Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Vale do Taquari"

No Caminhos da Forqueta

10 de agosto de 2016 1

Forqueta é um distrito de Arroio do Meio, no Vale do Taquari. A região está na lista das mais bonitas do RS. Em Forqueta tem uma igreja de pedra, que se destaca por ser justamente diferente. A construção demorou uns 50 anos. A obra começou em 1900 e só terminou em 1951.

DSCN2989

DSCN2988

DSCN2998

A igreja fica ao lado do cemitério, que é muito bem cuidado e limpo. Aliás, a maioria das regiões com população de origem alemã é assim. A organização é marca registrada.

DSCN2993

DSCN2991

DSCN2995

Tem outra igreja na região:

DSCN2999

Esta é mais simples, tradicional.

DSCN3000

Outra marca da região: casas antigas e belas paisagens.

DSCN3002

DSCN3001

Arroio do Meio fica ao lado de Lajeado. Os Caminhos da Forqueta tem acesso por estrada asfaltada, a partir da RS-130, no trevo de acesso para Arroio do Meio. É só seguir na direção de Travesseiro. Para acompanhar as fotos de minhas viagens, confira minha conta no Instagram. Eu também estou no Twitter.

 

Na cidade de Coqueiro Baixo

01 de agosto de 2016 4

Nos últimos 15 dias mais ou menos conheci três cidades novas no Rio Grande do Sul. Uma delas é Coqueiro Baixo, que fica no Vale do Taquari. No total, já estive em 315 cidades gaúchas. São 497. Coqueiro Baixo chama a atenção pela limpeza das ruas. É uma cidade pequena, mas parece ser bem organizada. Quem chega a partir de Nova Bréscia do Sul ou Travesseiro, logo na entrada encontra a igreja.

DSCN3007

A igreja fica numa área elevada.

DSCN3009

DSCN3010

O centro da cidade fica logo adiante. Tem uma bela praça nas proximidades.

DSCN3014

DSCN3015

DSCN3016

O nome Coqueiro Baixo é de 1850. Havia muitos coqueiros na região. Um deles era bem baixo e com o tronco grosso, que ficava próximo ao arroio que banha a cidade. Daí veio o nome do município.

DSCN3017

DSCN3018

DSCN3019

A colonização italiana deixou marcas em todas as comunidades do município, isso é percebido pelas edificações de igrejas e de vários capitéis religiosos que manifestam também a fé pelo catolicismo pregado até hoje pela maioria da população.

DSCN3020

No centro tem outra praça, um pouco menor.

DSCN3024

DSCN3023

DSCN3022

O Município de Coqueiro Baixo possui muitas belezas naturais, contando com cascatas e campings de lazer, turismo e aventura. Aliás, essa é uma característica dos municípios do Vale do Taquari. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

Passeando pelo Vale do Taquari

25 de julho de 2016 1

Na metade de Julho fiz um roteiro pelo Vale do Taquari. Não apenas pelas estradas principais, mas também por estradas de chão, que ligam os municípios da região. Esses passeios permitem a descoberta de lugares pouco conhecidos. Como o domingo passado foi um dia de Sol, facilitou as fotos. Saindo da RS-130 em Arroio do Meio em direção a Travesseiro, a estrada tem asfalto até a localidade de Forqueta. Depois é apenas chão. Eu segui até Coqueiro Baixo e pelo caminho fotografei algumas paisagens.

DSCN3003

DSCN3005

No interior de Relvado, um antigo moinho.

DSCN3033

DSCN3030

Engraçado é que as Vacas sempre param e olham quando estou fotografando.

DSCN3028

Já quase chegando a Relvado, uma pequena igreja.

DSCN3037

DSCN3038

Na região, além de Relvado, ficam as cidades de Nova Bréscia e Capitão, entre outras. Todas já foram visitadas pelo Blog. A cidade nova é Coqueiro Baixo, que conheci na semana passada, e vou postar sobre ela nos próximos dias. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

Um passeio por Vespasiano Correa

04 de julho de 2016 3

Dizem que Vespasiano Correa é a terra natal do Renato Gaúcho. A cidade fica na subida do Vale do Taquari para a Serra. Também é a terra do Viaduto 13. Bem no centro da pequena cidade fica a Igreja Matriz São João Batista.

DSCN2560

DSCN2561

A igreja tem uma pintura em estilo barroco, com inúmeras estátuas vindas da Itália. É naturalmente decorada com hortênsias em diversos tons de azul. A escadaria é recente, antes era um calçamento.

DSCN2553

DSCN2554

DSCN2556

DSCN2558

 

DSCN2559

DSCN2564

DSCN2562

A estrada de acesso a Vespasiano a partir da RS-129 é bem bonita e tem uma espécie de túnel verde.

DSCN2565

Você pode fazer também um passeio pelo interior do município, como este, pela Linha Dona Izaura.

DSCN2566

Lá tem uma pequena igreja.

DSCN2567

DSCN2568

Na frente de uma propriedade, uma curiosidade: um encontro de Urubus…

DSCN2569

DSCN2570

Vespasiano fica entre Muçum e Dois Lajeados. Eu também tenho perfil no Instagram e Twitter.

A santa que protege Muçum

01 de julho de 2016 1

Muçum é uma pequena cidade do Vale do Taquari, às margens do rio do mesmo nome e do Rio Guaporé. Também é conhecida como a cidade das pontes. Quem visita Muçum percebe, à noite, uma estátua iluminada no alto do morro. É Nossa Senhora da Salete, que protege a cidade.

DSCN2552

DSCN2551

O acesso para o local da santa pode ser feito pela RS-129. Há uma pequena placa indicando, à direita de quem sobe. A estrada de chão foi recuperada há pouco tempo e está boa. Dá para estacionar o carro a apreciar a vista.

DSCN2548

DSCN2547

Também é possível chegar ao local da santa a partir do centro da cidade, ao lado da igreja, mas o caminho deve ser feito a pé.

DSCN2546

DSCN2545

Muçum também é procurada por turistas que pretendem conhecer a ferrovia do trigo, que passa pelos famosos viadutos da região. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

A "Stairway to River" de Estrela

24 de junho de 2016 2

Aproveitando que nesta semana o Led Zeppelin foi inocentado da acusação de plágio da famosa canção “Stairway to Heaven”, decidi fazer um post sobre outra escadaria, a de Estrela. Fica bem perto do centro da cidade, na Rua Arnaldo José Diel. Na década de 1920 era acesso ao porto de Estrela, inaugurado em 1924. Hoje, é usada como ponto de partida e chegada de lanchas que transportam pessoas para Cruzeiro do Sul e Lajeado, cidades vizinhas também banhadas pelo Rio Taquari.

DSCN2523

As duas estátuas localizadas na parte alta da escadaria são popularmente conhecidas como “Adão e Eva”, e representam a indústria e o comércio.

DSCN2524

DSCN2531

A primeira etapa da revitalização da escadaria foi inaugurada em 21 de março deste ano e significa a retomada da relação da cidade com o rio.

DSCN2529

DSCN2530

A escadaria estava desativada desde 1974. para utilização da área em favor da cervejaria Polar até 2006. Em 2014 começou o processo de reabertura, transformando a escadaria num dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

DSCN2532

O prédio onde funcionava a cervejaria polar incendiou em 30 de julho de 2013. A fábrica já estava desativada e a prefeitura tinha a intenção de transformar a área num centro administrativo. Hoje, o prédio está abandonado.

DSCN2533

DSCN2535

Com a liberação da área, as pessoas passam a ter acesso ao local, que é bem bonito. Estive lá num dia com céu fechado, mas pretendo voltar para fazer fotos com Sol e céu azul. O Rio Taquari é um dos mais importantes do RS. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

Taquari: Praça da Matriz e Casario antigo

16 de maio de 2016 1

A cidade de Taquari tem um centro bem atrativo para turistas. No entorno da praça existem algumas casas antigas.

DSCN2113

DSCN2120

DSCN2121

A maioria é no estilo açoriano e algumas são tombadas pelo patrimônio histórico.

DSCN2131

DSCN2132

DSCN2134

DSCN2146

Uma das casas é atração turística porque é lá que nasceu o ex-presidente Costa e Silva. Hoje a casa é um Museu.

DSCN2147

DSCN2148

A Praça da matriz é ponto de encontro de pessoas na cidade.

DSCN2151

DSCN2150

Na frente da praça fica a igreja matriz São José. que será assunto de outro post aqui no Blog.

DSCN2122

Eu também tenho perfil no Instagram. E no Twitter.

De Estrela a Colinas

06 de maio de 2016 1

Andei bastante pelo Vale do Taquari em março e abril. As fotos que seguem foram feitas na RS-129, entre a BR-386, em Estrela, até a cidade de Colinas. Ainda no trecho de Estrela:

DSCN1982

DSCN1987

DSCN1988

Quem circula devagar pela estrada e tem paciência, pode fazer belas fotos.

DSCN1989

DSCN1990

Esse prédio abandonado é provavelmente de um antigo moinho na região.

DSCN1992

DSCN1993

DSCN1994

Já na chegada a Colinas, um lugar com vista para o Rio Taquari.

DSCN1995

Esta estrada é um dos lugares mais bonitos do Vale. Quem ainda não conhece, vale a pena pegar o carro e passear por lá. Mais fotos? No Instagram.

Na estrada de Paverama

02 de maio de 2016 1

A estrada que leva para a pequena cidade de Paverama começa na BR-386, depois de Tabaí, em direção a Lajeado. Paverama virou notícias nas últimas semanas por ter sido escolhida pela empresa de refrigerantes Fruki para instalação da nova fábrica. O terreno começa nas proximidades da BR-386 e avança até perto desta pequena capela, que foi construída lá por 1950. A capela fica na estrada de Paverama, a VRS-335.

DSCN1961

Seguindo em frente, algo de certa forma curioso. A estrada passa sob uma ferrovia, mas a passagem é estreita. Isso significa que caminhões de grande porte tem que usar outra estrada.

DSCN1967

Paverama tem uma atração que poucos conhecem. Fica na estrada para Morro Azul, que não é pavimentada. Há um túnel ferroviário. Antes de chegar na área do túnel, um pequeno lago de cor esverdeada.

DSCN1969

DSCN1971

A região tem muita madeira de corte.

DSCN1972

A linha ferroviária passa ao lado da estrada. É só estacionar o carro e caminhar alguns metros pelos trilhos, cerca de 200 a 300 m.

DSCN1974

DSCN1980

O túnel foi fotografado num dia muito nublado. Logo em seguida desabou um aguaceiro. Pretendo retornar à cidade para fotografar o túnel num dia de Sol e, inclusive, percorrer a parte interna. Para curtir minhas fotos, me siga no Instagram: marcosh85.

No cactário da família Horst, de Imigrante

20 de abril de 2016 1

Uma das atrações desta pequena cidade gaúcha é o Cactário Horst, que tem mais de 700 espécies da planta numa ampla área no centro. Imigrante fica na subida da Rota do Sol, saindo de Estrela em direção à Serra. O cactário é conhecido no Brasil e no exterior. Esta obra da família Horst começou a se formar na década de 60, quando Leopoldo Horst, um homem considerado muito à frente de seu tempo saiu à procura de novas espécies. O filho dele, Ingo Horst, é o responsável pelo cactário hoje. Ele acompanhou o pai em muitas viagens em busca de novas plantas. O cactário está aberto à visitação em Imigrante. Mesmo quem não estiver interessado em adquirir plantas, pode fazer uma visita.

DSCN1997

DSCN2001

DSCN2000

DSCN1996

É bem fácil chegar. Há placa na principal rua de Imigrante para quem chega a partir de Estrela. Quem desce saindo da Serra, vai chegar na rua principal e entrar à esquerda. O cactário fica numa rua mais para dentro, depois da igreja. Em caso de dúvida, basta perguntar que todo mundo conhece.

DSCN2005

DSCN2003

DSCN2004

DSCN2006

No cactário Horst há plantas de vários países, resultado das muitas viagens da família em busca de novas espécies.

DSCN2010

DSCN2008

DSCN2012

Ingo Horst revelou que, manter as estufas hoje, é uma forma de homenagear o pai, Leopoldo, que foi um pioneiro na sua área.

DSCN2014

DSCN2016

DSCN2018

Uma das formas mais tranquilas de chegar a Imigrante é pegar a RS-129 em Estrela, a partir da BR-386 antes da ponte do rio Taquari. Quem está na serra, deve descer a Rota do Sol, a RS-453, a partir de Carlos Barbosa. Tudo por asfalto. Para curtir minhas fotos, me siga no Instagram: marcosh85.