Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fim da pulseira!

18 de maio de 2010 11

Agora é oficial. As pulseirinhas do sexo estão proibidas em Santa Catarina. O governador Leonel Pavan acaba de sancionar o projeto de lei que veta a comercialização e distribuição destes produtos no Estado. A Assembleia Legislativa já havia aprovado, por unanimidade, em 14 de abril, o PL 047.5/2010, de autoria do Deputado Narcizo Parisotto (PTB). A punição prevista para quem for flagrado vendendo as pulseirinhas é uma multa de R$ 5 mil e até o fechamento do estabelecimentos para os reincidentes.

comentários

Comentários (11)

  • Berloque Gomes diz: 18 de maio de 2010

    Na verdade, as pulseirinhas são apenas enfeites coloridos. Só faz sexo quem quer, mesmo entre adolescentes. Fazer lei pra proibir a comercialização de um produto bobo é coisa de terceiro mundo. Se as meninas e os meninos querem botar pra quebrar, não vai ser por causa da falta de uma pulseirinha que vão mudar de ideia. Ou então trata-se de uma pulseira do mal, que invade o espírito dos jovens castos e puros e os transforma em libertinos e promíscuos. Será que também vão fazer leis proibindo a venda de sofás, bancos traseiros de carros, preservativos e conversas picantes pela internet?

  • RONI DI DOMENICO diz: 18 de maio de 2010

    O BERLOQUE GOMES, UMA PENA QUE TUA MENTE SEJA TÃO VAZIA QUANDO UMA ADOLECENTE FOR ESTUPRADA QUEIRA DEUS QUE NÃO SEJA SUA FILHA, QUE NÃO SABE OQUE FAZ, SEJA UM POUCO MADURO E PARABENS AO DEPUTADO POIS ISTO É UMA LEI QUE VEM A MORALIZAR NOSSA SOCIEDADE AINDA BEM QUE TEM DEPUTADOS QUE PENSAM DESTA FORMA COM PRINCIPIOS DE INTEGRIDADE.

  • Luiz Carlos diz: 18 de maio de 2010

    Excelente iniciativa. Parabéns aos parlamentares por esta decisão que protege a família dos catarinenses.

  • ELÉTRICO diz: 18 de maio de 2010

    PENSEI QUE ELE IRIA OFICIALIZAR O FIM DOS CARROS MOVIDO A “COMBUSTIVEL” DA FROTA OFICIAL DO ESTADO E ADAPTAR G.N.V.MAS???

  • Murillo S Costa diz: 18 de maio de 2010

    Será que este deputado(?) não tem nada mais para pensar? Acha que uma pulseira define o comportamento do adolescente? Que influencia o que ele/a fará? Narcizo(sic), olhe-se no espelho. Vá orar(?), procurar terrenos para invadir, legislação não é o seu forte.

  • Moisés Spilere diz: 18 de maio de 2010

    Roni, se uma menina é estuprada creio que a culpa não é das tais pulseiras, mas sim do estuprador. Essa historia de querer inocentar o individuo bandido, e por a culpa em inocentes pulseiras coloridas de adolescentes é uma piada.
    E ainda você é capaz de chamar o colega Berlonque de cabeça vazia.

    Os argumentos do Berlonque estão perfeitos, e é justamente a minha opinião também!

    Abraços

  • Guga diz: 18 de maio de 2010

    RONI DI DOMENICO , não exagera né … Essa mania besta surgiu de uma super exposição a qualquer conteúdo de cunho sexual, fartamente divulgado na TV, revistas e internet.

    Se todos os pais dessem atenção para a educação dos filhos, ao invés de delegar essa obrigação às escolas e órgãos públicos, esse tipo de medida seria ainda mais desnecessária!

    Incrível como a infância e juventude se tornou tão submissa a qualquer “modinha” que aparece … acho que é falta de uns tapas bem dados! Eu que não cheguei nos 30, mas levei varias porradas quando era criança, e nem por isso hoje sou revoltado, pelo contrário: amo meus pais e acho que deram uma educação de ótima qualidade ! Hoje em dia se você der uns tapas no filho é capaz de parar na cadeia … ridículo !

  • Leonardo diz: 18 de maio de 2010

    hahahaha…que ridiculo…
    Bom, vou dar mais umas idéias, já que ta sobrando tempo…
    Comecei a escrever, mas desisti, isso é ridiculo demais, prefiro perder meu tempo sem fazer nada.
    Só uma pergunta para os nossos governantes, não tem mais trabalho pra fazer??? Imbecís! estão vivendo no tempo das cavernas…daqui uns dias vão querer proibir o sexo. Só digo uma coisa, é proibido proibir!!!

  • Voces estao loucos e os politicos mais ainda diz: 18 de maio de 2010

    ACORDE!!

    O fato de ter milhares de crianças morrendo de fome e com frio no nosso país nos leva a pensar que mais uma vez os politicos se preocuparem com uma bobagem criada por adolescentes que de maneira alguma gera o mínimo de distúrbio na sociedade, fatalidades acontecem a todo instante não só a dessa menina que é mais uma no meio de inúmeras e nós fechamos os olhos. Vai embaixo da ponte e olhe quantas crianças estão lá em busca de um lar e alimento, quem sabe vocês políticos aí parem de dar importância a pequenos assuntos e comecem a buscar a verdadeira raíz do problema que está na EDUCAÇÃO!

    ACORDE!

  • Berloque Gomes diz: 18 de maio de 2010

    Roni: eu educo meus filhos em casa. Não preciso de leis pra isso. As pulseiras são só um pretexto pra quem já tá a fim de fazer alguma coisa. Se tua filha quiser transar, não vai ser essa lei que vai impedi-la de fazer o que quer. Vais interditar o sofá da tua casa também?

  • Silvia diz: 18 de maio de 2010

    Sou mae de 2 filhas, e deixa eu dizer uma coisa pra vcs… Eu como mae, nao compro pra minhas filhas esse tipo de coisas que pra sociedade tem um significado tao vulgar. Porem estou de acordo com varias opinioes a cima pois acho que existem coisas mais importantes que resolver! Agora o fato de uma menina ser estuprada nao quer dizer que essa atitude tao horrivel e condenada pela sociedade tenha a ver com as pulserinhas…
    Se vc como pai ou como mae nao esta de acordo com as famosas pulserinhas é só nao comprar! Nao ha nada mais inteligente que se aproveitar da imbecilidade humana!

Envie seu Comentário