Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ampliação do Hercílio Luz pode decolar

04 de maio de 2010 4

O presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, estará nesta quinta-feira, dia 6, na Capital para assinar um acordo de cooperação entre Estado, Infraero e município de Florianópolis para ampliação do Aeroporto Hercílio Luz. O ato está marcado para às 14h30min, no próprio terminal.
A obra está orçada em R$ 436 milhões, com o Estado participando com R$ 107 milhões; a Infraero, R$ 316,4 milhões e o município com R$ 13 milhões. As conversações começaram em dezembro de 2004 e foram definidas na semana passada.
A cada uma das partes caberá uma série de responsabilidades e encargos. A desapropriação de áreas vizinhas ao terminal está avaliada em R$ 8 milhões, valor que será rateado entre governo estadual e prefeitura. Até o momento foram desapropriados terrenos avaliados em R$ 13 milhões, que serão transferidos do município para o patrimônio do Estado. 
O projeto prevê construção de terminal de passageiros, de pátio de estacionamento de aeronaves, de novas pistas de manobra (taxiway) e acessos ampliados, além de novas estruturas físicas de apoio à estrutura.
A conclusão dos trabalhos está prevista para maio de 2015. Uma comissão formada por representantes do Estado, da Infraero e da prefeitura vai coordenar e controlar o andamento das ações. O acordo tem vigência de cinco anos, a partir da publicação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado em razão de prolongamento no prazo das obras.

comentários

Comentários (4)

  • Rodrigo Noronha diz: 4 de maio de 2010

    Prezado Jornalista,

    Você sabe informar se a ampliação do Aeroporto Hercílio Luz acarretará em aumento no quadro de Analistas Administrativos da Infraero, sendo convocados os classificados no último concurso? Há previsão de chamarem um número específico de classificados para tal cargo?

    Fico no aguardo e, desde já, agradeço.

  • Evandro diz: 4 de maio de 2010

    Este “campo de pouso”não é condizente com uma cidade que quer ser turística.

  • Luis Phelippe diz: 5 de maio de 2010

    Vamos ver se agora sai, é uma vergonha para uma cidade do tamanho de Florianopolis ter um dos mais fracos aeroportos do Brasil (dentre as capitais), avião ter que esperar o outro fazer Back Track para poder taxiar, ILS sem boa precisão, pista curta para vôos internacionais, patio pequeno, se uma aeronave de grande porte vem para FLN tem que ocupar a posiçao de dois aviões de tamanho médio. Agora VAI !!

  • Pedro diz: 5 de maio de 2010

    Nem se aparecesse o “boi voador” do Chico Buarque a Infraero irá ver a cor do dinheiro “prometido” pelo governo do estado e pela prefeitura: bulhufas, como sempre. Depois, não aparece a contra partida, as obras não decolam, e ficam culpando o governo federal: sempre os mesmos, sempre os mesmos. Não sei por que a Infraero oportuniza essas conversas fiadas.

Envie seu Comentário