Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Uma viagem pela costa oeste dos EUA

20 de dezembro de 2014 0

Na década de 80, Lulu Santos cantava:

Garota eu vou prá Califórnia
Viver a vida sobre as ondas
Vou ser artista de cinema
O meu destino é ser star….

Não sei se a Julia Finamor gosta do surfar, mas que ela tem pinta de Star, isso ela tem. E também gosta de viajar.  A Julinha é produtora/repórter da Rádio Gaúcha e em novembro esteve na Califórnia. Uma viagem de carro pela costa oeste dos Estados Unidos que durou 15 dias. Ela passou por várias cidades, entre elas as badaladíssimas Las Vegas, Los Angeles, São Francisco e San Diego. Como a Júlia andou viajando de carro, ganhou espaço para um post especial aqui no Blog. 

Segundo a Júlia, foram mais de 3.000 Km percorridos. A maior parte da viagem foi feita pela Highway 1, que costeia o Oceano Pacífico. Como o trajeto percorrido foi no sentido Norte – Sul, o mar ficada à direita, facilitando as paradas para fotos e descanso. 

Nos EUA, o Sol se põe no Pacífico.

Nos EUA, o Sol se põe no Pacífico.

Algumas dicas da Júlia para quem pretende fazer o mesmo nos EUA:

Aluguel de carros – Muitas locadoras cobram uma taxa de deslocamento se você alugar o carro numa cidade. Uma dica importante é alugar um carro com GPS junto. O galão de gasolina custa lá U$3. Um galão nos EUA corresponde a 3,6 Litros.

Hospedagem – Os EUA tem várias redes de hotéis na de estrada, que você pode chegar a qualquer hora, pois sempre tem vaga. No caso da Júlia, eram 4 pessoas. Um quarto custava de U$ 60 a U$ 100. Eram hotéis como: Motel 6, Super 8, Travelodge, Days Inn.

Destinos/roteiro – O importante é decidir quais cidades pretende visitar e quantos dias vai passar em cada uma delas. Outra dica: estude bem o mapa de cada região.

São Francisco e suas tradicionais ladeiras.

São Francisco e suas tradicionais ladeiras.

As rodovias dos Estados Unidos são quase perfeitas, bem diferente do que acontece no Brasil. Lá, o motorista tem à disposição bom asfalto e sinalização. Mas algumas regras são bem rígidas e devem ser observadas, algo que não ocorre no Brasil.

Segundo a Júlia Finamor, 3 regras não podem ser esquecidas pelos motoristas brasileiros que se aventurarem por lá:

1) O pedestre tem sempre prioridade, e muitos deles atravessam a faixa sem se preocupar com os carros admitindo que eles irão parar. Tome cuidado!

2) Conversões à direita estão sempre liberadas (inclusive em cruzamentos com semáforo), exceto quando há uma placa indicando o contrário.

3) Pare completamente o carro ao ver uma placa ou sinalização de “STOP” pintada no asfalto, mesmo que você consiga ver que não tem nenhum carro vindo na outra direção do cruzamento.

O "túnel verde" americano...

O “túnel verde” americano…

Confira agora como foi o roteiro da viagem da Julia, com as dicas de onde parar.

- COSTA PELA HIGHWAY 1 – PARTE 1:  SAN FRANCISCO A MONTEREY
Esse trajeto leva cerca de duas horas.

PARADAS:

- Half Moon Bay
- Santa Cruz (vale muito a pena ir na praia e tirar fotos no parque, além disso tem o outlet da RipCul)
- De Monterey até Carmel, você deve pegar a 17-Mile, que é uma estrada paga (USD 10) com uma vista incrível da costa.

Highway 1

Highway 1

- COSTA PELA HIGHWAY 1 – PARTE 2: CARMEL A SANTA BARBARA

Trajeto leva cerca de quatro horas, com muitas paradas obrigatórias.

- O trecho entre Carmel e San Luis Obispo tem a paisagem mais bonita (Big Sur) e com a pior sinalização dos pontos que você deve visitar.

- Torça para pegar tempo aberto, com sol nos dias que fizer a Highway 1 de San Fransciso a Carmel e de Carmel a San Luis Obispo.

Carmel

Carmel

PARADAS:

a) Bixby Creek Bridge: não há sinalização antes da ponte, então se você não estiver atento, vai passar sobre ela sem parar num mirante que existe um pouco antes, e que permite uma bela vista de sua estrutura.

b) Julia Pfeiffer Burns State Park: é onde se vê uma cachoeira que cai nas areias de uma praia. Infelizmente a praia não tem acesso para os turistas e você se limita a uma vista de longe. Observação: cuidado com a confusão de nomes “Pfeiffer”!

c) Seguindo pela Highway 1, antes de San Simeon tem um mirante para observação de dezenas de leões marinhos na areia (com um amplo estacionamento, mas não muito bem sinalizado)

d) Morro Bay

e) San Luis Obispo ( cidade do interior, para fazer compras)

Bixby Creek Bridge

Bixby Creek Bridge

calif9

- COSTA PELA HIGHWAY 1 – PARTE 4: SANTA BÁRBARA A LOS ANGELES  -

Esse trajeto dura cerca de uma hora.

Depois da estadia em Santa Barbara, fomos para Los Angeles, sem antes passar o dia no Outlet Camarillo (funciona das 10-21hs) com todas as lojas que você possa pensar num Outlet, dividido em 3 grandes blocos ao ar livre. -

trechos de San Diego

trechos de San Diego

calif4

 

calif3

- LOS ANGELES A SAN DIEGO

Duração da viagem: 2 horas.

Para mim, a parte mais linda da viagem.

PARADAS

Hermosa Beach, Malibu,Huntington Beach, Laguna Beach, Corona Del Mar, Balboa Island, San Clemente.

 

Huntington Beach

Huntington Beach

calif6

 - SAN DIEGO A LAS VEGAS

Duração: 6 horas.
Essa parte da viagem não tem vista para praia, mas não deixa de ser incrível: um deserto todo para você explorar. Para quem estiver disposto a dirigir de uma vez 450km, recomendo muito fazer esse trecho da viagem de carro

PARADAS

Cidade fantasma Calico Ghost Town
Saída para famosa Rout 66. 

Calico Ghost Town

Calico Ghost Town

Trecho da Highway

Trecho da Highway

Não se preocupe quanto a abastecimento de gasolina. Há postos em número suficiente pelo caminho, mas em alguns pontos da estrada você chega a umas 50 milhas sem pontos de abastecimento. Saia de L.A. com tanque cheio e acompanhe o seu consumo.

Esta foi a espetacular viagem da Julia Finamor pela costa oeste da Califórnia.

 

 

Lugares da Serra Gaúcha

19 de dezembro de 2014 0

Quem conhece a Serra Gaúcha sabe que há muitos lugares para passear. Alguns nem são visitados pelos turistas em geral. Viajando de Carro de Nova Pádua a Otávio Rocha por uma estrada secundária, encontra-se muitos vinhedos. Dependendo da época do ano, as cores dos vinhedos mudam. As fotos abaixo são de um período em que não há uvas. 

IMG_5509

IMG_5510

Quem passa pela mesma região agora, neste fim de ano, já encontra tudo verde. Agora um pulo. Vamos até Caxias do Sul, na estrada do Imigrante, no trecho que não é asfaltado e vai até a RS-452.

IMG_5521

A estrada é estreita, tem muitas curvas, mas vale a pena fazer este passeio.

IMG_5522

IMG_5523

IMG_5524

Também no interior de Caxias, a RS-331 é asfaltada.

IMG_5512

Esta estrada começa na RS-122 perto do Parque da Festa da Uva. É um caminho alternativo até Otávio Rocha, distrito de Flores da Cunha. Mais fotos de viagens no Instagram: Marcosh85.

Em meio à Natureza em Flores da Cunha

18 de dezembro de 2014 0

Há um ponto turístico de Flores da Cunha que não é muito frequentado por turistas. É a cascata Bordin e o Mirante Gelain, que ficam no interior do município. A localização exata é o Travessão Alfredo Chaves, cujo acesso é feito pela estrada que liga Nova Pádua à RS-122. Quase todo o trajeto é asfaltado. O trecho em estrada de chão está em bom estado. A cascata tem 135 metros de queda, junto a um paredão.

IMG_5500

O mirante permite ter uma boa visão da cascata.

IMG_5504

IMG_5505

Além da cascata, o visitante tem a oportunidade de ver o Rio das Antas em meio a um vale. Muito legal a região.

IMG_5501

IMG_5502

Para acompanhar mais fotos, me siga no Instagram: Marcosh85.

 

Na cidade de Ipê

17 de dezembro de 2014 0

Algumas cidades do RS são apenas registradas na passagem do Blog. É o caso de Ipê, que fica ao lado de Antonio Prado.É uma cidade pequena, com acesso pela RS-122 que, aliás, está sendo recuperada e está com o asfalto novo.

IMG_5497

IMG_5496

A cidade tem um seminário, o Nossa Senhora de Fátima.

IMG_5494

IMG_5493

IMG_5495

Na estrada, bem perto da entrada de Ipê,  encontrei esta casa.

IMG_5498

Para acompanhar mais fotos de viagens, me adicione no Instagram: Marcosh85.

Por do Sol em Caçapava do Sul

16 de dezembro de 2014 1

Tem um lugar muito legal em Caçapava do Sul. É o forte D.Pedro Segundo. Tombado em 1983, o forte é considerada a única fortificação remanescente no estado do Rio Grande do Sul. É também um dos pontos turísticos da cidade.

IMG_5436

IMG_5437

No fim de tarde, o forte vira ponto de encontro de moradores da cidade.

IMG_5431

IMG_5432

IMG_5433

É que o por do sol lá no forte é especial.

IMG_5434

IMG_5435

Vale a pena conferir.

IMG_5438

IMG_5439

Em Caçapava do Sul ficam as Minas de Camaquã, que já foram mostradas aqui no Blog. Mais fotos de viagens no Instagram: Marcosh85.

Caçapava do Sul

15 de dezembro de 2014 0

A cidade de Caçapava do Sul não foge à regra. Como outras cidades da região, se destaca pelos casarões antigos. Um pouco mais moderna do que outras cidades da Campanha e Fronteira Oeste, Caçapava ainda mantém casas bem antigas.

IMG_5426

IMG_5427

A igreja no centro:

IMG_5425

IMG_5428

Caçapava faz parte da história do RS. É considerada a Segunda Capital Farroupilha.

IMG_5430

IMG_5429

A cidade começou com um acampamento militar, já que a região era considerada ponto estratégico, lá por 1.777. No Instagram, mais fotos de viagens: Marcosh85.

A isolada Planalto

12 de dezembro de 2014 0

A cidade de Planalto, no norte do RS, está praticamente isolada por causa da péssima situação da RS-324. Chegar ou sair de Planalto é um exercício de paciência.

IMG_5282

A RS-324 na região de Planalto vergonhosamente foi esquecida pelo Governo do Estado. Tem buracos, não sem sinalização e nem acostamento. Uma vergonha. Quem sofre com isso são os moradores da pequena cidade de Planalto.

IMG_5269

IMG_5270

Há muitas aldeias indígenas na região.

IMG_5275

Planalto está localizada quase na divisa com Santa Catarina.

IMG_5273

IMG_5272

Me siga no Instagram e acompanhe outras fotos de viagem: Marcosh85.

A Mina ao Céu Aberto

11 de dezembro de 2014 0

É o lugar mais bonito das Minas do Camaquã. Mas atenção: só pode ser visitado com agendamento e por meio da empresa que faz passeios na região, a Minas Outdoor Sports. O local fica numa área privada. Vale a pena conhecer.

IMG_5418

IMG_5419

Não é permitido tomar banho.

IMG_5423

IMG_5422

A água é azul porque reflete o céu. Na verdade a água da mina não tem cor. É considerada a água mais pura que existe.

IMG_5424

IMG_5420

Ainda não se sabe os efeitos da água nos humanos. Na pele, por exemplo. Por isso o banho não é permitido.

IMG_5421

Com esse post termina a série sobre as Minas de Camaquã, região que é cenário da série Animal, da Globosat. Para acompanhar mais fotos de viagens, me adicione no Instagram: Marcosh85.

 

Visitando Minas do Camaquã

10 de dezembro de 2014 0

Quem visita Minas do Camaquã pode conhecer o interior de algumas minas. Lá se retirava principalmente cobre. No começo as minas eram exploradas por estrangeiros, principalmente holandeses e alemães, que deixaram um legado para os brasileiros. Há maquinário usado naquela época.

IMG_5407

IMG_5408

Há planos para reativar a mineração.

IMG_5410

IMG_5412

O passeio pelas minas precisa ser agendado com a empresa que atua na região.

IMG_5414

IMG_5413

IMG_5416

Abaixo uma foto do Morro da Cruz, visto de Minas do Camaquã.

IMG_5405

O local mais bonito de Minas do Camaquã ficou para o último post. Amanhã. Mais fotos de viagens, no Instagram: Marcosh85.

Nas Minas do Camaquã

09 de dezembro de 2014 0

Minas do Camaquã é uma localidade que pertence a Caçapava do Sul. Na região funcionaram minas, principalmente de cobre. A maioria das casas que existem lá eram de pessoas que trabalhavam nas minas. Estrangeiros exploravam minério. Hoje há planos de retomar essa mineração, por uma empresa brasileira.  No tempo em que as operações eram realizadas, cerca de 5 mil pessoas chegaram a morar lá. Tinha uma infra-estrutura de cidade.

IMG_5385

IMG_5387

Havia até um hospital.

IMG_5389

IMG_5388

O prédio abaixo é do CTG de pedra.

IMG_5396

IMG_5397

Perto do CTG…

IMG_5392

Esta casa, que já aparece em alguma foto acima, era do dono do lugar.

IMG_5390

Hoje, quem visita Minas do Camaquã pode conhecer locais onde havia mineração. E praticar esportes radicais. Uma empresa com sede na localidade oferece passeios. Para acompanhar mais fotos, no Instagram: Marcosh85.