Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Caso Bocelli

27 de fevereiro de 2010 1

Confira abaixo a íntegra da carta que a Beyondpar pretende divulgar nesta segunda-feira para esclarecer o seu envolvimento no caso do cancelamento do show do cantor italiano Andrea Bocelli. A prefeitura está processando a empresa por considerar o contrato irregular.

ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E AO PÚBLICO.

Em relação às informações veiculadas pela imprensa relativas ao show do Maestro Andrea Bocelli em

Florianópolis, a Beyondcomm gostaria de prestar os seguintes esclarecimentos:

• A Beyondcomm, nome de fantasia da Beyondpar Assessoria e Marketing Ltda., nasceu no bairro
do Leblon, tendo transferido sua sede, em meados de 2009, para o bairro da Barra da Tijuca, ambos
no Rio de Janeiro, RJ. É uma empresa especializada em projetos de comunicação corporativa -
incluindo a realização de shows artísticos, tendo os seus responsáveis mais de 20 anos de
experiência no setor.

• Como agente exclusiva do Maestro Andrea Bocelli no Brasil, no período de julho a dezembro de
2009 (conforme contrato já em poder do Ministério Público de Santa Catarina), a empresa recebeu
um pedido da Prefeitura de Florianópolis para que apresentasse proposta para um show vinculado
às comemorações de Natal.

• Foram apresentadas algumas propostas ao Município, até que foi aceita a que lhe dava a
responsabilidade, tão somente, de realizar a produção artística do show do Maestro Bocelli. Pelo
acordado, a Prefeitura ficou incumbida de providenciar toda a infraestrutura necessária (palco, som,
luz, etc.), tudo em conformidade com as necessidades do show contratado.
• O contrato com a Prefeitura foi firmado com base nessa última proposta, tendo a Beyondcomm,
imediatamente, dado início às providências que eram de sua responsabilidade – vistos, transportes,
hospedagem e demais ações vinculadas ao Maestro Bocelli, ao regente da orquestra e aos artistas
que o acompanham no show. Com o pagamento (parcial) recebido da Prefeitura, a Beyondcomm
remeteu ao exterior os pagamentos para as empresas segundo determinação contratual do artista.
As remessas foram feitas de forma legal e oficial, via o banco Bradesco, assim como quitou os
respectivos impostos e cobriu as demais despesas relativas à realização do espetáculo.

• Os pagamentos realizados ao artista feitos em depósitos ao Banco Barkley, com sede em
Londres, Inglaterra, geraram certa confusão e indevidamente foi noticiado que os pagamentos
haviam sido feitos para algum paraíso fiscal, nas “Ilhas Barclays”, encaminhamos abaixo as
informações que causaram tal confusão.

• No dia 21.12.2009 , uma semana antes do show, a Prefeitura de Florianópolis, através do Ofício
813/09 (cópia anexa), comunicou à Beyondcomm que, por determinação judicial, estava impedida
de realizar os respectivos pagamentos relativos à montagem e operacionalização do palco,
camarins e demais itens da infraestrutura sob sua responsabilidade. Nesse mesmo ofício, a
Prefeitura solicitou a transferência do show para outra data, sugerindo 23 de março, aniversário da
Cidade ou em outra data conforme a agenda do artista.

• E uma vez que a Prefeitura de Florianópolis, contratante exclusivo do show deu a ordem de
cancelamento do mesmo, imediatamente a empresa iniciou os trâmites de cancelamento com a

equipe do artista, que já se encontrava em trânsito para o embarque em direção ao Brasil.
• O tenor Andréa Bocelli já fora pago antecipadamente (como previa o contrato) e está agora
revendo sua agenda já montada para 2010 e avaliando a viabilidade de realização do show em
uma nova data.

• A empresa, que está negociando o agendamento de uma nova data para o show, foi

supreendida com a notícia de que a Prefeitura a teria incluído como ré em ação de
ressarcimento de danos pelo cancelamento que a própria Prefeitura solicitou.

• A Beyondcomm tem cooperado com as Autoridades para o esclarecimento dos fatos. Por isso,
as atitudes e declaraçãoes de setores da Prefeitura de Florianópolis causam estranheza.
Prontos para quaisquer esclarecimentos que por ventura venham a ser necessários.

Atenciosamente
Beyondcomm

comentários

Comentários (1)

  • Élbio diz: 27 de fevereiro de 2010

    Em tudo que esta administração põe a mão, tem rolo e maracutaia. Eu sei quem são os verdadeiros culpados. Todos que votaram nêste picareta, ou êste pessoal não sabia, que uma vez eleito, êle iria levar a turma de picaretas junto, para fazer maracutais e por ai afora?.

Envie seu Comentário