

Meninas saindo da escola

 IMG_5055

Templo Hinduísta em Colombo

Mas é na variedade de experiências que reside a magia do país.

Oito sítios que são patrimônio da humanidade protegidos pela UNESCO convivem nesta ilha três vezes menor do que o estado do Rio Grande do Sul. Dentre estes uma variedade que vai de florestas e berçários de elefantes asiáticos até sítios arqueológicos e templos budistas e hinduístas.

IMG_5560

Templo Hinduísta em Matale

Os elefantes asiáticos são uma dos ícones do país, menores e mais graciosos do que os africanos, fazem uma coreografia à beira de enormes lagos , com seu andar cadenciado e sua figura entre gigantesca e delicada.

Os safáris são brindados com dezenas de animais encontrados livres na natureza! Um privilégio.

IMG_5101

Carros de safari de elefantes

 

IMG_5160

Grupos de elefantes a beira do Lago de Mineryia

IMG_5633

Pintura no Palácio de Kandy

Histórias de invasões de povos do Norte, vindos do vizinho mais próximo,a Índia,  são uma constante desde o épico hindu Ramayana, que até hoje norteia a arte e os padrões mais elevados de respeito e educação.

IMG_5073

Colombo – capital administrativa

Nesta linha encontramos ruínas de antigas capitais construídas com alto grau de sofisticação. Polonarwa abriga estupas milenares cobertas de um limo respeitoso mantido pelo ainda baixo afluxo de turistas!

Local sagrado para budistas e hinduístas, mantém belos exemplares de budas gigantescos preservados ali por mais de mil anos.

IMG_5422

Ruínas de Polonarwa

Um colosso encantador ainda a ser descoberto.

IMG_5450

Estupas de figuras ilustres do budismo

Mas o mais impressionante de todos os monumentos fica bem no coração do país , Sigiriya é a rocha do leão, ali numa elevação radical foi construída uma fortaleza criada por uma disputa fraterna pelo trono real no início do século X.

Uma lembrança vem à memória enquanto subimos seus mais de 1300 degraus, Machu Picchu a cidadela sagrada dos incas no Peru! A preservação e o isolamento são os mesmos e no topo, vestígios de um palácio sagrado.

IMG_5320

A rocha de Sigiriya vista da planície

IMG_5359

Ruínas do Palácio de Sigiryia

Passando pelo templo mais adorado, por conter a relíquia sagrada do dente de Buda na última capital unificada antes da tomada dos ingleses, Kandy. A cidade guarda uma beleza meio decadente e lá acontece o maior festival cultural do Sri Lanka, onde dançarinos e elefantes decorados tomam as ruas numa celebração que dura mais de uma semana.

IMG_5532

 

Templo em Matale

IMG_5670

Oferendas ao dente de Buda em Kandy

Já nas montanhas encontramos o maior legado britânico, as plantações de chá que trazem um traçado regular e gracioso.

Aqui nossa experiência mais instigante, participar da colheita com as mulheres tamil, as responsáveis pelos trabalhos mais delicados nas plantações.

IMG_5864

 Plantações de cha em Nwara Eliya

IMG_5803

Moça da etnia tâmil colhedora de chá

O chá do Ceilão é uma marca que nem a mudança de nome do país  conseguiu apagar, o antigo nome se mantém vivo em cada embalagem que o Sri Lanka exporta.

IMG_5808

Experiência colhendo o chá

Chegamos ao extremo sul pelas linhas férreas, os trens por aqui transportam gente e carregam sonhos de muitas gerações. São um microcosmos de tipos e experiências, vale uma  viagem!

IMG_5915

 

Vagão privado

IMG_5884

Nossa experiência aqui foi num vagão privado que lembrava os períodos de colonização.

IMG_E5897

 

Pelos trilhos

IMG_E5881

Galle é a parte mais cosmopolita do país! Uma fortaleza com traços portugueses e holandeses e que hoje é o bastião mais charmoso, repleto de cafés e lojinhas transados e com um por de sol incrível nas ramparts viradas para o transparente Oceano Índico.

IMG_6016

Nas beiradas da muralha

IMG_6039

Hotel Galle Fort

Suas praias enfeitadas por pescadores originais e inesperados em suas estacas, são um convite ao dolce far niente. Ops, os italianos não andaram por aqui, mas os europeus em geral estão descobrindo em massa as belezas desta terra.

IMG_6049

Pescadores de estacas

Passamos por intempéries , pequenos acidentes de percurso e muitos momentos inesperados!

Andamos de ônibus, trem , tuk tuk em estradas que dividimos com crianças uniformizadas indo para escola, patos e galinhas e até elefantes desgarrados. Caminhamos muitos quilômetros em subidas e descidas mas acima de tudo nos deixamos envolver pela aura de outros tempos que permeia o ambiente!

IMG_5850

De tuk tuk pelas plantações de chá

Foi uma experiência transformadora e única em seu ineditismo e originalidade.

 IMG_5950

 Colegial na janela do trem

Viagem Sri Lanka com opcional Maldivas - novembro 2017

12 de abril de 2017 0

unspecified4

Uma síntese de culturas e religiões   portugueses e holandeses , hindus e budistas, ingleses e indianos .
Uma Índia mais tranquila, limpa e silenciosa. Mas igualmente apimentada e colorida.

O aroma de curry está no ar, nos mercados coloridos pelos sarongs usados pelos homens como os escoceses e os sáris das belas e sorridentes meninas, com suas tranças grossas e negras caindo nas costas.

Sobrevoar seu pequeno território e como entrar num filme da National Geographic, nos pouco mais de 200km de largura vê-se planícies pontilhadas de vilarejos, montanhas e rios, mas principalmente lagos onde manadas de elefantes selvagens margeiam em seu andar despreocupado numa dança cadenciada.

E por fim o mar onipresente nesta ilha de diversidade.

Quando se entra no coração da ilha, a selva toma conta. Tudo é verde , mesmo o litoral não estando nunca a mais de 100km de distância.

 

unspecified5

Sigiriya é uma fortaleza perdida na selva, um elo perdido que nos lembra muito a cidadela de Machu Picchu. A subida é um desafio, mais de mil degraus nos separam de um visual estonteante de mata por todos os lados.

Dambulla está fora de qualquer proporção! Quatro cavernas totalmente adornadas com motivos budistas, como as igrejas ortodoxas russas que remontam ao sec I aC. Um sincretismo religioso reina por aqui. Mas as dimensões e o preciosismo são impressionantes.

Quanto mais para o interior se vai , mais a paisagem fica tropical e luxuriante. Alamedas de castanheiras sombreiam os caminhos

   unspecified1

Galle é o pedaço mais cosmopolita do país!  Um forte que abriga um microcosmos onde viveram portuguêses, holandeses e burgers, uma mistura de locais com seus colonizadores. Os britânicos tomaram parte no final do século XVIII. Lojinhas diversificadas e charmosas, as ramparts do forte e o mar cristalino são ingredientes para uma mistura ideal.

unspecified7

Gostaria de nos acompanhar nesta aventura de descobertas e sabores!

Informações e reservas : (51) 3025.2626

acosta@portobrasil.com.br

unspecified2

 

Indochina Experience

13 de dezembro de 2016 1

Duas semanas de imersão no Oriente. Descobrir uma Indochina ainda repleta de sutilezas , de aromas e sabores que guardam a herança francesa mas que trazem no seu âmago todo o exotismo do sul da Ásia , uma região que é única e especial no maior e mais diversificado continente do mundo.

IMG_9145

IMG_9237

 

Os primeiros países que visitamos são tão diversos entre si quanto se pode imaginar. O Laos tem em suas essência a religiosidade que permeia todas as facetas de sua sociedade. A religião educa , forma os meninos e acaba sendo uma indutora de humanidade.  Eminentemente budista, guarda a influência francesa, de mais de 50 anos de dominação, como um polimento de um pais simples e um tanto rústico, mas cúmplice da natureza. Uma sociedade agrária, o povo que mais come arroz em todo o Oriente , e olhem que isto não é pouco. Mas ao mesmo tempo oferece uma culinária exótica , perfumada e picante , com ótimas padarias e confeitarias gaulesas.

IMG_8191

IMG_8325

Luang Prabang anda melodicamente , parece que uma música cadenciada embala o dia a dia. Monges com suas sombrinhas para se proteger do sol colorem as ruas de cor de laranja. Lá o sofrimento nunca impediu ninguém de ser feliz, e foram muitas bombas durante a Guerra do Vietnam e só o que não chegou até o Ocidente foram as notícias desta agressão. Mas o perdão é engrandecedor, o rancor é repetitivo e muito desgastante por isto o povo se resignou e deixou a vida fluir sem mágoas. O por do sol no Mekong ajuda a reconstruir a vida no dia a dia.

IMG_8071

IMG_8329

O rio Mekong dá o tom e traça os caminhos, leva para a selva que está ali do outro lado e serve de estrada para os países que fazem fronteira, como o Cambodja e o Vietnam , onde o rio deságua no mar.

IMG_8067

IMG_8088

 

E seguimos para o Vietnam , que pulsa , que cresce e se desenvolve. A população de todo o Laos cabe dentro de Hanói , uma cidade estonteante e frenética,  mas bucólica em torno do French Quarter. Lá as pessoas se locomovem em duas rodas , andam de moto como  quem caminha , devagar e sempre! Em Hanói tudo acontece na rua, aulas de dança, brincadeiras em família e até o banho do cachorro.

IMG_8410

IMG_8408

O culto ao herói da independência , Ho Chi Min, segue os moldes dos russos com o corpo embalsamado em um gigantesco mausoléu no centro da cidade. Construções francesas se misturam com templos Confucionistas em estilo chinês , outra grande nação dominadora dos vietnamitas. Uma curiosidade , o Vietnam é o único país no mundo fora das grandes potencias militares a ter derrotado três países do Conselho de Segurança da ONU: China, França e Estados Unidos. Feito que eles modestamente não elevam , preferem viver bem o presente e projetar um futuro de muito trabalho e desenvolvimento.

IMG_8415

IMG_8352

Começando a desacelerar fomos até o maior patrimônio natural do país! Halong Bay dispensa apresentações, é um must go e um must love!

IMG_9961

IMG_8588

Mas o movimento frenético de Hanói contrasta com um Vietnam sem pressa que encontramos na região central. Lugares imperdíveis como Hue e Hoian onde o clima de interior e praia nos aproxima de um povo simpático e acolhedor. Hue guarda toda a pompa de ter sido a ultima cidade real, a cidadela imperial que apesar de ter sido muito destruída na guerra contra franceses e americanos ainda lembra muito a Cidade Proibida de Pequim. Mas para além do centro em Hue os incríveis mausoléus dos últimos reis, são verdadeiros jardins do paraíso, com uma riqueza estonteante em trabalhos de cerâmica que enaltecem seus últimos moradores.

IMG_8643

Hoian mora no meu coração! Lanternas coloridas fazem da cidade um conto de fadas que vai se iluminando a medida que a noite cai , fazendo nosso imaginário voar e se perder entre sonho e realidade. Respira tranquilidade e bem viver , tem um clima alternativo simpático , praia e muitas lojas de roupas que fazem maravilhas do dia para noite, literalmente.

IMG_4485  IMG_4680

Lugar de diversão e aventuras , onde as almas brincalhonas encontram espaço para se expandir!

IMG_8921

IMG_8893

Foram dias de encantamento e descobertas! Um grupo super parceiro que aproveitou cada destino tirando sempre o que momento tinha de melhor! Se nutriu de afetos e presentes, histórias e relações, criando laços e deixando os sentidos serem permeados por todas as experiências.

IMG_9779

 Para quem quiser saber mais sobre os roteiros Viajando com Arte : www.viajandocomarte.com.br ou (51) 3025.2626