Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Noruega em lágrimas

28 de julho de 2011 0

Estou desolado com os acontecimentos da Noruega (o mundo todo está). Além da minha admiração pelo país que, em 60/70 anos, passou da pobreza extrema a um dos melhores padrões de vida da Escandinávia, e, com isto, do mundo. Conheço bem o país, tenho lá bons amigos e já conhecia bem antes de tê-los. Hoje, melhor ainda.

Nunca ouvi sobre a Noruega uma frase má ou duvidosa. A sua riqueza, ao contrário do que estamos lendo na mídia, não veio das recentes (20 anos) descobertas de gás e petróleo no Atlântico Norte, mas de um profícuo trabalho individual, familiar e, portanto, coletivo. Não há roubo ou violência, portas não precisam ser fechadas. Um exemplo? Quando de Oslo, a capital, com um casal amigo, partimos para a Islândia, Kai e Kari deixaram as bicicletas do lado de fora – afinal, iam ser só três semanas de viagem…

Pois este país, com todas as suas qualidades, principalmente o seu equilíbrio (o salário básico de um trabalhador é só seis vezes menor que o do primeiro ministro) sofre um atentado como este – ao que se sabe até agora, cometido por um só norueguês, educado, culto, de 32 anos, e bem-relacionado, e não por um extremista religioso, como já nos acostumamos. Não há o que dizer ou racionalizar, só reconhecer, com pesar, que alguns seres humanos nos matam de vergonha.

Após tirar a vida de 74 adolescentes, uma testemunha disse à BBC que ele estava seguro, calmo e controlado. Pode?     


Envie seu Comentário