Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2010

Sinimbu também faz parte da Rota Germânica

31 de maio de 2010 5

Sinimbu fica ao lado de Santa Cruz do Sul e também faz parte da Rota Germânica do Vale do Rio Pardo. No caminho, a estrada passa pelo distrito de Rio Pardinho, sobre o qual já postei aqui. Em Sinimbu, uma pequena cidade com população de origem alemã, o que domina é a igreja nossa senhora da Glória, bem no centro.

O Rio Pardinho banha a cidade.

A estação rodoviária fica num prédio bem antigo.

O centro de Sinimbu:

Na área rural fica a Pousada Engelmann, localizada a uns 6 quilômetros do centro, com acesso por estrada de chão. A pousada fica num lugar bem escondido e é considerada ponto turístico da cidade. No caminho, muitas casas antigas.

E a estradinha vai margeando o Rio Pardinho.

É um passeio diferente, pela estrada em meio à muita mata e belas paisagens.

Bem na entrada de Sinimbu tem esta casa, toda feita em pedra grês, que é comum na região.

fotos: arquivo pessoal

Da Rota Italiana para a Rota Alemã

30 de maio de 2010 0

De volta de mais uma viagem de fim de semana. Visitei algumas cidades que não conhecia. Fui a várias pequenas cidades, de população de origem italiana e depois alemã, numa mistura de imigrantes… Nos próximos dias começo a postar sobre essas cidades. Estive, por exemplo, numa cidade onde há em exposição na praça central uma autêntica gôndola de Veneza.

Mais fotos da gôndola e da cidade em breve. Outra cidade que passei neste fim de semana tem origem alemã e os moradores chamam de pequeno paraíso. Quem sabe eles não tem razão?

fotos:arquivo pessoal

Eu já coloquei aqui no Blog fotos de um castelo em Caxias. Pois agora visitei um castelo em Bento. Também tenho dicas de hotéis e restaurantes para quem viaja de carro por aí. Aguardem.

Na terra da longevidade

29 de maio de 2010 0

Quem conhece Veranópolis sabe que é a terra da longevidade. Pois estive lá hoje e descobri um lugar bem legal. Depois segui para Cotiporã, uma pequeníssima cidade com população de origem italiana.Cidade bem tranquila com muita coisa legal prá se ver. Escolhi 2 fotos de Veranópolis. A primeira no mirante do Espigão, com uma bela vista da serra. A outra no Balneário do Retiro, logo na saída da cidade na estrada que leva a Cotiporã. É uma área de lazer que no verão serve de local para banho para o pessoal. Nos próximos dias começo a publicar sobre tudo o que vi hoje. Por enquanto fica um aperitivo.

fotos: arquivo pessoal

Na estrada, de novo

29 de maio de 2010 1

foto: arquivo pessoal

O dia amanheceu com cara de inverno em Bom Princípio, no Vale do Caí. Passei a noite num pequeno hotel à beira da antiga estrada que passa na entrada da cidade, quase em frente ao parque onde acontece a Festa do Moranguinho. Daqui saio para outro passeio, nem sei bem onde ainda. A intenção é subir até Veranópolis e depois Cotiporã, mas vamos ver como o tempo se comporta.

Quem ainda não conhece o Lago Negro de Gramado?

28 de maio de 2010 0

O fim de semana tá chegando e a previsão do tempo é um pouco sombria. Parece que vai chover, não sei se em todo o Estado, mas a coisa tá feia. Na Serra, a previsão é de muita instabilidade, com chuva fraca. Tempo de inverno mesmo. Bom para quem gosta. Eu tinha planejado ir até Cotiporã e Nova Prata, mas não sei se vai ser possível. A opção é visitar São Francisco de Paula – onde tem a Festa do Pinhão – e depois Caxias. Ainda vou decidir. Mas essa promessa de tempo de inverno lembra bem a Serra. Resolvi publicar hoje fotos de arquivo da minha última viagem a Gramado.

Um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. O Lago Negro. Acho que quase todo mundo já ouviu falar. É um lugar bacana, tem pedalinhos para passear e um lugar tranquilo para sentar ao sol ( se houver). O lago foi construído na década de 50, depois que um incêndio destruiu parte da mata nativa. Foram trazidas então árvores da Floresta Negra da Alemanha, daí o nome de Lago Negro. Quem visita Gramado acaba conhecendo o lago mais porque faz parte dos guias de turismo.

fotos: arquivo pessoal.

Os vitrais azuis de Mato Leitão

27 de maio de 2010 9

Fiz um levantamento de quantas cidades gaúchas conheço. São 114, contando com Porto Alegre. O RS tem 497 municípios. Acho que conheço bastante. Uma dessas cidades onde já estive é Mato Leitão, no Vale do Rio Pardo. O que me chamou a atenção lá foram os vitrais bem azuis da igreja católica Santa Inês, no centro.

Mato Leitão é uma cidade bem pequena. Não há prédios altos, São apenas casas. Algumas delas eu fotografei, mais a título de curiosidade.

Uma coisa eu percebi ao visitar essas pequenas cidades gaúchas: as pessoas te cumprimentam nas ruas, mesmo que não te conheçam. Coisas que não acontecem nas cidades grandes. Mas voltando a Mato Leitão. Abaixo, fotos da área rural. A entrada principal para a cidade está em obras de asfaltamento. Utilizei outra, que é de chão, mas em boas condições.

fotos: arquivo pessoal.

Vamos comer pinhão em São Francisco de Paula?

26 de maio de 2010 0

A tradicional Festa do Pinhão começa agora em 28 de maio. Está na décima quarta edição e vai até 13 de junho. É uma boa oportunidade para comer o churrasco de pinhão. A festa fica no parque de exposições com entrada a partir da RS-020, bem fácil de achar. Quem vai para a cidade não pode esquecer que São Chico é muito fria no inverno. Lá, além de comer pinhão, é possível conhecer o Lago São Bernardo e a Livraria Miragem, com a casa de chá. Visite São Francisco.

foto: arquivo pessoal

Na foto acima o lago São Bernardo tendo ao fundo o Hotel Cavalinho Branco. Para mais informações sobre a Festa do Pinhão basta clicar no site, AQUI. Para escolher hotéis em São Francisco de Paula, sugiro o site do HOTEL IN SITE.

De volta à cidade dos Cactus

25 de maio de 2010 2

De volta a Imigrante. A cidade tem nada mais nada menos do que o maior cactário do Brasil. A Cactus Horst abriga mais de 1.200 espécies, algumas bem exóticas. Além do cacto nacional, há plantas de outros países, como México e Estados Unidos, e até mesmo de lugares da Ásia. Fazer um passeio pelo cactário é bem legal. Quem gosta de plantas não pode perder esta. A sede da empresa é bem fácil de achar.

Uma panorâmica do interior da estufa.

Os cactus grandes, como o da foto abaixo, são usados para tirar as sementes que irão virar as mudas:

Alguns dos cactus tem flores:

Há cactus de todos os tipos.

fotos: arquivo pessoal

Então, não é mais um bom motivo para conhecer a cidade de Imigrante?

O túnel ferroviário de Muçum

24 de maio de 2010 1

Muçum é uma pequena cidade localizada no belo Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul. Estive lá há algumas semanas. É pouco conhecida e está fora das rotas turísticas mas tem um lugar interessante para se conhecer. É o viaduto e o túnel ferroviário, às margens do Rio Taquari. Dizem que tem uma estátua de Cristovão Colombo por lá, mas confesso que não vi. Faltou tempo. Outro ponto legal que encontrei em Muçum foi a rua coberta, para a realização de eventos, bem na praça principal. Vamos às fotos.

O Rio Taquari, visto da ponte:

O viaduto ferroviário, que termina no túnel, meio escondido entre a vegetação:

A rua coberta, no centro:

E a já tradicional pracinha e igreja, nas cidadezinhas do interior:

fotos: arquivo pessoal.

Ainda pretendo voltar a Muçum, com mais calma, porque é possível subir no viaduto até o túnel ferroviário. E ainda quero descobrir a tal estátua do Colombo…

Um breve passeio na Borússia

22 de maio de 2010 6

Fiz um rápido passeio no sábado à tarde para um almoço no Morro da Borússia, em Osório, local que eu não conhecia. Saí de Porto Alegre depois das 13:30 e cheguei no Morro às 14:50. Fui direto ao restaurante À Lenha, que eu tinha visto na Internet. Não deixaram entrar, disseram que estava fechado. Ora, o horário de funcionamento é até as 15 hs. Achei lamentável, já que se trata de um lugar turístico e deveria ficar aberto o dia todo no fim de semana. Turista não tem horário.

Mas tudo bem, segui mais adiante e descobri um simpático restaurante com ótima comida caseira (obrigado pessoal do À Lenha). O Restaurante e lanches Dodô, atendido pelo super atencioso dono, o Dodô em pessoa. Comi uma costela de porco feito na panela de ferro, com farto acompanhamento. Ótimo almoço. O restaurante tem um ambiente bem rústico, o que combina muito bem com a região do Morro da Borússia. É perfeito.

Pensando bem, a comida italiana do À Lenha não tem nada a ver com a região. O restaurante está um pouco deslocado.

Nas fotos abaixo o Restaurante do Dodô:

Depois do almoço uma passada pelo mirante. O tempo não ajudou muito.

Ao lado do mirante fica o restaurante À Lenha. Não recomendo. Vá para o Dodô.

Na volta peguei a RS-030 até Santo Antonio da Patrulha. A estrada é muito legal, com suas curvas e vista para a Lagoa.

fotos: arquivo pessoal

Em tempo: 2 péssimos motoristas quase causaram um grave acidente na RS-030. Eu vinha a 60 km/h num trecho com curvas em meio a área urbana. Os dois malucos me ultrapassaram numa curva, quase batendo num carro que vinha no sentido contrário. Tão com pressa?Então peguem a Free Way, pô.

O Morro da Borússia tem outros atrativos, como cascatas. Pretendo voltar lá em breve, num dia ensolarado. Depois publico as fotos. Mas fica aqui uma dica: é um ótimo passeio bem perto de Porto Alegre.