Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "‘Roteiros Viajando com Arte"

Descobrindo novos caminhos no Peru : Deserto de Paracas

17 de abril de 2018 13

 

IMG_3637

Depois de conhecer , Lima, Cuzco, Machu Picchu e o Vale Sagrado e ter simplesmente se apaixonado pelo Perú, queríamos mais,  nossa vontade era ficar e poder explorar todos os recantos deste país que dá lições de como receber bem as pessoas. É importante relatar para vocês o tamanho da hospitalidade deste povo que é humilde sem ser servil e ao mesmo tempo tem orgulho de ser peruano. Cada vez que volto ao Peru eu fico mais encantada, seja pela beleza natural, pela história do seu povo, das suas antigas crenças pagãs, e sobre tudo pela sua autenticidade.Dos muitos  lugares que tenho andado por aí dificilmente encontrei uma cultura tão genuína.. Quando a gente anda pelo Vale Sagrado, aquele povo colorido, as mulheres carregando as crianças em panos coloridos nas costas, não estão ali para serem vistos pelos  turistas, as pessoas estão somente levando sua vida da mesma maneira que seus ancestrais incas faziam.

Nesta viagem exploratória colocamos Paracas no nosso roteiro. Paracas fica na beira do Pacífico a 250 km ao sul de Lima e de lá saem 2 ou melhor 3 passeios imperdíveis.

O primeiro e mais famoso sai precisamente da cidade de Pisco, que fica uns 20km de distância de Paracas, Do aeroporto de Pisco saem os voos que sobrevoam as famosas linhas de Nazca, você não está lembrando das linhas de Nazca? Lembra daquele livro “Eram os Deuses astronautas?” Pois este livro questionava se aquelas figuras enormes feitas no deserto não teriam sido feitas por seres de outro planeta.A verdade é que até hoje nenhum estudioso chegou a uma teoria conclusiva de como foram feitas, o que se sabe é que elas estão  lá intocadas há pelo menos 1500 anos.São figuras enormes de macaco, colibri, condor ( a maior de todas com 360metros),aranha, além de muitas outras linhas que se assemelham a campos de pouso. A visão destas misteriosas figuras no meio do deserto é impactante. Os voos são feitos em aviões Cesna que levam até 12 pessoas, e leva uns 30 minutos de Pisco até chegar nas linhas de Nazca.

Decolando a bordo do Cesna em Pisco. Depois de 30 minutos de vôo chega-se as famosas Linhas de Nazca

O vôo é tranquilo, pois no deserto o céu é quase sempre azul, mas confesso que, quem tem estômago delicado é complicado, pois o piloto inclina muito o avião hora para a direita ora para a esquerda afim de as pessoas possam ver bem as figuras lá embaixo.

E começa o show das figuras, vejam ali o macaco.

O beija flor, uma das mais nitidas.

A aranha.

O segundo passeio, que confesso foi o que mais me deslumbrou, foi conhecer as Ilhas Ballestas, conhecidas como as Galápagos do sul.

Nossa lancha saiu do Hotel Paracas – http://www.libertador.com.pe/pt/2/1/5/paracas-hotel, que aliás é um espetáculo! Vou falar mais sobre ele na sequência. Nossa primeira parada na lancha foi depois de 10 minutos, quando deparamos com uma imensa figura como que entalhada na pedra de um morro, a figura conhecida como “Candelabro”. Existem teorias que dizem que o candelabro tinha a função de um farol, sinalizava para os navegadores a proximidade da terra.

Saindo do pier do Hotel Paracas

O enigmático “Candelabro”, seria como um farol para os antigos navegadores?

Seguimos de lancha por mais uns 20minutos até chegarmos nas Ilhas Ballestas, são várias ilhotas de pedra onde não se pode descer, e o interessante e lindo é que as ilhas são cobertas de pássaros de muitas espécies, pinguins e leões marinhos. É um verdadeiro santuário ecológico, eu só tinha visto uma cena parecida na National Geographic, as aves deram um espetaculo, aquelas revoadas com milhares de pássaros, ver os leões marinhos a 1metro de distância, foi muito legal, foi inesquecível.

Chegando nas Ilhas Ballestas

Várias grutas com muitos ninhos.

 

muitos leões lagarteando ao sol.

Conhecer estas  ilhas foi de verdade uma experiência marcante.

Nosso terceira aventura foi no deserto. Saimos à tardinha em camionetes 4×4 em direção ao deserto. O famoso rally Paris / Dakar que agora acontece nesta região . Então já viu né? A gente se sentiu fazendo parte da corrida mais glamorosa das areias.

O famoso rally Paris / Dakar que agora acontece nesta região.

Eram dunas muuuito altas e nossos motoristas aceleravam e faziam umas curvas bem radicais, uma dose de adrelalina na medida certa.

Depois de uma parada estratégica para ver o sol se por lindíssimo como só no deserto, seguimos em direção do leste, quando para a nossa surpresa a camionete da frente parou sobre a crista de uma duna e quando nos aproximamos tivemos a visão do que nos aguardava.

 

Alto astral contagiante

Até que deparamos com este acampamento nos esperando….

Champanhe, vinho, espetinhos, quitutes peruanos e música, o que poderámos pedir mais?

Como vocês puderam ver o Perú tem infinitas possibidades de lugares para todos os tipos de turismo. Citei aqui 3 passeios bárbaros que conseguimos fazer em apenas 2 dias.

Deixo vocês aqui com umas imagens deste verdadeiro oásis no deserto – o Hotel Libertador Paracas! Adios!

 

Se você gostou deste post e curte dicas de viagem, arte, restaurantes e afins, curta a nossa página Viajando com Arte no Facebook:

 https://www.facebook.com/pages/Viajando-com-Arte/121374657937187

 

Quartos onde a vista é toda sua

23 de dezembro de 2017 0

O maior luxo que se pode ter é disfrutar de uma linda vista com toda a privacidade.

São estes oásis de beleza e bem viver que separamos de presente para vocês. Escolha o seu QUARTO com VISTA e peça de presente neste Natal.

4 Shangai (225)

The Península Shangai – Xangai , China

Uma das mais belas vistas de Pudong da janela do seu quarto!

Para não precisar sai à noite e curtir um jantar a dois.

 

deserto (49)

Kasbah Hotel Tombouctou – Merzouga Desert , Marrocos

O deserto entra no seu quarto , com o conforto do silencio e das noites estreladas

IMG_0563

Parador Casa da Montanha – Cambará do Sul , Brasil

Um quarto que já inclui aventura e todo a beleza dos canions do Rio Grande do Sul.

São tendas com charme e estilo acampamento luxo. O quarto é um convite ao romance .

IMG_3077

Como Uma Ubud – Bali , Indonésia

Vegetação exuberante e misticismo num dos lugares mais espiritualizados do mundo.

Privacidade de uma piscina só sua. Para pedir muito pouco depois disto.

IMG_4830

Marina Dubai – Dubai , Emirados Árabes

Para os amantes da modernidade , conforto e luxo.

IMG_1443

Le Prés d´Eugenie Michel Guerrard – Eugénie le Bains , França

O quarto vem com a beleza da pequena vila e as delicias de um chef de cozinha que é o dono da incrível propriedade.

IMG_4786

Taj Hotel – Maldivas

Dispensa comentários, o melhor chuveiro com escolha do banho , doce ou salgado?

IMG_5152

Oberoi Amarvillas – Agra, India

Ter o Taj Mahal somente para você, um privilégio que não tem preço. Para sonhar com as mil e uma noites.

IMG_9829

Eolo Patagônia Spirit – El Calafate , Argentina

Com as extensões sobre-humanas da Patagônia argentina, um hotel fazenda como um quadro só para você.

IMG_3734

Nihi Sumba Island – Sumba , Indonésia

A sacada com banheira do melhor hotel do mundo , eleito pela Traveller & Leisure. Este é covardia.

IMG_6778

Hotel Belmond La Residencia – Deya , Mallorca

Uma vila medieval só sua , para curtir a privacidade de casa com serviço de hotel.

IMG_1501

Chateau de Mercus – Cahors, França

Um castelo , uma vila que parou no tempo e uma vista que te faz sentir a verdadeira Rapunzel.

IMG_3563

Como Shambala State – Bali , Indonésia

De frente para os terraços de arroz , para limpar o corpo e a alma neste spa perfeito.

Amazônia - impressões de encantamento

18 de agosto de 2017 2

Numa primeira viagem para a Amazônia o encantamento de vivenciar o Brasil mais profundo me tomou de assalto.

IMG_1044
IMG_1399

Foi um roteiro sob medida e enxuto , saindo de Manaus e subindo o Rio Negro por três dias de barco.

Pegamos o Untamed, um barco com 8 cabines com todo o conforto e charme , que incluía um chef inspirado , camareiras e o melhor e mais profundo conhecedor da selva que poderíamos sonhar.

IMG_1063
IMG_1056

Foi uma aula sem fronteiras, que abriu nosso léxico de Amazônia e colocou uma semente de brasilidade em nosso coração.

IMG_1583IMG_1585

A pergunta mais frequente já respondo de cara, não tem mosquitos por aqui, nem nenhum outro tipo de inseto incômodo. O Rio Negro tem uma acidez que não deixa que eles sobrevivam, o que torna a viagem aprazível da manhã a noite.

IMG_0860

Manaus tenta resgatar sua rica historia do tempo das glórias do ciclo da borracha. O Teatro Amazônia está lindo e já vale a visita. Mas ainda tem o Mercado , Palácio Rio Negro e o delicioso hotel Villa Amazônia que além de bem localizado é lindo e confortável.

IMG_0622

Em três dias de navegação vimos muitos dos mamíferos e répteis  da selva como jacaré, macacos, preguiças e muitos botos.

IMG_1466IMG_1419

Fizemos todas as atividades que a floresta oferece: caminhadas, pescarias, banhos de rio, visita a comunidades indígenas e nado com o boto cor de rosa! Voltamos encantadas e inspiradas e este texto abaixo fala um pouco de tudo isto.

IMG_1224IMG_1187

“O Brasil não pode esperar para ser redescoberto.

São tantas águas, cursos abertos como veias na mata.

Um planeta água, verde, intocado. Rios que trazem sua verdade e não se entregam em luzes cristalinas.

Negro , Amazonas ou Solimões, cada qual mantém intacto o seu percurso. Igarapés singram os igapós, os manauara comem o seu tacacá feito de tucupi e jambu!

Um novo idioma , uma plêiade de criações da natureza ainda virgem e inviolada.

E nós, gente do sul, cheia de sabedoria estrangeira alheia ao nosso âmago, nossa verdade primordial.

Uma floresta tão rica em diversidade quanto em sensações , cores, reflexos e aromas.

Macacos que espiam com curiosidade, botos que nadam livres e interagem sem medo de seu maior predador.

Jacarés dividem as águas repletas de alimento conosco , e quem tem mais a temer?

Pirarucu, piranhas e tucumãs, o anzol não dá conta de tirá-los da água , criando uma nova paleta de sabores.

A selva se oferece abundante, açaí, cupuaçu, graviola ou cajá o paladar também vai aprender.

Cada palmeira com seu milagre, o palmito que mata ou o açaí que perpetua, a escolha é sua.

E mais água, e cipós e seringueiras que trouxeram a riqueza e logo a decadência.

A selva é sustentável, se sugada em excesso seca, murcha e morre.

E mais conhecimento em curas para todos os males, até para aqueles que nem sabemos que temos.

Curas para o corpo e para a alma que retorna repleta de orgulho de fazer parte de um Brasil que alheio à tudo insiste em sobreviver.”

Palestra - Russia : pinceladas de história , viagem e cultura

27 de julho de 2017 1

Olá amigos viajantes!
Na próxima terça-feira, dia 1 de agosto, vamos dar uma palestra sobre a Rússia, pinceladas de história, viagem e cultura.
Será aberto ao público interessado.
Rua Félix da Cunha, 1009 – às 19hs ( estacionamento no local, Safe Park)
Investimento: R$ 50,00
informações pelo 999911011
Esperamos vocês!

 

IMG_4219

Viagem Sri Lanka com opcional Maldivas - novembro 2017

12 de abril de 2017 0

unspecified4

Uma síntese de culturas e religiões   portugueses e holandeses , hindus e budistas, ingleses e indianos .
Uma Índia mais tranquila, limpa e silenciosa. Mas igualmente apimentada e colorida.

O aroma de curry está no ar, nos mercados coloridos pelos sarongs usados pelos homens como os escoceses e os sáris das belas e sorridentes meninas, com suas tranças grossas e negras caindo nas costas.

Sobrevoar seu pequeno território e como entrar num filme da National Geographic, nos pouco mais de 200km de largura vê-se planícies pontilhadas de vilarejos, montanhas e rios, mas principalmente lagos onde manadas de elefantes selvagens margeiam em seu andar despreocupado numa dança cadenciada.

E por fim o mar onipresente nesta ilha de diversidade.

Quando se entra no coração da ilha, a selva toma conta. Tudo é verde , mesmo o litoral não estando nunca a mais de 100km de distância.

 

unspecified5

Sigiriya é uma fortaleza perdida na selva, um elo perdido que nos lembra muito a cidadela de Machu Picchu. A subida é um desafio, mais de mil degraus nos separam de um visual estonteante de mata por todos os lados.

Dambulla está fora de qualquer proporção! Quatro cavernas totalmente adornadas com motivos budistas, como as igrejas ortodoxas russas que remontam ao sec I aC. Um sincretismo religioso reina por aqui. Mas as dimensões e o preciosismo são impressionantes.

Quanto mais para o interior se vai , mais a paisagem fica tropical e luxuriante. Alamedas de castanheiras sombreiam os caminhos

   unspecified1

Galle é o pedaço mais cosmopolita do país!  Um forte que abriga um microcosmos onde viveram portuguêses, holandeses e burgers, uma mistura de locais com seus colonizadores. Os britânicos tomaram parte no final do século XVIII. Lojinhas diversificadas e charmosas, as ramparts do forte e o mar cristalino são ingredientes para uma mistura ideal.

unspecified7

Gostaria de nos acompanhar nesta aventura de descobertas e sabores!

Informações e reservas : (51) 3025.2626

acosta@portobrasil.com.br

unspecified2