Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2017

O Santuário da Serra da Piedade, em Minas

27 de fevereiro de 2017 0

A menos de 50 Km de Belo Horizonte fica um dos lugares mais incríveis de Minas Gerais. O Santuário Nossa Senhora da Piedade está localizado no município de Caeté. É cenário de riquíssima beleza natural, no alto da montanha, a 1.746 metros de altitude.

DSCN4995

DSCN4990

DSCN4991

Um lugar para quem busca tranquilidade e a beleza da natureza. Nossa Senhora da Piedade é a padroeira de Minas Gerais.

DSCN5011

DSCN5020

Do alto do Santuário, em dias claros, é possível ter uma das mais belas vistas das montanhas de Minas. São 360 graus de panorama. Nas fotos abaixo a cidade de Caeté e uma das muitas barragens de mineração da região.

DSCN5007

DSCN5008

No santuário há uma igreja, do século 18, além de um observatório astronômico.

DSCN5024

DSCN5029

DSCN5031

DSCN5032

DSCN5036

DSCN5005

DSCN5006

Para o turista, há um restaurante e uma capela, além de uma cafeteria e loja de souvenirs. É possível almoçar em uma mesa na janela, com uma vista espetacular. O restaurante funciona todos os dias, serve almoço a quilo e o preço é baixo em relação a outros restaurantes da região. Nos fins de semana e em feriados o santuário fica mais movimentado.

DSCN4988

DSCN4985

DSCN4994

DSCN5001

A entrada para o Santuário fica a 16 Km do centro de Caeté. Depois da portaria, tem mais uns 5 Km de subida, afinal são mais de 1.700 metros.

DSCN5049

DSCN5046

DSCN5042

DSCN5040

DSCN5038

Essas rochas que fazem parte do cenário do santuário tem nada mais nada menos que 2 bilhões de anos. Antes de subir ao Santuário passe pelo centro da cidade de Caeté e conheça a igreja matriz.

DSCN4973

DSCN4977

DSCN4978

Como tantas outras cidades mineiras, Caeté também tem o seu coreto.

DSCN4976

Se você estiver em BH e de carro, siga para Caeté passando por Sabará. A estrada é estreita, tem movimento na região de Sabará, mas vale a pena pela paisagem. A distância é quase a mesma se o trajeto for pela BR-262.

DSCN4971

DSCN4970

Minas Gerais é um estado peculiar porque tem atrativos para todos os gostos. O santuário da Piedade se assemelha ao da Caraça, que já foi mostrado pelo Blog. Confira também as fotos do Blog no Instagram. Mais informações sobre a região de Caeté no site do Santuário.

Turismo nos Parques Nacionais - Cambará do Sul

22 de fevereiro de 2017 5

Uma mostra de que o turismo é um grande trunfo para combater a crise econômica. Cidades que investem para atrair turistas não sentem o problema que afeta grande parte do país. Uma pesquisa do Instituto Chico Mendes aponta que em 2016, os parques nacionais brasileiros bateram recorde de visitantes. Foram mais de 8 milhões e 800 mil. Turista que visita parques precisa de hotel para se hospedar, restaurante para comer e posto de gasolina para abastecer o carro, entre outras coisas. O parque nacional mais visitado é o da Tijuca, no Rio. Isso é explicável porque lá fica o Cristo Redentor. Em 2016, o parque recebeu mais de 3 milhões e 300 mil pessoas. O Parque Aparados da Serra, em Cambará do Sul, aparece em 9º lugar no ranking. Foram 111.778 visitas em 2016. É pouco se comparado ao Cristo Redentor, mas é um bom número. Cambará do Sul é uma cidade pequena, que vive dos turistas que visitam a região. Lá tem ainda o cânion da Fortaleza, que também atrai visitantes. Veja porque vale a pena visitar a região.

camb2

cam1

Há 2 maneiras de chegar lá. Uma delas é pela cidade de Cambará. Outro caminho é a partir de Praia Grande, no Sul de SC. A estrada de chão tem mais de 20 Km. De Cambará também é chão, com mais de 10 km. Há trechos em mau estado nas duas estradas, o que é uma pena. Para quem está em Cambará, uma alternativa é pagar um táxi ou fazer o passeio a partir de agências de turismo. É mais caro, mas pelo menos poupa o carro.

camb4

camb3

Cambará do Sul fica a uns 180 Km de Porto Alegre. Tudo por asfalto. A cidade também é relativamente perto da região das Hortências, que integra Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula.

camb5

Cambará tem um bom hotel no centro e algumas pousadas, mas atenção que muitas ficam na área rural, com acesso por estrada de terra.

camb6

Uma opção é se hospedar em São Francisco e passar o dia em Cambará. Ou se hospedar em Gramado e Canela, mas os hotéis por lá são mais caros. De qualquer forma, visitar Cambará do Sul é um passeio espetacular, em função dos cânions. A cidade cresceu um pouco e já oferece mais variedade em termos de gastronomia. Para acompanhar mais fotos do Blog, visite o meu perfil no Instagram.

Hotel Laghetto Stilo Centro de Gramado- avaliação do Blog

20 de fevereiro de 2017 0

A rede Laghetto de hotéis não para de crescer. São vários em Gramado. O Stilo Centro é o mais novo da rede e já tem mais um em construção. Outro deve sair em Canela. Uma prova de que turismo dá lucro. Bem, estive hospedado no Stilo Centro no começo de fevereiro, uma época em que é possível encontrar diárias mais baixas em Gramado. Baixa não significa necessariamente barata… O hotel fica bem no centro, na Rua São Pedro, a duas quadras da Rua Coberta. Ponto excelente.

DSCN5219

No térreo tem o restaurante, onde é servido o café da manhã. O restaurante é aberto ao público e oferece pratos no almoço e janta. Não costumo fazer refeições em hotéis. Só utilizei o restaurante para o café da manhã, que é bom. Não excelente, mas muito bom.

DSCN5221

O atendimento no hotel é ótimo. Todos os funcionários foram bem atenciosos. Não tive problemas na chegada. Tinha reserva e tudo foi muito rápido. Fiquei num apartamento no segundo andar, de frente para o prédio ao lado, em construção. Vista para a cidade apenas nos apartamentos da frente, que obviamente são mais caros.

DSCN5217

Os apartamentos são bonitos, bem decorados. Super novos. O banheiro tem uma pia estilizada que não me agradou muito. Preferia uma mais normal. O chuveiro também é diferente, parece uma placa de metal retangular, mas é ótimo. Nota 10 para o banho.

DSCN5218

Se você está de carro, atenção para o preço da diária na garagem: 33 reais. 30 reais da garagem mais 10% de taxa de serviço. Aliás, o hotel também cobra 10% de taxa de serviço na diária, portanto atenção se a reserva for feita por meio de sites como o Booking. Mais sobre o hotel: na parte interna os andares são recuados, o que deixa o prédio mais bonito.

DSCN5232

DSCN5231

Áreas de descanso em alguns pontos.

DSCN5233

Resumindo: o hotel é bonito, bem localizado, com ótimo atendimento e um café da manhã muito bom. Se você não quer gastar muito, esqueça. Ou então fique de olho nas promoções, que de vez em quando aparece uma. Geralmente em fevereiro, antes do Carnaval, e mais para o fim do ano, antes do início do Natal Luz. Gramado é uma cidade cara para o turismo. Confira também as fotos do Blog no Instagram.

A Gramado dos concertos

08 de fevereiro de 2017 1

Esta é uma boa época para visitar Gramado e gastar (um pouco) menos. Depois do Natal Luz e antes do Carnaval a cidade vive um momento de média temporada – lá é quase sempre alta temporada. É possível encontrar hotel com preço um pouco menor. Além disso, está acontecendo na cidade mais uma edição do Gramado in Concert. Ano passado estive lá na mesma época. No próximo fim de semana – 11 e 12/2 – estarei de novo na bela cidade.

gram3

Quem visita regiões serranas de outras partes do País valoriza ainda mais Gramado. Não existe cidade igual no Brasil. Quem conhece Gramado pela primeira vez sempre volta.

gram1

Pois bem, o Gramado in Concert deste ano vai até domingo, dia 12. Ainda dá tempo para curtir os concertos, em várias partes da cidade.

gram2

Gramado é daquelas cidades que tem programa para todos os gostos. Tem a cascata Véu de Noiva, por exemplo.

gram4

E o Lago Negro, que também é palco de concertos do Gramado in Concert.

gram5

O Carnaval deste ano é no último fim de semana do mês. Ainda há tempo para aproveitar preços mais baixos em Gramado. O Blog também está no Instagram, no Facebook e no Twitter. E para quem vai passear em Gramado nos próximos dias, confira a programação do Gramado in Concert 2017.

Passeando pelo Inhotim

06 de fevereiro de 2017 3

Quem viaja à Minas na região de BH não pode deixar de conhecer este parque que é um verdadeiro museu a céu aberto. O Inhotim fica na cidade de Brumadinho, a uns 60 km de Belo Horizonte pela movimentada BR-381. Nas quartas-feiras o ingresso é de graça e o parque fica bem mais movimentado. De sexta a domingo o ingresso é mais caro.

DSCN4938

DSCN4937

DSCN4939

Um dos lugares mais bacanas do parque é o Doug Aitken. Trata-se de uma grande sala redonda, envidraçada. Microfones foram instalados a 200 metros de profundidade o captam o “som da Terra”. O visitante pode sentar e ficar o tempo que quiser, curtindo o silêncio e o som que vem debaixo da Terra.

DSCN4918

DSCN4920

É preciso muito fôlego para caminhar pelas trilhas do parque.

DSCN4946

DSCN4966

DSCN4924

DSCN4926

Outro lugar que deve ser visitado e fica bem perto do “som da Terra”. O Matthew Barney é uma grande redoma de vidro. Dentro há um trator gigantesco.

DSCN4928

DSCN4929

DSCN4932

No parque há carrinhos elétricos que fazem o transporte dos visitantes, mas para usa-los é preciso pagar uma taxa de R$ 25 por pessoa. Melhor é chegar mais cedo, quando ainda é fresco, e caminhar bastante. Há muitos recantos escondidos no parque.

DSCN4940

DSCN4941

DSCN4942

DSCN4947

No parque há várias galerias com obras de todos os tipos, muitas de arte contemporânea. É meio complicado visitar tudo em apenas um dia. Caminhe pelo parque e visite apenas as atrações que vc achar mais interessante. Se você não gostou de alguma coisa, siga em frente.

DSCN4955

DSCN4950

DSCN4949

DSCN4948

Há também exposições da área da botânica.

DSCN4957

DSCN4960

DSCN4962

No parque há lanchonete e um restaurante que serve buffet a quilo, e não é muito caro.

DSCN4967

DSCN4964

DSCN4963

Para fazer uma visita e não perder nenhum detalhe, confira todas as informações que estão no site do Parque. Você pode se hospedar num hotel em Belo Horizonte e fazer passeio de um dia ao Inhotim. Eu garanto que vale a pena. Confira algumas fotos do Blog também no Instagram.

Matthew Barney

Matthew Barney

Matthew Barney

 

 

Imagens de Ouro Preto em 2017

01 de fevereiro de 2017 2

Ouro Preto em Minas Gerais é uma das cidades que não canso de visitar e sempre descubro algo novo para ver. Em janeiro de 2017 passei dois dias por lá. Eu sempre procuro me hospedar em hotéis ou pousadas perto do centro. Gosto muito do Grande Hotel de Ouro Preto, apesar de ser um dos mais caros. Sempre há uma promoção de diárias, principalmente no começo da semana – de segunda a quarta – por exemplo. Ouro Preto é daquelas cidades onde é bom passear, seja com tempo bom ou com chuva. Janeiro é mês chuvoso em Minas, mas tive sorte. No primeiro dia o céu ficou mais nublado, mas no segundo dia o Sol predominou. Quase não choveu.

DSCN4831

DSCN4835

Ouro Preto tem várias igrejas, todas do tempo do Império. Nesta viagem conheci a de São Francisco de Paula, que ainda não tinha visitado. Não costumo entrar em igrejas, até porque muitas cobram ingresso e não permitem fotos. Prefiro fotografar a parte externa.

DSCN4837

DSCN4839

DSCN4842

Para quem visita pela primeira vez Ouro Preto, o ideal é contratar um guia e caminhar pela cidade, ouvindo histórias do lugar.

DSCN4846

DSCN4850

DSCN4852

DSCN4863

Circular de carro em Ouro Preto é bem complicado. O ideal é deixar o automóvel no estacionamento do hotel e sair a pé, mesmo. Tem trânsito no centro da cidade, o que muitas vezes acaba dificultando fotografar prédios históricos. Nos fins de semana a circulação de carros cai bastante.

DSCN4866

DSCN4869

DSCN4873

DSCN4875

É só caminhando pela cidade que o visitante vai descobrindo recantos escondidos. Há bons restaurantes em vários lugares. Ouro Preto também possui muitas pousadas, mas fique atento porque algumas são longe da área central.

DSCN4879

DSCN4880

DSCN4882

DSCN4884

Fica localizado a uma quadra da Praça Tiradentes um dos pontos que devem ser visitados na cidade. É a feira dos artesãos que fazem verdadeiras obras de arte em pedra sabão. Pesquise bastante porque os preços variam de banca para banca. Geralmente, quem visita Ouro Preto compra produtos feitos de pedra sabão.

DSCN4885

DSCN4890

DSCN4895

DSCN4896

Na segunda-feira alguns museus e igrejas fecham para visitação.

DSCN4904

DSCN4897

DSCN4911

Tem muita gente que se hospeda em Belo Horizonte e visita Ouro Preto de ônibus. A rodoviária fica perto da Praça Tiradentes. Basta chegar de ônibus bem cedo, circular pela cidade e retornar à BH no fim da tarde. Vale a pena o passeio.

DSCN4912

DSCN4913

Nestas férias de janeiro passei 20 dias em Minas Gerais. Visitei várias cidades, algumas que já conhecia e outras novas. O resultado da viagem, além deste post sobre Ouro Preto, está registrado no Blog. Também tenho fotos no Instagram. Mais fotos das férias serão postadas nos próximos dias.