Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Unoesc desliga um e suspende 23 estudantes que aplicaram trote violentos

16 de abril de 2010 5

A Unoesc, em Joaçaba, concluiu ontem pela suspensão 23 estudantes e pelo desligamento de um acadêmico do curso de Engenharia Mecânica, envolvidos no “trote universitário” aplicado nos calouros no dia 9 de março deste ano, em frente ao Campus onde funcionam os cursos de Medicina, Odontologia e outros. Naquela data, os novos estudantes, conhecidos como calouros, foram torturados pelos veteranos e submetidos a humilhações, culminado com queimaduras de primeiro e segundo grau em vários alunos, decorrente do uso de uma substância química. Três precisaram ser hospitalizados.
A pedido da Polícia Civil, o Hospital Universitário Santa Teresinha enviou a lista das vítimas que foram atendidas. Mesmo com a punição na esfera acadêmica, segue o inquérito policial que apura o crime praticado com emprego de meio insidioso e cruel e o uso de veneno/produto químico, que resultou em incapacidade para as ocupações habituais por mais de 30 dias, caracterizando lesão grave.

Acesse aqui a reportagem completa do Diário Catarinense.

comentários

Comentários (5)

  • Antonio Lima da Silva diz: 16 de abril de 2010

    Tem uma turminha de babaca que pensam que são muita coisa. Ficar dando trote e aprontando para quem está entrando na universidade é coisa de idiota, sem cultura e safado. Merecem uma surra bem caprichada para sentir na pele o que é bom. Precisam ser expulsos da Universidade e pagar uma boa pena pelo que fizeram.
    Tenho nível superior e jamais senti prazer em fazer o mal para alguém que está entrando na Universidade. Achar isso brincadeira é a maior demonstração de picaretagem.

  • Dillinger diz: 16 de abril de 2010

    Quantos sessões psiquiátricas todos esses universitários tão inteligentes e importantes para o desenvolvimento humano do país vão precisar fazer? Será que moralidade, se colocar no lugar dos outros, se aprende em terapia? Se aprende em casa? Se aprende recebendo punição? São todos, no mínimo, doentes mentais se transformando em sociopatas. Sociopatas são aquelas pessoas que, dependendo do nível de estresse e confusão mental, jogam filhos contra o chão na hora da raiva, jogam filhos pela janela pra tentar simular acidente, espancam mulheres, roubam dinheiro do povo. Mas a sociedade ama esse tipo de pessoa porque adoramos todo esse sofrimento descrito acima. E é por isso que vamos aceitar essas pessoas de volta na sociedade de braços abertos. Viva :)

  • julio batistela diz: 16 de abril de 2010

    Todos os 24 teriam que estar fora da universidade e prestando
    serviços a comunidade, pobre de algums dos pais que acham que seus filhos sao
    pessoas normais, ou nao estao vendo.l

  • Marcio diz: 16 de abril de 2010

    Essa gente são os mesmos que se enchem de moral pra criticar a polícia quando usa da força fisica necessára pra prender bandido ou até mesmo pra prender estudante folgado. Agora tao aí fazendo o mesmo.

  • Ben Oliveira diz: 20 de abril de 2010

    O trote é “proibido”, mas a maioria das universidades não fiscaliza se está acontecendo ou não. Talvez por falta de atenção ou interesse nos estudantes…

Envie seu Comentário