Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Barroco Moderno

20 de julho de 2013 Comentários desativados

Congonhas, Tiradentes e a região toda ainda hoje conserva os traços da época de suas origens. As cidades, Patrimônio Histórico nacional, bem preservadas.

O visitante percebe logo o ambiente colonial nas caminhadas pelas charmosas ruas de calçamento rústico de pedras, tipo pé de moleque e as maiores “cabeça de nego”, como são chamadas. Mas a cidade hoje não se resume às tradições centenárias. Tiradentes mais moderna se revela ao visitante em novas atrações como o novo museu, aberto ao público há cerca de um ano, ou ainda no recém-reformado casarão da antiga residência setecentista do padre inconfidente Carlos Correia. As atrações se alternavam pelas cidades, mas com muita semelhança, considerada uma das edificações urbanas mais valiosas do país. Já o Museu de Sant’Ana, com acervo dedicado à mãe de Maria.

Foi inaugurado em abril de 2012, o Museu da Liturgia ganhou projeto museográfico  que incluiu a recuperação de mais de 430 peças dos séculos XVIII a XX. Desejo de todos que buscavam um local adequado e seguro para armazenar e expor a coleção. Agora com instalações audiovisuais, e adaptado à visitação de cadeirantes, o museu exibe acervo de arte sacra. Na entrada, monitores apresentam imagens de celebrações filmadas, nas ruas, ano passado.

Após mais de dois anos fechado para renovação, o Museu foi reaberto. O prédio pertenceu ao líder dos inconfidentes na região e foi palco da primeira reunião dos conjurados, em 1788. O processo de restauração revelou, sob camadas de massa e tinta, afrescos de grande valor histórico nas paredes e nos forros. O destaque que surpreende o visitante com o arranjo, são os 18 espelhos no chão, que exibem as pinturas em gamelas do teto.

Um ar mais atual pode ser observado em pinturas e esculturas em ateliês de artistas, e na ousada escultura de Valin Branco, (ao lado do abrigo de idosos da cidade), que explora, a partir de tacos de madeiras, as mais diversas probabilidades matemáticas da intrigante fita de Moebius.

Com cerca de sete mil habitantes, a cidade vê o número de pessoas circulando por suas ruas triplicar. Em feriados e fins de semana prolongados. O máximo é o de Corpus Christi, em 30 de maio — e em tempo de festivais, chegam a receber 25 mil pessoas.

Bookmark and Share

Não é possível comentar.