Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Férias2017"

Monte Verde - ares de Europa em Minas

13 de março de 2017 2

Para encerrar o material que sobrou das férias de janeiro de 2017, um pouco sobre Monte Verde, um Distrito mineiro que tem ares de Europa. E clima também. Lá faz muito frio. No fim de janeiro, fez 15º C de madrugada. Monte Verde fica no município de Camanducaia, quase na divisa com São Paulo. Está a 1.550 m de altitude. É um lugar pequeno, com apenas uma rua principal, e pavimentada. As demais são de estrada de chão.

DSCN5100

DSCN5087

DSCN5088

Apesar de ser um lugar pequeno, é muito gostoso caminhar por lá. Há várias galerias e pequenos centros de compras com nomes europeus, além de cafés, bares e restaurantes.

DSCN5089

DSCN5091

Os preços são salgados, assim como Gramado.

DSCN5086

São muitas as lojas que vendem de tudo.

DSCN5093

DSCN5095

DSCN5097

A estrada que leva a Monte Verde tem asfalto, é estreita e cheia de curvas, mas bonita.

DSCN5099

DSCN5102

Ah, Monte Verde tem muitas pousadas também.

DSCN5105

DSCN5106

DSCN5107

DSCN5114

O Sul de Minas tem várias cidades pequenas com grandes atrações para o turista. Acompanhe também o Blog no Instagram.

Um passeio pela Serra do Cipó

06 de março de 2017 2

A Serra do Cipó é considerada hoje uma das principais províncias turísticas do estado de Minas Gerais. Não fica muito longe de BH, o que explica o sucesso da região. Está a uns 100 Km de distância. Perfeito para um passeio prolongado de fim de semana. Serra do Cipó não é uma cidade, mas um distrito de Santana do Riacho. Fica junto ao Parque Nacional da Serra do Cipó, um lugar muito procurado por pessoas que curtem o Turismo Aventura. Na região também ficam muitas cascatas e cachoeiras que atraem turistas para um banho de rio, mas estas ficam em áreas privadas e cobram a entrada. Cerca de R$ 60 por pessoa para passar o dia. O bom na Serra do Cipó é ficar numa pousada com piscina e descansar. Eu fiquei na Village da Serra, a poucos metros do centrinho do Distrito. Uma ótima pousada, com cabanas bem espaçosas.

DSCN5055

DSCN5056

DSCN5058

Na chegada ao Distrito, perto da entrada do parque, ainda na rodovia, o visitante passa pela ponte e já percebe a beleza da região.

DSCN5054

Como infelizmente a maioria dos locais para visitar é pago, optei por uma caminhada pelo Parque Nacional, que tem entrada gratuita. O lugar é muito bonito.

DSCN5062

DSCN5064

DSCN5066

O parque tem diversas atrações, como cachoeiras e cascatas, algumas bem distantes. Na entrada há um aluguel de bicicletas, para quem não quer caminhar, mas acho que a maioria dos visitantes prefere fazer o passeio a pé.

DSCN5067

DSCN5068

DSCN5070

DSCN5078

Para quem vai caminhar no parque: leve muita água, lanche e um boné ou chapéu, porque as trilhas são a céu aberto.

DSCN5080

DSCN5079

A estrada que leva ao parque é ruim em alguns trechos. São poucos quilômetros, pelo menos. E o engraçado é que tem lombada…

DSCN5083

Em Serra do Cipó há uma boa estrutura para atender o turista. Bares, restaurantes, padarias, super mercado, agências bancárias, etc. E as pousadas são muitas. Algumas ficam bem afastadas do centrinho. A serra do Cipó não é um dos lugares mais bonitos de Minas, mas para quem está passeando pela região, vale a pena conhecer. Para curtir as fotos do Blog, confira o perfil no Instagram.

O Santuário da Serra da Piedade, em Minas

27 de fevereiro de 2017 0

A menos de 50 Km de Belo Horizonte fica um dos lugares mais incríveis de Minas Gerais. O Santuário Nossa Senhora da Piedade está localizado no município de Caeté. É cenário de riquíssima beleza natural, no alto da montanha, a 1.746 metros de altitude.

DSCN4995

DSCN4990

DSCN4991

Um lugar para quem busca tranquilidade e a beleza da natureza. Nossa Senhora da Piedade é a padroeira de Minas Gerais.

DSCN5011

DSCN5020

Do alto do Santuário, em dias claros, é possível ter uma das mais belas vistas das montanhas de Minas. São 360 graus de panorama. Nas fotos abaixo a cidade de Caeté e uma das muitas barragens de mineração da região.

DSCN5007

DSCN5008

No santuário há uma igreja, do século 18, além de um observatório astronômico.

DSCN5024

DSCN5029

DSCN5031

DSCN5032

DSCN5036

DSCN5005

DSCN5006

Para o turista, há um restaurante e uma capela, além de uma cafeteria e loja de souvenirs. É possível almoçar em uma mesa na janela, com uma vista espetacular. O restaurante funciona todos os dias, serve almoço a quilo e o preço é baixo em relação a outros restaurantes da região. Nos fins de semana e em feriados o santuário fica mais movimentado.

DSCN4988

DSCN4985

DSCN4994

DSCN5001

A entrada para o Santuário fica a 16 Km do centro de Caeté. Depois da portaria, tem mais uns 5 Km de subida, afinal são mais de 1.700 metros.

DSCN5049

DSCN5046

DSCN5042

DSCN5040

DSCN5038

Essas rochas que fazem parte do cenário do santuário tem nada mais nada menos que 2 bilhões de anos. Antes de subir ao Santuário passe pelo centro da cidade de Caeté e conheça a igreja matriz.

DSCN4973

DSCN4977

DSCN4978

Como tantas outras cidades mineiras, Caeté também tem o seu coreto.

DSCN4976

Se você estiver em BH e de carro, siga para Caeté passando por Sabará. A estrada é estreita, tem movimento na região de Sabará, mas vale a pena pela paisagem. A distância é quase a mesma se o trajeto for pela BR-262.

DSCN4971

DSCN4970

Minas Gerais é um estado peculiar porque tem atrativos para todos os gostos. O santuário da Piedade se assemelha ao da Caraça, que já foi mostrado pelo Blog. Confira também as fotos do Blog no Instagram. Mais informações sobre a região de Caeté no site do Santuário.

Passeando pelo Inhotim

06 de fevereiro de 2017 3

Quem viaja à Minas na região de BH não pode deixar de conhecer este parque que é um verdadeiro museu a céu aberto. O Inhotim fica na cidade de Brumadinho, a uns 60 km de Belo Horizonte pela movimentada BR-381. Nas quartas-feiras o ingresso é de graça e o parque fica bem mais movimentado. De sexta a domingo o ingresso é mais caro.

DSCN4938

DSCN4937

DSCN4939

Um dos lugares mais bacanas do parque é o Doug Aitken. Trata-se de uma grande sala redonda, envidraçada. Microfones foram instalados a 200 metros de profundidade o captam o “som da Terra”. O visitante pode sentar e ficar o tempo que quiser, curtindo o silêncio e o som que vem debaixo da Terra.

DSCN4918

DSCN4920

É preciso muito fôlego para caminhar pelas trilhas do parque.

DSCN4946

DSCN4966

DSCN4924

DSCN4926

Outro lugar que deve ser visitado e fica bem perto do “som da Terra”. O Matthew Barney é uma grande redoma de vidro. Dentro há um trator gigantesco.

DSCN4928

DSCN4929

DSCN4932

No parque há carrinhos elétricos que fazem o transporte dos visitantes, mas para usa-los é preciso pagar uma taxa de R$ 25 por pessoa. Melhor é chegar mais cedo, quando ainda é fresco, e caminhar bastante. Há muitos recantos escondidos no parque.

DSCN4940

DSCN4941

DSCN4942

DSCN4947

No parque há várias galerias com obras de todos os tipos, muitas de arte contemporânea. É meio complicado visitar tudo em apenas um dia. Caminhe pelo parque e visite apenas as atrações que vc achar mais interessante. Se você não gostou de alguma coisa, siga em frente.

DSCN4955

DSCN4950

DSCN4949

DSCN4948

Há também exposições da área da botânica.

DSCN4957

DSCN4960

DSCN4962

No parque há lanchonete e um restaurante que serve buffet a quilo, e não é muito caro.

DSCN4967

DSCN4964

DSCN4963

Para fazer uma visita e não perder nenhum detalhe, confira todas as informações que estão no site do Parque. Você pode se hospedar num hotel em Belo Horizonte e fazer passeio de um dia ao Inhotim. Eu garanto que vale a pena. Confira algumas fotos do Blog também no Instagram.

Matthew Barney

Matthew Barney

Matthew Barney

 

 

Imagens de Ouro Preto em 2017

01 de fevereiro de 2017 2

Ouro Preto em Minas Gerais é uma das cidades que não canso de visitar e sempre descubro algo novo para ver. Em janeiro de 2017 passei dois dias por lá. Eu sempre procuro me hospedar em hotéis ou pousadas perto do centro. Gosto muito do Grande Hotel de Ouro Preto, apesar de ser um dos mais caros. Sempre há uma promoção de diárias, principalmente no começo da semana – de segunda a quarta – por exemplo. Ouro Preto é daquelas cidades onde é bom passear, seja com tempo bom ou com chuva. Janeiro é mês chuvoso em Minas, mas tive sorte. No primeiro dia o céu ficou mais nublado, mas no segundo dia o Sol predominou. Quase não choveu.

DSCN4831

DSCN4835

Ouro Preto tem várias igrejas, todas do tempo do Império. Nesta viagem conheci a de São Francisco de Paula, que ainda não tinha visitado. Não costumo entrar em igrejas, até porque muitas cobram ingresso e não permitem fotos. Prefiro fotografar a parte externa.

DSCN4837

DSCN4839

DSCN4842

Para quem visita pela primeira vez Ouro Preto, o ideal é contratar um guia e caminhar pela cidade, ouvindo histórias do lugar.

DSCN4846

DSCN4850

DSCN4852

DSCN4863

Circular de carro em Ouro Preto é bem complicado. O ideal é deixar o automóvel no estacionamento do hotel e sair a pé, mesmo. Tem trânsito no centro da cidade, o que muitas vezes acaba dificultando fotografar prédios históricos. Nos fins de semana a circulação de carros cai bastante.

DSCN4866

DSCN4869

DSCN4873

DSCN4875

É só caminhando pela cidade que o visitante vai descobrindo recantos escondidos. Há bons restaurantes em vários lugares. Ouro Preto também possui muitas pousadas, mas fique atento porque algumas são longe da área central.

DSCN4879

DSCN4880

DSCN4882

DSCN4884

Fica localizado a uma quadra da Praça Tiradentes um dos pontos que devem ser visitados na cidade. É a feira dos artesãos que fazem verdadeiras obras de arte em pedra sabão. Pesquise bastante porque os preços variam de banca para banca. Geralmente, quem visita Ouro Preto compra produtos feitos de pedra sabão.

DSCN4885

DSCN4890

DSCN4895

DSCN4896

Na segunda-feira alguns museus e igrejas fecham para visitação.

DSCN4904

DSCN4897

DSCN4911

Tem muita gente que se hospeda em Belo Horizonte e visita Ouro Preto de ônibus. A rodoviária fica perto da Praça Tiradentes. Basta chegar de ônibus bem cedo, circular pela cidade e retornar à BH no fim da tarde. Vale a pena o passeio.

DSCN4912

DSCN4913

Nestas férias de janeiro passei 20 dias em Minas Gerais. Visitei várias cidades, algumas que já conhecia e outras novas. O resultado da viagem, além deste post sobre Ouro Preto, está registrado no Blog. Também tenho fotos no Instagram. Mais fotos das férias serão postadas nos próximos dias.

Os coretos de Minas e um casamento mineiro

29 de janeiro de 2017 1

Como já falei antes, muitas cidades de Minas tem um coreto na praça. Parece tradição por aqui. Não importa o tamanho da cidade, sempre tem um coreto, como em Piranga, que fica perto de Viçosa.

DSCN4813_640x480

A cidade é bem pequena mesmo, às margens de um rio com o mesmo nome.

DSCN4810_640x480

DSCN4811_640x480

DSCN4812_640x480

Antes de chegar a Viçosa, passei por Catas Altas da Noruega, que também tem seu coreto na praça. A cidade é menor do que Piranga, encravada na encosta de um morro, com muitas ruas estreitas. Não fiz fotos porque começou a chover fraco. Depois, em Viçosa, passeando na praça flagrei a chegada de uma noiva na igreja.

DSCN4815_640x480

DSCN4816_640x480

DSCN4819_640x480

DSCN4821_640x480

Viçosa é uma cidade universitária mas bem comum. Esperava mais desta cidade.

DSCN4818_640x480

Agora em janeiro, com as férias nas universidades, Viçosa estava às moscas num sábado à tarde. O Blog também tem fotos postadas no Instagram, no Twitter e no Facebook.

Subindo a Estrada Real

26 de janeiro de 2017 1

Saindo de Tiradentes é possível subir a Estrada Real em direção ao Norte de Minas e a região de BH. Antes de entrar na Estrada Real, passei por Bichinho, um distrito da cidade de Prados, que fica ao lado de Tiradentes. A região é conhecida pelas lojas de artesanato e de móveis. Quem não tiver interessado nesses dois artigos, nem precisa se preocupar com Bichinho, embora tenha algumas pousadas bem caras por lá.

DSCN4785_640x480

DSCN4786_640x480

DSCN4787_640x480

Depois de Prados é possível acessar a Estrada Real, que passa por Lagoa Dourada, que tem o tradicional Rocambole e outras cidades. Uma delas é Entre Rios de Minas.

DSCN4788_640x480

DSCN4790_640x480

DSCN4791_640x480

Mais adiante tem São Brás do Suaçui.

DSCN4793_640x480

Ouro Branco fica antes de Ouro Preto. Lá tem uma igreja parecida, que está em reforma. As igrejas de Minas tem, muitas delas, cores parecidas. É que o amarelo é uma das cores da realeza portuguesa da época.

DSCN4794_640x480

Ouro Branco é cercada por montanhas. Do outro lado dessas  montanhas fica Ouro Preto. Imaginem na época da Inconfidência e da extração do ouro a dificuldade para fazer viagens pela região, que é conhecida em Minas como o Circuito do Ouro.

DSCN4798_640x480

Na estrada que liga Ouro Branco e Conselheiro Lafaiete, que fica ao Sul, está uma casa onde morou Tiradentes. Hoje está meio que abandonada. É para ser um museu, mas está fechado.

DSCN4802_640x480

DSCN4799_640x480

A casa era um ponto de comercialização de ouro e o pessoal da região conta algumas histórias bem escabrosas. Na casa tem um alçapão onde eram lançados os vendedores de Ouro depois de entregarem o metal e pegar o dinheiro. No fundo do alçapão tinha lanças com pontas afiadas. Desta forma o pessoal da casa ficava com o ouro e recuperava o dinheiro…. Tem algumas marcas na madeira de uma janela que indicam quantas pessoas foram mortas por lá.

DSCN4804_640x480

Na parte de baixo fica a senzala.

DSCN4807_640x480

A madeira onde eram amarrados e chicoteados os escravos é do tempo de Tiradentes.

DSCN4808_640x480

Minas tem muita coisa ligada à história do País, mas muitos desses locais estão quase abandonados, assim como acontece em algumas cidades do RS, que não preservam sua história. Curta as fotos do Blog também no Instagram, no Twitter e no Facebook.

Uma pousada em Tiradentes

25 de janeiro de 2017 1

Uma ótima pousada que eu indico para quem pretende passar alguns dias em Tiradentes, MG. A Pousada Vila Real fica bem na entrada da cidade para quem chega pela BR. É logo depois da ponte do Rio Das Mortes, a esquerda, ao lado de uma parada de ônibus. Um prédio branco com amarelo. A pousada tem duas piscinas, sendo uma térmica.

DSCN4756_640x480

DSCN4762_640x480

DSCN4763_640x480

Os quartos são ótimos, bem espaçosos e bem decorados. Além disso, há muitos espaços especiais dentro da área da pousada.

DSCN4757_640x480

DSCN4758_640x480

Tem estacionamento e café da manhã.

DSCN4760_640x480

DSCN4761_640x480

Nos fundos da pousada passa o Rio das Mortes.

DSCN4764_640x480

A pousada fica a 10 minutos de caminhada do centro de Tiradentes. Para curtir o centro desta cidade que é uma das mais legais de Minas, melhor deixar o carro na garagem da pousada/hotel. O negócio é caminhar, caminhar e caminhar. Vale a pena.

DSCN4767_640x480

DSCN4768_640x480

Você pode fazer um passeio de charrete, que o guia vai mostrando os lugares interessantes e contando histórias. Depois, faça o mesmo passeio a pé e curta Tiradentes.

DSCN4769_640x480

DSCN4771_640x480

DSCN4772_640x480

De sexta a domingo a cidade fica mais movimentada. Tem muito turista e muito carro. Eu fiquei lá numa quinta-feira desta vez, e o movimento estava menor. Foi possível fotografar sem carros na frente das casas.

DSCN4773_640x480

DSCN4775_640x480

DSCN4777_640x480

Mesmo em dias nublados a cidade é bonita.

DSCN4774_640x480

DSCN4776_640x480

Tiradentes é vizinha de São João del Rey, já mostrada pelo Blog.

DSCN4781_640x480

DSCN4778_640x480

DSCN4782_640x480

A cidade é tranquila e segura inclusive para um passeio à noite.

DSCN4784_640x480

Se você visitar Minas, Tiradentes obrigatoriamente deve estar no roteiro. Curta também as fotos do Blog no Instagram, no Twitter e no Facebook.

Na terra dos biscoitos e na terra de Tiradentes

23 de janeiro de 2017 1

Duas cidades neste post. A primeira é São Tiago, que fica perto de São João del Rey. É a terra do café com biscoito. A festa relativa ao evento acontece sempre em setembro, na praça principal.

DSCN4745_640x480

Para encontrar os famosos biscoitos, tem uma casa que vende, bem no trevo de entrada e uma na praça central

DSCN4746_640x480

DSCN4744_640x480

A outra cidade do post é Ritápolis, onde nasceu Tiradentes.

DSCN4747_640x480

DSCN4748_640x480

A estátua de Tiradentes fica numa pracinha, na frente da igreja.

DSCN4750_640x480

Ali na volta algumas casas antigas e mais nada…

DSCN4755_640x480

DSCN4751_640x480

DSCN4753_640x480

Ritápolis fica ao lado de São João del Rey na estrada que leva a São Tiago. Mais fotos do blog, no Instagram, no Twitter e no Facebook.

Em São João del Rey

20 de janeiro de 2017 3

É sem dúvida uma das mais importantes e históricas cidades de Minas. É a terra de Tancredo Neves, por exemplo. Cidade muito voltada à religiosidade, com 5 grandes igrejas na área central. Teve grande importância na história mineira e do país e hoje é um dos principais pólos de turismo de Minas. Assim como Ouro Preto, São João Del Rey tem muitos casarões antigos, mas é mais fácil caminhar aqui, porque há menos ladeiras. Em vez de falar sobre a cidade, melhor postar fotos.

DSCN4667_640x480

DSCN4670_640x480

DSCN4672_640x480

A igreja que aparece na primeira foto é da do Carmo, uma das maiores da cidade. Abaixo, a igreja das Mercês.

DSCN4673_640x480

DSCN4674_640x480

DSCN4675_640x480

DSCN4676_640x480

Para conhecer melhor a cidade, é bom contratar um guia. Ou então peça um mapa no hotel e saia a caminhar. Outra das igrejas é a do Rosário.

DSCN4691_640x480

DSCN4679_640x480

DSCN4696_640x480

DSCN4693_640x480

São João del Rey é terra dos doces. Há muitas lojinhas que oferecem doces caseiros. Também é bom de comprar cachaça por aqui. Na foto abaixo o Solar dos Neves, a casa onde morou Tancredo.

DSCN4699_640x480

 

DSCN4698_640x480

DSCN4700_640x480

DSCN4706_640x480

Na foto acima a igreja de São Francisco de Assis. A cidade é separada por um valão, com 2 pontes para passagem de carros no centro, a do Rosário e a da Cadeia.

DSCN4709_640x480

DSCN4711_640x480

DSCN4710_640x480

DSCN4713_640x480

Nas fotos acima aparece ao fundo a igreja de Pilar.

DSCN4714_640x480

DSCN4724_640x480

DSCN4726_640x480

DSCN4729_640x480

Mesmo não tendo muitas ladeiras, é preciso fôlego para caminhar pelo centro histórico. Na foto abaixo a rua das casas tortas. Perceba como as paredes são bem tortas mesmo.

DSCN4731_640x480

DSCN4732_640x480

DSCN4733_640x480

São João del Rey é vizinha da também famosa Tiradentes e integra o circuito da Estrada Real.

DSCN4742_640x480

DSCN4738_640x480

DSCN4741_640x480

Se você gostou, coloque São João del Rey no roteiro de sua próxima viagem a Minas… E acompanha as fotos do Blog no Instagram, no Twitter e no Facebook.