Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Eu cai no 1º de abril

01 de abril de 2010 2

Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Na escola, lá pela segunda ou terceira série, nos anos 70, a professora fazia a gente repetir a palavra ou expressão até decorar. Alguns, como o burro velho aqui, até hoje não aprenderam a lição. Hoje é 1º de abril.
Logo ao chegar na redação,  o titular da Contracapa, o meu compadre Marcos Espíndola, aparece com um número de telefone e sugere que eu ligue imediatamente. Informação quente. Um cineasta famoso de Hollywood estaria chegando na cidade para comprar um terreno. O espírito de repórter, claro, falou mais alto. Liguei. O ladino do outro lado da linha, também amigaço da onça, fez uma voz que eu não reconheci. E olha que falo com ele todas as semanas. Terminada a entrevista por telefone, vibrei. Tinha em mãos um baita material, o local do terreno, valor, quando o cara chegaria na cidade e blá, blá, blá…..

Colunista tolo. Quando vou publicar no blog a informação, vejo, no outro lado da sala, o Marquinhos e o Renê Müller, às gargalhadas. $@%$@*&¨*. Acabei de cair no 1º de abril. E o sombra, aquele do outro lado da linha, que me aguarde….
Para aprender, repita:
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril.
Hoje é 1º de abril. 

 

comentários

Comentários (2)

  • Marcos Espíndola diz: 1 de abril de 2010

    Martini, eu fui tão vítima quanto você deste gaiato sombrio de pelagem espinhosa e seu comparsa Renê Müller….

  • Pablo Gomes diz: 1 de abril de 2010

    huahuahuahua
    O teu entrevistado não era o Mário?

Envie seu Comentário