Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Morte anunciada

02 de julho de 2010 0

Ser eliminado de uma Copa do Mundo faz parte. É da competição. Perder para uma equipe bem organizada como a Holanda é do jogo. Mesmo de virada. O duro é ver tudo acabar do jeitinho mais previsível possível: com Felipe Melo sendo expulso e sem opções no banco de reservas para, ao menos, tentar mudar a cara do jogo. O difícil é enxergar o Dunga, mesmo com o seu time vencendo por 1 a 0 e dando um nó tático no adversário no primeiro tempo, completamente destemperado à beira do gramado. Esmurrando a barra do banco de reservas como se ali estivesse o árbitro. Que tipo de segurança um treinador com este comportamento vai transmitir para a sua equipe?

Nós perdemos. Estamos eliminados. Mas bola pra frente. Daqui a quatro anos, esta muvuca toda vai estar aqui, bem debaixo do nosso nariz. Imagine só o grau de ufanismo: Duzentos milhões em ação, pra frente Brasil, salve a Seleção. E por aí vai…Claro, será a chance do Neymar, Ganso Pato e companhia mostrarem a verdadeira cara do futebol brasileiro. Não este pragmatismo burro que se viu na África.

A boa notícia é que não corremos o menor risco de ter de assistir a uma palestra motivacional do Dunga, em pleno horário de expediente na empresa, falando sobre como liderar uma equipe vencedora. Viu, sempre tem um lado bom. Até na tragédia.

comentários

Envie seu Comentário