Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cardápios

19 de julho de 2011 0


Já escrevi que um colecionador paulista está fazendo uma exposição. A maioria deles, eu suponho, deve ter sido surrupiada de restaurantes. Mas que diferença faz? A idéia foi a preservação da paixão por bons cardápios e boas comidas. Aliás, alguns restaurantes como o La Coupole de Paris, para agradar os amantes de souvenirs e não arcar com o prejuízo, acabaram tendo ao lado uma pequena boutique, que vende exclusivamente os objetos que fazem a paixão dos colecionadores/clientes. Assim, vendem pratos, talheres, toalhas, cardápios e tudo que tiver o nome impresso. Fiquei sabendo, também, que os cardápios antigos têm mercado nas feiras de rua e nos sebos. Claro que tinha que ter. Em países que valorizam tanto a comida, tinha que existir. Supremo requinte? Dedicatória, ou, pelo menos, a assinatura do cheff.

Sempre se soube da importância que os franceses dão aos bons restôs. É cada vez maior o número de programas culinários na tv e maior ainda é o número de colunas nos jornais. Todos nós sabemos disso, mas a minha ficha caiu mesmo foi por ocasião da morte de um dos irmãos Troisgros. Eu estava em Paris e acompanhei, por duas semanas, o clima de velório, com obituários, colunas, currículos de páginas inteiras nos mais consagrados jornais, sem contar com os restôs que hastearam a bandeira bleu, blanc, rouge a meio-pau.

Sim, a idéia era só escrever sobre cardápios, mas vamos terminar com uma pergunta? Você sabe quem fez o primeiro? E com desenhos? Quem sabe você até já tenha um? Se o tiver, com certeza você poderá trocá-lo por um apartamento na Av. Foch, lado ímpar, aquele que pega o sol da manhã, e, assim, ser vizinho da Sophia Loren.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário