Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2016

Olha o La Niña aí, gente...

31 de maio de 2016 2

Tudo indica que teremos mesmo o fenômeno La Niña no segundo semestre. O que isso significa? Em termos mais simplificados: menos chuva no RS. Temperatura mais baixa no Inverno e mais amena nas demais estações. Significa possibilidade maior de temporais também especialmente aqueles que acontecem no fim de tarde. As medições da temperatura já apontam para o fenômeno. Clique na imagem para ampliar e ver completa.

nino34

nino12

O La Niña é o contrário do El Niño e se caracteriza pelo resfriamento das águas do Oceano Pacífico, com grande consequência no clima na América do Sul. Notem que há uma grande área com sinais de resfriamento – a parte verde do gráfico.

cdas-sflux_sst_global_1

Para quem viaja de carro, o La Niña pode significar mais chance de dias ensolarados, sem chuva. Para quem trabalha com a agricultura, a falta de chuva é um problema. No último La Niña, em 2011 e 2012, tivemos muito frio por aqui e muita seca também. Enfim, são as mudanças climáticas do Planeta, que acontecem sempre e nada tem a ver com aquecimento global. É algo que vem de tempos em tempos. Fenômenos como El Niño e La Niña são os que realmente afetam nosso clima. O La Niña só deve nos afetar mesmo no segundo semestre e no ano que vem. Certamente teremos um verão de 2017 bem ameno e, quem sabe, um Inverno muito rigoroso. Se tem gente já reclamando do frio de 2016, que começou antes, imaginem em 2017 com o La Niña…

Confira também o blog no Instagram.

E no Twitter.

Taquari e sua igreja matriz

30 de maio de 2016 1

A igreja matriz São José é uma homenagem ao padroeiro de Taquari, cidade localizada no Vale do Taquari. Fica bem no centro da cidade, na frente da praça.

DSCN2115

A igreja foi construída no estilo barroco colonial, em pedra e barro. No interior, tem uma imagem bicentenária de São José, feita em madeira e doada pelo Rei de Portugal em 1765.

DSCN2128

DSCN2130

Na sacristia, foi mantida uma parede antiga da igreja.

DSCN2126

DSCN2125

A Festa de São José em Taquari é realizada sempre no mês de março.

DSCN2118

DSCN2119

DSCN2133

Para curtir minhas fotos, conheça meu perfil no Instagram. Eu também estou no Twitter.

Fim de semana com Doces e Vinhos

27 de maio de 2016 1

São várias as opções de festas no Interior neste último fim de semana de maio no Rio Grande do Sul. O destaque fica por conta da Fenadoce de Pelotas, que vai até 12 de junho. A cidade no fim do ano passado divulgou as suas atrações turísticas, muitas delas ligadas à História.

pel

A foto acima é do Museu da Baronesa, uma das atrações pelotenses. Mas certamente até 12 de junho a atração principal é a Fenadoce. Quem gosta de doces não pode perder esta festa. São várias as atrações que podem ser conferidas no site da Fenadoce 2016. Na Serra Gaúcha e na Campanha, bem pertinho de Pelotas, continua rolando o Dia do Vinho. São várias as promoções relativas ao evento.

DSCN2393

O Blog já postou alguma coisa sobre o evento, mas é sempre bom conferir qual a programação do dia no site do Dia do Vinho. Em São Sebastião do Caí está rolando a Festa da Bergamota. A cidade fica a uns 90 Km de Porto Alegre. Bom passeio para um dia, apenas. Ah, e ainda tem a Festimalha, em Nova Petrópolis, outra cidade que fica relativamente perto da Capital. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

A Vila Rica de Farroupilha

25 de maio de 2016 1

Uma das atividades do Dia do Vinho marcada para 5 de junho é uma caminhada do Moinho Buratti até a Vila Rica, em Farroupilha. Este é um dos objetivos da promoção da Ibravin, que começou em 20 de maio. Dez cidades da Serra Gaúcha participam, além da Campanha, oferecendo descontos em produtos e diversas atividades. O objetivo, claro, é incentivar o turismo na região e vender vinhos. Por isso o Dia do Vinho é também uma grande chance para se conhecer lugares novos. Um desses lugares conheci no último fim de semana, a Vila Rica de Farroupilha. É uma comunidade que fica quase na divisa com Garibaldi, perto do parque da Fenachamp.

DSCN2313

DSCN2315

DSCN2317

A principal atração dessa comunidade é a Adega Chesini, onde é possível comprar vinhos no varejo.

DSCN2327

DSCN2331

A história da adega começou na década de 30, quando Felippe Tomaz Chesini elaborava o próprio vinho, para seu consumo e de sua família. Anos mais tarde, em 1960, quando a produção de uvas se tornou maior, Felippe decidiu erguer um pavilhão para transformar estas uvas em vinho.  O primeiro produto comercializado foi um vinho tinto seco à granel, a partir de 1974.

DSCN2343

DSCN2344

DSCN2345

A Chesini tem 80 por cento de sua produção destinados ao vinho de mesa, mas também produz vinhos finos. Aliás, a história desse vinho fino é bem interessante. O Gran Vin ficou conhecido em 2011 e desde então já recebeu 16 prêmios, sendo oito internacionais. O criador da adega era contra a produção de vinhos finos, que foi levada adiante pelos filhos, meio que em segredo. Quando o vinho recebeu o primeiro prêmio, em 2011, Felippe Chesini não conteve a emoção e chorou. Desde então, o vinho sem sendo reconhecido dentro e fora do País.

DSCN2346

DSCN2347

A vinícola não tem vinhedos próprios. A empresa adquire a safra de produtores fiéis da região. E atualmente está fazendo a troca das pipas de madeira por outras mais modernas, de aço inox.

DSCN2332

Vários irmãos participam da vinícola, que fica ao lado da igreja em Vila Rica, Farroupilha.

DSCN2319

DSCN2320

DSCN2323

DSCN2324

Para chegar a Vila Rica há dois caminhos. A partir da BR-470, pegando a estrada da Fenachamp, em Garibaldi, ou pelo Desvio Blauth, em Farroupilha.

DSCN2350

Para comprar os produtos da Chesini: pela Internet ou direto no varejo. Farroupilha é a capital nacional das malhas e, além das vinícolas, atrai muitos compradores de roupas. Outra grande festa e a de Caravaggio, no Santuário, que acontece sempre em maio. E para curtir minnhas fotos, confira meu perfil no Instagram. Eu também estou no Twitter.

 

Produzindo vinhos finos em Antônio Prado

23 de maio de 2016 1

A empresa é nova, são pouco mais de 10 anos, mas já é bastante conhecida no mercado do vinho. A Vinícola Zanella de Antonio Prado nasceu em 2004 com o propósito de fabricar vinhos finos. Depois de alguns prêmios, os produtos Zanella estão consolidados. A vinícola fica na saída para Nova Roma do Sul, a uns 10 Km do centro.

DSCN2369

Visitei a vinícola dentro da programação do Dia do Vinho, que vai até 5 de junho na Serra Gaúcha e na região da Campanha. É uma boa oportunidade para conhecer lugares novos e participar de atividades ligadas ao vinho. Você pode comprar os vinhos da Zanella na loja virtual ou visitar a vinícola, que fica numa área muito especial.

DSCN2383

DSCN2382

Tem muito verde em volta, ideal para quem curte o contato com a natureza.

DSCN2384

DSCN2386

Todos os anos a Zanella realiza a Settimana in Cantina, que proporciona a pessoas amantes dos vinhos a participar da produção de sua própria bebida. Este ano o evento não aconteceu porque a safra foi prejudicada pela geada, mas outros virão. Não vou falar aqui sobre os produtos da vinícola, porque quem conhece sabe da qualidade deles. E quem ainda não conhece tem a oportunidade de conhecer, visitando Antonio Prado. A Zanella também produz espumantes.

DSCN2377

A Zanella tem vinhedo próprio, localizado a uma altitude média de 750 m. Aliás, visitar a vinícola já é um ótimo passeio.

DSCN2389

DSCN2390

DSCN2391

Há muitos animais soltos pela propriedade. Isso significa que você pode levar a família para curtir o passeio.

DSCN2380

DSCN2387

DSCN2397

E dependendo da época do ano, a região se apresenta diferente. No Outono, o colorido da vegetação se destaca.

DSCN2399

DSCN2400

A programação do Dia do Vinho inclui uma série de atividades e descontos especiais. Confira lá no site a programação. O link está no começo do post. Antonio Prado é a cidade mais italiana do Brasil, e além das vinícolas, tem ótima gastronomia. Para acompanhar mais de minhas fotos, confira meu perfil no Instagram. Eu também estou no Twitter.

 

Último dia para visitar o Entrai de Nova Milano

21 de maio de 2016 1

Você que está na Serra para aproveitar as atividades do Dia do Vinho, aproveite o domingo para um passeio até Nova Milano, em Farroupilha, e curta o último dia do Entrai. O Encontro das Tradições Italianas está na 17ª edição e este ano acontece no local considerado o berço da imigração italiana no RS. Foi em Nova Milano que tudo começou. O Entrai promete boa gastronomia e cultura italiana aos visitantes.

DSCN2363_640x480

O evento está montado na praça de Nova Milano, sem cobrança de ingresso para quem quiser visitar.

DSCN2359_640x480

DSCN2360_640x480

O italiano adora festa e sempre se diverte participando delas.

DSCN2362_640x480

Nova Milano é um distrito de Farroupilha e fica na RS-122 em direção a São Vendelino, a poucos quilômetros do centro.

DSCN2367_640x480

Além de participar da festa, conheça um pouco das atrações da região.

DSCN2368_640x480

Falando de novo no vinho, o Dia do Vinho vai até 5 de junho em 10 cidades da Serra e também na Campanha. São várias promoções e atividades. Escolha uma delas na programação e curta a Serra Gaúcha. Está fazendo bastante frio por aqui, ótimo para um bom vinho e um jantar italiano. Eu também estou no Instagram e no Twitter.

Na Rota Romântica

21 de maio de 2016 2

Subi a BR-116 na tarde de sexta-feira e, apesar do tempo fechado e neblina, o trecho estava muito bonito, com as árvores amarelando por conta do Outono. Nem sempre é possível parar o carro, mas um pouco antes de Picada Café acabei estacionando.

DSCN2308_640x480

DSCN2310_640x480

Vou cumprir um roteiro em Farroupilha, Nova Roma do Sul, Antonio Prado e Flores da Cunha, por conta do Dia do Vinho. Vou visitar vinícolas e, como não estarei dirigindo, terei a chance de degustar vinhos. Eu também posto fotos no Instagram e no Twitter. Mesmo com tempo fechado, sempre é bom passear na Serra que, aliás, fica melhor com cara de Inverno.

Curiosidades de Passo do Sobrado

20 de maio de 2016 1

Esta pequena cidade fica no Vale do Rio Pardo, ao lado de Santa Cruz do Sul. Quem chega a partir da RS-287 em Santa Cruz do Sul, um pouco antes de uma pequena ponte, já na área urbana, pode perceber esta casa antiga no meio de um matagal. A casa está abandonada.

DSCN2236

DSCN2237

DSCN2238

Seguindo mais à frente, à esquerda, fica a igreja de Passo do Sobrado. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário tem uma arquitetura que evidencia as raízes germânicas e portuguesas. Tem estilo gótico e foi construída entre 1928 e 1938, graças ao trabalho comunitário.

DSCN2241

DSCN2242

Passo do Sobrado também é conhecida por ser a terra natal do Mano Menezes, treinador de futebol. Para curtir minhas fotos, me siga no Instagram. Também estou no Twitter.

O (quase) desconhecido Mirante Gelain

19 de maio de 2016 3

Vários motivos para visitar a Serra a partir de sexta-feira, 20 de maio. Começa mais uma promoção do Dia do Vinho, em vários municípios. Vai até 5 de junho. Tudo bem se você não curte vinho, não importa. É apenas mais uma boa desculpa para conhecer ou revisitar lugares nesta que é uma das mais belas regiões do RS e do País. O bom é que a Serra tem de tudo um pouco. Cidades com infra-estrutura para receber visitantes e lugares especiais que poucos conhecem. Um desses lugares, pouco divulgado pelos roteiros de turismo, fica em Flores da Cunha, um dos maiores produtores de vinho do País. Na estrada que leva a Nova Pádua tem o Travessão Alfredo Chaves, à direita de quem segue para Nova Pádua. Entrando no Travessão e seguindo sempre em frente, existe um lugar com um mirante e uma cascata. O Mirante Gelain e a Cascata Bordin. Tem uma parte da estrada que não tem asfalto, mas não se preocupe, que está em bas condições. A cascata fica bem na encosta de um paredão de pedras e é melhor de ser vista em época de chuva.

DSCN2272

Do mirante, é possível ver o Rio das Antas.

DSCN2274

Se arriscando um pouco à beira do penhasco, tem umas pedras. Tentei chegar mais próximo, mas é perigoso.

DSCN2277

A área do Mirante Gelain é particular e foi doada pela família do mesmo nome ao município. A região é mais conhecida por pessoas que curtem esportes radicais, já que é possível descer até a parte baixa da cascata. Nunca fiz isso, porque a trilha fica em meio à mata. Praticantes de Rappel também frequentam o mirante, que tem um quiosque para venda de lanches mas sempre que estive por lá estava fechado. Essa região de Flores da Cunha tem outros atrativos. Basta pegar o carro e circular pelas estradas de chão batido.

DSCN2280

Quem  curte apenas o asfalto, também encontra lugares bonitos na estrada que leva a Nova Pádua.

DSCN2268

DSCN2269

As fotos acima são de uma vinícola às margens da estrada. Passando por Nova Pádua, é possível atravessar de balsa o Rio das Antas para Nova Roma do Sul.

DSCN2281

Na subida para Nova Roma, a usina Castro Alves está sem a estrutura do mirante, que deve ter desabado em função da chuva.

DSCN2284

De Nova Roma, tem a estrada asfaltada para a região de Farroupilha, a RS-448, que leva também aos Caminhos de Pedra, em Bento. Nesta região tem um cemitério sueco, já que os suecos também vieram para o RS, assim como alemães e italianos. O Blog, inclusive, já postou sobre o museu sueco de Farroupilha, em Vila Jansen. Na estrada, a 448, há uma pequena capela:

DSCN2286

Como se vê, o Dia do Vinho é apenas uma boa desculpa – mais uma – para fazer um passeio pela Serra. Eu também estou no Instagram e no Twitter.

 

O crime do Morro da Cruz

18 de maio de 2016 2

O Morro da Cruz é um dos pontos turísticos da bela cidade de Santa Cruz do Sul. Está sendo renovado e remodelado. Lá de cima tem-se uma visão de toda a cidade. É possível ver inclusive o Lago Dourado, outra atração de Santa Cruz.

DSCN2232

O morro não é muito elevado. A queda, a partir da parte mais alta, é de cerca de 40 metros.

DSCN2234

Foi lá que em 2012 morreu a jovem Ana Paula Sulzbacher, que tinha apenas 15 anos. Ela foi enganada, bebeu, foi violentada e jogada do alto do morro. Tudo aconteceu numa madrugada de fim de semana e o corpo só acabou descoberto 3 dias depois. A menina morreu na queda. Se tivesse sido encontrada antes, poderia ter sobrevivido. O crime teve uma grande repercussão em Santa Cruz e a polícia demorou um pouco, mas encontrou um suspeito, que está sendo julgado hoje. Ele tem 25 anos. A jovem Ana Paula nunca chegará à essa idade.

Ciu3ampWEAAmPtl

Bem, esperemos que se faça justiça. E que o Morro da Cruz seja conhecido apenas como uma atração turística de Santa Cruz do Sul, e não o local onde um crime bárbaro aconteceu.

DSCN2233

Se você for visitar Santa Cruz, conheça o morro. Vale a pena. É um lugar bonito, apesar de tudo. Eu também publico fotos no Instagram e no Twitter.

P.S. – O acusado foi condenado a 30 anos de prisão pelo crime.