Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Caso Bocelli - versão prefeitura

22 de fevereiro de 2010 1

A Procuradoria Geral do Município de Florianópolis informa que está movendo ação ordinária indenizatória contra a empresa Beyondpar e os agentes públicos envolvidos na contratação do tenor italiano, Andréa Bocelli, na programação do “Fim de ano dos sonhos”.
Baseado na documentação do contrato, o município alega que a empresa não honrou o contrato, sendo que o município já havia efetuado o pagamento de R$ 2,5 milhões, faltando apenas R$ 500 mil que seriam repassados no dia do evento. Ainda, conforme o contrato, a empresa teria total responsabilidade por todo o desenrolar do evento, ou seja, por toda a estrutura física.
O município busca com esta ação fazer com que a empresa devolva aos cofres públicos os R$ 2,5 milhões, e também os agentes públicos envolvidos, que são: o ex-secretário de Turismo, Mário Roberto Cavalazzi, o adjunto, Aloysio Machado Filho, e a assessora jurídica, Daniela Secco, que neste caso devem responder solidariamente pelos danos causados.

comentários

Comentários (1)

  • Ferrari diz: 23 de fevereiro de 2010

    Tudo indica que o remendo sairá pior que o soneto. A ação indenizatório pretende reparação por danos materiais? Ou por danos morais? Ou por danos políticos? Quem descumpriu o quê?

Envie seu Comentário