Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Reabertura da Paulo Fontes é insensatez

16 de julho de 2010 3

Bastou o prefeito Dário Berger comentar sobre a possibilidade de rebartura da Avenida Paulo Fontes para o assunto voltar à tona, com força. O que pouca gente lembra é o fato de que em maio foi divulgado um projeto arquitetônico para revitalização da região central. O vencedor, que faturou R$ 35 mil, foi o arquiteto e urbanista uruguaio Hector Vigliecca. Conforme o projeto, a Paulo Fontes segue fechada, dentro do conceito de destinar, cada vez mais, o espaço para as pessoas e menos para os automóveis. O projeto está orçado em R$ 25 milhões. Depois de todo este trabalho, a prefeitura vai simplesmente voltar atás? Parece, no mínimo, uma insensatez.

comentários

Comentários (3)

  • Candinho diz: 16 de julho de 2010

    O projeto de urbanização será arquivado na Prefeitura juntamente com tantos que nunca serão executados: marinas, poita dos transatlânticos, árvore de natal anã, tenor Bocelli, transporte coletivo integrado, transporte marítimo, metrô de superfície, etc, etc, etc.

  • Maria Aparecida Nery diz: 16 de julho de 2010

    Exatamente! O objetivo já foi atingido. Quanto desses R$ 25 milhões retornou para o bolso de algum “grande interessado” na humanização da Paulo Fontes, que tá com um caixa de campanha de boquinha aberta, ávido por “contribuições”?

  • helena diz: 16 de julho de 2010

    tá mais do que na hora de tirar aqueles vasos pretos horrorosos do meio da avenida. Ficou mais perigoso agora que só passa ônibus.

Envie seu Comentário