Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 4 maio 2010

Dário apresenta nova sede da prefeitura

04 de maio de 2010 12

O prefeito de Florianópolis Dário Berger e vice João Batista Nunes participaram de uma reunião, agora à noite, na Câmara de Vereadores, com todos os parlamentares. Anunciaram que o Executivo vai encaminhar ao Legislativo, em regime de urgência (para aprovação em 45 dias), um projeto para autorizar a construção da nova sede da prefeitura.
O terreno, de 5,4 mil metros quadrados, fica na Avenida Beira-mar Norte, ao lado do Conselho Regional de contabilidade, próximo ao hotel Baía Norte. A obra está orçada em R$ 10 milhões e, segundo a prefeitura, será bancada com dinheiro da venda do prédio do pró-cidadão, no Centro, negociado por R$ 8 milhões em 2007.

Ampliação do Hercílio Luz pode decolar

04 de maio de 2010 4

O presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, estará nesta quinta-feira, dia 6, na Capital para assinar um acordo de cooperação entre Estado, Infraero e município de Florianópolis para ampliação do Aeroporto Hercílio Luz. O ato está marcado para às 14h30min, no próprio terminal.
A obra está orçada em R$ 436 milhões, com o Estado participando com R$ 107 milhões; a Infraero, R$ 316,4 milhões e o município com R$ 13 milhões. As conversações começaram em dezembro de 2004 e foram definidas na semana passada.
A cada uma das partes caberá uma série de responsabilidades e encargos. A desapropriação de áreas vizinhas ao terminal está avaliada em R$ 8 milhões, valor que será rateado entre governo estadual e prefeitura. Até o momento foram desapropriados terrenos avaliados em R$ 13 milhões, que serão transferidos do município para o patrimônio do Estado. 
O projeto prevê construção de terminal de passageiros, de pátio de estacionamento de aeronaves, de novas pistas de manobra (taxiway) e acessos ampliados, além de novas estruturas físicas de apoio à estrutura.
A conclusão dos trabalhos está prevista para maio de 2015. Uma comissão formada por representantes do Estado, da Infraero e da prefeitura vai coordenar e controlar o andamento das ações. O acordo tem vigência de cinco anos, a partir da publicação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado em razão de prolongamento no prazo das obras.