Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Turismo nos Parques Nacionais - Cambará do Sul

22 de fevereiro de 2017 4

Uma mostra de que o turismo é um grande trunfo para combater a crise econômica. Cidades que investem para atrair turistas não sentem o problema que afeta grande parte do país. Uma pesquisa do Instituto Chico Mendes aponta que em 2016, os parques nacionais brasileiros bateram recorde de visitantes. Foram mais de 8 milhões e 800 mil. Turista que visita parques precisa de hotel para se hospedar, restaurante para comer e posto de gasolina para abastecer o carro, entre outras coisas. O parque nacional mais visitado é o da Tijuca, no Rio. Isso é explicável porque lá fica o Cristo Redentor. Em 2016, o parque recebeu mais de 3 milhões e 300 mil pessoas. O Parque Aparados da Serra, em Cambará do Sul, aparece em 9º lugar no ranking. Foram 111.778 visitas em 2016. É pouco se comparado ao Cristo Redentor, mas é um bom número. Cambará do Sul é uma cidade pequena, que vive dos turistas que visitam a região. Lá tem ainda o cânion da Fortaleza, que também atrai visitantes. Veja porque vale a pena visitar a região.

camb2

cam1

Há 2 maneiras de chegar lá. Uma delas é pela cidade de Cambará. Outro caminho é a partir de Praia Grande, no Sul de SC. A estrada de chão tem mais de 20 Km. De Cambará também é chão, com mais de 10 km. Há trechos em mau estado nas duas estradas, o que é uma pena. Para quem está em Cambará, uma alternativa é pagar um táxi ou fazer o passeio a partir de agências de turismo. É mais caro, mas pelo menos poupa o carro.

camb4

camb3

Cambará do Sul fica a uns 180 Km de Porto Alegre. Tudo por asfalto. A cidade também é relativamente perto da região das Hortências, que integra Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula.

camb5

Cambará tem um bom hotel no centro e algumas pousadas, mas atenção que muitas ficam na área rural, com acesso por estrada de terra.

camb6

Uma opção é se hospedar em São Francisco e passar o dia em Cambará. Ou se hospedar em Gramado e Canela, mas os hotéis por lá são mais caros. De qualquer forma, visitar Cambará do Sul é um passeio espetacular, em função dos cânions. A cidade cresceu um pouco e já oferece mais variedade em termos de gastronomia. Para acompanhar mais fotos do Blog, visite o meu perfil no Instagram.

Hotel Laghetto Stilo Centro de Gramado- avaliação do Blog

20 de fevereiro de 2017 0

A rede Laghetto de hotéis não para de crescer. São vários em Gramado. O Stilo Centro é o mais novo da rede e já tem mais um em construção. Outro deve sair em Canela. Uma prova de que turismo dá lucro. Bem, estive hospedado no Stilo Centro no começo de fevereiro, uma época em que é possível encontrar diárias mais baixas em Gramado. Baixa não significa necessariamente barata… O hotel fica bem no centro, na Rua São Pedro, a duas quadras da Rua Coberta. Ponto excelente.

DSCN5219

No térreo tem o restaurante, onde é servido o café da manhã. O restaurante é aberto ao público e oferece pratos no almoço e janta. Não costumo fazer refeições em hotéis. Só utilizei o restaurante para o café da manhã, que é bom. Não excelente, mas muito bom.

DSCN5221

O atendimento no hotel é ótimo. Todos os funcionários foram bem atenciosos. Não tive problemas na chegada. Tinha reserva e tudo foi muito rápido. Fiquei num apartamento no segundo andar, de frente para o prédio ao lado, em construção. Vista para a cidade apenas nos apartamentos da frente, que obviamente são mais caros.

DSCN5217

Os apartamentos são bonitos, bem decorados. Super novos. O banheiro tem uma pia estilizada que não me agradou muito. Preferia uma mais normal. O chuveiro também é diferente, parece uma placa de metal retangular, mas é ótimo. Nota 10 para o banho.

DSCN5218

Se você está de carro, atenção para o preço da diária na garagem: 33 reais. 30 reais da garagem mais 10% de taxa de serviço. Aliás, o hotel também cobra 10% de taxa de serviço na diária, portanto atenção se a reserva for feita por meio de sites como o Booking. Mais sobre o hotel: na parte interna os andares são recuados, o que deixa o prédio mais bonito.

DSCN5232

DSCN5231

Áreas de descanso em alguns pontos.

DSCN5233

Resumindo: o hotel é bonito, bem localizado, com ótimo atendimento e um café da manhã muito bom. Se você não quer gastar muito, esqueça. Ou então fique de olho nas promoções, que de vez em quando aparece uma. Geralmente em fevereiro, antes do Carnaval, e mais para o fim do ano, antes do início do Natal Luz. Gramado é uma cidade cara para o turismo. Confira também as fotos do Blog no Instagram.

Uvas e moranguinhos em Otávio Rocha

17 de fevereiro de 2017 0

Mais uma festa pelo Interior do RS para aproveitar neste verão e fugir do movimento no Litoral. Esta em Otávio Rocha, o belo distrito de Flores da Cunha, na Serra. É a Feco Uva e a Festa do Moranguinho. Flores da Cunha é um dos maiores produtores de uva do RS. Em Otávio Rocha, tem até uma praça em homenagem à uva.

or

Acho que é a unica região do Estado que tem um parreiral no meio da rua…

or1

A festa que começa em 18/2 e vai até 26/2, será bem na frente da praça e da igreja. Tudo de graça.

or3

O espaço já está sendo preparado para a festa.

DSC_0115

Confira as informações do evento no Facebook. Ou no site da Festa. Neste sábado, 18, há um passeio ciclístico na programação.

or4

Um dos caminhos que leva a Flores da Cunha passa por Caxias. A estrada para Santa Justina começa nas proximidades da Festa da Uva, na RS-122. A estrada tem trechos cercado de vinhedos. Outro caminho é a partir de Flores da Cunha. Há opções de hospedagem em Caxias do Sul e também em Flores da Cunha. Em Otávio Rocha tem um hotel também. E para conferir mais fotos do Blog, veja o perfil no Instagram.

 

O Festival de Verão de Nova Prata

15 de fevereiro de 2017 0

Várias cidades gaúchas fazem programação para atrair turistas nesta época. Em Nova Prata, está acontecendo o chamado Festival de Verão. Nesta sexta-feira(17), às 21h, haverá uma sessão de cinema ao ar livre, na Travessa Clemente Tarasconi, em frente ao Cine Lux. O filme programado é o clássico italiano Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornatore. Abaixo uma foto da área central da cidade.

np

Outra atração da cidade é a Festa do Vinho Doce, que terá mais uma edição no domingo, 19 de fevereiro, a partir de 16h na Praça da Bandeira. Haverá comercialização de vinho doce, além de produtos da agricultura familiar como pães, cucas, geleias, salame e queijo.

Festa do vinho doce (4)

Ainda em Nova Prata: também no domingo (19) haverá música no Mirante do Loteamento Zilli, um dos pontos com a mais bela vista da cidade. Começa às 14h. O evento terá Djs e food trucks, com entrada gratuita. Nova Prata tem ainda outras atrações, como o parque de águas termais, que fica na estrada para Protásio Alves.

np1

No centro, a praça faz uma homenagem ao imigrante.

np2

Nova Prata está a uns 180 Km de Porto Alegre. A principal estrada para chegar lá é a BR-470, passando por Bento e Veranópolis. A cidade tem hotéis e alguns restaurantes. Uma boa opção para evitar o movimentado litoral gaúcho nesta época. Mais fotos do Blog, no Instagram.

Música no Parque em Farroupilha

14 de fevereiro de 2017 0

Farroupilha é a cidade gaúchas das malhas. Lá tem um parque muito bonito, bem perto do centro. O Parque dos Pinheiros, que está com uma promoção bem interessante. Sessões de música no fim da tarde.

pioneiro2

A matéria foi publicada hoje – 14/2 – no Pioneiro. Então é só acompanhar as datas. Amanhã, na matéria, é 15/2 e assim por diante. Um bom programa para quem mora em Farroupilha ou para quem está apenas de passagem pela cidade. Abaixo algumas fotos do Parque dos Pinheiros.

pin2

pin1

Se você ainda não conhece Farroupilha, é uma boa chance, agora no Carnaval. A cidade tem malharias, vinícolas e parques. Fica a cerca de 100 Km de Porto Alegre. Bem perto e com bons hotéis. Mais fotos do Blog podem ser conferidas no Instagram.

 

 

Mais um sucesso do Gramado in Concert

13 de fevereiro de 2017 1

Quem esteve em Gramado nos últimos dias pode curtir mais uma edição do Gramado in Concert. Com apresentações de graça em várias partes da cidade, este evento é uma grande ideia, porque aproxima a música das pessoas. A próxima edição já está confirmada, em fevereiro de 2018.

DSCN5134

DSCN5137

A apresentação de sábado da orquestra experimental atraiu grande público à rua coberta.

DSCN5139

A Orquestra Experimental era composta por 30 jovens escolhidos pelos professores. Eles vieram de várias partes do País e durante 10 dias tiveram aulas para se aprimorar. A regência foi de Gustavo Fontes, que estava bem entusiasmado.. Ele é catarinense e professor de contrabaixo da Escola de Música de São Paulo.

DSCN5154

DSCN5151

DSCN5149

DSCN5166

A menina da esquerda na foto é Maria Luiza, de 12 anos, que toca violino e é do Rio de Janeiro. Foi sua primeira experiência no Gramado in Concert. Maria Luiza toca desde os seis anos. Para ela, a música é uma maneira de se expressar. “Tocar me acalma, ajuda a extravasar sentimentos ruins”. O Gramado in Concert é uma grande chance para esses jovens mostrarem seu talento.

DSCN5164

DSCN5171

DSCN5185

O evento teve outras apresentações, como um concerto com violões na igreja São Pedro.

DSCN5209

DSCN5212

O fim de semana foi de tempo instável na Serra, com alguns momentos de chuva fraca que não chegaram a comprometer. Afinal, o bom de Gramado é quando a cidade fica com cara de Inverno, mesmo em pleno fevereiro.

DSCN5213

Mesmo em dias de céu nublado, a cidade fica bonita.

DSCN5194

DSCN5199

DSCN5197

No domingo o Sol apareceu, iluminando Gramado.

DSCN5222

DSCN5224

DSCN5223

DSCN5226

DSCN5228

Para encerrar, uma dica de almoço bom e relativamente barato em Gramado. Um restaurante que fica meio escondido, na rua paralela à Borges de Medeiros, atrás da rua Coberta. Fica bem em frente à agência lotérica. O Sttutgart oferece buffet livre e à quilo. Comida caseira de boa qualidade. Abaixo a foto do restaurante.

DSCN5236

Até o Carnaval, no fim de fevereiro, ainda é possível encontrar hotéis com diárias um pouco mais baratas em Gramado. Aproveite.

A Gramado dos concertos

08 de fevereiro de 2017 1

Esta é uma boa época para visitar Gramado e gastar (um pouco) menos. Depois do Natal Luz e antes do Carnaval a cidade vive um momento de média temporada – lá é quase sempre alta temporada. É possível encontrar hotel com preço um pouco menor. Além disso, está acontecendo na cidade mais uma edição do Gramado in Concert. Ano passado estive lá na mesma época. No próximo fim de semana – 11 e 12/2 – estarei de novo na bela cidade.

gram3

Quem visita regiões serranas de outras partes do País valoriza ainda mais Gramado. Não existe cidade igual no Brasil. Quem conhece Gramado pela primeira vez sempre volta.

gram1

Pois bem, o Gramado in Concert deste ano vai até domingo, dia 12. Ainda dá tempo para curtir os concertos, em várias partes da cidade.

gram2

Gramado é daquelas cidades que tem programa para todos os gostos. Tem a cascata Véu de Noiva, por exemplo.

gram4

E o Lago Negro, que também é palco de concertos do Gramado in Concert.

gram5

O Carnaval deste ano é no último fim de semana do mês. Ainda há tempo para aproveitar preços mais baixos em Gramado. O Blog também está no Instagram, no Facebook e no Twitter. E para quem vai passear em Gramado nos próximos dias, confira a programação do Gramado in Concert 2017.

Passeando pelo Inhotim

06 de fevereiro de 2017 3

Quem viaja à Minas na região de BH não pode deixar de conhecer este parque que é um verdadeiro museu a céu aberto. O Inhotim fica na cidade de Brumadinho, a uns 60 km de Belo Horizonte pela movimentada BR-381. Nas quartas-feiras o ingresso é de graça e o parque fica bem mais movimentado. De sexta a domingo o ingresso é mais caro.

DSCN4938

DSCN4937

DSCN4939

Um dos lugares mais bacanas do parque é o Doug Aitken. Trata-se de uma grande sala redonda, envidraçada. Microfones foram instalados a 200 metros de profundidade o captam o “som da Terra”. O visitante pode sentar e ficar o tempo que quiser, curtindo o silêncio e o som que vem debaixo da Terra.

DSCN4918

DSCN4920

É preciso muito fôlego para caminhar pelas trilhas do parque.

DSCN4946

DSCN4966

DSCN4924

DSCN4926

Outro lugar que deve ser visitado e fica bem perto do “som da Terra”. O Matthew Barney é uma grande redoma de vidro. Dentro há um trator gigantesco.

DSCN4928

DSCN4929

DSCN4932

No parque há carrinhos elétricos que fazem o transporte dos visitantes, mas para usa-los é preciso pagar uma taxa de R$ 25 por pessoa. Melhor é chegar mais cedo, quando ainda é fresco, e caminhar bastante. Há muitos recantos escondidos no parque.

DSCN4940

DSCN4941

DSCN4942

DSCN4947

No parque há várias galerias com obras de todos os tipos, muitas de arte contemporânea. É meio complicado visitar tudo em apenas um dia. Caminhe pelo parque e visite apenas as atrações que vc achar mais interessante. Se você não gostou de alguma coisa, siga em frente.

DSCN4955

DSCN4950

DSCN4949

DSCN4948

Há também exposições da área da botânica.

DSCN4957

DSCN4960

DSCN4962

No parque há lanchonete e um restaurante que serve buffet a quilo, e não é muito caro.

DSCN4967

DSCN4964

DSCN4963

Para fazer uma visita e não perder nenhum detalhe, confira todas as informações que estão no site do Parque. Você pode se hospedar num hotel em Belo Horizonte e fazer passeio de um dia ao Inhotim. Eu garanto que vale a pena. Confira algumas fotos do Blog também no Instagram.

Matthew Barney

Matthew Barney

Matthew Barney

 

 

Vindima é motivo de festa na Serra Gaúcha

03 de fevereiro de 2017 1

A colheita da uva no RS é (mais) um bom motivo para visitar a Serra. Em várias cidades o turista pode participar dessa atividade, oferecida por algumas pousadas, hotéis, vinícolas e restaurantes. O ato oficial de abertura da colheita acontece neste sábado, 4 de fevereiro, na propriedade da Famiglia Barbieri, em Monte Belo do Sul.

monte1

Monte Belo do Sul fica ao lado de Bento Gonçalves, com acesso pela rodovia do Vale dos Vinhedos. No centro fica a igreja matriz, na frente da praça.

monte4

Este ano a colheita está melhor. Pela estimativa do Ibravin, deverão ser colhidos cerca de 600 milhões de quilos de uva para a elaboração de vinhos, sucos, espumantes e outros derivados. A Serra Gaúcha tem vinhedos por todos os lados e, de acordo com a época do ano, a região ganha um colorido diferente.

monte6

monte5

Em Bento, no Caminhos de Pedra, há vários locais que oferecem ao turista a oportunidade de participar da colheita, que vai até março. A Casa das Cucas, que fica na frente da Casa da Erva Mate, oferece um pique nique no meio dos parreirais. O Blog já postou sobre a Casa das Cucas. No Vale dos Vinhedos, várias vinícolas oferecem a oportunidade de participar da colheita.

monte3

A cidade de Bento Gonçalves, inclusive, tem uma igreja em forma de pipa:

monte7

E para quem passa de carro pela região, a Vindima garante um cheirinho de uva no ar…

monte8

O Blog tem vários posts referentes à Serra Gaúcha. Basta fazer uma pesquisa no próprio Blog para acessar. Há também um grupo de textos sobre a região, que pode ser acessado Aqui. Quem curte fotografia pode acompanhar fotos do Blog no Instagram. Há várias cidades da Serra com atrações dentro da colheita da uva. Uma delas é Flores da Cunha, que fica ao lado de Caxias do Sul.

Confira abaixo um roteiro feito pela Prefeitura de Flores da Cunha de locais que oferecem promoções na Vindima:

Vinícola Luiz Argenta

Piquenique à tarde (com agendamento)

Restaurante Clô para almoços (aberto de terça à domingo)

Colheita Luiz Argenta:

Sábados dias 4, 11, 18 e 25 de Fevereiro.

Horário: 10:00 às 12:00

 

Saída de carretão pelos vinhedos para colheita manual das uvas.

Parada no pergolado do lago para uma degustação especial de espumantes acompanhada de uma tábua de frios.

Os espumantes a serem degustados:

L.A. Jovem Brut (método charmat)

L.A. CLássico Brut (método tradicional 24 meses de maturação)

L.A. Cave Brut 48 meses (método tradicional 48 meses de maturação)

 

Grupos de no máximo 10 pessoas (apenas para maiores de 18 anos).

Leve de recordação uma taça exclusiva da Luiz Argenta

Valor: R$100,00 por pessoa

OBS: Recomendamos usar sapatos fechados e confortáveis, repelente de insetos e protetor solar.

Informações e agendamento: luizargenta@luizargenta.com.br / (54) 3292-4477

 

- Viapiana Vinhos e Vinhedos

Durante “É tempo de Vindima” a Vinhos Viapiana integra a programação trazendo o Bistro São Lorenzo à Flores da Cunha. Em dias selecionados, a conceituada gastronomia da Chef Ines Vizioli será um convite a degustar a vindima na composição dos pratos, especialmente elaborados para o período. Os vinhos da casa convidam ao brinde à época mais esperada do ano: a colheita das uvas!

12/02 – domingo – almoço

23/02 – quinta-feira – jantar

04/03 – sábado – jantar

Reservas limitadas.

Informações: (54) 3297-5144 ou viapiana@vinhosviapiana.com.br

- Venha Fazer seu Vinho com Arte no Roteiro Turístico Compassos da Mérica, Mérica

Informações e agendamento: (54) 3292-1510 / (54) 3028-3497

VINÍCOLAS COM VISITAÇÃO/ VAREJO

 

Adega Mascarello

Horário de atendimento:

Segundas a sábados: 08:00 às 19:00

Domingos: 09:00 às 18:00

Informações: (54) 3292-1510

www.adegamascarello.com.br

 

Casa Gazzaro

Horário de atendimento:

Segunda a segunda: 10:00 às 18:00

Informações: (54) 3292-4455

www.gazzaro.com.br

 

Vinícola Salvador

Horário de atendimento:

Segundas à Sábados: 09:00 às 11:45 e  das 13:30 às 17:30

Domingos: 09:00 às 11:45

Informações: (54) 3292-3388 / salvador@vinicolasalvador.com.br

www.vinicolasalvador.com.br

 

Vinícola Monte Reale

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas: 07:30 às 11:30 e das 13:30 às 17:30

Sábados/Feriados: 10:00 às 18:00

Domingos: 09:30 às 16:00

Informações: (54) 3292-1011

www.montereale.com.br

 

Panizzon Vinhos, Sucos e Espumantes

Horários de atendimento:

Segundas a Sextas: 09:00 às 12:00 e das 13:20 às 17:50

Sábados: 09:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:30

Domingos e Feriados 09:00 as 15:00

Estaremos oferecendo degustação gratuita de uvas.

Informações: (54) 3279-3500 / anapaula@panizzon.com.br / www.panizzon.com.br

www.panizzon.com.br

 

Viapiana Vinhos e Vinhedos

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas: 07:30 às 12:00 e das 13:30 às 18:00

Sábados: 09:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00

Domingos/Feriados: Horário previamente agendado

Informações: (54) 3297.5144

www.vinhosviapiana.com.br

 

Vinhos Mioranza

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas:   08:00 às 11:30 e das 13:30 às 17:30

Sábados: 09:00 às 11:30 e das 13:30 às 17:00

Domingos/Feriados: Horário previamente agendado

Informações: (54) 3297.5700

www.mioranza.com

 

Terrasul Vinhos Finos

Horário de Atendimento:

Segundas a Sextas: 08:00 às 11:30 e das 13:30 às 17:00

Sab/Dom/Fer: Horário previamente agendado.

Informações: (54) 3297.5051

www.vinhosterrasul.com.br

 

Cooperativa Vinícola Nova Aliança

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas: 09:00 às 12:00 e das 13:30 às 18:30

Sábados: 08:00 às 12:00

Informações: (54) 3292.1218

www.novaalianca.coop.br

 

Casa Venturini

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas: 08:30 às 11:30 e das 14:00 às 17:30

Sábados: 09:00 às 11:30

Dom/Fer: Horário previamente agendado

Informações: (54) 3292.2710

www.casaventurini.com.br

 

Fante Vinhos, Sucos e Destilados

Horário de atendimento:

Segundas a Sextas: 07:20 às 11:50 e das 13:20 às 17:40

Informações: (54) 3297.6500

www.fante.com.br

 

Luiz Argenta

Horário de atendimento:

Terça a Domingo: 09:40 às 18:00

Informações: (54) 3292.4477

www.luizargenta.com.br

 

Fabian Vinhedos e Vinhos Finos -  Nova Pádua

Horário de atendimento:

Segunda à Sexta: 08 às 11:30 e das 13:30 às 18:00.

Sábados e Feriados: 09:00 às 12:00.

Visitação guiada pela vinícola com degustação e vista para os vinhedos.

Informações: (54) 3296 1399 / fabian@vinhosfabian.com.br

www.vinhosfabian.com.br

 

Boscato Vinhos Finos – Nova Pádua

Horário de atendimento:

Segundas a Sexta:  08:30 às 11:00 e das 13:30 às 18:00

Informações: (54) 3296.1377

www.boscato.com.br

ROTEIROS DISPONÍVEIS

ROTEIRO DOS VINHOS DOS ALTOS MONTES

A Rota dos Vinhos dos Altos Montes é o mais novo destino de enoturismo  do Estado do Rio Grande do Sul. Localizado na Serra Gaúcha, nas cidades de Flores da Cunha e Nova Pádua, conta com 11 vinícolas: Vinhos Boscato, Casa Venturini, Coop. Nova Aliança, Fabian, Fante, Luiz Argenta, Vinícola Mioranza, Panizzon, Terrasul, Valdemiz, Viapiana.  As vinícolas estão preparadas para receber os turistas para conhecerem as suas instalações, degustação, compras de vinhos, espumantes e outros produtos, e algumas ainda dispõe de ambientes para refeições e eventos, com reservas antecipadas.

Para quem se interessar em conhecer este Roteiro dos Vinhos dos Altos Montes poderá entrar em contato com a Apromontes pelo fone (54) 3292-3628. www.apromontes.com.br

 

CAMINHOS DA COLÔNIA

O Roteiro Caminhos da Colônia percorre regiões rurais, em uma rodovia alternativa entre Caxias do Sul e Flores da Cunha. A rota pode iniciar em Flores da Cunha ou em Caxias do Sul, junto ao Parque da Festa da Uva. Entre as belas paisagens do interior o roteiro passa pelas comunidades de Linha 30, Santa Justina, Otávio Rocha, chega a Flores da Cunha e retorna a Caxias do Sul pela RS-122, passado por estradas quase todas asfaltadas, cruzando a Linha 40. Para saber mais sobre o roteiro, os atrativos, os pontos turísticos e para fazer este passeio, consulte o site www.caminhosdacolonia.com.br ou pelo telefone (54) 3292-1722 Ramal 217.

 

ROTEIRO TURÍSTICO COMPASSOS DA MÉRICA MÉRICA

O roteiro localiza-se no norte do município, com vários atrativos, aonde se destaca o passeio de carretão, a colacion, a colheita da uva, a pisa da uva, visita a pequenas vinícolas, produtos coloniais, passeios de aventura, restaurantes, um encontro constante com descendentes de imigrantes italianos e suas tradições, e tudo isso em meio as paisagens belíssimas do vale do rio das antas e agora também com mais uma nova atração: Faça seu Vinho”. Informações: contato@compassosdamerica.com.br. Fone: (54) 9694-4154 ou 3292-1510. www.compassosdamerica.com.br

ROTEIRO MELHOR IDADE

Conhecer o roteiro turístico da Melhor Idade de Flores da Cunha é vivenciar a natureza, andar pelas praças, visitar museus, conviver com seus habitantes, é entrar no mundo das vinícolas, degustar os mais variados tipos de vinhos, deliciar-se com a maravilhosa gastronomia, dançar e acima de tudo se divertir muito. www.floresdacunha.rs.gov.br

ROTA TURÍSTICAVALES DA SERRA – www.valesdaserra.com.br -

TURISMO RURAL

Granja de Uvas Slaviero: Trav. Carvalho/Otávio Rocha

Uvas de Tranquilo Slaviero: Trav. Carvalho/Otávio Rocha

Agro-Indústria de Mirtilo, família Bernardi: Trav. Carvalho/Otávio Rocha

Imagens de Ouro Preto em 2017

01 de fevereiro de 2017 2

Ouro Preto em Minas Gerais é uma das cidades que não canso de visitar e sempre descubro algo novo para ver. Em janeiro de 2017 passei dois dias por lá. Eu sempre procuro me hospedar em hotéis ou pousadas perto do centro. Gosto muito do Grande Hotel de Ouro Preto, apesar de ser um dos mais caros. Sempre há uma promoção de diárias, principalmente no começo da semana – de segunda a quarta – por exemplo. Ouro Preto é daquelas cidades onde é bom passear, seja com tempo bom ou com chuva. Janeiro é mês chuvoso em Minas, mas tive sorte. No primeiro dia o céu ficou mais nublado, mas no segundo dia o Sol predominou. Quase não choveu.

DSCN4831

DSCN4835

Ouro Preto tem várias igrejas, todas do tempo do Império. Nesta viagem conheci a de São Francisco de Paula, que ainda não tinha visitado. Não costumo entrar em igrejas, até porque muitas cobram ingresso e não permitem fotos. Prefiro fotografar a parte externa.

DSCN4837

DSCN4839

DSCN4842

Para quem visita pela primeira vez Ouro Preto, o ideal é contratar um guia e caminhar pela cidade, ouvindo histórias do lugar.

DSCN4846

DSCN4850

DSCN4852

DSCN4863

Circular de carro em Ouro Preto é bem complicado. O ideal é deixar o automóvel no estacionamento do hotel e sair a pé, mesmo. Tem trânsito no centro da cidade, o que muitas vezes acaba dificultando fotografar prédios históricos. Nos fins de semana a circulação de carros cai bastante.

DSCN4866

DSCN4869

DSCN4873

DSCN4875

É só caminhando pela cidade que o visitante vai descobrindo recantos escondidos. Há bons restaurantes em vários lugares. Ouro Preto também possui muitas pousadas, mas fique atento porque algumas são longe da área central.

DSCN4879

DSCN4880

DSCN4882

DSCN4884

Fica localizado a uma quadra da Praça Tiradentes um dos pontos que devem ser visitados na cidade. É a feira dos artesãos que fazem verdadeiras obras de arte em pedra sabão. Pesquise bastante porque os preços variam de banca para banca. Geralmente, quem visita Ouro Preto compra produtos feitos de pedra sabão.

DSCN4885

DSCN4890

DSCN4895

DSCN4896

Na segunda-feira alguns museus e igrejas fecham para visitação.

DSCN4904

DSCN4897

DSCN4911

Tem muita gente que se hospeda em Belo Horizonte e visita Ouro Preto de ônibus. A rodoviária fica perto da Praça Tiradentes. Basta chegar de ônibus bem cedo, circular pela cidade e retornar à BH no fim da tarde. Vale a pena o passeio.

DSCN4912

DSCN4913

Nestas férias de janeiro passei 20 dias em Minas Gerais. Visitei várias cidades, algumas que já conhecia e outras novas. O resultado da viagem, além deste post sobre Ouro Preto, está registrado no Blog. Também tenho fotos no Instagram. Mais fotos das férias serão postadas nos próximos dias.