Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de junho 2010

Desenvolvimento? Deixa pra depois...

30 de junho de 2010 4

Santa Catarina está prestes a perder o maior investimento da sua história, o estaleiro da OSX. Eike Batista gostaria de construir em Biguaçu um complexo que seria referência de tecnologia para o mundo, não só para o Brasil.

Já detalhou a destinação dos R$ 2,5 bilhões para a montar no Estado a Embraer da construção naval. Mas ele está desistindo dos catarinenses. E com razão. Parece ter cansado de tamanha indiferença. É o princípio básico: se não me querem, vou procurar quem me dá atenção. E os cariocas parecem bem mais carismáticos neste quesito.

Mas nada disto importa, não é mesmo? Os principais candidatos ao governo do Estado simplesmente parecem ignorar o assunto. Não se vê nenhuma movimentação. Não se escuta uma única palavra de motivação. O silêncio é sepulcral. Estão todos preocupados com os seus preciosos segundos na televisão, com o rateio dos cargos comissionados, das secretarias, das autarquias e das inúmeras outras “ias” que o Tesouro, generosamente, oferece para ser dividido entre os seus pares.

Estaleiro da OSX? Isso a gente vê depois das eleições. O importante é ganhar. Custe o que custar.
Já se vão mas de três meses de indefinições. Quanta chatice, senhores candidatos. E olha que a campanha nem começou. Aliás, torço pra que ela inicie logo.

Aí, quem sabe, poderemos ouvir e discutir propostas sobre saúde, educação e segurança. Sobre a política de investimentos no Estado. E torcer para que, até lá, a OSX não tenha desistido de vez de Santa Catarina.

Todos iremos perder, podem apostar.

Se não conseguimos nem o básico, imagina, então, sonhar com todos os candidatos assinando um pacto pelo desenvolvimento do Estado, juntando todas as forças políticas. É um desatino, eu sei. Mas não custa sonhar. Ideli, Pinho, Angela, Pavan e Raimundo, bem que poderiam tentar. Para o bem de Santa Catarina. Desculpem, esqueci, o importante são as coligações. O Estado, a gente vê depois…

Bookmark and Share

Floripa pode receber seleções em 2014

29 de junho de 2010 6


A Match Service, empresa responsável pelas acomodações durante a Copa do Mundo da FIFA, anunciou que Florianópolis foi uma das cidades escolhidas para ser “Team Base Camp”, ou seja, a cidade será anfitriã de, pelo menos, uma seleção estrangeira de ponta para o Mundial de 2014.
O projeto de candidatura da Capital como “Team Base Camp” foi desenvolvido pela Setur e encaminhado à Fifa e ao Comitê Organizador para Cidade-Base no mês de abril. A intenção da prefeitura é hospedar pelo menos uma seleção de ponta, receber sua torcida e a imprensa internacional durante um período de 15 a 30 dias.
A Setur justifica esta iniciativa com o exemplo dos Estados Unidos na Copa da África do Sul, onde foram confirmados mais de 25 mil turistas americanos para acompanhar a seleção. O secretário executivo de Turismo da Capital, Homero Gomes, acredita que a cidade poderá receber até duas seleções de ponta, significando um fluxo de 30 a 50 mil turistas estrangeiros que, via de regra, hospedam-se na mesma cidade.

Bookmark and Share

Tem gente assanhada com a Copa no Brasil

28 de junho de 2010 0

Bastou circular em Curitiba a informação de que um grupo de investidores teriam desistido da Arena da Baixada, estádio do Atlético Paranaense que foi escolhido para receber os jogos em 2014 em função do alto custo do empreendimento, para que outras cidades voltem a sonhar com a hipótese de ser uma subsede da Copa no Brasil. Não fosse o nó da infraestrutura na Capital e Floripa até poderia voltar a sonhar novamente. Oficialmente não existe nenhuma alteração, mas onde há fumaça…

Bookmark and Share

Estaleiro no Rio?

24 de junho de 2010 15

Os entraves para a liberação das licenças ambientais de instalação do estaleiro da OSX, em Biguaçu, começam a gerar os primeiros ruídos na comunicação. Do Rio de Janeiro, vem a informação de que Eike Batista e o governador Sérgio Cabral estariam conversando para levar o estaleiro pra lá, segundo o colunista de O Globo, Ancelmo Gois.

Há os que acreditem tratar-se apenas da estratégia de pressão da empresa para que o Instituto Chico Mendes de Meio Ambiente dê parecer favorável ao empreendimento. Mas a simples possibilidade de perder um investimento de R$ 2,5 bilhões já mobiliza as entidades empresariais catarinenses.

O presidente da Associação Comercial de Florianópolis (Acif), Doremi Caramori, diz que a perda do estaleiro será um prejuízo, no mínimo, para as próximas três gerações de catarinenses.

A Fiesc também analisa a situação e o que fazer para impedir que uma simples possibilidade se transforme em fato consumado.

Oficialmente, a empresa nega qualquer possibilidade de transferência. Até uma reunião entre o governo do Estado e representantes da empresa aconteceu, hoje, em Florianópolis, para tratar das próximas etapas.

Mas quem conhece o empresário Eike Batista, garante: ele acredita que o ideal é investir em Santa Catarina, até com base no detalhado estudo encomendado pela OSX para a escolha do local. Só não abusem da paciência do sujeito. Agilidade é palavrinha carimbada no vocabulário de quem está entre as dez pessoas mais ricas do mundo.

Bookmark and Share

Laguna sem República

23 de junho de 2010 0

O tradicional espetáculo A República em Laguna não acontecerá em julho, conforme está previsto no calendário turístico de SC. A decisão de cancelar a gigantesca peça teatral ocorreu nesta semana, em função da falta de recursos. Segundo os organizadores, em ano eleitoral o apoio financeiro para projetos culturais, via Lei Rouanet, fica mais restritiva. E também porque o governo do Estado teria liberado somente R$200 mil.
Em anos anteriores, o repasse estadual girava em torno de R$ 500 mil, segundo informações da prefeitura. O custo do espetáculo é estimado em R$ 1,3 milhão e conta com atores e 500 figurantes. Se houver dinheiro, o espetáculo pode acontecer em novembro, informa o prefeito do município, Célio Antônio. Falta de apoio até é aceitável, difícil é entender porque deixaram para avisar só agora.

Bookmark and Share

Floripa é a quarta no circuito de eventos internacionais

23 de junho de 2010 1

O Brasil foi o sétimo país que mais recebeu eventos internacionais em 2009. O dado foi divulgado pela International Congress and Convention Association (Associação Internacional de Congressos e Convenções), entidade que é referência para todo o segmento de turismo de eventos no mundo. No ano passado, foram contabilizados quase 300 eventos realizados em 48 cidades brasileiras. Entre elas está a capital do Estado de Santa Catarina, com a quarta posição no ranking. Na rota dos grandes eventos internacionais, Florianópolis está atrás apenas de Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo.

Bookmark and Share

Justiça absolve Dário Berger

22 de junho de 2010 6

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região acaba de absolver, por unanimidade, o prefeito Dário Berger no processo crime movido pelo Ministério Público, alegando a ocorrência de crime ambiental na execução da Beira-Mar Continental, por inexistência de licença ambiental para a execução daquela obra.

A partir de agora, o advogado de Dário, Rogério Reis Olsen da Veiga, pode dedicar mais tempo aos outros dois processos que tiram o sono de Berger: a ameaça de cassação no TSE, caso seja considerado  prefeito itinerante, e o episódio do cantor Andrea Bocelli.

Bookmark and Share

A ética da maozinha

21 de junho de 2010 13

 

O golaço de Luís Fabiano contra a Costa do Marfim foi irregular. Mesmo assim, comemoramos sem a menor parcimônia. O juiz validou e o atacante garante que foi involuntário. Não há o que  discutir. Apoiamos a irregularidade sem questioná-la, porque nos beneficiou. Mas se fosse contra o Brasil, o que estaríamos dizendo, agora?
O Visor acaba de conversar com o professor de Ética da Unisul,  Jaci Gonçalves, para saber se o brasileiro foi antiético ao comemorar o gol de Luís Fabiano. Em, tese, ele diz que não. Ética, explica Gonçalves,  pode ser compreendida, também, como Justiça. Até admite que a irregularidade tirou um pouco do brilho do gol, deixando a torcida sem o gostinho da vitória plena, mas não pode ser vista como um retrocesso à máxima do ex-jogador Gérson, de que brasileiro gosta de levar vantagem em tudo. Qual a sua opinião, você  acha que fomos antiéticos ao aprovar o gol do Fabuloso? Deixe sua mensagem:

Bookmark and Share

Máfia do Leste Europeu opera em SC

21 de junho de 2010 1

A Polícia Federal apresenta logo mais, às 15h, na sede da superintendência em SC, os detalhes da investigação que resultou na apreensão de 62 quilos de cocaína no Porto de Rio Grande, ontem, além da prisão dos croatas Damir Simic, Slobodan Njegic e Aleh Ciceric, além do macedônio Miodrag Vojicic, o montenegrino Niksa Ilic e o búlgaro Dragan Rangelov.

Desde março, 25 agentes do RS e de Santa Catarina estavam envolvidos na investigação das ações da máfia do Leste europeu no Sul do Brasil. No Estado, eles operavam a partir dos portos de Itajaí e Imbituba, transportando quantidades menores de droga pelos próprios tripulantes dos navios mercantes. Um deles também teria um sinal de “alerta vermelho” da Interpol, sendo considerado um criminoso de alta periculosidade e um dos mais procurados pela polícia no mundo.

Bookmark and Share

Expo Maicon

18 de junho de 2010 0

Quem quiser conhecer um pouco mais da carreira do jogador Maicon Sisenando pode conferir a exposição montada no Criciúma Shopping com fotos, matérias, camisetas e homenagens feitas ao atleta que nasceu no Rio Grande do Sul, mas cresceu no Bairro Vila Zuleima, em Criciúma. No local é possível conhecer as camisetas usadas pelo lateral direito na Seleção, Cruzeiro, Monaco e Internazionale e, claro, da sua passagem pelo Criciúma. Tudo faz parte do acervo pessoal. A exposição tem acesso livre e ficará aberta até o dia 15 de julho.

Confira também o vídeo da exposição.

Bookmark and Share