Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estreia

20 de novembro de 2009 1

Entramos nos preparativos finais da estreia do novo Diário Catarinense. A edição de domingo vai cirular de cara nova, muito mais moderna, arejada. O objetivo é facilitar a vida do leitor. É tanta novidade que fica difícil de explicar. É melhor ler.

comentários

Comentários (1)

  • Jane Cesario da Siva diz: 2 de agosto de 2011

    Encontramos no Jornal Diário Catarinense do dia 31 de julho de 2011 (domingo) na página 2, uma nota intitulada “Falta de Educação”. Não entendemos. A nota diz:
    “FALTA DE EDUCAÇÃO
    Ainda no rescaldo da grave do magistério, cresce o zum-zum-zum de que alguns professores estariam distribuindo, em sala de aula, a lista dos 28 deputados que votaram favoráveis ao PLC 0026, dia 13 de julho, que tratava sobre os salários da categoria.”
    A nota faz referência a falta de educação por parte de alguns professores ao distribuírem em sala de aula, a lista dos 28 deputados que votaram favoráveis ao PLC 0026 de 13/07/2011 que achatou o Plano de Carreira do Magistério.
    De acordo com Paulo Freire: a educação […] busca uma construção de consciência crítica frente ao mundo. Como educadores não podemos nos calar diante de tudo que vimos e ouvimos. Entendemos que é nosso dever ensinar cidadania aos nossos alunos.
    Falta de educação? Será falta de educação citar o nome dos deputados que se quer analisaram o conteúdo do que estava sendo votado, não conseguindo dizer o porquê do seu voto? Falta de educação por levar a verdade aos alunos?
    A greve por todo estado catarinense não alcançou seu objetivo, porém nunca se viu o magistério tão politizado e unido. Com certeza, hoje a educação em Santa Catarina não é mais a mesma. Este foi nosso maior ganho.
    Ainda comentando o pensamento de Freire basta o trabalho eucacional e teremos o que queremos, uma educação verdadeira que dê conta da mudança da realidade. Será isso considerado “Falta de Educação”?

    Professores de Itajaí SC

Envie seu Comentário